EVANGELIZAR.

NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

INJUSTIÇA DOS HOMENS

“Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça.” (Romanos 1:18)

          As pessoas têm a tendência de imaginar a ira de Deus como algo fora do comum, algo nunca visto, associada com terremotos, maremotos, tempestades, vulcões e outras coisas, mas não param para buscar entendimento na Palavra de Deus, não ouvem o próprio Deus que explica tudo. Sabemos que acontecerá muita coisa, inclusive estrelas caindo, maremotos e tudo mais na volta do Senhor, no seu retorno, no dia D, mas isso não é a ira de Deus, mesmo porque o que acontecerá é algo planejado, que Ele disse que ocorrerá. Jesus deixou bem claro várias coisas que aconteceriam antes da sua vinda, tais como guerras e tudo mais. Em nenhum momento se referiu a esses acontecimentos como a ira de Deus, mas como as pessoas têm a tendência de acreditar em histórias hollywoodianas, acreditar em filmes, novelas, em contos de fadas, então levam a sério os vários contos que são apresentados em forma de filmes ou até mesmo de livros. As pessoas deixam de ler, meditar no principal livro, “O livro dos livros”, por isto são enganadas facilmente e vivem enganando outros sem perceberem que, na verdade, já estão enfrentando a ira de Deus. A bem da verdade, a ira de Deus se manifesta sobre todos os desobedientes, sobre todos os que vivem às margens da Palavra de Deus, os que não praticam o Evangelho de Jesus Cristo, os que não buscam a salvação, os que tudo fazem para viverem e desfrutarem do melhor aqui, esquecendo que existe uma vida para ser vivida, ou uma morte para se padecer por toda a eternidade. “Porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou. Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua Divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis.” (Romanos 1:19-20). Tudo o que existe no mundo sabemos que foi criação do Senhor, não existe lugar que possamos olhar que não vejamos a criação e o cuidado do Senhor. Não podemos tentar ignorar a sua existência, e muito menos tentar agir de uma outra maneira contrária a sua Palavra e fazer ou acreditar que Ele irá permitir, concordar com isso ou tolerar, porque seu imenso Poder e a maneira como Ele age está clara, e quando tentamos agir de uma outra maneira e queremos que Ele aceite, estamos lhe desobedecendo, estamos indo contra o Deus Todo Poderoso e, consequentemente, iremos pagar pelas nossas desobediências.
      “Porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.” (Romanos 1:21-23). As pessoas, os seres humanos cometeram e cometem todos os tipos de torpezas, como viver de maneira radicalmente contrária à Palavra de Deus. Vemos as pessoas criarem deuses, imagens de várias coisas dizendo que são santos. As pessoas adoram objetos e astros tais como sol, lua, estrelas ou o mar; adoram quaisquer coisas e, sem saberem, algumas adoram demônios, e outras, de maneira consciente, são adoradoras de demônios, e ainda acham que estão fazendo o que é certo e tentam influenciar outras. A religião católica, cujos adeptos se identificam como cristãos, é uma das que mais age de maneira contrária à Palavra de Deus, pois são adoradores de imagens e deuses estranhos, tudo o que a Bíblia que eles dizem praticar condena. São tantas as religiões, são tantas as coisas que se adora pelo mundo, e o que é pior, ainda citam o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém) como se estivessem fazendo o que é correto. Assim, as pessoas criaram religiões que facilitam, apoiam ou pelo menos não condenam seus inúmeros pecados, porque querem continuar nas bebedeiras, nas prostituições, nos adultérios, nos homossexualismos, nas desonestidades e em tudo o que o Senhor condena pela sua Palavra. “Por isso também Deus os entregou às concupiscências de seus corações, à imundícia, para desonrarem seus corpos entre si; pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.” (Romanos 1:24-25). Mas não perceberam que os que vivem dessa maneira na verdade já estão enfrentando a ira de Deus, pois o Senhor permite que eles vivam assim para que sejam dignos de enfrentarem a morte eterna. Sim, por fazerem tudo com que o Senhor não concorda, até mesmo por blasfemarem é que Deus permite que eles vivam na idolatria, nos pecados vários, porque assim não terão desculpas para não serem enviados para o sofrimento eterno. Esses que acham que estão reinando, estão dominando, que podem fazer o que bem quiserem, que o Senhor não vai cobrar ou exigir nada deles estão enganados, pois na verdade já estão na condenação do Senhor e estão fadados a receber a sentença final de morte. Por isso não inveje esses que vivem declaradamente em pecados vários, porque são os escolhidos, os separados para padecerem por toda a eternidade, são os que estão recebendo, enfrentando a ira de Deus. “Por isso Deus os abandonou às paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural, no contrário à natureza. E, semelhantemente, também os homens, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para com os outros, homens com homens, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a recompensa que convinha ao seu erro. E, como eles não se importaram de ter conhecimento de Deus, assim Deus os entregou a um sentimento perverso, para fazerem coisas que não convêm; Estando cheios de toda a iniquidade, fornicação, malícia, avareza, maldade; cheios de inveja, homicídio, contenda, engano, malignidade; Sendo murmuradores, detratores, aborrecedores de Deus, injuriadores, soberbos, presunçosos, inventores de males, desobedientes aos pais e às mães; Néscios, infiéis nos contratos, sem afeição natural, irreconciliáveis, sem misericórdia; Os quais, conhecendo o juízo de Deus (que são dignos de morte os que tais coisas praticam), não somente as fazem, mas também consentem aos que as fazem.”(Romanos 1:26-32).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino 

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

sexta-feira, 28 de dezembro de 2018

FÉ NÃO FINGIDA

“Dou graças a Deus, a quem desde os meus antepassados sirvo com uma consciência pura, de que sem cessar faço memória de ti nas minhas orações noite e dia; desejando muito ver-te, lembrando-me das tuas lágrimas, para me encher de gozo; trazendo à memória a fé não fingida que em ti há, a qual habitou primeiro em tua avó Lóide, e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também habita em ti.” (2 Timóteo 1:3-5)

Devemos sempre glorificar o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém) por todos os motivos, porque, a bem da verdade, só temos motivos para glorificar, exaltar e agradecer por tudo. Mesmo que estejamos passando por algo que no momento nos cause sofrimento, dor, depois iremos entender que foi necessário aquilo acontecer para nosso bem. O apóstolo Paulo está glorificando a Deus pela vida do jovem pastor Timóteo. Esse jovem gostava de Paulo, tinha admiração por ele, e quando da sua partida, na despedida, chorou muito. Paulo glorificava a Deus por esse jovem, e de igual maneira devemos orar, glorificar a Deus por todas as pessoas que gostam, têm um certo carinho por nós. Devemos orar, clamar por elas para que permaneçam firmes na presença do Senhor. É normal querermos ver, estar com as pessoas que nos querem bem, mas temos que compreender que tudo é vontade do Senhor, e até o fato de alguém gostar de nós acontece porque o Senhor assim permitiu e decidiu, portanto, devemos aproveitar para passar para essas pessoas palavras de encorajamento espiritual. 
“Por cujo motivo te lembro que despertes o dom de Deus que existe em ti pela imposição das minhas mãos.” (2 Timóteo 1:6). Devemos desejar sempre que os nossos amigos, parentes cresçam espiritualmente, devemos desejar que eles sejam pessoas adultas espiritualmente para que, estando firmes na fé, possamos juntos alcançar a vida vindoura. O melhor que podemos querer para as pessoas é que alcancem a vida eterna, por isto não podemos esmorecer, mas sempre interceder, clamar, rogar ao Senhor. Com essas pessoas que nos amam e as quais também amamos devemos nos preocupar, devemos desejar-lhes que tenham o melhor, e o melhor é a vida em Cristo, o melhor é alcançar e desfrutar da vida por toda a eternidade.
     
“Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação.” (2 Timóteo 1:7). O cristão verdadeiro não é um covarde, mas um homem ou uma mulher com coragem, porque o Senhor nos capacitou com firmeza de espírito. Assim, não temos medo ou vergonha de falar de Cristo para os nossos amigos e parentes, não temos a preocupação de pregar aonde for, para qualquer pessoa, pois as críticas não nos abalam, as ameaças nós simplesmente não as consideramos, nós oramos para os que nos perseguem. Somos pessoas que não somente falamos mas agimos em conformidade com o Evangelho em todo o tempo, e tudo fazemos para que os nossos não se desviem da verdade que há em nós, que é Cristo. Temos que falar, expor o Evangelho de Jesus Cristo a todos, especialmente aos de casa, mesmo que isso possa fazer com que as pessoas nos tratem mal, ou que ameacem romper a amizade, mas nós perseveramos e procuramos conduzi-las à presença do Senhor para que sejam salvas. “Portanto, não te envergonhes do testemunho de nosso Senhor, nem de mim, que sou prisioneiro seu; antes participa das aflições do Evangelho segundo o Poder de Deus, Que nos salvou, e chamou com uma santa vocação; não segundo as nossas obras, mas segundo o seu próprio propósito e graça que nos foi dada em Cristo Jesus antes dos tempos dos séculos; E que é manifesta agora pela aparição de nosso Salvador Jesus Cristo, o qual aboliu a morte, e trouxe à luz a vida e a incorrupção pelo Evangelho; Para o que fui constituído pregador, e apóstolo, e doutor dos gentios.” (2 Timóteo 1:8-11). Esperamos, desejamos que os nossos não tenham vergonha de sermos cristãos declarados, de vivermos para ensinar o Evangelho, de vivermos em função de Jesus, e não em função nossa ou de outras pessoas. Queremos que as pessoas, principalmente as mais próximas, consigam entender que a prioridade, não somente nossa mas de todos, deve ser adorar ao Senhor, e a verdadeira adoração inicia na obediência aos seus preceitos. Jesus nos presenteou com a vida, sem que nós merecêssemos ou que tivéssemos feito qualquer coisa para merecer, muito pelo contrário, o nosso comportamento era digno de sentença de morte. Oramos e clamamos para que os nossos entendam a nossa maneira de viver, pois, quando entenderem, é porque também estão convertidos ou se convertendo ao Senhor. Por isto não podemos ser covardes, mas corajosos para continuarmos sempre vivendo o Evangelho de Jesus Cristo, e que as pessoas pelo nosso comportamento também queiram o mesmo. “Por cuja causa padeço também isto, mas não me envergonho; porque eu sei em quem tenho crido, e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até àquele dia. Conserva o modelo das sãs palavras que de mim tens ouvido, na fé e no amor que há em Cristo Jesus. Guarda o bom depósito pelo Espírito Santo que habita em nós. Bem sabes isto, que os que estão na Ásia todos se apartaram de mim; entre os quais foram Figelo e Hermógenes. O Senhor conceda misericórdia à casa de Onesíforo, porque muitas vezes me recreou, e não se envergonhou das minhas cadeias. Antes, vindo ele a Roma, com muito cuidado me procurou e me achou. O Senhor lhe conceda que naquele dia ache misericórdia diante do Senhor. E, quanto me ajudou em Éfeso, melhor o sabes tu.” (2 Timóteo 1:12-18).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino 


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quinta-feira, 27 de dezembro de 2018

PERANTE OS SANTOS

“Ousa algum de vós, tendo algum negócio contra outro, ir a juízo perante os injustos, e não perante os santos?” (1 Coríntios 6:1)

          Atualmente vemos templos, denominações, pastores entrarem na justiça uns contra os outros. Eles se esmurram, lutam de maneira ferrenha em público; chega ao ponto de supostos pastores matarem ou tentarem matar outro, usarem arma de fogo para tentarem silenciar um outro. Brigam na justiça por causa de nome, de placa, de denominações, e um processa o outro. Querem recompensas, buscam lucros e ainda se dizem homens e mulheres de Deus. Na verdade, estão ofendendo o Senhor só de citarem o seu Nome (que é Santo para sempre Amém), pois, com certeza, não conhecem Deus. Pessoas entram na justiça para pleitearem direito trabalhista, porque os líderes não os ajudavam, não pagavam um salário justo, ou simplesmente são espertalhões que querem sempre levar vantagem. Todas as questões entre pessoas da mesma fé, que se dizem evangélicas, crentes, deveriam ser resolvidas pelos próprios irmãos e não em um tribunal público, pois isso só serve para denegrir a imagem do Evangelho. Quando assistimos a grandes denominações cujos líderes estão brigando, se acusando mutuamente por causa de horário em TVs ou rádios, vemos o quanto estão longe do Senhor e percebemos claramente que os objetivos deles são outros, são objetivos materiais e não espirituais.“Não sabeis vós que os santos hão de julgar o mundo? Ora, se o mundo deve ser julgado por vós, sois porventura indignos de julgar as coisas mínimas?” (1 Coríntios 6:2). Nós sabemos pela Palavra do Senhor que os santos, isto é, os convertidos, os seguidores de Jesus, os praticantes do Evangelho de Jesus Cristo, os que forem salvos irão julgar o mundo, e como irão julgá-lo se não têm condições mínimas de julgar algo que acontece entre eles? Como irão julgar o mundo se, a bem da verdade, fazem parte do mundo, porque interagem de maneira absoluta com ele e buscam somente proveito próprio? Temos que entender que ser cristão não é ser superior a alguém, ao contrário, é ser inferior e estar disposto a receber ofensas, acusações, mesmo sendo inocente, e não ter a preocupação de se defender, temos que seguir o exemplo de Jesus, que foi o Cordeiro do mundo; temos que nos calar diante das acusações e afrontas. Não precisamos nos inflamar contra o outro, mas procurar ser de paz, mesmo que isto venha nos trazer prejuízo, venha nos causar dano. Temos que ter a preocupação de que com as nossas atitudes estejamos pregando o Evangelho de Jesus Cristo, que estejamos sendo exemplo.
      “Não sabeis vós que havemos de julgar os anjos? Quanto mais as coisas pertencentes a esta vida? Então, se tiverdes negócios em juízo, pertencentes a esta vida, pondes para julgá-los os que são de menos estima na igreja?” (1 Coríntios 6:3-4). Temos que saber que, se escolhemos seguir Jesus, sermos seus servos, seus seguidores, então temos que viver como tal, caso contrário, seremos piores do que os profanos, seremos somente hipócritas, a classe que Jesus mais combateu. Não podemos esquecer que não somos do mundo, e, se não somos do mundo, como usar as coisas do mundo, utilizar um julgamento mundano para resolver questões dos que se dizem cristãos? É melhor termos perdas, prejuízos do que vivermos em disputas, pois com essas ações estaremos fazendo com que muitas pessoas fracas na fé se desviem, e outros que queriam se converter desistam, e isto com razão. Temos que ser capazes de fazer qualquer julgamento, mas de acordo com a Palavra de Deus, e as questões, por mais sérias que pareçam, que sejam resolvidas entre os próprios irmãos.“Para vos envergonhar o digo. Não há, pois, entre vós sábios, nem mesmo um, que possa julgar entre seus irmãos? Mas o irmão vai a juízo com o irmão, e isto perante infiéis. Na verdade é já realmente uma falta entre vós, terdes demandas uns contra os outros. Por que não sofreis antes a injustiça? Por que não sofreis antes o dano? Mas vós mesmos fazeis a injustiça e fazeis o dano, e isto aos irmãos.” (1 Coríntios 6:5-8). Todos os que entram nessas disputas ainda não se converteram ao Senhor, e digo isso sem nem medo de errar, pois, apesar de se autodenominarem pastores ou outra autoridade eclesiástica, não verdade não conhecem o Senhor, caso contrário, não haveria essas disputas. Temos que aprender a conviver com as diferenças e saber perdoar, tendo esse exemplo em Jesus Cristo, isto se Ele for o nosso Mestre. O mundo jaz no maligno, portanto, não podemos desejar as suas obras e nem buscar respostas nele, porque, se somos cidadãos do Reino, a nossa justiça vem de cima e não de baixo. Quando estamos disputando as coisas aqui no mundo, estamos mortos, e os mortos não julgarão, mas serão submetidos ao julgamento para receberem as suas condenações. Temos que aprender a nos submeter a Cristo e fugir de todas as vontades da carne, nos afastar de tudo o que o Senhor qualifica como pecado, temos que ser exemplo, principalmente aqueles que foram chamados para serem líderes, serem pastores, porque ensinamos muito mais com as nossas atitudes do que com palavras, e seremos responsáveis por todas as almas que se corromperam por causa das nossas atitudes. “Não sabeis que os injustos não hão de herdar o Reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbados, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o Reino de Deus. E é o que alguns têm sido; mas haveis sido lavados, mas haveis sido santificados, mas haveis sido justificados em nome do Senhor Jesus, e pelo Espírito do nosso Deus.” (1 Coríntios 6:9-11).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

PERFEITO TABERNÁCULO

“Mas, vindo Cristo, o sumo sacerdote dos bens futuros, por um maior e mais perfeito tabernáculo, não feito por mãos, isto é, não desta criação, Nem por sangue de bodes e bezerros, mas por seu próprio sangue, entrou uma vez no santuário, havendo efetuado uma eterna redenção.” (Hebreus 9:11-12)

          Anteriormente, os sacerdotes tinham que constantemente sacrificar animais para aspergir, ou seja, jogar o seu sangue sobre o altar, na esperança de encobrir os pecados deles mesmos e também de todo o povo. Faziam isso não uma ou duas vezes, mas constantemente, pois o sangue de animais não tinha condições de tirar os pecados do povo, só servia para encobri-los. Jesus veio e não foi por um tabernáculo, ou seja, não foi através de um templo, de uma congregação construída pelas mãos dos homens, veio em seu próprio tabernáculo, em seu corpo, para que com seu sacrifício levasse de uma vez por todas o pecado. Jesus uma única vez derramou o seu precioso Sangue, derramou a sua Vida para nos dar vida, e desde então a Porta foi aberta, e todos os que querem, que se esforçam e entram por ela alcançam vida Nele. Temos que compreender que até Jesus vir não era possível nos libertar dos pecados, e não podemos esquecer que já nascemos no pecado, afinal, temos a herança adâmica. Mas com a vinda do Filho de Deus, com o seu derramamento de Sangue, Ele nos comprou e pagou com o seu precioso Sangue, e desde então podemos ser salvos. Temos condições de ir diretamente ao Pai através Dele, mas devemos compreender que, para sermos salvos, devemos nos esforçar como Ele disse. A salvação está disponível a todos indistintamente, mas, para sermos salvos, temos que aceitar Jesus como o nosso único e suficiente Salvador, e essa aceitação se dá não somente abrindo a boca e dizendo que o aceita, e sim, principalmente, se convertendo a Ele e tendo Ele como o Salvador de tudo, vivendo por Ele, para Ele e com Ele. Aceitar Jesus, aceitar a Vida, aceitar a Salvação, ou escolher ser salvo em Jesus, é decidir viver em obediência ao seu Evangelho, caso contrário, seremos somente religiosos, e os religiosos não herdam a vida. A Salvação existe e está disponível, mas temos que nos submeter a Jesus, que é o Senhor tanto no céu como na terra, é viver exclusivamente como Ele manda, caso contrário, apesar de a salvação existir e estar disponível, iremos para a condenação e sofrimento eterno.
        “Porque, se o sangue dos touros e bodes, e a cinza de uma novilha esparzida sobre os imundos, os santifica, quanto à purificação da carne, Quanto mais o Sangue de Cristo, que pelo Espírito eterno se ofereceu a si mesmo imaculado a Deus, purificará as vossas consciências das obras mortas, para servirdes ao Deus vivo?” (Hebreus 9:13-14). Temos que analisar de maneira inteligente toda a situação, e então veremos que não podemos negar ou deixar de obedecer e nos render aos pés de Jesus Cristo, o Filho de Deus. Isto porque se no passado se acreditava que o sangue de animais, de touros, de bodes e de outros podia santificar, então muito mais é o Filho do inocente, pois sabemos que Jesus foi condenado pelos homens como pecador, sendo Santo. Por isto Jesus se ofereceu, pois Ele não foi obrigado. Ele aceitou a missão e se ofereceu para derramar o seu Sangue por todos nós pecadores, e temos que observar que Ele morreu não foi pelas mãos de boas pessoas, e sim pelos maus, pelos infames pecadores dos quais eu sou o principal. Sabendo disso, devemos nos purificar, santificar, para que a morte de Jesus não seja em vão em nossas vidas, porque quem despreza a morte, o sacrifício de Jesus, com certeza não desfrutará da Vida Nele. Sendo inteligentes, buscamos viver em obediência a quem deu a sua vida por nós, sabendo que, não agindo assim, estaremos fadados ao sofrimento e morte eterna. “E por isso é Mediador de um novo testamento, para que, intervindo a morte para remissão das transgressões que havia debaixo do primeiro testamento, os chamados recebam a promessa da herança eterna.” (Hebreus 9:15). Não vivemos mais na antiga lei, não mais vivemos nos profetas, pois tudo se cumpriu em Jesus, assim não estamos e nem praticamos o Velho Testamento. Vivemos o Novo Testamento feito no Sangue de Jesus, sabemos que estamos na Graça e não na lei. Desta maneira, não devemos buscar nenhuma promessa ou algum versículo que nos seja convenientemente bom para justificar nossas atitudes no Antigo Testamento, e não podemos colocar em prática o que não estiver claramente confirmado no Novo Testamento. “Porque onde há testamento, é necessário que intervenha a morte do testador. Porque um testamento tem força onde houve morte; ou terá ele algum valor enquanto o testador vive?” (Hebreus 9:16-17). Testamento só tem valor após a morte do testador, e Jesus morreu, mas Ele ressuscitou e está vivo para todo o sempre, por isso sabemos que o Testamento que tem validade, que é atual, é o Novo Testamento feito no Sangue de Jesus, e não o Antigo, que foi feito com sangue de animais. Busquemos com todo afinco nos aproximar mais do Senhor, queiramos e esmurremos os nossos corpos para vivermos o Evangelho da Graça, e não olharmos para a lei. “Por isso também o primeiro não foi consagrado sem sangue; Porque, havendo Moisés anunciado a todo o povo todos os mandamentos segundo a lei, tomou o sangue dos bezerros e dos bodes, com água, lã purpúrea e hissopo, e aspergiu tanto o mesmo livro como todo o povo, Dizendo: Este é o sangue do testamento que Deus vos tem mandado. E semelhantemente aspergiu com sangue o tabernáculo e todos os vasos do ministério. E quase todas as coisas, segundo a lei, se purificam com sangue; e sem derramamento de sangue não há remissão. De sorte que era bem necessário que as figuras das coisas que estão no céu assim se purificassem; mas as próprias coisas celestiais com sacrifícios melhores do que estes. Porque Cristo não entrou num santuário feito por mãos, figura do verdadeiro, porém no mesmo céu, para agora comparecer por nós perante a face de Deus.” (Hebreus 9:18-24).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

segunda-feira, 24 de dezembro de 2018

DESPERTAR COM EXORTAÇÃO

“Amados, escrevo-vos agora esta segunda carta, em ambas as quais desperto com exortação o vosso ânimo sincero; para que vos lembreis das palavras que primeiramente foram ditas pelos santos profetas, e do nosso mandamento, como apóstolos do Senhor e Salvador.” (2 Pedro 3:1-2)

          O apóstolo Pedro nesta carta faz questão de alertar os irmãos sobre a vinda, o retorno de Jesus Cristo, e inicia dizendo, ou melhor, lembrando o que os profetas falaram sobre a vinda do Messias. Centenas de anos antes de Jesus vir, eles haviam avisado de sua vinda, e assim foi, cumpriu-se a profecia, pois Jesus veio e passou por tudo e nos deu condições de sermos salvos Nele, e ainda nos deixou seus ensinamentos. Os apóstolos de Jesus Cristo ensinavam sobre santificação, sobre arrependimento, mostrando que Jesus está para voltar, as pregações deles sempre foram sobre salvação e não sobre outra coisa qualquer. Ao contrário, as igrejas modernas pregam sobre tudo e quase nunca sobre salvação, e isto tem criado um bando de falsos cristãos, pois são pessoas voltadas para si mesmas, preocupadas exclusivamente com bênçãos imediatas e não com a vida eterna, e não com a Promessa verdadeira de Jesus Cristo. Pedro foi um dos apóstolos de Cristo, por sinal um dos mais comentados, esse apóstolo andou, conviveu com Jesus por aproximadamente três anos e recebeu ensinamento direto de Cristo, por isto ele repassa aos outros, mesmo porque Jesus mandou que ele pregasse o Evangelho a todas as criaturas, e isto ele tem feito mesmo depois de morto, e é a nossa missão também pregar o Evangelho de Jesus Cristo, o Evangelho da Salvação. “Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências, E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. ” (2 Pedro 3:3-4). Esse apóstolo já alertava que viriam pessoas escarnecendo sobre a vinda do Senhor, e é o que acontece atualmente, pois muitos dizem que Cristo não irá voltar, que isso não acontecerá, pois já faz mais de dois mil anos que Ele prometeu voltar e até agora não voltou. Falam isso exatamente por não conhecerem o Senhor e nem entenderem a sua Palavra, pois sabemos que tudo o que o Senhor prometeu se cumpriu, ou então vai se cumprir, e não podemos esquecer que Ele não marcou data, não disse quando viria, mas nos deu sinais de coisas que antecederiam a sua volta, e vemos que a maioria já está acontecendo ou aconteceu.
      “Eles voluntariamente ignoram isto, que pela Palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus, e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste.” (2 Pedro 3:5). O que as pessoas não entendem e não compreendem é sobre a Criação, pois muitos, apesar de se identificarem como crentes, não sabem explicar a Criação, e, portanto, não creem em como ela aconteceu. Na verdade tudo foi feito, criado pela Palavra do Senhor, quando Ele começou dizendo “haja”, e a partir daí tudo passou a existir, somente o homem, o ser humano, Ele criou pelas suas próprias mãos. A terra que nós vivemos hoje pela Palavra de Deus passou a existir das águas, e no meio das águas nós vivemos, pois somos cercados pelos oceanos, e temos água embaixo da terra e no céu, nas nuvens. Sabemos que os escarnecedores, os que não acreditam no Senhor, na sua vinda ou retorno são os mesmos que acreditam na mentira do diabo de que o inferno é aqui e que as pessoas pagam tudo aqui. Essa mentira do diabo fez com que muitas pessoas acreditassem nele, e para o nosso horror há pessoas que se dizem crentes que também acreditam nele.“Pelas quais coisas pereceu o mundo de então, coberto com as águas do dilúvio, mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos homens ímpios.” (2 Pedro 3:6-7). As pessoas não compreendem a Criação e também a destruição pelo dilúvio, que o Senhor fez acontecer diante do mundo que vivia em total pecado, assim como também não compreendem a destruição das cidades de Sodoma e Gomorra e regiões. Deveríamos atentar que as desobediências serão cobradas, e que o deus bonzinho que querem e desejam não existe, porque o nosso Deus é justo, é Juízo, não tolera o pecado. Assim também sabemos que a sua Palavra se cumprirá, que a terra, este mundo em que habitamos, em que vivemos hoje será destruído, desta vez não pelas águas, mas pelo fogo. As pessoas que não forem salvas irão passar pela primeira morte no fogo, digo as que estiverem vivas quando o Senhor voltar, e depois pela segunda morte, que é a eterna. “Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.” (2 Pedro 3:8-9). Sabemos que o Senhor vive na eternidade e nós, os humanos, no fator tempo, portanto não temos parâmetro sobre o tempo, se formos analisar de acordo com a eternidade que desconhecemos, mas Pedro nos fala que um dia é como mil anos, e mil anos são como um dia, por isto o que para alguns é muito tempo para Deus é questão de segundos. Assim sabemos que a Promessa da vinda de Jesus não está demorando, que no tempo certo virá, mas nós temos que vigiar, pois, quando menos esperarmos, acontecerá, e temos que nos encontrar preparados, caso contrário, iremos padecer e sofrer a destruição pelo fogo. Jesus está voltando, por isto é tempo de conversão, de mudança, pois temos que ser encontrados puros para não padecermos, não sermos deixados para trás. “Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça.”(2 Pedro 3:10-13). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

sexta-feira, 21 de dezembro de 2018

OUSADIA

“Além disto, eu, Paulo, vos rogo, pela mansidão e benignidade de Cristo, eu que, na verdade, quando presente entre vós, sou humilde, mas ausente, ousado para convosco; rogo-vos, pois, que, quando estiver presente, não me veja obrigado a usar com confiança da ousadia que espero ter com alguns, que nos julgam, como se andássemos segundo a carne.” (2 Coríntios 10:1-2)

 Paulo, quando à distância escrevia cartas às igrejas, sempre era enérgico, conclamava a todos que permanecessem firmes no Evangelho, e quando tinha conhecimento de erros, desobediência, era muito severo e exigia mudanças, e até mesmo punição e expulsão da congregação. Mas, quando ia visitá-los, procurava ser sempre mais manso, isto porque os irmãos já ficavam com medo quando sabiam que ele estava chegando. Paulo procurava ser mais cauteloso para evitar desgaste e, principalmente, para não dar lugar aos faladores, que afirmavam que ele era briguento. Na verdade, ele sempre foi zeloso pela Palavra de Deus e não queria magoar ou entristecer a igreja, ao contrário, queria exortá-la para que continuasse firme. Creio que assim é todo homem de Deus, todos os que pregam e vivem o Evangelho de Jesus Cristo, todos os que são zelosos por causa do Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém). Assim, quando à distância por meio de e-mails, vídeos, ou outro meio, somos enérgicos, é exatamente por não estarmos vendo as feições das pessoas, por isso exigimos que abandonem os erros e pecados, que vivam o Evangelho, e não doutrinas e fábulas antigas. Pessoalmente, temos condições de analisar cada situação, uma vez que estamos vendo as pessoas, e quando há alguém em erro, podemos chamar a pessoa em particular e repreendê-la, e, se necessário, expulsá-la. Isso tudo sem causar alarde. Por proceder assim, os arrumadores de confusão sempre questionavam e tentavam difamar esse abnegado apóstolo, mas ele se manteve firme, e até hoje estamos aprendendo com ele. “Porque, andando na carne, não militamos segundo a carne.” (2 Coríntios 10:3). Sabemos que não podemos estar preocupados em satisfazer, agradar as pessoas, não podemos ficar preocupados em ser agradáveis ao mundo, e sim de fazer a vontade do Pai, daquele que nos arregimentou, nos chamou, nos mandou em missão, independentemente do julgamento das pessoas, perseverando, sabendo que não fazemos nada para nós mesmos.
        “Porque as armas da nossa milícia não são carnais, mas sim poderosas em Deus para destruição das fortalezas; Destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo; E estando prontos para vingar toda a desobediência, quando for cumprida a vossa obediência.” (2 Coríntios 10:4-6). Não usamos emoções, não usamos armas carnais, não nos preocupamos em fazer a nossa vontade, nós procuramos andar em Espírito e sempre fazer o que fomos determinados a fazer. Por esse motivo, nossas pregações, nossos ensinos não são melosos como muitos, mas somos severos, somos enérgicos, não toleramos o pecado, pois queremos que as pessoas sejam salvas em Cristo e não nos preocupamos com o bem-estar momentâneo, e sim com o que é definitivo. Não podemos ficar mentindo como muitos pregadores que falam de um amor que não é bíblico, que oferecem o que o Senhor não promete, que só sabem falar em bênçãos e prosperidade. Nós falamos de arrependimento, de abandono de pecado, de conversão, de transformação, de santificação e de salvação, e não perdemos tempo falando em bênçãos no tempo presente, pois o Senhor já deixou bem claro que todos devem buscar em primeiro lugar o Reino de Deus e que as demais coisas serão acrescentadas. Portanto, nosso objetivo é somente nos aproximar mais do Senhor, viver a sua Palavra, pois sabemos que do resto Ele está cuidando. “Olhais para as coisas segundo a aparência? Se alguém confia de si mesmo que é de Cristo, pense outra vez isto consigo, que, assim como ele é de Cristo, também nós de Cristo somos. Porque, ainda que eu me glorie mais alguma coisa do nosso poder, o qual o Senhor nos deu para edificação, e não para vossa destruição, não me envergonharei.” (2 Coríntios 10:7-8). Nós não temos a preocupação de ficar mostrando ou demonstrando para ninguém que somos espiritualmente adultos, ou que somos mais ou melhores do que ninguém, ao contrário, somos servos e, por sermos servos, agimos com energia e severidade, sem nos preocupar em agradar quem quer que seja. Como não estamos preocupados com ofertas ou dinheiro, não mudamos o Evangelho. Falamos a Verdade do Evangelho, e não utilizamos voz mansa para induzir as pessoas ao erro, insistimos que devem se consertar, que devem se converter, não a um templo denominacional ou a um líder, mas se converterem a Jesus Cristo, para que possam ser salvas. Assim, à distância somos enérgicos, pois falamos para todos, e é nosso dever alertar, exortar admoestar, pois quem sabe assim muitos acordam e vão se humilhar diante do Senhor clamando por misericórdia e serão salvos. “Para que não pareça como se quisera intimidar-vos por cartas. Porque as suas cartas, dizem, são graves e fortes, mas a presença do corpo é fraca, e a palavra desprezível. Pense o tal isto, que, quais somos na palavra por cartas, estando ausentes, tais seremos também por obra, estando presentes. Porque não ousamos classificar-nos, ou comparar-nos com alguns, que se louvam a si mesmos; mas estes que se medem a si mesmos, e se comparam consigo mesmos, estão sem entendimento.” (2 Coríntios 10:9-12).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quarta-feira, 19 de dezembro de 2018

A GRAÇA DE CRISTO

“Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho; O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o Evangelho de Cristo.” (Gálatas 1:6-7)

          O apóstolo Paulo estava assustado, abismado com a mudança das pessoas na igreja da Galácia, isto porque os que antes tinham se convertido ao Senhor estavam mudando, aceitando doutrinas estranhas. Nada anormal, nada diferente do que vemos hoje em nossos templos denominados evangélicos. São muitas as pessoas que buscam uma congregação, uma igreja denominacional com o objetivo de conhecer mais do Senhor, com vontade de viver a sua Palavra, mas, infelizmente, são poucos os templos que pregam, que ensinam a Verdade, que apresentam Jesus Cristo e o seu Evangelho, porque logo começam com as pregações e ensinos heréticos, levando as pessoas a uma religião, e não a Cristo, conduzindo a doutrinas de homens, mas não ao Evangelho de Jesus Cristo. As pessoas acabam se desviando dos seus objetivos, se desviando de Jesus Cristo dentro dos templos, nos quais predominam atualmente o comércio, os pedidos de ofertas, as campanhas, a entrega de amuletos, como sal, fitas, alianças, toalhas, garrafas de água que dizem ser de Israel, do rio Jordão. Infelizmente, são profissionais pregadores que utilizam seus carismas, verborragias e todo esforço para conquistar as pessoas utilizando o Nome do Senhor, mas ensinando contra Ele. As suas pregações são para agradar as pessoas, e, na verdade, com seus ensinos e orações querem colocar Cristo como servo, pois exigem que Ele os atenda. São pregadores que não condenam o pecado, não cobram santidade nem arrependimento, mas, ao contrário, cobram que as pessoas ofertem, que comprem os seus produtos dizendo que são ungidos. “Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.” (Gálatas 1:8).Anátema quer dizer maldito, maldição, então o que Paulo está dizendo é que todos os que pregam um evangelho diferente, açucarado, conivente com o pecado, um evangelho diferente do de Jesus Cristo são malditos. Não importa se é alguém que se apresenta como pastor, bispo, apóstolo, ou como qualquer outra autoridade eclesiástica. Essas pessoas não passam de mentirosas, anticristos, são malditas, e com certeza vão padecer por toda a eternidade.
        “Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.” (Gálatas 1:9). Vemos que o apóstolo Paulo faz questão de repetir a afirmação de que todos os que pregam um evangelho diferente do Evangelho da Graça, do Evangelho de Jesus Cristo são malditos. Por isso, não importa se aparecer um anjo, se aparecer quem quer que seja falando o que Jesus não mandou, pois é um maldito. Por isto, quando assistimos a pregações mentirosas, quando ouvimos falar em pregações de prosperidade, com oferecimento de bênçãos, quando falam de campanhas, fogueiras santas, desafios e tudo mais, sabemos que eles que assim estão pregando são somente os malditos, os que carregam a maldição sobre si. Assim nos entristecemos por causa das pessoas que vão a esses templos em busca do Evangelho de Jesus Cristo, mas acabam se deixando influenciar pelos falsos pastores, os malditos, os falsos crentes, que na verdade são os anticristos. Muitos se deixam enganar por não lerem, não meditarem na Palavra de Deus, por isso aceitam os ensinos baseados em emoções e concordam com eles, não percebem que estão se distanciando do Senhor. Acabam se tornando malditos assim como os seus líderes, pois passam a praticar as mesmas obras, portanto, sempre alertamos as pessoas a ficarem atentas, a meditarem na Palavra e não aceitarem qualquer coisa que estejam dizendo. Que analisem bem antes de dizerem amém, assim seja, eu recebo, eu concordo, pois pode ser que estejam concordando com o diabo, que estejam declarando-se contra o Senhor Jesus. “Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? Ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo.” (Gálatas 1:10). Não podemos ter a preocupação de agradar as pessoas, mas saber que é nossa obrigação, dever tudo fazer para agradar ao Senhor. Quando estamos frequentando templos onde sabemos que pregam um evangelho diferente, estamos agradando a nós mesmos ou a outras pessoas, mas estamos desagradando a Cristo, estamos nos colocando como seus adversários, e assim sabemos que receberemos o mais duro castigo. Todos os templos, congregações, pastores, líderes que concordam, que aceitam o divórcio e o recasamento, que toleram a fornicação, a mentira, os vícios, todos os que fazem comércio nos templos, ou que vivem exigindo ofertas são malditos do Senhor, e as pessoas que os acompanham também são. Isto porque elas estão vivendo e falando contra Cristo, apesar de citarem o Nome de Cristo, apesar de fazerem prolongadas orações, elas são simplesmente os hipócritas, os malditos do Senhor. Portanto, é necessário as pessoas voltarem para a Bíblia, voltarem para o Evangelho da Graça, voltarem para Jesus e aceitarem somente a Doutrina de Cristo, e não doutrinas de homens, pois essas os conduzem ao sofrimento e morte eterna. Temos que aprender diretamente de Jesus, temos que seguir os seus passos e não ficarmos dependentes de ensinos de homens hipócritas, que estão preocupados exclusivamente com poder e dinheiro, e estão colocando cabresto nas ovelhas do Senhor. As pessoas devem sair e buscar Jesus, viver somente o Evangelho, pois a Palavra nos fala que só de partilharmos qualquer coisa com pessoas que se dizem cristãos, mas que vivem de maneira contrária à Palavra, estamos pecando, tornando-nos iguais a elas. “Mas faço-vos saber, irmãos, que o Evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens. Porque não o recebi, nem aprendi de homem algum, mas pela revelação de Jesus Cristo.” (Gálatas 1:11-12).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

terça-feira, 18 de dezembro de 2018

PECADOS DA CARNE

“Digo, porém: Andai em Espírito, e não cumprireis a concupiscência da carne.” (Gálatas 5:16)

          Andar em Espírito é viver de acordo com a Palavra de Deus, de acordo com o Evangelho de Jesus Cristo. Devemos esclarecer isto porque muitas pessoas acham que devem orar, rezar o tempo todo, mas se esquecem de abandonar os erros, os pecados, e pensam, julgam que estão andando em Espírito. Andar em Espírito é não satisfazer a vontade desenfreada da carne (concupiscências), não viver de maneira emotiva, não ficar atendendo aos desejos do coração, porque ele é enganoso e conduz muitos para o inferno. Não podemos ser religiosos, não basta orar ou ir a templos, é necessário abandonar os erros, os pecados, resistir às tentações diárias que surgem, porque todos os dias há tentações, provocações, oferecimentos de prazer e alegria que o mundo, o diabo oferece, e muitas vezes, se não for a maioria, com a desculpa de que não tem nada de errado aceitar. Se andamos em Espírito, se seguimos Jesus, se vivemos pelo seu Evangelho, não caímos nessas ciladas, não caímos nas astutas armadilhas do diabo. O cristão verdadeiro tem como objetivo se aproximar mais do Senhor, e por isso ele se santifica constantemente, ele se recusa a pensar nas coisas do mundo, mas vive pensando, vive ligado nas coisas do Reino, ele vive em Espírito, e não em uma religião. Sempre, antes de fazer qualquer coisa, de tomar decisões, o discípulo de Jesus faz uma análise de acordo com o Evangelho, de acordo com o que Jesus determina. “Porque a carne cobiça contra o Espírito, e o Espírito contra a carne; e estes opõem-se um ao outro, para que não façais o que quereis. Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei.” (Gálatas 5:17-18). Existe uma luta constante no interior de todo cristão verdadeiro, uma luta que travamos contra nós mesmos, porque a nossa carne, as nossas emoções, os nossos desejos são inclinados para fazer o que é contrário à Palavra de Deus. Mas, sabendo quem é Jesus, nós nos recusamos, esmurramos os nossos corpos, nossa carne, e não permitimos nos agradar, e tudo fazemos para agradar Aquele que deu a sua vida por nós. Andar em Espírito é jamais concordar com qualquer coisa que Jesus não aceita, é muitas vezes nos colocar em posição contrária a todos, inclusive nossos parentes e amigos, é jamais ceder a nós mesmos, a nossas vontades, e tudo fazer para agradar a Deus, tudo fazer para sermos filhos obedientes a Ele.
      “Porque as obras da carne são manifestas, as quais são: adultério, fornicação, impureza, lascívia, Idolatria, feitiçaria, inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, Invejas, homicídios, bebedices, glutonarias, e coisas semelhantes a estas, acerca das quais vos declaro, como já antes vos disse, que os que cometem tais coisas não herdarão o Reino de Deus.” (Gálatas 5:19-21). Todos nós sabemos quais são as obras da carne e temos que evitá-la, temos que fugir, não nos permitirmos praticá-las, pois quem as comete está longe do Senhor, e, por mais que se identifiquem como cristãos, na verdade, não conhecem o Senhor. Quem comete adultério – que é alguém se envolver fisicamente, emocionalmente e sexualmente com outra pessoa casada, ou ela estando casada – não herdará o Reino de Deus. Quem se envolve com uma pessoa casada comete adultério, isto quer dizer que, mesmo que tenha acontecido um divórcio, para Deus ela continua casada até que a morte separe os cônjuges. Fornicação significa a relação sexual entre pessoas que não são casadas, ou seja, solteiros. Estes, quando mantêm relações sexuais, estão fornicando, e também não herdarão o Reino de Deus. Lascívia e impureza é viver pensando em sexo, é a sua prática por pensamento, é viver na pornografia, pensando e desejando todos os tipos de imoralidade sexual. Idolatrias e feitiçarias são praticadas por pessoas que vivem adorando imagens, pessoas, objetos, e também dinheiro, bens materiais. Inclusive a Palavra de Deus nos mostra que a avareza, que é praticada por adoradores de dinheiros e bens, é igual ao pecado de feitiçaria. Inimizades, porfias, emulações, iras, pelejas, dissensões, heresias, invejas, homicídios caracterizam pessoas que vivem sempre discutindo, questionando, ofendendo, pelejando, constantemente em guerra. Essas pessoas, para defenderem o seu ponto de vista, as suas afirmações e atitude, tentam, inclusive, mudar a Palavra de Deus. Algumas vivem brigando constantemente com outras e jamais estão contentes com nada, sempre nervosas, são violentas. Bebedices, glutonarias, pessoas preocupam-se sempre em comer, em beber, sentem prazer em sempre estar se alimentando ou ingerindo qualquer bebida, sendo ela alcoólica ou não. Nós, os cristãos, devemos viver não na prática da vontade da carne, devemos praticar o fruto do Espírito Santo. Mas, para praticá-lo, devemos conhecê-lo, porque ouvimos muitos religiosos dizendo que estão cheios do Espírito, mas vivem em total descontrole, inclusive dentro dos templos denominacionais, e não sabem que estão pecando ainda mais ao proferirem uma mentira. “Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra essas coisas não há lei. E os que são de Cristo crucificaram a carne com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos em Espírito, andemos também em Espírito. Não sejamos cobiçosos de vanglórias, irritando-nos uns aos outros, invejando-nos uns aos outros.” (Gálatas 5:22-26).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

segunda-feira, 17 de dezembro de 2018

A FÉ NÃO É DE TODOS

“No demais, irmãos, rogai por nós, para que a Palavra do Senhor tenha livre curso e seja glorificada, como também o é entre vós; e para que sejamos livres de homens dissolutos e maus; porque a fé não é de todos. Mas fiel é o Senhor, que vos confirmará, e guardará do maligno.” (2 Tessalonicenses 3:1-3)

          Sempre devemos pedir aos irmãos da mesma fé que orem por nós, para que tenhamos condições de cada vez mais levarmos a mensagem da cruz a toda parte. Precisamos de intercessores, nós, os que estamos na linha de frente levando a mensagem a todos, pois queremos que todos sejam salvos, mas, sabendo que não é possível a todos, queremos levar a Palavra do Senhor o mais longe possível. Queremos ver as pessoas viverem e praticarem o Evangelho de Jesus Cristo, queremos que o maior número possível de pessoas conheçam Jesus e o seu Evangelho e o pratiquem. Queremos ver as pessoas adorando o Senhor como devem e como os verdadeiros cristãos o adoram, que é em espírito e em verdade, e não como os falsos pastores ensinam os falsos crentes a o adorarem. Estamos em uma guerra travada contra o mal, e por isso precisamos das orações de irmãos verdadeiros em Cristo, assim como oramos por todos os verdadeiros cristãos, os verdadeiros pregadores e ensinadores da verdade. Constantemente somos atacados por pessoas que são contrárias a Cristo, pessoas que disfarçadamente citam o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém), mas na verdade são servos do diabo, portanto, buscamos socorro e proteção do alto. Assim, oramos e intercedemos por todos os que estão engajados nessa luta, e ao mesmo tempo pedimos as suas intercessões e orações, porque não são todos que têm a mesma fé, portanto necessitamos de fortalecimento e de pessoas comprometidas com Cristo, porque, afinal, muitos têm uma fé dúbia. “E confiamos quanto a vós no Senhor, que não só fazeis como fareis o que vos mandamos. Ora o Senhor encaminhe os vossos corações no amor de Deus, e na paciência de Cristo.” (2 Tessalonicenses 3:4-5). Sabemos que os cristãos verdadeiros, os seguidores de Cristo entendem o que falamos, uma vez que falamos a mesma linguagem, temos a certeza de que farão o que pedirmos. Os que são de Cristo têm o mesmo pensamento, a mesma maneira de ver as coisas, uma vez que todos estão caminhando, peregrinando em direção à Vida, e sendo a igreja a Noiva do Senhor, é evidente que tem o mesmo pensamento.
       “Mandamos-vos, porém, irmãos, em Nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo o irmão que anda desordenadamente, e não segundo a tradição que de nós recebeu.” (2 Tessalonicenses 3:6). Tendo a mentalidade de Cristo, conhecendo o seu Evangelho, não agimos segundo as emoções humanas, e sim de acordo com o Espírito, portanto, devemos sempre procurar não deixar contaminar a igreja do Senhor. Por tal motivo, observemos os que não são verdadeiros, os falsos irmãos, os falsos pregadores e nos afastemos deles, não comunguemos com eles porque, estando juntos, estão indo contra a Palavra de Deus e apoiando o nosso adversário. Observemos os que se dizem crentes, evangélicos, ou pastores, mas que vivem e pregam de maneira diferente do Evangelho de Jesus Cristo. Sabemos que não basta ir a templos denominacionais, ou orar muito nem mesmo cantar com voz bonita e muito menos ofertar e devolver os dízimos, é essencial que sejam pessoas convertidas e que tenham um comportamento de acordo com as determinações de Cristo, é necessário que sejam cristãos todo o tempo. Os que não vivem o Evangelho, que não o praticam, apesar de se identificarem como cristãos, deles devemos nos afastar totalmente, pois eles prestarão contas ao Senhor, e, se estivermos com eles, estaremos apoiando-os, e por tal motivo somos merecedores de castigo. “Porque vós mesmos sabeis como convém imitar-nos, pois que não nos houvemos desordenadamente entre vós, nem de graça comemos o pão de homem algum, mas com trabalho e fadiga, trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós.” (2 Tessalonicenses 3:7-8). Nós temos a ousadia de nos apresentar como pessoas que podem ser imitadas, porque, como seguidores de Cristo, não buscamos nos aproveitar dos irmãos, não vivemos pedindo ofertas, não pedimos ajuda e nem fazemos campanhas para arrecadar fundos, e não criamos eventos com essa finalidade. Ao contrário, o que fazemos é através do fruto do nosso suor e da ajuda de irmãos que, assim como nós, são seguidores de Jesus. Procuramos não depender de ajuda externa, mas confiamos no Senhor que até hoje tem nos mantido e nos dado condições de levar o Evangelho a toda parte. Queremos continuar, mas sempre com honradez, sem ficar pedindo dinheiro a ninguém, como os falsos pregadores o fazem. Não buscamos os bens das pessoas, queremos sim as suas almas, queremos vê-las convertidas ao Senhor desfrutando de vida, e, assim como nós, tendo a alegria de levar o Evangelho de Jesus Cristo a toda parte. “Não porque não tivéssemos autoridade, mas para vos dar em nós mesmos exemplo, para nos imitardes. Porque, quando ainda estávamos convosco, vos mandamos isto, que, se alguém não quiser trabalhar, não coma também. Porquanto ouvimos que alguns entre vós andam desordenadamente, não trabalhando, antes fazendo coisas vãs. A esses tais, porém, mandamos, e exortamos por nosso Senhor Jesus Cristo, que, trabalhando com sossego, comam o seu próprio pão. E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem. Mas, se alguém não obedecer à nossa palavra por esta carta, notai o tal, e não vos mistureis com ele, para que se envergonhe. Todavia não o tenhais como inimigo, mas admoestai-o como irmão. Ora, o mesmo Senhor da paz vos dê sempre paz de toda a maneira. O Senhor seja com todos vós. Saudação da minha própria mão, de mim, Paulo, que é o sinal em todas as epístolas; assim escrevo. A Graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com todos vós. Amém.” (2 Tessalonicenses 3:9-18).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino 


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

domingo, 16 de dezembro de 2018

VOSSA FÉ

“Por isso, não podendo esperar mais, achamos por bem ficar sozinhos em Atenas; E enviamos Timóteo, nosso irmão, e ministro de Deus, e nosso cooperador no Evangelho de Cristo, para vos confortar e vos exortar acerca da vossa fé; Para que ninguém se comova por estas tribulações; porque vós mesmos sabeis que para isto fomos ordenados, Pois, estando ainda convosco, vos predizíamos que havíamos de ser afligidos, como sucedeu, e vós o sabeis.” (1 Tessalonicenses 3:1-4)

          Nós sabemos que o símbolo da nossa fé, do cristianismo, é a cruz, e sabemos que Jesus disse que, se quisermos segui-lo, deveremos pegar a nossa cruz. Vivemos uma geração que se diz cristã, mas é cheia de “mimimi”, porque não pode suportar nenhuma afronta, nenhum sofrimentozinho que já está chorando, lamentando e achando que é uma ação diabólica. Paulo envia Timóteo a Tessalônica para exortar a igreja sobre as perseguições e sofrimentos que eles estavam sofrendo, pois eles antes já tinham sido avisados de que as tribulações viriam. Hoje em dia, as pessoas querem ir para o Evangelho somente para fugir das lutas, das dificuldades, querem bênçãos e mais bênçãos, querem desfrutar do paraíso aqui. Mas devemos ser alertados de que o Evangelho de Jesus Cristo não promete descanso aqui, Ele fala que aqui teremos aflições, Ele fala que a Porta é estreita, que o Caminho é apertado, portanto, sabemos que podemos passar por todos os tipos de dificuldades, mas jamais poderemos negar o Senhor, e que não podemos e nem temos direito de exigir nada de Deus, pois somos criaturas, somos servos, e Ele é o Criador, Ele é o Senhor. Já tinha sido falado das aflições, a igreja de Tessalônica já tinha alertada para que se preparasse para as lutas. Da mesma maneira, nós também devemos avisar a todos os cristãos verdadeiros que as lutas vêm, mas que devemos ter bom ânimo, pois as venceremos no Senhor; se formos fiéis, alcançaremos nossa vitória, que é a vida eterna. Devemos entender que estamos em território inimigo, portanto, são normais e esperados os ataques, pois ainda estamos em um mundo morto pelo maligno. Por isto, se somos servos, seguidores de Cristo, esperemos os ataques, porque o nosso Mestre foi perseguido, atacado, humilhado e crucificado.
 “Portanto, não podendo eu também esperar mais, mandei-o saber da vossa fé, temendo que o tentador vos tentasse, e o nosso trabalho viesse a ser inútil.” (1 Tessalonicenses 3:5).Paulo, quando viu que a fé dos irmãos de Tessalônica poderia enfraquecer, ele manda Timóteo, e este, após estar com os irmãos, volta com a boa notícia de que todos estão firmes, apesar das lutas. Infelizmente, não é o que vemos hoje, porque as pessoas, quando estão passando por lutas, só sabem reclamar, reclamam com todos e com Deus. Alguns têm a audácia de querer questionar o Senhor do porquê das lutas, sendo que, ao contrário, nós devemos a todo tempo glorificar o Nome do Senhor. Devemos nos alegrar quando formos acusados e sofrermos por vivermos e pregarmos o Evangelho, porque assim sabemos que estamos fazendo o que é certo, que estamos seguindo Jesus. Os pregadores profissionais que vivem enganando o povo, dizendo que o Senhor quer colocá-los para reinar aqui, para desfrutar do melhor aqui, com certeza irão prestar contas das mentiras, dos ensinos heréticos. Em nenhum momento vimos Jesus ou qualquer outro pregador do Novo Testamento afirmar, chamar o povo para receber bênçãos, ou prometer qualquer coisa. Vivemos uma época em que as pessoas são induzidas a buscar um deus que não é o nosso Deus, um jesus que não é o nosso Jesus, pois o buscam através de barganhas, comprando, negociando bênçãos, e vão a templo não em busca do Senhor, de prosperidade, de auxílio, de bênçãos.“Vindo, porém, agora Timóteo de vós para nós, e trazendo-nos boas novas da vossa fé e amor, e de como sempre tendes boa lembrança de nós, desejando muito ver-nos, como nós também a vós; por esta razão, irmãos, ficamos consolados acerca de vós, em toda a nossa aflição e necessidade, pela vossa fé, porque agora vivemos, se estais firmes no Senhor.” (1 Tessalonicenses 3:6-8). Quando recebemos a boa notícia de que irmãos, apesar de estarem passando por aflições, mantêm-se firmes no Evangelho, continuam adorando Deus, glorificando o seu Nome (que é Santo para sempre Amém), ficamos alegres e também glorificamos o Senhor por vermos a fé inabalável dos seus. Glorificar o Nome do Senhor quando tudo vai bem para nós, quando temos tudo e nada nos falta, é fácil, mas nós temos que aprender com Paulo e Silas, que mesmo em meio às dificuldades louvaram o Senhor. Não importa o que esteja nos acontecendo, demos orar, agradecer, glorificar o Nome do Senhor, porque para isto viemos. Ser cristão, evangélico, crente é ser adorador do Senhor a todo o tempo, é simplesmente segui-lo independentemente das nossas lutas ou de nossos sofrimentos, e jamais ousarmos reclamar com Ele. “Porque, que ação de graças poderemos dar a Deus por vós, por todo o gozo com que nos regozijamos por vossa causa diante do nosso Deus, Orando abundantemente dia e noite, para que possamos ver o vosso rosto, e supramos o que falta à vossa fé? Ora, o mesmo nosso Deus e Pai, e nosso Senhor Jesus Cristo, encaminhem a nossa viagem para vós. E o Senhor vos aumente, e faça crescer em amor uns para com os outros, e para com todos, como também o fazemos para convosco; Para confirmar os vossos corações, para que sejais irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai, na vinda de nosso Senhor Jesus Cristo com todos os seus santos.” (1 Tessalonicenses 3:9-13).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quinta-feira, 13 de dezembro de 2018

NÃO AS TREVAS

“Falou-lhes, pois, Jesus outra vez, dizendo: Eu sou a luz do mundo; quem me segue não andará em trevas, mas terá a luz da vida.” (João 8:12)

 Jesus pela segunda vez explica que Ele é a Luz do mundo, ou seja, o mundo só terá Luz se tiver Jesus, caso contrário são somente trevas. Mas devemos entender com clareza e profundidade o que é ser a Luz, pois muitos falam, citam essa Palavra, mas não param para pensar, para analisar a profundidade dessa fala do Senhor. Jesus está afirmando que o mundo sem Ele é escuridão, um breu total, e sem conhecimento, porque luz é conhecimento. Basta vermos que, quando entramos em um ambiente escuro, até acendermos a luz, não vemos nada e nada conhecemos. Saímos trombando, esbarrando em tudo, mas, quando a luz é acesa, então vemos tudo e podemos nos desviar dos obstáculos. Portanto, Jesus está afirmando que Ele é o conhecimento, e a única maneira de discernirmos tudo é estando com Ele e o seguindo. Só vemos com clareza, só temos conhecimento se seguirmos Jesus, caso contrário, passamos pelo mundo tateando, e depois iremos para a escuridão eterna. Para termos luz na vida e Luz da Vida, devemos seguir Jesus e observar que Ele não manda orar somente, ou cantar qualquer musiquinha, nem ir a templos, Ele manda segui-lo. E a única maneira que há de seguir Jesus é vivendo a sua Palavra, é praticando o seu Evangelho, portanto, se somos sábios, se queremos vida, então o seguimos, independentemente de qualquer situação. Nós o seguimos não esperando ou desejando uma ou outra bênção, não como aquelas pessoas que comeram da multiplicação dos pães e peixes e que depois o seguiam simplesmente por esse motivo. Devemos segui-lo porque Ele é a Luz. “Disseram-lhe, pois, os fariseus: Tu testificas de ti mesmo; o teu testemunho não é verdadeiro.” (João 8:13). Os fariseus, os religiosos sempre vão querer questionar, sempre vão tentar refutar a Palavra de Cristo, mas nós não devemos debater com eles, e sim simplesmente seguir Cristo. Se queremos andar no claro, se queremos saber onde estamos, e para onde vamos, se queremos discernir os obstáculos para nos desviar deles, então só temos um Caminho que devemos seguir, que é Jesus Cristo, o Filho de Deus. Não podemos ficar preocupados com as coisas do mundo, não podemos nos prender a coisas ou bens materiais, não podemos nos preocupar em fazer a nossa vontade, mas simplesmente seguir a Luz, saber que não existe outra alternativa, que não existe outra luz, que não existe vida, não existe nada a não ser escuridão total fora Dele.
      “Respondeu Jesus, e disse-lhes: Ainda que eu testifico de mim mesmo, o meu testemunho é verdadeiro, porque sei de onde vim, e para onde vou; mas vós não sabeis de onde venho, nem para onde vou.” (João 8:14). Muitos falam de Jesus, mas não sabem quem Ele é e nem como age, isto porque buscam, procuram e desejam um Jesus bonzinho que não julgue, não critique os seus erros. Querem um Jesus que aceite os seus pecados e que ainda os ame, independentemente de qualquer coisa que estiverem fazendo. Geralmente usam a desculpa de que o Senhor sabe que eles ou nós somos fracos, porque somos humanos, mas se esquecem de que Jesus veio ao mundo na fraqueza da carne e tudo venceu. Ele não pecou, isso mostra que, se nós o seguirmos, se seguirmos a Luz, com certeza também venceremos. Jesus viveu na carne, mas em santidade, e exige o mesmo dos seus seguidores, porque, se não praticarem a santidade, não são seguidores Dele. Não podemos esquecer que é Jesus quem julga, é Ele quem vai nos mandar para o inferno ou para o céu, e isso vai depender se formos seus seguidores ou não. Hoje Jesus ainda se apresenta como nosso Defensor, nosso Advogado, mas não podemos esquecer que Ele é Juízo, Ele é quem vai julgar todos os seres humanos, e o seu julgamento Ele já deixou bem claro que será de acordo com a sua Palavra. A Luz vai iluminar e mostrar tudo, e assim ninguém terá desculpas de falar que foi submetido a um julgamento injusto, pois temos o Evangelho, que nos mostra como será o Julgamento, mas se teimarmos em viver de acordo com a nossa lógica, nosso entendimento, então temos a certeza da condenação. “Vós julgais segundo a carne; eu a ninguém julgo. E, se na verdade julgo, o meu juízo é verdadeiro, porque não sou eu só, mas eu e o Pai que me enviou.” (João :15-16). Jesus é Deus, e assim, quando as pessoas citam ou clamam pela Justiça de Deus, devem entender que a Justiça Dele realmente é justa, portanto, não podemos compará-la com a justiça humana, que é falha; a Dele é perfeita. Assim, sabemos que, se quisermos ser enviados para a Luz, devemos seguir, devemos tomar a nossa cruz e segui-la, caso contrário, seremos mentirosos, religiosos e dignos de padecer por toda a eternidade nas trevas que escolhemos, porque quem não segue Jesus está simplesmente optando pelas trevas, pela escuridão, e o Senhor não interfere em nossas vontades. Só existe uma alternativa, um Caminho, uma Luz verdadeira, e nós que devemos escolher segui-la ou não, andar nas trevas ou na Luz, em salvação ou condenação, pois o Juízo está próximo.“E na vossa lei está também escrito que o testemunho de dois homens é verdadeiro. Eu Sou o que testifico de mim mesmo, e de mim testifica também o Pai que me enviou. Disseram-lhe, pois: Onde está teu Pai? Jesus respondeu: Não me conheceis a mim, nem a meu Pai; se vós me conhecêsseis a mim, também conheceríeis a meu Pai.” (João 8:17-19).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quarta-feira, 12 de dezembro de 2018

TODOS OS SANTOS

“Paulo e Timóteo, servos de Jesus Cristo, a todos os santos em Cristo Jesus, que estão em Filipos, com os bispos e diáconos: Graça a vós, e paz da parte de Deus nosso Pai e da do Senhor Jesus Cristo. Dou graças ao meu Deus todas as vezes que me lembro de vós, Fazendo sempre com alegria oração por vós em todas as minhas súplicas, Pela vossa cooperação no Evangelho desde o primeiro dia até agora.” (Filipenses 1:1-5)

          O apóstolo Paulo juntamente com Timóteo escreve essa carta aos irmãos de Filipos, e como sempre inicia com a saudação cristã dando graças por eles. Essa carta é endereçada aos irmãos que trabalhavam na divulgação do Evangelho. Paulo afirma que sempre ora por eles por saber que estão lutando para ensinar o mesmo Evangelho que ele, o Evangelho de Jesus Cristo. Devemos aprender com Paulo e sempre orar, agradecer a Deus e clamar pelas vidas dos verdadeiros homens de Deus que pregam o Evangelho da Verdade, os que ensinam a Doutrina de Cristo. Não digo para orar por todos os que se autointitulam crentes, cristãos, ou que sejam líderes de denominações, eu falo dos que pregam o Evangelho, e não as heresias muito comuns em nosso meio, porque a própria Palavra nos fala que chegaria o tempo em que as pessoas verdadeiras buscariam de todas as maneiras lugares onde estivesse sendo pregada, ensinada a Palavra de Deus e não os encontraria. Vemos isto hoje, apesar de haver multiplicado o número de templos, de denominações, de igrejas evangélicas, o que menos vemos é a pregação e o ensino da verdade, porque o mundo entrou nesses templos, e neles estão pregando e ensinando mentiras, uma vez que as pregações hoje são verdadeiras palavras de autoajuda, que nada têm com o Evangelho de Jesus Cristo. Portanto, quando sabemos, tomamos conhecimento de pessoas que realmente estão vivendo e praticando o Evangelho, devemos orar por elas, para que não desfaleçam na fé. Devemos também nos alegrar e agradecer a Deus, além, é claro, de sempre orarmos rogando para que o Senhor chame, capacite e envie mais obreiros comprometidos com Ele, pois o mundo precisa de ouvir a Verdade, precisa de aprender mais de Cristo, principalmente os falsos crentes, os religiosos.
      “Tendo por certo isto mesmo, que aquele que em vós começou a boa obra a aperfeiçoará até ao dia de Jesus Cristo; como tenho por justo sentir isto de vós todos, porque vos retenho em meu coração, pois todos vós fostes participantes da minha graça, tanto nas minhas prisões como na minha defesa e confirmação do Evangelho.” (Filipenses 1:6-7). Devemos sempre apoiar, ajudar e tudo fazer para incentivar os verdadeiros pregadores do Evangelho, temos que nos unir a eles sempre divulgando o Evangelho da Vida. Digo isto porque hoje o que se ouve nos templos são os pregadores da famigerada teoria da prosperidade, que é antibíblica. Escutamos falar constantemente de bênçãos, de vitórias, de curas. Falam de tudo, falam sempre de perdão, mas não falam de conversão, não falam de arrependimento, não falam de santidade, de consagrações. Falam de campanhas, de desafios, falam de fogueiras santas, falam de ofertas, de barganhas, mas não falam a verdade, porque estão interessados em receber, ganhar dinheiro, estão negociando as ovelhas do Senhor, estão falando o que o Senhor não falou, estão prometendo o que Cristo não prometeu. E as pessoas, cegas, como cordeiros, caminham certo em direção ao abatedouro, isto porque são preguiçosos, são analfabetos de Bíblias, não querem ler a Bíblia, e ouvir diretamente de Cristo.“Porque Deus me é testemunha das saudades que de todos vós tenho, em entranhável afeição de Jesus Cristo.” (Filipenses 1:8). Paulo sentia saudades daqueles irmãos, queria estar com eles e partilhar o conhecimento e os dons de Cristo. Assim devemos ser, devemos querer sempre estar perto dos verdadeiros homens de Deus, queremos sempre ouvir a pregação e o ensino da verdade. Esses homens de Deus, que infelizmente são cada vez mais raros hoje em dia, uma vez que os templos estão pregando não para agradar a Cristo, mas para agradar aos homens, estão mais preocupados em deixar os frequentadores, os seus rebanhos felizes, pois assim é mais fácil fazê-los ofertar mais e mais. Por que motivo se permite e se tolera a fornicação, a prostituição, os adultérios continuados, as mentiras? São permitidos porque os mais mentirosos são os que estão no altar, e eles mentem, pregam, ensinam o que Cristo proíbe. Sempre dizem que Cristo quer que todos sejam felizes, e, portanto, sempre alegam que os pecadores serão perdoados. Podem até mandá-los orar, mas não mandam se arrepender, abandonar os pecados, e infelizmente esses pecadores estão caminhando para a morte e destruição eterna. “E peço isto: que o vosso amor cresça mais e mais em ciência e em todo o conhecimento, Para que aproveis as coisas excelentes, para que sejais sinceros, e sem escândalo algum até ao dia de Cristo; Cheios dos frutos de justiça, que são por Jesus Cristo, para glória e louvor de Deus. E quero, irmãos, que saibais que as coisas que me aconteceram contribuíram para maior proveito do evangelho; De maneira que as minhas prisões em Cristo foram manifestas por toda a guarda pretoriana, e por todos os demais lugares; E muitos dos irmãos no Senhor, tomando ânimo com as minhas prisões, ousam falar a Palavra mais confiadamente, sem temor. Verdade é que também alguns pregam a Cristo por inveja e porfia, mas outros de boa vontade; Uns, na verdade, anunciam a Cristo por contenção, não puramente, julgando acrescentar aflição às minhas prisões. Mas outros, por amor, sabendo que fui posto para defesa do Evangelho. Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda.” (Filipenses 1:9-18).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

terça-feira, 11 de dezembro de 2018

VIVENDO NA PRISÃO

“Por esta causa eu, Paulo, sou o prisioneiro de Jesus Cristo por vós, os gentios; se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus, que para convosco me foi dada; Como me foi este mistério manifestado pela revelação, como antes um pouco vos escrevi; Por isso, quando ledes, podeis perceber a minha compreensão do mistério de Cristo.” (Efésios 3:1-4)

 O apóstolo Paulo se considerava um prisioneiro de Cristo para pregar para os gentios, isto é, ele sabia que tinha a obrigação de pregar, ensinar o Evangelho de Jesus Cristo aos gentios. Assim como os prisioneiros de uma instituição penal têm que cumprir todas as normas, determinações dadas pelos dirigentes da instituição, Paulo sabia que tinha que cumprir, obedecer a tudo o que o Senhor falava, e como o Senhor determinou que ele fosse pregar para os gentios, ele simplesmente lhe obedecia e sabia que não poderia agir de outra forma. Todos nós que dizemos conhecer Cristo deveríamos nos considerar prisioneiros Nele, ou seja, viver, fazer somente o que Cristo manda, observar o que Ele nos capacitou e colocar em ação a sua determinação, caso contrário, buscaremos sofrimentos e dores para nós mesmos. Assim como os prisioneiros sofrem, são punidos, enviados às solitárias, ou recebem punição corporal, isolamentos e tudo mais quando desobedecem aos guardas e à direção da instituição penal onde estão reclusos, nós também, quando nos rebelamos contra a Palavra de Deus, quando deixamos de fazer o que Ele nos manda, recebemos castigos e dores. Assim, sabendo que somos prisioneiros em Cristo, sejamos sensatos, inteligentes e obedeçamos a Ele, para que possamos receber nossa coroa, pois temos que ser considerados por Ele prisioneiros de bom comportamento. Fomos chamados, escolhidos pelo Senhor para vivermos e executarmos a sua obra, e não fazer isso ou tentar fugir é rebelião, e todos os rebeldes são punidos. “O qual noutros séculos não foi manifestado aos filhos dos homens, como agora tem sido revelado pelo Espírito aos seus santos apóstolos e profetas.” (Efésios 3:5). Essa revelação o Senhor só dá aos que o temem, aos que conhecem a sua vontade e a ela se submetem. Temos que nos examinar à Luz do Evangelho e nos curvar a Ele, pois sabemos que ali é o próprio Senhor Jesus nos falando, nos dando ordens, e a desobediência nos transforma em rebeldes, dignos de sofrimento e isolamento.
      “A saber, que os gentios são co-herdeiros, e de um mesmo corpo, e participantes da promessa em Cristo pelo Evangelho; do qual fui feito ministro, pelo dom da Graça de Deus, que me foi dado segundo a operação do seu Poder.” (Efésios 3:6-7). Devemos entender que todos, sem exceção, qualquer que seja a religião ou se não a tiverem, devem ouvir o Evangelho de Jesus Cristo, portanto temos a obrigação de pregar a todos. Independentemente de qualquer coisa, se ouvirem Glórias a Deus, mas se o rejeitarem, não poderão alegar no grande dia que não sabiam quem era o Senhor, não poderão alegar desconhecimento. Mas nós, como prisioneiros do Senhor, não podemos ter vergonha, timidez em propagar o Evangelho a todos. Mesmo que sejamos ofendidos, sejamos motivo de chacotas, não podemos nos importar com isto, porque Cristo sofreu muito mais por nós, e, como seus discípulos, temos que segui-lo. Fomos escolhidos para levar o Evangelho aos quatro cantos do universo, para levarmos a Palavra do Senhor até os confins da terra, e começamos pela nossa família, nossos vizinhos, colegas de trabalho, pelo nosso bairro e cidade. Para cumprirmos a nossa missão, não dependemos de ninguém, nem mesmo de uma denominação ou de um templo, dependemos exclusivamente do Senhor, pois é Ele quem nos envia, nos manda, e, como prisioneiros Nele, não exigimos nada, somente lhe obedecemos. “A mim, o mínimo de todos os santos, me foi dada esta graça de anunciar entre os gentios, por meio do Evangelho, as riquezas incompreensíveis de Cristo, E demonstrar a todos qual seja a comunhão do mistério, que desde os séculos esteve oculto em Deus, que tudo criou por meio de Jesus Cristo.” (Efésios 3:8-9). Temos que apresentar o Evangelho da Verdade, apresentar Jesus Cristo e não uma outra coisa, não podemos dizer que estamos sendo obedientes ao Senhor se não estamos pregando a verdade bíblica e sim qualquer coisa para agradar as pessoas. Temos que apresentar o Evangelho que rasga, que exorta, que exige santidade, arrependimento, santificação, temos que avisar que o Reino é chegado, e todos os que querem nele entrar deverão se esforçar, ser violentos contra si mesmos, contra sua vontade, sua lógica, e passar a viver da dependência total do Senhor. Como prisioneiros em Cristo, temos que ser obedientes em tudo, para que possamos ser achados dignos de nos aproximar Dele, para recebermos o Dom da Vida, para podermos desfrutar da Vida que está Nele.“Para que agora, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus seja conhecida dos principados e potestades nos céus, Segundo o eterno propósito que fez em Cristo Jesus nosso Senhor, No qual temos ousadia e acesso com confiança, pela nossa fé Nele. Portanto, vos peço que não desfaleçais nas minhas tribulações por vós, que são a vossa glória. Por causa disto me ponho de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Do qual toda a família nos céus e na terra toma o Nome, Para que, segundo as riquezas da sua Glória, vos conceda que sejais corroborados com poder pelo seu Espírito no homem interior; Para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundados em amor, Poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade, E conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus.”(Efésios 3:10-19).
 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.