EVANGELIZAR.

NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sábado, 30 de agosto de 2014

ENTENDENDO A LEI DE DEUS

“E, levantando-se dali, foi para os termos da Judéia, além do Jordão, e a multidão se reuniu em torno dele; e tornou a ensiná-los, como tinha por costume.” (Marcos 10:1)

            Jesus tinha acabado de explicar e ensinar sobre os escândalos, sobre maus testemunhos, sobre pessoas que fazem errar, enfraquecer a fé dos novos na fé. O Senhor tinha falado qual o destino desses que fazem o povo errar, o Senhor tinha dito que antes deveriam cortar fora um membro a permitir que uma parte do corpo pudesse conduzir ao inferno; e isto inclui também todos os que ensinam de maneira errada o povo de Deus, fazendo com que errem, que pequem. Pessoas que ensinam e apoiam o divórcio alegando que o Senhor permitiu, autorizou um segundo casamento, o que é mentira e erro, pois em nenhum momento existe autorização na Bíblia para o recasamento, ou segundo casamento. Onde Jesus estava sempre havia uma grande quantidade de pessoas ao seu redor e por vários motivos, mas a maioria para ouvir os seus ensinamentos, e o Senhor não perdia nenhuma oportunidade de pregar, ensinar. Durante os três anos do seu ministério terreno Ele quase não descansou, porque sempre estava ensinando e operando milagres. E sempre os fariseus vinham com questionamentos sobre a lei para ver se o pegavam em ciladas. “E, aproximando-se dele os fariseus, perguntaram-lhe, tentando-o: É lícito ao homem repudiar sua mulher?” (Marcos 10:2). O que os fariseus perguntaram era se podia o homem repudiar, separar, divorciar da sua mulher, ou seja, de sua esposa. Foi uma pergunta direta, e curta sem maior explicação, eles queriam saber se podiam se divorciar. Assim, muitas pessoas, mesmo dentro de igrejas há anos, também fazem esta pergunta: será que podem se separar, se divorciarem por qualquer motivo, por causa de adultério, violência, mentira, esfriamento, falta de amor? O problema são os ensinadores que, por não conhecerem as Escrituras nem a vontade de Deus, ensinam errado e fazem o povo tropeçar, cair, pois muitos afirmam que podem divorciar em caso de adultério e podem casar de novo, o que é mentira, e esses pregadores da mentira baseiam suas afirmações em versículos aleatórios e ou parte de versículos que são comumente usados, ou torcem e distorcem a Palavra sem coragem de explicar a verdade.
            “Mas ele, respondendo, disse-lhes: Que vos mandou Moisés?” (Marcos 10:3). Jesus respondeu à pergunta deles com outra pergunta, pois, como eram entendidos na lei de Moisés, que explicasse o que dizia a lei, porque, se sabemos a lei, devemos simplesmente obedecer a ela; quando afirmamos algo, devemos mostrar sem sombra de dúvidas nas Escrituras.  “E eles disseram: Moisés permitiu escrever carta de divórcio e repudiar.” (Marcos 10:4). Vejam que eles afirmaram que a lei de Moisés dava autorização ao divórcio, eles não aprofundaram, simplesmente disseram que Moisés tinha permitido. Assim muitos ainda querem fazer as pessoas acreditarem nisto, dizendo que Deus mandou se divorciar, o que não é verdade, mas vemos agora a resposta de Jesus, o que devemos praticar se amamos o Senhor, se somos seus seguidores, seus discípulos. “E Jesus, respondendo, disse-lhes: Pela dureza dos vossos corações vos deixou ele escrito esse mandamento; Porém, desde o princípio da criação, Deus os fez macho e fêmea.” (Marcos 10:5-6). Jesus responde de forma ampla, mostrando que desde o início, desde a Criação, não foi assim que Deus planejou, mas que pela dureza do coração das pessoas em não querer perdoar (e geralmente quem não perdoa perde a salvação) é que Moisés permitiu, mas observe que Jesus não cita aqui que podem casar de novo. Mesmo porque Deus criou homem e Mulher, Macho e Fêmea, Adão e Eva, e não foi Adão e Ivo, portanto, fica claro, primeiramente, que a criação de homossexuais nada tem a ver com Deus; segundo, quando o Senhor fez Eva tirando uma costela de Adão para fazer carne da carne Dele, afirmou que seriam uma só carne, sendo uma só carne, não é possível separar. O que Deus uniu o homem não tem condições de separar, e não é um pedaço de papel qualquer que pode desfazer o que Deus fez. O divórcio é um ato de covardia, é quando se tenta fugir de um problema, geralmente criado pelos dois, mas que um só é acusado, não entendem que casamento é a união de duas pessoas imperfeitas tentando viver um relacionamento perfeito, e que por tal motivo existem os problemas por falta de amor e compreensão em entender as fraquezas e falhas uns dos outros.
            “Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher, E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem.” (Marcos 10:7-9). Jesus deixa claro que é impossível separar o que Deus uniu, são duas pessoas em uma, mesmo porque, quando se casam, Deus não vê nem o marido nem a mulher de forma individual, mas os dois como sendo uma pessoa, por isto que, quando algum adultera, o Senhor não aceita, pois isso está indo contra a Criação. Deus não transforma pai e filho, ou mãe e filho em uma só carne, mas só marido e mulher, e explica que os filhos vão deixar os pais e vão se unir um ao outro, para sempre, a família não se inicia com o nascimento dos filhos, mas com o casamento. Esse é um dos motivos por que os pais não devem interferir na vida dos filhos casados. Adultério é falsificação, é a mesma coisa que pegar uma nota de cem reais e rasgá-la e emendar com outro pedaço de outra nota. Com certeza nada vai valer, pois os números de séries e tudo mais não coincidem, assim é o marido ou a mulher quando tentam se juntar com outra pessoa. Não existe a união completa, não se emenda. “E em casa tornaram os discípulos a interrogá-lo acerca disto mesmo. E ele lhes disse: Qualquer que deixar a sua mulher e casar com outra, adultera contra ela.” (Marcos 10:10-11).Vemos que o assunto chamou tanta atenção dos discípulos que eles depois voltaram a ele, e agora Jesus fala abertamente a respeito do Adultério, e fala que qualquer, ou seja, não existe excludente, todos os que deixarem a mulher, a esposa, e casarem com outra cometem adultério, passam a viver em adultério. “E, se a mulher deixar a seu marido, e casar com outro, adultera.” (Marcos 10:12). De igual maneira, a mulher que se separa do marido e casa com outro vive em adultério, é a Palavra de Deus, dita pela Senhor Jesus, e todos os que ensinam de maneira diferente estão pecando e fazendo o povo pecar e vão prestar conta dos seus ensinamentos errados. Todos os que estão em segundo casamento estão em adultério, e não importa o que façam, se não abandonarem, não se consertarem com o Senhor, vão padecer eternamente, mesmo porque não existe salvação para os adúlteros. “Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os ADÚLTEROS, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.” (1 coríntios 6:10) e “Mas, ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.” (Apocalipse 22:15).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.

 

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

ARMADILHAS E RELIGIÕES

“Aproximou-se dele um dos escribas que os tinha ouvido disputar, e sabendo que lhes tinha respondido bem, perguntou-lhe: Qual é o primeiro de todos os mandamentos?” (Marcos 12:28)

            Jesus tinha acabado de explicar para os fariseus e saduceus sobre a ressurreição, e agora eles novamente vinham atacá-lo com perguntas tentando pegá-lo em alguma resposta que fosse contrária à lei. Sabemos que o diabo arma ciladas, armadilhas, para pegar os que não estão atentos à Palavra de Deus, e neste caso o adversário da nossa alma estava usando esses fariseus para tentar Jesus, só que eles de sã consciência não tinham conhecimento de que estavam lidando com o Filho de Deus, com o próprio Deus, e eles não o sabiam porque o diabo tinha cegado o entendimento deles para que não vissem e assim caíssem. Ao mesmo tendo servia para que Jesus deixasse esse esclarecimento para todos nós. Eles usavam a própria lei que Deus tinha dado através de Moisés para tentar pegar o Senhor, eles não entenderam que Jesus era Deus, e todas as coisas foram feitas por Ele, e que, portanto, nada havia que lhe fosse oculto. Deus tinha usado Moisés para dar os dez mandamentos, claro que eles sabiam qual seria o maior mandamento, mas queriam tentar o Senhor, e a Palavra diz que o Senhor ninguém tenta. “E Jesus respondeu-lhe: O primeiro de todos os mandamentos é: Ouve, Israel, o Senhor nosso Deus é o único Senhor.” (Marcos 12:29). Jesus simplesmente resumiu, não falou de coisas ou pessoas, falou do Criador, falou do Pai, falou de Deus, e usou a resposta para dar uma repreensão, pois o Senhor começa dizendo que só existe um Senhor, um Deus, e que não existe nada fora daí, ou seja, qualquer coisa que se diz divindade, santo, santa nada valem e nada são. Mostra que Maomé, Buda, Alá, Jorge, Aparecida, Maria, ou qualquer outra coisa seja alguma coisa, tudo é invencionice, criação humana, e demoníaca, que somente serve para conduzir ao sofrimento e morte eterna. Jesus falou não só para aqueles fariseus, mas para todo o Israel de Deus, para todo o povo de Deus. Vemos que Jesus clama e diz: “Ouve, povo!” Portanto, devemos entender de maneira simples assim como Ele com simplicidade resumiu: Deus é o único Senhor.
            “Amarás, pois, ao Senhor teu Deus de todo o teu coração, e de toda a tua alma, e de todo o teu entendimento, e de todas as tuas forças; este é o primeiro mandamento.” (Marcos 12:30). Agora Jesus complementa a resposta, ampliando, esclarecendo para que não fique nenhuma dúvida; assim não somente os fariseus da época como os da atualidade e todos nós fiquemos sabendo. Os mandamentos antes eram enumerados de um a dez, começando por não adorar outros deuses, passando por não matar, roubar e tudo mais, mas agora Jesus resumiu e nos mostra que o maior de todos os mandamentos é amar a Deus acima de qualquer coisa. Amar a Deus de todo o coração é permitir que Ele seja a prioridade em nossas vidas, não permitir que ninguém, nem marido, esposa, filhos, bens materiais, ou outra coisa qualquer seja prioridade. Amar a Deus é guardar os seus mandamentos, não são somente palavras vazias nem prolongadas orações. É, se necessário, abandonar tudo, ir contra tudo, mas jamais abandonar o Senhor; é lutar contra a lógica humana, desejos e emoções, e viver de acordo com o que o Senhor determina; é colocá-lo como o centro das nossas vidas; é saber que tudo depende Dele e é por Ele. Quem ama, adora realmente Deus não adora nenhuma imagem, nenhum outro deus, ou qualquer outra coisa, porque tem conhecimento de que somente Ele é Deus. “E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Não há outro mandamento maior do que estes.” (Marcos 12:31). Jesus explicou o primeiro mandamento e depois falou do segundo, afirmando que são semelhantes; que é amar o próximo como a nós mesmos. Sabemos que quem pratica a Palavra de Deus, quem ama realmente o Senhor e guarda esses dois mandamentos vive bem e faz com que todos ao seu redor vivam bem. Se todos praticassem esses dois mandamentos do Senhor, o Paraíso seria aqui, porque quem ama o próximo não mata, rouba, adultera, engana, não faz nada contra quem quer que seja que não queira que faça a ele, e quem ama a Deus pratica o amor ao próximo. Quando cometemos qualquer coisa contra alguém, quando não tratamos as pessoas como gostaríamos de ser tratados, estamos descumprindo o mandamento do Senhor, e não o estamos amando. Tudo se resume a amar a Deus, pois quem ama a Deus ama o próximo, e quem ama a Deus e ao próximo não comete nenhum pecado, e, vivendo assim, se cumpre toda a lei, porque a lei se cumpriu em Jesus, e como Ele mesmo disse, esses são os mandamentos, que englobam os dez iniciais e vão muito mais além.
            “E o escriba lhe disse: Muito bem, Mestre, e com verdade disseste que há um só Deus, e que não há outro além Dele. (Marcos 12:32). Escriba era na época quem dominava a escrita, quem redigia as leis, doutor da lei, ou seja, quem tinha pleno conhecimento da lei. Esse escriba, então um entendido na lei, elogia Jesus pela resposta, por Jesus ter dito que só existia um só Deus. Vemos que um praticante da lei defendia pelo menos com palavras a prática de reconhecer somente o Senhor como Deus. Mas muitos e muitas religiões dizem que não adoram outros deuses, nem imagens, mas têm imagens nas suas casas e nas suas igrejas e templos, e dizem que é somente para lembrar, que é como guardar uma fotografia. Primeiro elas estão enganadas, pois não sabem com realmente eram essas pessoas, e segundo o Senhor determinou que não o fizessem. “Não terás outros deuses diante de mim.
Não farás para ti imagem de escultura, nem alguma semelhança do que há em cima nos céus, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra. Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o Senhor teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.” (Êxodo 20:3-5).
 Por isso todos os que guardam ou veneram alguma imagem não amam a Deus, e não respeitam a sua Palavra. Assim também os que veneram pessoas estão indo contra a Palavra de Deus; pessoas que a despeito de amar um parente concordam com erro e pecado, e, consequentemente, estão indo contra a Palavra de Deus. “E que amá-lo de todo o coração, e de todo o entendimento, e de toda a alma, e de todas as forças, e amar o próximo como a si mesmo, é mais do que todos os holocaustos e sacrifícios.” (Marcos 12:33).Amar a Deus é obedecer a sua Palavra, guardar os seus mandamentos, é superior a oferecer sacrifícios, mesmo porque o Senhor não exige nem aceita nenhum sacrifício nosso, pois o único sacrifício aceitável foi Jesus quem fez por nós e uma única vez. Devemos todo o tempo nos ater à Palavra, às Escrituras e tomar muito cuidado com ensinos e pregações mentirosas, adulteradas. “E Jesus, vendo que havia respondido sabiamente, disse-lhe: Não estás longe do reino de Deus. E já ninguém ousava perguntar-lhe mais nada.” (Marcos 12:34).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.
 

quinta-feira, 28 de agosto de 2014

BUSCANDO FACILIDADES

“Vai, pois, agora, escreve isto numa tábua perante eles e registra-o num livro; para que fique até ao último dia, para sempre e perpetuamente.” (Isaías 30:8)

            Deus, há quase três mil anos, mandou o profeta Isaías registrar o que iria acontecer, e como o povo iria proceder e viver até o último dia. Fez isso exatamente por conhecer o povo que se diz povo do rebanho Dele, mas que anda e vive totalmente contrário aos seus preceitos, e que não tem confiança nem fé Nele. São pessoas que na hora do aperto buscam solução por si mesmas e esquecem totalmente os mandamentos do Senhor, e ainda querem a bênção do Senhor naquilo que vão fazer. Por saber que são teimosos, de semblantes duros é que o Senhor mandou registrar, e hoje temos condições de ver e acompanhar tudo o que o Senhor falou acontecendo em nossos dias, e em toda parte, em nossa casa, nossa igreja. Deus nos deu a Esperança, que é Jesus, mas, como muitos a rejeitam, então perecem, por esse motivo é que a Bíblia fala que serão poucos os que se salvarão. “Porque este é um povo rebelde, filhos mentirosos, filhos que não querem ouvir a lei do SENHOR.” (Isaías 30:9). A bem da verdade, a maioria não quer ouvir a Verdade, não quer saber de escutar que tem que abandonar os erros e pecados, não quer saber que é necessário viver em santidade, que, para nos aproximar de quem é Santo, devemos ser santos. São mentirosos, pois mentem falando o nome do Senhor, mas vivendo contrário à vontade e aos mandamentos Dele. Esse povo diz que o ama, mas as suas orações consistem somente em pedir bênção e milagres. Não quer saber a vontade de Deus, mas quer que Deus faça as suas vontades. São pessoas que se dizem cristãs, mas amam o pecado e procuram sempre adaptar o Evangelho a elas, e não se adaptarem ao Evangelho. Concordam e praticam o divórcio e o recasamento, aceitam o homossexualismo como algo natural, transformam a mentira em modo de vida. Acham que não importa o que faça ou quantas vezes Deus sempre vai perdoá-las e concordar e entender as suas falhas e práticas; ou que Deus está comprometido com o bem-estar delas aqui, e que o objetivo do Senhor é dar conforto luxo e prosperidade financeira e material aqui.
            “Que dizem aos videntes: Não vejais; e aos profetas: Não profetizeis para nós o que é reto; dizei-nos coisas aprazíveis, e vede para nós enganos.” (Isaías 30:10). As pessoas buscam igrejas e pregadores que só sabem falar em bênçãos, em prosperidades, e que não falam jamais que elas têm que se converter, abandonar os pecados em que vivem. Elas preferem ouvir que devem participar de campanhas, que vão conseguir, ou que devem ofertar boas quantias, ou determinados valores e que o Senhor vai atender os pedidos delas. Querem ouvir ou sentir emoções, mas continuam em práticas erradas, querem negociar com o Senhor, querem ouvir revelações e profecias mentirosas e de acalento, de conforto, querem falar que amam o Senhor, mas querem continuar a fazer o que gostam, conforme as suas vontades. Buscam e querem ouvir mentiras. “Desviai-vos do caminho, apartai-vos da vereda; fazei que o Santo de Israel cesse de estar perante nós.” (Isaías 30:11). São pessoas que dizem que não querem ouvir palavras duras, que acusam os pregadores da verdade de só darem cajadadas, que os acusam de julgamento, e por isso muitos pregadores que começaram bem o ministério se corromperam e hoje são os pregadores de prosperidades; são os vendedores de bênçãos; são os que lotam igrejas com campanhas mentirosas. O povo deixa bem claro que não quer ouvir a verdade, não quer saber desse Deus que cobra e exige santidade, mas quer um deus bonzinho que atende todos os seus pedidos. “Por isso, assim diz o Santo de Israel: porquanto rejeitais esta palavra, e confiais na opressão e perversidade, e sobre isso vos estribais, Por isso esta maldade vos será como a brecha de um alto muro que, formando uma barriga, está prestes a cair e cuja quebra virá subitamente.” (Isaías 30:12-13). E por  não aceitarem a Palavra da Verdade e buscarem somente o engano, é que o Senhor permite que o mal venha sobre a vidas delas. Essas pessoas estão há anos em igrejas e continuam com todo tipo de problemas e perturbações, vivem usando jargões evangélicos, mas vivem em enfermidades, dores, opressões, vivem com depressão, pânico, com insônia, nervosismo, raiva, lares destruídos, filhos em vícios, apesar de elas continuarem indo a igrejas e participando das inúmeras campanhas oferecidas. Mas para elas ainda não é o fim, porque, se não se converterem, a situação vai piorar, e no final irão para o sofrimento e morte eterna.
            “E ele o quebrará como se quebra o vaso do oleiro e, quebrando-o, não se compadecerá; de modo que não se achará entre os seus pedaços um caco para tomar fogo do lar, ou tirar água da poça.” (Isaías 30:14). Esses religiosos, esses que vivem no engano, buscando facilidades, buscando bênçãos, mas não arrependimento, nem conversão, apesar de já estarem vivendo em situação difícil, a tendência é piorar, e muito, e, de acordo com o Senhor, não sobrará nenhum. Nenhum se salvará. Mas ainda há tempo de se converterem, de buscarem o Deus de Israel, de se arrependerem e começarem a praticar a Palavra de Deus. Mas, se continuarem a pensar que Deus está somente comprometido com as coisas deste mundo, sofrerão. “Porque assim diz o Senhor DEUS, o Santo de Israel: Voltando e descansando sereis salvos; no sossego e na confiança estaria a vossa força, mas não quisestes.” (Isaías 30:15). Deus falou, avisou, chamou e está chamando para que se converta, mas esse povo não quer, busca o engano, busca a mentira, e por isso o Senhor não pode socorrê-lo, porque, para o Senhor agir, devemos querer, porque temos livre arbítrio, direito de escolher entre vida e morte. Portanto, ouçam o Senhor, abandonem o pecado, parem de satisfazer a vontade carnal, a vontade humana, vivam pelo Senhor, não busquem mudar a Palavra, pois é impossível. “Mas dizeis: Não; antes sobre cavalos fugiremos; portanto fugireis; e, sobre cavalos ligeiros cavalgaremos; por isso os vossos perseguidores também serão ligeiros. Mil homens fugirão ao grito de um, e ao grito de cinco todos vós fugireis, até que sejais deixados como o mastro no cume do monte, e como a bandeira no outeiro.” (Isaías 30:16-17). Mas todos os que esperam utilizar a sabedoria humana, ou as teologias mentirosas, que fundamentam a sua fé em coisas e não no Senhor, ou que confiam em pessoas, no socorro humano e não no Senhor, saibam que tudo vai ser tirado. Insisto que ainda dá tempo, arrependam-se, convertam-se, e se salvem, confiem no Senhor, e na sua Palavra e desfrutem a vida. “Por isso, o SENHOR esperará, para ter misericórdia de vós; e por isso se levantará, para se compadecer de vós, porque o SENHOR é um Deus de equidade; bem-aventurados todos os que nele esperam.” (Isaías 30:18).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
                               Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.
 

quarta-feira, 27 de agosto de 2014

PERMISSÃO PARA ATACAR E DESTRUIR

“E ele mostrou-me o sumo sacerdote Josué, o qual estava diante do anjo do SENHOR, e Satanás estava à sua mão direita, para se lhe opor.” (Zacarias 3:1)

            Satanás sempre vai tentar destruir as pessoas, e para ele tocar em alguém é necessária a permissão do Senhor. Devemos saber que tudo acontece somente com a vontade ou permissão do Senhor e essa permissão o diabo a consegue se existir base para isto. Sabemos que o Senhor age pela sua Palavra, que vela por ela para se cumprir, ou seja, se estivermos andando, vivendo contrário a ela, o diabo pede, e Deus pela sua Palavra é obrigado a permitir, assim como foi com Jó. Muitas pessoas têm dito, ensinado que Deus permitiu que o diabo tocasse em Jó somente para testar a fé, ou provar que Jó era fiel. Esse entendimento é simplesmente de uma ignorância bíblica sem precedentes, porque, se tivéssemos um Deus que, somente para provar a fidelidade nossa, permitisse que isso acontecesse, teríamos um Deus que não seria justo, nem bom. Mas devemos saber que o medo é igual à falta de confiança, falta de fé, por isso a Bíblia repete inúmeras vezes: NÃO TEMAS, para que aprendamos a confiar no Senhor. “Havia um homem na terra de Uz, cujo nome era Jó; e era este homem íntegro, reto e temente a Deus e desviava-se do mal.” (Jó 1:1). Jó era reto, honesto, temia a Deus, mas não confiava, ele temia o diabo também e o mal, ou seja, ele vivia no temor de que coisas ruins acontecessem, porque não tinha plena confiança no Senhor como ele mesmo confessou, e foi essa falta de confiança que o diabo mostrou ao Senhor, e Deus teve que permitir a ação do inimigo da nossa alma na vida do Jó.“Porque aquilo que temia me sobreveio; e o que receava me aconteceu. Nunca estive tranquilo, nem sosseguei, nem repousei, mas veio sobre mim a perturbação.” (Jó 3:25-26).Temer o mal, o diabo é falta de confiança no Senhor, porque, se temos o Senhor ao nosso lado, nada poderá nos tocar, se está tocando, creia, a culpa é nossa, devemos nos examinar. Aqui neste trecho vemos que o diabo estava diante da presença do Senhor para pedir para tocar na vida do sacerdote Josué, e devemos nos atentar que o diabo estava na presença do Senhor, ou seja, o diabo não tem problema nenhum em ir à presença do Senhor, mesmo porque antes ele era um anjo e vivia constantemente diante do Senhor. O diabo estava na presença do Senhor, com Jó, e agora com Josué, e sempre vai ao encontro do Senhor para pedir para tocar em nossas vidas. Ele sempre vai em busca de autorização para destruir os que não praticam a Palavra, pois somente ela pode impedir que Ele aja em nossas vidas.
            “Mas o SENHOR disse a Satanás: O SENHOR te repreenda, ó Satanás, sim, o SENHOR, que escolheu Jerusalém, te repreenda; não é este um tição tirado do fogo?” (Zacarias 3:2). Mas aqui vemos que o Senhor reprendeu satanás, e não lhe permitiu, e ainda defendeu o sacerdote Josué, porque esse sacerdote tinha vivido e vivia de acordo com a Palavra, portanto Deus não poderia permitir. Aqui também temos um outro ensinamento, pois observamos que nem mesmo o Senhor o amaldiçoou de forma direta, mas disse: o Senhor te repreenda. Assim também o Anjo do Senhor pronunciou igual sentença quando o inimigo pedia o corpo de Moisés alegando que ele tinha sido um assassínio quando matou um egípcio. “Mas o arcanjo Miguel, quando contendia com o diabo, e disputava a respeito do corpo de Moisés, não ousou pronunciar juízo de maldição contra ele; mas disse: O Senhor te repreenda. Estes, porém, dizem mal do que não sabem; e, naquilo que naturalmente conhecem, como animais irracionais se corrompem.” (Judas 1:9-10). Aprendemos que nem mesmo o diabo podemos amaldiçoar, porque, assim como o rei Saul no qual Davi não ousou tocar por ter sido um dia ungido pelo Senhor, o diabo também um dia foi anjo do Senhor, portanto, não podemos amaldiçoar ninguém nem nada, e sim entregar nas mãos do Senhor. Devemos tomar cuidado com a arrogância; não podemos ser iguais a muitos pastores, como temos visto, muitos pregadores amaldiçoando isto e aquilo. É nosso dever expulsar o inimigo em nome de Jesus, mas amaldiçoar não é nosso departamento, se o Anjo do Senhor não o fez, será que podemos fazer? “Josué, vestido de vestes sujas, estava diante do anjo. Então respondeu, aos que estavam diante dele, dizendo: Tirai-lhe estas vestes sujas. E a Josué disse: Eis que tenho feito com que passe de ti a tua iniquidade, e te vestirei de vestes finas.” (Zacarias 3:3-4). O diabo sempre vai pedir para nos tocar, mas, se estivermos praticando a Palavra de Deus, ele nada conseguirá, o Senhor sempre vai repreendê-lo e mandar trocar as nossas vestes, vai nos dar vestes novas, brancas. Mas, para que isso aconteça, é necessário confiarmos no Senhor, e a todo tempo somente agir segundo os seus preceitos, suas ordenanças. Por mais que tenhamos pecado no passado, se nos arrependermos, se confessarmos ao Senhor, somos perdoados, e o inimigo não poderá agir. Deus perdoou o sacerdote Josué e Moisés, e faz o mesmo com cada um de nós, basta crermos e sermos praticantes da Palavra, pois essa é a base da negativa para satanás.
            “E disse eu: Ponham-lhe uma mitra limpa sobre a sua cabeça. E puseram uma mitra limpa sobre a sua cabeça, e vestiram-no das roupas; e o anjo do SENHOR estava em pé.” (Zacarias 3:5). Não importa o quão pecadores fomos, mas, se nos arrependermos, se confessarmos ao Senhor (pois não podemos deixar nada oculto, uma vez que o diabo trabalha nas trevas, no oculto), se procedermos assim, com certeza seremos perdoados, e as nossas vestes serão trocadas, mas não basta pedir perdão e voltar a erros e pecados; é necessário o abandono imediato de práticas contrárias à Palavra de Deus. “E o anjo do SENHOR protestou a Josué, dizendo: Assim diz o SENHOR dos Exércitos: Se andares nos meus caminhos, e se observares a minha ordenança, também tu julgarás a minha casa, e também guardarás os meus átrios, e te darei livre acesso entre os que estão aqui.” (Zacarias 3:6-7). O Senhor sempre vai trazer a nossa memória a importância da obediência. Vemos que o Senhor alerta o sacerdote Josué que, se ele permanecer vivendo em sua Palavra, se andar no Caminho do Senhor, ele, como todos que forem salvos em Jesus, julgarão, dominarão e terão livre acesso à casa do Pai. A nossa vitória está na Palavra, por ela viveremos, e venceremos, ou por ela sofreremos e morreremos, tudo depende de como a vemos; se a respeitarmos, seremos vitoriosos. “Ouve, pois, Josué, sumo sacerdote, tu e os teus companheiros que se assentam diante de ti, porque são homens portentosos; eis que eu farei vir o meu servo, o RENOVO. Porque eis aqui a pedra que pus diante de Josué; sobre esta pedra única estão sete olhos; eis que eu esculpirei a sua escultura, diz o SENHOR dos Exércitos, e tirarei a iniqüidade desta terra num só dia. Naquele dia, diz o SENHOR dos Exércitos, cada um de vós convidará o seu próximo para debaixo da videira e para debaixo da figueira.”(Zacarias 3:8-10).
 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino 
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.

 

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

NÃO ME CONHECES

“Disseram-lhe, pois: Onde está teu Pai? Jesus respondeu: Não me conheceis a mim, nem a meu Pai; se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai.” (João 8:19)

            Essa foi uma afirmação do Senhor Jesus aos fariseus e religiosos da época, mas que serve perfeitamente para os religiosos da nossa geração, para muitos que muitas vezes lotam igrejas. Porque, apesar de frequentarem uma igreja, ou melhor, um templo qualquer, apesar de fazerem orações ou rezas, apesar de cantarem alguma música de exaltação, agradecimento ou pedido ao Senhor, apesar de ofertarem, dizimarem, apesar de falarem o nome do Senhor, não o conhecem. Não conhecem Jesus e nem conhecem Deus, pois, se assim fosse, obedeceriam aos seus preceitos e ordenanças, e não seriam religiosos, mas filhos de Deus. Mas, como não conhecem Jesus, também não conhecem Deus Pai, pois ambos estão juntos. “Estas palavras disse Jesus no lugar do tesouro, ensinando no templo, e ninguém o prendeu, porque ainda não era chegada a sua hora.” (João 8:20). Quando Jesus fez essa afirmação, Ele estava próximo ao gazofilácio, ou seja, local onde as pessoas depositavam os dízimos e ofertas, e Jesus sempre ficava observando como as pessoas ofertavam, quando Ele observou e chamou a atenção para a oferta da viúva. Jesus sempre estava ensinando, e, quando proferiu essas palavras, Ele estava no templo, e como o seu ensino sempre foi direto, verdadeiro e geralmente de exortação, e como a verdade incomoda, como a luz incomoda as trevas, os religiosos sempre queriam matá-lo e só não o pegaram nessa hora porque não era o momento disso acontecer, afinal, a Palavra do Senhor tinha que se cumprir, e Jesus tinha que ir no momento certo para a cruz do Calvário. “Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Eu retiro-me, e buscar-me-eis, e morrereis no vosso pecado. Para onde eu vou, não podeis vós vir.” (João 8:21). Jesus falou então mais uma vez, portanto sabemos que Ele já tinha falado sobre este assunto antes. Ele diz que, para onde ia, eles não poderiam ir, não poderiam segui-lo. Eles iriam procurá-lo, mas não o encontrariam e nem poderiam ir e iriam morrer nos seus pecados. Jesus estava afirmando que eles não tinham condições de ir para o Reino de Deus, pois Ele, Jesus, iria para o Pai, para o Reino, e eles não poderiam por causa dos pecados e, portanto, sem salvação, iam para a morte eterna. Assim são muitos religiosos, muitos que lotam templos e que falam o nome do Senhor, mas que não irão jamais para onde Jesus está, porque, como não abandonam os pecados, neles morrerão.
            “Diziam, pois, os judeus: Porventura quererá matar-se a si mesmo, pois diz: Para onde eu vou não podeis vir?” (João 8:22) As pessoas que são religiosas sempre vão pensar de maneira carnal, física. Jesus estava falando das coisas de cima, do Reino, de Vida e morte, e de eternidade, e eles falando de coisas terrenas. Quem é do Senhor, quem conhece o Senhor sempre vai falar de coisas espirituais, pois são espirituais e tem esse conhecimento, afinal, somos seres espirituais. Jesus estava afirmando que iria de volta onde estava antes, eles pensavam que era algum lugar na Terra. “E dizia-lhes: Vós sois de baixo, eu sou de cima; vós sois deste mundo, eu não sou deste mundo.” (João 8:23). Jesus veio para nos dar salvação, para que não padecêssemos por toda uma eternidade, mas os religiosos pensam que o Senhor veio para lhes dar um carro novo, uma casa nova, um casamento perfeito, veio para lhe dar riquezas e bem-estar aqui. As pessoas confundem e querem viver em pecado, e ainda querem a salvação. Não percebem a incompatibilidade de pecado e salvação, não percebem que o Reino de Deus e o reino do mundo não andam juntos; não percebem que o amor do Pai não está no mundo. Temos que aprender a viver como seres espirituais que somos, buscando cada vez mais comunhão com o Senhor, não permitindo pecado em nossas vidas, e deixar o Senhor cuidar de nós. “Por isso vos disse que morrereis em vossos pecados, porque se não crerdes que eu sou, morrereis em vossos pecados.” (João 8:24). Morrer nos pecados é perder a salvação, é ir para lugar de dor e sofrimento, é ir para o inferno e por toda a eternidade, e isso geralmente acontece porque as pessoas buscam viver da melhor forma possível aqui, querem ter tudo aqui. As pessoas cometem pecados porque têm compromisso com o mundo. Se assim não fosse, não teriam necessidade de pecar. O pecado é símbolo de amor às coisas do mundo, e os que cometem e vivem nele não herdarão o Reino de Deus. Quem pratica o pecado não crê em Jesus, pois, se cressem, não o cometeriam. Quem crê em Jesus entende o amor verdadeiro de Deus e não confunde com esse amor mentiroso que é ensinado por aqui, amor conivente com pecado, em que se apresenta um deus bonzinho.
            “Disseram-lhe, pois: Quem és tu? Jesus lhes disse: Isso mesmo que já desde o princípio vos disse. Muito tenho que dizer e julgar de vós, mas aquele que me enviou é verdadeiro; e o que Dele tenho ouvido, isso falo ao mundo. Mas não entenderam que ele lhes falava do Pai.” (João 8:25-27). Jesus desde o início se revelou a nós, e sabemos o seu caráter Santo, mas preferimos criar ilusões e distorcer a Palavra, sim distorcer, pois todas as vezes em que ensinamos que Deus é amor permissivo e sempre vai perdoar, estamos adulterando a sua Palavra, não podemos incentivar as pessoas a viver no erro. Quem pratica o pecado, ou quem marca data para abandonar este ou aquele pecado, ou para se converter nada tem com o Senhor nem com o Reino, fala somente no nome do Senhor, mas não o conhece, apesar de há tanto tempo o Senhor já se ter revelado. Jesus somente fez o que o Pai mandou ou mostrou. Jesus venceu porque foi obediente e não pecou, e veio em carne para nos mostrar que também podemos vencer se quisermos, se ouvirmos, e o temos como defensor, temos o Espírito Santo, o Ajudador.“Disse-lhes, pois, Jesus: Quando levantardes o Filho do homem, então conhecereis quem eu sou, e que nada faço por mim mesmo; mas falo como meu Pai me ensinou. E aquele que me enviou está comigo. O Pai não me tem deixado só, porque eu faço sempre o que lhe agrada.” (João 8:28-29). Jesus avisou que depois que Ele fosse crucificado, eles perceberiam que Ele era o Filho de Deus. E assim foi, e sempre Deus Pai estava com Ele, porque fazia sempre a vontade Dele. Para desfrutarmos a companhia, a presença do Pai, de Jesus, devemos fazer o que Ele manda, devemos agir segundo os seus preceitos, devemos nos espelhar em Jesus. Acreditar no Senhor é viver segundo os ensinamentos de Jesus, é buscar primeiro o Reino de Deus e sua Justiça, é não amar o mundo nem o que ele oferece. “Dizendo ele estas coisas, muitos creram Nele. Jesus dizia, pois, aos judeus que criam nele: Se vós permanecerdes na minha palavra, verdadeiramente sereis meus discípulos; E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. “(João 8:30-32).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.

SEGUNDO TRATADO

“Fiz o primeiro tratado, ó Teófilo, acerca de tudo que Jesus começou, não só a fazer, mas a ensinar, Até ao dia em que foi recebido em cima, depois de ter dado mandamentos, pelo Espírito Santo, aos apóstolos que escolhera.” (Atos 1:1-2)

            Lucas era um médico e estudioso da época, mas que não andou com Jesus, quando este vivia aqui em carne, portanto não foi um dos apóstolos, também não sabemos se era convertido nessa época ou não, entretanto sabemos que depois ele se converteu e foi o autor do Evangelho com o seu nome. Possivelmente a sua conversão se deu quando buscava conhecer, entender tudo sobre Jesus. Não sabemos exatamente quem era Teófilo, mas sabemos que Lucas fez as investigações necessárias sobre a vida de Jesus e escreveu a ele informando tudo. Vemos que o médico amado diz que fez o primeiro tratado, ou seja, o Evangelho de Lucas, no qual ele fala tudo o que Jesus fez, e como fez, e, principalmente, os seus ensinamentos durante os três anos do seu Ministério. “Tendo, pois, muitos empreendido pôr em ordem a narração dos fatos que entre nós se cumpriram, segundo nos transmitiram os mesmos que os presenciaram desde o princípio, e foram ministros da palavra, Pareceu-me também a mim conveniente descrevê-los a ti, ó excelente Teófilo, por sua ordem, havendo-me já informado minuciosamente de tudo desde o princípio;Para que conheças a certeza das coisas de que já estás informado.”(Lucas 1:1-4).  Observemos que Lucas investigou, questionou, interrogou todos os que de alguma forma conviveram ou presenciaram os milagres de Jesus, os que tinham sidos abençoados com os mesmos milagres. Lucas tudo investigou para escrever e notificar Teófilo. Sabemos que Lucas se informou de tudo a mando de Teófilo, que interrogou os discípulos e, através desse minucioso trabalho, temos o Evangelho com o seu nome, e agora os relatos dos apóstolos. Lendo esse livro é que descobrimos que ele foi um companheiro de Paulo em várias situações. “Saúda-vos Lucas, o médico amado, e Demas.” (Colossenses 4:14). E mais: “Só Lucas está comigo. Toma Marcos, e traze-o contigo, porque me é muito útil para o ministério.” (2 Timóteo 4:11). Ainda: “Marcos, Aristarco, Demas e Lucas, meus cooperadores.”(Filemom 1:24). Portanto, sabemos que Lucas foi um ajudante, um colaborador, um Evangelista, pois Paulo assim afirma; e é esse médico estudioso que investigou e escreveu sobre o ministério de Jesus até o dia em que Ele foi recebido nos Céus que nos transmite mandamentos do Senhor.
            “Aos quais também, depois de ter padecido, se apresentou vivo, com muitas e infalíveis provas, sendo visto por eles por espaço de quarenta dias, e falando das coisas concernentes ao Reino de Deus.” (Atos 1:3). Jesus, após ser crucificado e entregar a sua vida por nós ali na Cruz do Calvário, e ser sepultado, ressuscitou após três dias, e durante um espaço de 40 dias apareceu, conversou, comeu com os discípulos, e, principalmente, deu mandamentos, ou seja, deu ordens para que todos os que são seus discípulos as cumprissem. Jesus todas as vezes em que apareceu, e para vários – inclusive em uma delas vezes apareceu para mais de 500 pessoas –, em todas elas Jesus deu determinações para todos. “E, estando com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, que (disse ele) de mim ouvistes. Porque, na verdade, João batizou com água, mas vós sereis batizados com o Espírito Santo, não muito depois destes dias.” (Atos 1:4-5). E ainda mandou que eles esperassem a promessa de Deus, que Ele iria ao Pai, mas que nós não ficaríamos sós, porque Ele enviaria da parte do Pai o Espírito Santo. Mandou que aqueles discípulos não saíssem de Jerusalém, que aguardassem. Sabemos o que aconteceu, pois, no dia de uma das festas judaicas, no dia de pentecostes, eles receberam o batismo com o Espírito Santo, houve o cumprimento dessa promessa. O Espírito de Deus veio sobre nós, digo sobre nós porque desde então todos os que o buscam recebem-no, capacitando-nos para pregar e ensinar o Evangelho de Jesus Cristo. Jesus determinou que se mantivessem em paz, aguardando a promessa, e ela foi cumprida, e todos os que têm perseverado na doutrina do Senhor têm recebido o cumprimento dessa promessa, têm recebido o batismo como Espírito de Deus, a capacitação.“Aqueles, pois, que se haviam reunido perguntaram-lhe, dizendo: Senhor, restaurarás tu neste tempo o reino a Israel?” (Atos 1:6). Mesmo os discípulos estavam ansiosos, queriam saber quanto ao reino terreno, a Israel, tendo em vista que na época Israel vivia sob o domínio de Roma, primeiro eles não entenderam que Jesus estava falando do Reino de Deus, e segundo lugar o que Deus iria fazer aqui, em nossas vidas, e quando.
            “E disse-lhes: Não vos pertence saber os tempos ou as estações que o Pai estabeleceu pelo seu próprio poder.” (Atos 1:7). Essa resposta de Jesus é mais ou menos assim:“Mas, buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça, e todas estas coisas vos serão acrescentadas.Não vos inquieteis, pois, pelo dia de amanhã, porque o dia de amanhã cuidará de si mesmo. Basta a cada dia o seu mal.” (Mateus 6:33-34). Jesus diz que a preocupação tem que ser em obedecer a seus mandamentos, e não com o reino terreno e quando irá acontecer esta ou aquela mudança; que devemos buscar o Senhor. Que a nós não compete saber quando o Senhor vai agir nesta ou naquela situação, que nós devemos simplesmente perseverar, que o Senhor agirá no tempo certo. Portanto, quem fica atrás de profecias e revelações, buscando datas, tempos para esta ou aquela situação ser resolvida está indo contra a Palavra. “Mas recebereis a virtude do Espírito Santo, que há de vir sobre vós; e ser-me-eis testemunhas, tanto em Jerusalém como em toda a Judéia e Samaria, e até aos confins da terra.” (Atos 1:8). Mas o que temos que fazer é buscar cada vez mais a presença do Senhor, e no momento exato receberemos poder, receberemos o Consolador de Deus. No momento certo a porta se abre e a bênção chega, o milagre acontece, e então podemos pregar, testemunhar tão grande bênção recebemos, e por toda parte as pessoas irão crer. Os nossos testemunhos serão contados, repetidos por toda parte, mas, para que isto aconteça, devemos buscar o Reino de Deus em primeiro lugar e não buscar o Senhor por causa das bênçãos, mas buscá-lo porque Ele é o nosso Senhor. “E, quando dizia isto, vendo-o eles, foi elevado às alturas, e uma nuvem o recebeu, ocultando-o a seus olhos. E, estando com os olhos fitos no céu, enquanto ele subia, eis que junto deles se puseram dois homens vestidos de branco. Os quais lhes disseram: Homens galileus, por que estais olhando para o céu? Esse Jesus, que dentre vós foi recebido em cima no céu, há de vir assim como para o céu o vistes ir.” (Atos 1:9-11).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.
 

sábado, 23 de agosto de 2014

NEGANDO REPETIDAS VEZES

“E, estando Pedro embaixo, no átrio, chegou uma das criadas do sumo sacerdote; E, vendo a Pedro, que se estava aquentando, olhou para ele, e disse: Tu também estavas com Jesus Nazareno.” (Marcos 14:66-67)

        Pedro, que sempre tinha defendido Jesus e prometido jamais abandoná-lo, quando vê uma situação de risco, ele nega, afirma desconhecê-lo. Estamos falando de Pedro, que durante três anos andou, viveu com o Senhor, que recebeu Dele poder para curar, para expulsar demônios, portanto sabia que Ele era o Messias, como o próprio Pedro já tinha confessado quando questionado. “E ele lhes disse: Mas vós, quem dizeis que eu sou? E, respondendo Pedro, lhe disse: Tu és o Cristo.” (Marcos 8:29). Portanto, sabia muito bem quem era Jesus, porque o próprio Espírito Santo já lhe tinha revelado, mas o instinto de autopreservação agora o faz negar o Senhor, esquecendo as Palavras do Senhor, que disse. “Quem ama a sua vida perdê-la-á, e quem neste mundo odeia a sua vida, guardá-la-á para a vida eterna.” (João 12:25). Pedro estava simplesmente amando a sua vida aqui e estava negando o Autor da Vida. Assim são várias pessoas que na igreja confessam o Senhor com seus lábios, juram que o amam, e que jamais vão abandoná-lo, juram amor eterno. Pessoas dizem que o centro da vida delas é o Senhor, mas, saindo da igreja, ou da oração, onde estiverem, logo já negam o Senhor com as suas atitudes e com palavras. Negam-no para agradar patrão, colegas, amigos; negam-no com medo de serem taxadas de pessoas tolas, que dão dinheiro para pastores; negam-no para não serem consideradas pessoas alienadas; negam-no para não serem excluídas das rodas e do meio social; negam-no em busca de uma posição melhor, ou então vivem sentadas à roda dos escarnecedores. Essas pessoas são as que chamamos de crentes 007, ou seja, agentes secretos, pois ninguém sabe que elas são, e, se descobertas, atiram para matar, e somente se revelam como crentes na igreja, ou em oração, só que não sabem que o Senhor não ouve ou recebe as orações delas. São pessoas que sentem vergonha de assumir que são do Senhor, e, como têm essa vergonha, elas realmente não são, e muitas ainda justificam que não precisam ficar falando a ninguém da sua fé, que não têm que ficar se revelando ou falando da sua religião, porque elas separam a vida social, trabalho, casa e tudo da igreja ou da religião. São pessoas que nunca conheceram o Senhor.
            “Mas ele negou-o, dizendo: Não o conheço, nem sei o que dizes. E saiu fora ao alpendre, e o galo cantou.” (Marcos 14:68). Pessoas que se dizem evangélicas, ou gospel, crentes,  e mais outros tantos adjetivos para definir pessoas que frequentam igrejas evangélicas, ou pelo menos que se dizem evangélicas, negam o Senhor diariamente na net, na frente do seu PC ou do smartphone falando ou postando fotos, comentando, curtindo o que não deveriam, pois é contrário à Palavra de Deus, pessoas que se dizem evangélicas visitando sites pornográficos, de propagação de violência, apoiando as obras das trevas; e, por incrível que pareça, são as mesmas pessoas que muitas vezes também postaram alguma coisa falando o nome do Senhor. São as mesmas que no domingo estão nas igrejas e muitas no altar cantando, pregando e se dizendo do Senhor. Mas elas não estão enganando ninguém, e o Senhor sabe que elas não o amam de verdade e que, por mais que falem que são fiéis, Ele sabe que elas o vão negar logo. “E disse-lhes Jesus: Todos vós esta noite vos escandalizareis em mim; porque está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas se dispersarão.
Mas, depois que eu houver ressuscitado, irei adiante de vós para a Galileia. E disse-lhe Pedro: Ainda que todos se escandalizem, nunca, porém, eu. E disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que hoje, nesta noite, antes que o galo cante duas vezes, três vezes me negarás.Mas ele disse com mais veemência: Ainda que me seja necessário morrer contigo, de modo nenhum te negarei. E da mesma maneira diziam todos também.” (Marcos 14:27-31). 
Pedro tinha afirmado, garantido que jamais o abandonaria, mas o Senhor já sabia que isso ia acontecer logo, e aconteceu, como vemos. Portanto, o Senhor sabia que Pedro não era convertido ainda e lhe disse. “Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos.” (Lucas 22:32). Assim são todos os que se dizem cristãos, mas negam o Senhor com as suas atitudes e palavras, e eles, se não se converterem rapidamente, estão correndo o risco de ir para o sofrimento e morte eterna, porque, por mais que  falem que são, ou por mais que vão à igreja, se ainda estão negando o Senhor por causa de amizades ou medos, ou quem sabe por atração e amor às coisas do mundo, infelizmente ainda precisam se converter de verdade para poderem desfrutar da vida, pois o que reina em sua vida é morte, e é para ela que vão.

         “E a criada, vendo-o outra vez, começou a dizer aos que ali estavam: Este é um dos tais.” (Marcos 14:69). Assim como Pedro foi identificado, reconhecido, muitos são, e, a bem da verdade, devemos sempre ser identificados como servos e discípulos de Jesus, mas Pedro, ao ser reconhecido, negou e até se irritou. “Mas ele o negou outra vez. E pouco depois os que ali estavam disseram outra vez a Pedro: Verdadeiramente tu és um deles, porque és também Galileu, e tua fala é semelhante.” (Marcos 14:70). Mesmo quem não é convertido de verdade só de frequentar alguma igreja acaba adquirindo hábitos e gestos, até a maneira de vestir é diferente, e às vezes alguém percebe isso e pergunta, questiona ou afirma que aquela pessoa é evangélica. Mas isso não quer dizer que essa pessoa seja convertida, mesmo porque, se assim fosse, os outros não perguntariam, simplesmente afirmariam, saberiam isso, porque ela se revelaria, não se omitiria, uma vez que quem é do Reino fala das coisas do Reino. “E ele começou a praguejar, e a jurar: Não conheço esse homem de quem falais.” (Marcos 14:71).Assim como Pedro muitos se irritam, ficam com raiva ao serem desmascarados, porque não aceitam ser criticados, sofrerem alguma gozação. Não querem ser comparados a bobos, como pessoas que dão dinheiro à igreja, aos pastores. Pessoas que ficam chateadas ao serem desmascaradas como frequentadoras de igrejas nunca conheceram o Senhor e vivem em pecado, e acumulando mais e mais, pois só de O negarem estão cometendo o pecado da mentira. Devem se converter rapidamente, antes que não seja mais possível e vão para a morte eterna, pois nem todos terão a oportunidade de Pedro que, chorando, reconheceu seu erro e na mesma hora se converteu. “E o galo cantou segunda vez. E Pedro lembrou-se da palavra que Jesus lhe tinha dito: Antes que o galo cante duas vezes, três vezes me negarás. E, retirando-se dali, chorou.” (Marcos 14:72). O galo já cantou, converta-se porque para você é a última trombeta.
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

A CASA DO NOSSO PAI

“Não se turbe o vosso coração; credes em Deus, crede também em mim. Na casa de meu Pai há muitas moradas; se não fosse assim, eu vo-lo teria dito. Vou preparar-vos lugar.” (João 14:1-2)

            São palavras do Senhor Jesus. Ele diz que não devemos turvar os nossos corações, não devemos temer, não devemos deixar entrar dúvidas, medo em nossos corações. Devemos crer no nosso Pai, crer em Deus e crer Nele, e se realmente cremos Nele, não podemos ter nenhuma dúvida de, que se vivermos em santidade, se nos purificarmos, iremos morar com Ele, iremos morar com Deus, com Jesus, porque Jesus já foi e já nos preparou lugar, basta crermos, a fé conduz à prática da Palavra e a prática conduz à salvação e à vida eterna com Jesus. O Senhor faz questão de deixar bem claro que, se não fosse assim, se fosse de outra maneira, Ele teria dito, Ele não esconderia, mas a Verdade é que temos casas, lugares preparados para nós no Reino de Deus, e, para que tomemos posse, basta obedecer, crer no Senhor Jesus e viver segundo a sua Palavra. “E quando eu for, e vos preparar lugar, virei outra vez, e vos levarei para mim mesmo, para que onde eu estiver estejais vós também.” (João 14:3). Jesus já foi e já preparou o lugar. Ele está voltando para nos levar; se vamos ou não com Ele depende de como temos aceitado a sua Palavra, se cremos, se praticamos as suas determinações; se queremos estar com Jesus, então devemos nos preparar para essa viagem, e essa preparação demora o tempo que estivermos vivendo aqui, esse é o tempo determinado. Se não nos preparamos, com certeza não iremos, e o nosso lugar na nossa casa Celestial será habitado por outro. “Mesmo vós sabeis para onde vou, e conheceis o caminho.” (João 14:4). E só existe um Caminho que nos conduz a nossa morada Celestial, e esse Caminho é Jesus. Não é obra, caridade, esmola, santo, santa, intercessores, missa, nada, somente Jesus, e Jesus hoje é o Verbo, a Palavra; se queremos ter vida Nele, e viver eternamente com o Pai, então devemos buscá-lo e viver de acordo com a sua Palavra. “Disse-lhe Tomé: Senhor, nós não sabemos para onde vais; e como podemos saber o caminho?” (João 14:5). Não podemos ser incrédulos, não podemos ter dúvidas, porque só existe um Caminho, não existe estrada alternativa, nem atalhos, somente Jesus, que nos conduz ao Pai, à Vida. Também não podemos afirmar desconhecimento ou ignorância, pois a Palavra, o Verbo, Jesus está ao alcance de todos, basta buscar, os nossos lugares já estão preparados, a escolha é nossa: ir morar com o Pai ou não.
            “Disse-lhe Jesus: Eu sou o Caminho, e a Verdade e a Vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.” (João 14:6).Jesus é o Caminho que conduz à salvação e vida eterna. Jesus é a única verdade, o resto é mentira, engano ou histórias, e Ele é a própria Vida, portanto Ele é a fonte de tudo, sem Ele nada somos ou podemos, não existe nada fora de Jesus, somente perdição, dor, sofrimentos, enganos. Nenhuma religião ou pessoas, nem imagens podem salvar ninguém, ou conduzir a Deus e a nossa morada eterna. Aceitar Jesus é muito mais do que abrir a boca e dizer que aceita, fundamentalmente é praticar o verbo. “Se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai; e já desde agora o conheceis, e o tendes visto.” (João 14:7). Mas quem vive no engano de religiões, de imagens, ou de obras buscando a salvação, na verdade não conhece e nunca conheceu o Senhor Jesus, nem Deus, porque quem conhece Jesus conhece Deus e conhece o Espírito Santo, e se não conhece um, não conhece os outros. Mas quem o quer conhecer, Ele permite que o conheça e ainda dá a vida eterna. “Disse-lhe Filipe: Senhor, mostra-nos o Pai, o que nos basta. Disse-lhe Jesus: Estou há tanto tempo convosco, e não me tendes conhecido, Filipe? Quem me vê a mim vê o Pai; e como dizes tu: Mostra-nos o Pai?” (João 14:8-9). Assim como Filipe, muitos ficam orando, pedindo para que Deus se manifeste em suas vidas, e sem nunca o encontrar, porque o buscam somente de boca, não o buscam com o coração; digo com o coração porque, se o buscarmos de verdade, andando no Caminho que se chama Jesus, andar nesse Caminho é praticar a sua Palavra, é seguir o mapa que é a sua Palavra, que Ele nos deixou, é o único que é verdadeiro e que conduz à Vida. “Não crês tu que eu estou no Pai, e que o Pai está em mim? As palavras que eu vos digo não as digo de mim mesmo, mas o Pai, que está em mim, é quem faz as obras.” (João 14:10). Não podemos entender com a sabedoria humana a trindade, o fato de existirem três que são um, assim como não podemos explicar que somos três: alma, corpo e espírito, nem mesmo que no mundo são três: Deus, o diabo e o homem. Mas, se cremos na sua Palavra, temos essa certeza pelo que vemos espiritualmente, mesmo porque não há como explicar os milagres e maravilhas que acontecem em nome de Jesus, ou seja, se o Pai não estivesse Nele, nada disso seria possível; como Ele mesmo disse, o filho por si mesmo não pode fazer nada se não tivesse visto o pai fazer primeiro, assim como Ele viu, ele faz.
            “Crede-me que estou no Pai, e o Pai em mim; crede-me, ao menos, por causa das mesmas obras.” (João 14:11).Temos que crer no Senhor Jesus, mesmo porque os seus milagres acontecem diariamente, as libertações acontecem no seu nome, os demônios saem no nome de Jesus, enfermidades são curadas em nome de Jesus, vidas são mudadas e transformadas no seu nome, portanto não há como dizer que isso não é obra do poder sobrenatural de Deus. “Na verdade, na verdade vos digo que aquele que crê em mim também fará as obras que eu faço, e as fará maiores do que estas, porque eu vou para meu Pai.” (João 14:12). E quem crê em Jesus, e sabemos que quem crê pratica a sua Palavra e vive segundo as suas diretrizes, esses fazem os mesmos milagres que Jesus fazia e ainda os faz até maiores do que os que Jesus fez aqui, isto porque Jesus está junto com o Pai, e tudo o que fazemos no nome Dele, o nome de Deus, é glorificado em Jesus. Portanto, o nosso poder é ilimitado quando vivemos no Evangelho, vivemos em Jesus, ou seja, temos o mesmo poder que Jesus, mesmo porque o próprio Jesus vive em nós. Não existem demônios que nos resistam, nem enfermidades, nada poderá nos resistir se estivermos agindo em nome de Jesus, porque todos os joelhos se dobrarão ao nome de Jesus, mas, para mencionar esse Nome com poder, devemos estar de acordo; não podemos ter dúvidas, mas viver Nele. “E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei.” (João 14:13-14). Se não temos dúvidas, se cremos Nele, se vivemos segundo as suas ordenanças, no que pedirmos seremos atendidos, o que determinarmos no seu nome acontecerá. Temos poder, temos Jesus, basta aceitarmos, viver andar neste Caminho e desfrutar de Vida, e Poder. “Se me amais, guardai os meus mandamentos.” (João 14:15).
 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
                            Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.