NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sábado, 30 de agosto de 2014

ENTENDENDO A LEI DE DEUS

“E, levantando-se dali, foi para os termos da Judéia, além do Jordão, e a multidão se reuniu em torno dele; e tornou a ensiná-los, como tinha por costume.” (Marcos 10:1)

            Jesus tinha acabado de explicar e ensinar sobre os escândalos, sobre maus testemunhos, sobre pessoas que fazem errar, enfraquecer a fé dos novos na fé. O Senhor tinha falado qual o destino desses que fazem o povo errar, o Senhor tinha dito que antes deveriam cortar fora um membro a permitir que uma parte do corpo pudesse conduzir ao inferno; e isto inclui também todos os que ensinam de maneira errada o povo de Deus, fazendo com que errem, que pequem. Pessoas que ensinam e apoiam o divórcio alegando que o Senhor permitiu, autorizou um segundo casamento, o que é mentira e erro, pois em nenhum momento existe autorização na Bíblia para o recasamento, ou segundo casamento. Onde Jesus estava sempre havia uma grande quantidade de pessoas ao seu redor e por vários motivos, mas a maioria para ouvir os seus ensinamentos, e o Senhor não perdia nenhuma oportunidade de pregar, ensinar. Durante os três anos do seu ministério terreno Ele quase não descansou, porque sempre estava ensinando e operando milagres. E sempre os fariseus vinham com questionamentos sobre a lei para ver se o pegavam em ciladas. “E, aproximando-se dele os fariseus, perguntaram-lhe, tentando-o: É lícito ao homem repudiar sua mulher?” (Marcos 10:2). O que os fariseus perguntaram era se podia o homem repudiar, separar, divorciar da sua mulher, ou seja, de sua esposa. Foi uma pergunta direta, e curta sem maior explicação, eles queriam saber se podiam se divorciar. Assim, muitas pessoas, mesmo dentro de igrejas há anos, também fazem esta pergunta: será que podem se separar, se divorciarem por qualquer motivo, por causa de adultério, violência, mentira, esfriamento, falta de amor? O problema são os ensinadores que, por não conhecerem as Escrituras nem a vontade de Deus, ensinam errado e fazem o povo tropeçar, cair, pois muitos afirmam que podem divorciar em caso de adultério e podem casar de novo, o que é mentira, e esses pregadores da mentira baseiam suas afirmações em versículos aleatórios e ou parte de versículos que são comumente usados, ou torcem e distorcem a Palavra sem coragem de explicar a verdade.
            “Mas ele, respondendo, disse-lhes: Que vos mandou Moisés?” (Marcos 10:3). Jesus respondeu à pergunta deles com outra pergunta, pois, como eram entendidos na lei de Moisés, que explicasse o que dizia a lei, porque, se sabemos a lei, devemos simplesmente obedecer a ela; quando afirmamos algo, devemos mostrar sem sombra de dúvidas nas Escrituras.  “E eles disseram: Moisés permitiu escrever carta de divórcio e repudiar.” (Marcos 10:4). Vejam que eles afirmaram que a lei de Moisés dava autorização ao divórcio, eles não aprofundaram, simplesmente disseram que Moisés tinha permitido. Assim muitos ainda querem fazer as pessoas acreditarem nisto, dizendo que Deus mandou se divorciar, o que não é verdade, mas vemos agora a resposta de Jesus, o que devemos praticar se amamos o Senhor, se somos seus seguidores, seus discípulos. “E Jesus, respondendo, disse-lhes: Pela dureza dos vossos corações vos deixou ele escrito esse mandamento; Porém, desde o princípio da criação, Deus os fez macho e fêmea.” (Marcos 10:5-6). Jesus responde de forma ampla, mostrando que desde o início, desde a Criação, não foi assim que Deus planejou, mas que pela dureza do coração das pessoas em não querer perdoar (e geralmente quem não perdoa perde a salvação) é que Moisés permitiu, mas observe que Jesus não cita aqui que podem casar de novo. Mesmo porque Deus criou homem e Mulher, Macho e Fêmea, Adão e Eva, e não foi Adão e Ivo, portanto, fica claro, primeiramente, que a criação de homossexuais nada tem a ver com Deus; segundo, quando o Senhor fez Eva tirando uma costela de Adão para fazer carne da carne Dele, afirmou que seriam uma só carne, sendo uma só carne, não é possível separar. O que Deus uniu o homem não tem condições de separar, e não é um pedaço de papel qualquer que pode desfazer o que Deus fez. O divórcio é um ato de covardia, é quando se tenta fugir de um problema, geralmente criado pelos dois, mas que um só é acusado, não entendem que casamento é a união de duas pessoas imperfeitas tentando viver um relacionamento perfeito, e que por tal motivo existem os problemas por falta de amor e compreensão em entender as fraquezas e falhas uns dos outros.
            “Por isso deixará o homem a seu pai e a sua mãe, e unir-se-á a sua mulher, E serão os dois uma só carne; e assim já não serão dois, mas uma só carne. Portanto, o que Deus ajuntou não o separe o homem.” (Marcos 10:7-9). Jesus deixa claro que é impossível separar o que Deus uniu, são duas pessoas em uma, mesmo porque, quando se casam, Deus não vê nem o marido nem a mulher de forma individual, mas os dois como sendo uma pessoa, por isto que, quando algum adultera, o Senhor não aceita, pois isso está indo contra a Criação. Deus não transforma pai e filho, ou mãe e filho em uma só carne, mas só marido e mulher, e explica que os filhos vão deixar os pais e vão se unir um ao outro, para sempre, a família não se inicia com o nascimento dos filhos, mas com o casamento. Esse é um dos motivos por que os pais não devem interferir na vida dos filhos casados. Adultério é falsificação, é a mesma coisa que pegar uma nota de cem reais e rasgá-la e emendar com outro pedaço de outra nota. Com certeza nada vai valer, pois os números de séries e tudo mais não coincidem, assim é o marido ou a mulher quando tentam se juntar com outra pessoa. Não existe a união completa, não se emenda. “E em casa tornaram os discípulos a interrogá-lo acerca disto mesmo. E ele lhes disse: Qualquer que deixar a sua mulher e casar com outra, adultera contra ela.” (Marcos 10:10-11).Vemos que o assunto chamou tanta atenção dos discípulos que eles depois voltaram a ele, e agora Jesus fala abertamente a respeito do Adultério, e fala que qualquer, ou seja, não existe excludente, todos os que deixarem a mulher, a esposa, e casarem com outra cometem adultério, passam a viver em adultério. “E, se a mulher deixar a seu marido, e casar com outro, adultera.” (Marcos 10:12). De igual maneira, a mulher que se separa do marido e casa com outro vive em adultério, é a Palavra de Deus, dita pela Senhor Jesus, e todos os que ensinam de maneira diferente estão pecando e fazendo o povo pecar e vão prestar conta dos seus ensinamentos errados. Todos os que estão em segundo casamento estão em adultério, e não importa o que façam, se não abandonarem, não se consertarem com o Senhor, vão padecer eternamente, mesmo porque não existe salvação para os adúlteros. “Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os ADÚLTEROS, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus.” (1 coríntios 6:10) e “Mas, ficarão de fora os cães e os feiticeiros, e os que se prostituem, e os homicidas, e os idólatras, e qualquer que ama e comete a mentira.” (Apocalipse 22:15).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário