EVANGELIZAR.

NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 14 de novembro de 2018

INDO A BETÂNIA

“Foi, pois, Jesus seis dias antes da páscoa a Betânia, onde estava Lázaro, o que falecera, e a quem ressuscitara dentre os mortos. Fizeram-lhe, pois, ali uma ceia, e Marta servia, e Lázaro era um dos que estavam à mesa com Ele.” (João 12:1-2)

          Alguns dias antes do dia em que se comemorava a festa judaica da páscoa, Jesus foi a Betânia. Essa páscoa não tem nada a ver e nada se parece com a páscoa que conhecemos, pois não existem chocolates e nem ovos de espécie alguma, muito menos coelhos. A festa da páscoa foi determinada desde a época em que Deus tirou o seu povo do Egito, e não é uma festa comercial como se comemora aqui. Jesus sempre que ia a Betânia passava na casa de Marta e Maria, irmãs de Lázaro, pois os considerava amigos, e, portanto, às vezes pernoitava ali, ou sempre fazia alguma refeição junto com eles. Lázaro era um amigo de Jesus. Ele tinha ficado doente, e as suas irmãs tinham mandado chamar Jesus para o ajudar, para o curar, mas o Senhor estava distante, e mesmo quando recebeu o recado, ele ainda permaneceu onde estava, e só foi ao encontro das irmãs quatro dias após Lázaro ter morrido. Quando chegou, é claro que o corpo de Lázaro já estava fedendo, pois já estava iniciando a decomposição. Mesmo assim Jesus deu a ordem, chamou pelo nome, e Lázaro, mesmo preso com faixas, tiras de lençol, como era o costume daquela época, ele subiu os degraus de sua cova e apareceu como uma múmia, e então Jesus mandou soltá-lo. Aquele que estava morto ressuscitou, pois Jesus tinha dado a ordem, tinha o chamado à vida de novo, e esse foi um grande milagre, e tudo foi feito para que o Nome do Senhor fosse Glorificado. Apesar de Jesus, durante o tempo do seu Ministério terreno, ter libertado muitas pessoas endemoniadas, curado enfermos, aberto olhos aos cegos, Ele ressuscitou somente duas pessoas, uma foi Lázaro, e a outra o filho de uma viúva em Naim. Isto o Senhor fez mostrando que Ele tinha Poder para ressuscitar os mortos, uma vez que a sua principal missão foi a de nos resgatar, ou seja, nos fazer ressuscitar, porque até então estávamos todos mortos em nossos pecados, e não havia a menor possibilidade de sermos salvos, de termos vida. Jesus veio para trazer vida para todos os que crerem em seu Nome, porque Ele no Dia dará a ordem e todos os que estiverem mortos ressuscitarão, uns para a vida eterna e outros para a desonra e o sofrimento eterno.
             “Então Maria, tomando um arrátel de unguento de nardo puro, de muito preço, ungiu os pés de Jesus, e enxugou-lhe os pés com os seus cabelos; e encheu-se a casa do cheiro do unguento.” (João 12:3). Jesus estava ali sentado, e junto com Ele estava também Lázaro sentado. Conversavam, enquanto Marta, como sempre, estava preocupada em organizar tudo, servir ao Senhor, arrumar a casa, deixar tudo em ordem, pois tinha acabado de servir uma alimentação a Jesus e aos seus. A sua irmã Maria chega com uma vasilha cheia de nardo, um perfume caríssimo na época, e unge os pés de Jesus. Ela derrama o unguento, perfume, nos pés de Jesus e vai enxugando com os seus cabelos. Assim, a casa, o ambiente todo foi tomado pelo cheiro do perfume com que ela estava ungindo Jesus, e possivelmente nem ela mesma sabia o porquê de estar fazendo aquilo. Na verdade, ela estava sendo guiada pelo Espírito de Deus, pois estava ungindo Jesus, pois, como Ele logo seria crucificado e morreria, ela estava preparando-o para a morte que enfrentaria, mas ela mesma não tinha conhecimento disso. Muitas vezes as pessoas fazem algo sem saber exatamente o porquê, pois estão sendo usadas pelo Espírito de Deus para fazerem algo que só depois irão descobrir o que é, entender o porquê de agirem daquela maneira. Mas também pessoas que não vivem de acordo com a Palavra de Deus podem ser usadas pelo diabo para fazerem coisas que venham a trazer problemas, confusão, sofrimento e dor para elas mesmas ou para outras pessoas. Pelo nosso comportamento diante do Evangelho de Jesus Cristo é que estamos escolhendo ser usados por Deus ou pelo diabo. “Então, um dos seus discípulos, Judas Iscariotes, filho de Simão, o que havia de traí-lo, disse: Por que não se vendeu este unguento por trezentos dinheiros e não se deu aos pobres? Ora, ele disse isto, não pelo cuidado que tivesse dos pobres, mas porque era ladrão e tinha a bolsa, e tirava o que ali se lançava.” (João 12:4-6). Assim como vimos Marta sendo usada pelo Espírito de Deus para ungir Jesus, vemos também Judas Iscariotes sendo usado pelo diabo, porque Judas era desonesto, ladrão, uma vez que ele, como uma espécie de tesoureiro do Ministério de Jesus, roubava sempre das ofertas, e assim o diabo tinha legalidade para agir na vida dele. Assim, quando viu Jesus sendo ungido, ele logo se levanta para questionar. Como era um homem ganancioso e só pensava em dinheiro, ele logo questiona o porquê de ela estar fazendo aquilo, dando a entender que era um desperdício, pois poderia ter vendido o perfume e arrecadado um bom dinheiro, que daria para ajudar os pobres, mas na verdade ele estava pensando era nele mesmo. Judas Iscariotes, por ser ladrão, permitiu que o diabo agisse em sua vida, e usado pelo diabo e com a sua ambição, ele traiu Jesus e depois se suicidou, foi para o inferno, para a morte e sofrimento eterno. “Disse, pois, Jesus: Deixai-a; para o dia da minha sepultura guardou isto; porque os pobres sempre os tendes convosco, mas a mim nem sempre me tendes. E muita gente dos judeus soube que Ele estava ali; e foram, não só por causa de Jesus, mas também para ver a Lázaro, a quem ressuscitara dentre os mortos. E os principais dos sacerdotes tomaram deliberação para matar também a Lázaro; Porque muitos dos judeus, por causa dele, iam e criam em Jesus.” (João 12:7-11).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

SABENDO OS MANDAMENTOS

“Finalmente, irmãos, vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus, que assim como recebestes de nós, de que maneira convém andar e agradar a Deus, assim andai, para que possais progredir cada vez mais. Porque vós bem sabeis que mandamentos vos temos dado pelo Senhor Jesus.” (1 Tessalonicenses 4:1-2)

          Sempre pregamos o Evangelho de Jesus Cristo mostrando como todos nós devemos viver, andar, nos comportar, porque nós procuramos viver dessa maneira uma vez que nos é exigido pelo Senhor. Devemos compreender que andar em santidade não é fazer nada demais, mas sim fazer nossa obrigação, é dever de todos viver em santidade, porque, quando praticamos algum pecado, estamos indo contra a Palavra de Deus, estamos desobedecendo ao Senhor, e, quando fazemos o certo, que é viver em santidade, não estamos fazendo nada além da nossa obrigação. Muitos acham que a vida dos cristãos se resume em orar, cantar e ir a templos denominacionais, mas não é isso, ser cristão é andar e viver como Cristo andou. O cristão tem a obrigação de andar em santidade, caso contrário, ele não é cristão, mas um simples religioso que, se não se converter ao Senhor, com certeza vai padecer por toda a eternidade. Portanto, nós os que o conhecemos, que o respeitamos e o amamos, procuramos viver nos seus preceitos e normas, e também exortamos a todos que façam o mesmo. Quando falamos de santidade, estamos falando de nos abster de pecados, fugir do que é contrário à Palavra de Deus, e seguir os passos de Cristo. “Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da fornicação; Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra; Não na paixão da concupiscência, como os gentios, que não conhecem a Deus.” (1 Tessalonicenses 4:3-5). Temos que saber que não podemos atender às vontades da nossa carne, devemos fugir de toda prostituição, isto é fornicação, que é relação sexual entre um homem e uma mulher sem serem casados, pessoas casadas que praticam o sexo com outras que não os seus cônjuges, homossexualismo, que é quando duas pessoas do mesmo sexo mantêm relacionamento sexual. Muitas igrejas, templos, denominações, religiões, seitas concordam com a relação sexual entre pessoas solteiras, mas isso é pecado, e quem a pratica não herdará a vida eterna. O Senhor nos manda viver em santidade, fugir de todos os atos de prostituição, pois os seus praticantes não terão vida eterna.
         “Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vô-lo dissemos e testificamos.” (1 Tessalonicenses 4:6). Devemos a todo tempo praticar a honestidade, não querendo ser espertos, não querendo levar vantagens sobre o outro. Não é vantagem alguém se aproveitar do desespero de outro para pagar menos por algo cujo preço é bem superior, porque, quando nos aproveitamos de um semelhante, estamos mostrando o nosso caráter e agindo como ladrões, e os ladrões, os desonestos, não herdarão o Reino de Deus. Portanto, devemos sempre, ao fazer negócio com as pessoas, pagar-lhes o preço justo, mas, se não tivermos condições, não podemos nos aproveitar delas, temos que deixar o negócio para outro com mais condições que nós. Praticar santidade é devolver o troco que recebemos a mais que uma pessoa inadvertidamente nos deu, é procurar o dono de algo que encontramos na rua, é cuidar das coisas do próximo como se fossem nossas. Ser cristão é ser honesto todo o tempo, e principalmente em nossos pensamentos; fazer pelo próximo o que gostaríamos que fizessem por nós. “Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação. Portanto, quem despreza isto não despreza ao homem, mas sim a Deus, que nos deu também o seu Espírito Santo.” (1 Tessalonicenses 4:7-8). Quando agimos em erros, quando ignoramos a Palavra de Deus e não nos santificamos, não nos afastamos dos erros, na verdade, estamos nos afastando de Cristo, estamos declaradamente rejeitando Deus, mesmo que com as nossas bocas pronunciemos palavras de amor a Ele. Todos nós sabemos o que é certo e o que é errado, isto porque o Espírito Santo de Deus nos mostra o que é pecado, mas, quando resolvemos ignorá-lo e continuar em práticas erradas, Ele se afasta e nos deixa entregues à nossa própria sorte. A verdade é que ninguém que não viva se desviando do mal, que não viva na prática da santidade será salvo, pois o Senhor disse:“sedes santos porque Eu o Senhor Sou Santo”. “Quanto, porém, ao amor fraternal, não necessitais de que vos escreva, visto que vós mesmos estais instruídos por Deus que vos ameis uns aos outros; Porque também já assim o fazeis para com todos os irmãos que estão por toda a macedônia. Exortamos-vos, porém, a que ainda nisto aumenteis cada vez mais.” (1 Tessalonicenses 4:9-10). Jesus deixou-nos dois mandamentos: amar a Deus e amar o próximo como a nós mesmos. Sabemos que esses dois mandamentos englobam tudo, pois quem ama Deus não vive em pecado, e quem ama o próximo não adultera, não é desonesto nem maldoso nem nada, e quando ama o próximo está em obediência a Deus. Tudo se resume em santidade, pois quem ama Deus pratica a santidade, e quem não a pratica não o ama e também não terá a salvação, pois só Ele pode nos salvar, e, para sermos salvos, devemos amá-lo, e a única maneira de demonstrarmos nosso amor para com Ele é em obediência. “E procureis viver quietos, e tratar dos vossos próprios negócios, e trabalhar com vossas próprias mãos, como já vô-lo temos mandado; para que andeis honestamente para com os que estão de fora, e não necessiteis de coisa alguma.” (1 Tessalonicenses 4:11-12).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino  
     

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

domingo, 11 de novembro de 2018

MARAVILHADO

Paulo, apóstolo (não da parte dos homens, nem por homem algum, mas por Jesus Cristo, e por Deus Pai, que o ressuscitou dentre os mortos), e todos os irmãos que estão comigo, às igrejas da Galácia: Graça e paz da parte de Deus Pai e do nosso Senhor Jesus Cristo, o qual se deu a si mesmo por nossos pecados, para nos livrar do presente século mau, segundo a vontade de Deus nosso Pai, Ao qual seja dada Glória para todo o sempre. Amém.” (Gálatas 1:1-5)

          Paulo sempre fazia questão de iniciar as suas cartas saudando os irmãos, a igreja, com o cumprimento cristão, assim como Jesus determinou. Além de cumprimentar, ele também fazia questão de se identificar, falar quem era, qual a sua missão e o desejo do seu coração. Aqui ele começa dizendo que ele é um apóstolo de Jesus Cristo, que não foi ordenado nem chamado por nenhum ser humano, quem o chamou, convocou foi o próprio Jesus Cristo, e nós sabemos disso, pois conhecemos a sua história: ele ia a Damasco com o objetivo de prender os irmãos, os cristãos, e Jesus apareceu para ele e o convocou. Desde então foi um fiel discípulo de Jesus, até muito mais do que muitos que andaram com Ele durante o seu Ministério Terreno. Fala de Deus, que ressuscitou Jesus Cristo e que também o chamou para a missão de pregar o Evangelho a todos. Quando analisamos a sua fala, nos alegramos exatamente por ele ter sido um homem chamado por Deus para pregar o Evangelho que até hoje ele prega para todos, como está pregando agora para nós. Eu sou um tanto arredio com os que se fazem pastores, pois a maioria não tem um chamado, eles não foram convocados pelo Senhor, mas se fizeram pastores, pregadores por vários motivos, a maioria por poder e dinheiro, pois não têm amor às almas e nem ao Evangelho, somente a si mesmos. Querem ser conhecidos e reconhecidos, querem ser admirados, portanto, utilizam todos os meios para trazer pregações que atraem o povo a eles, utilizam recursos mundanos, shows, campanhas. Aprendem até como gesticular, falar, alterar ou diminuir o tom de voz de acordo a impressionar mais o povo, fazem cursos de como enganar e atrair as pessoas a eles. Os cursos de teologia, a maioria ensina o que eles acham, e não a Palavra de Deus, por isto sempre aconselho as pessoas a lerem a Bíblia, pois ela é a maior fonte de sabedoria, é por ela que o Senhor nos fala.
          “Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à Graça de Cristo para outro evangelho; O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o Evangelho de Cristo.” (Gálatas 1:6-7). Paulo estava assustado, incomodado, cismado, porque as pessoas que tinham conhecido o Evangelho através dele se desviaram para um outro propagado por pregadores de um evangelho que não era o de Jesus Cristo. Também hoje o que mais vemos são pessoas que gostam de se identificar como evangélicas, como crentes, mas observamos que vivem uma outra religião, pois não vivem o Evangelho de Jesus Cristo. Quando assistimos a algumas reuniões desses pregadores modernos, quando vemos as suas reuniões, percebemos que podem chamar de tudo, menos de culto ao Senhor, pois são reuniões de autoajuda, são dirigidas por emoções, por pregadores que sabem fazer uso de emoções, que conduzem o povo ao choro, mas não ao arrependimento, que não ensinam santidade, mesmo porque eles não a praticam. Vemos os ajuntamentos das pessoas quando vão às reuniões de pregadores famosos, em busca de uma bênção, um socorro, mas não estão indo buscar o Senhor. Por isto esses pregadores não têm coragem de pregar, ensinar contra o pecado, porque esse povo iria embora e eles não ofertariam, e a principal motivação desses pregadores é o dinheiro. Assim, vemos muita cantoria, muita alegria, emoção, orações vazias, vemos tudo, mas não vemos arrependimento, não vemos conversão a Cristo, porque muitos que levantam a mão na hora do apelo estão se convertendo a essas denominações, a esses pregadores, e não a Cristo, porque vemos que eles continuam nos mesmos erros, só que agora citam o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém). Esses pregadores de emoções aproveitam o momento para pedirem, insistirem, mandarem as pessoas irem à frente e se entregarem a Cristo, mas observamos que não é uma entrega verdadeira a Cristo, é só um ato emocional que praticam ali até mesmo para agradar o pregador. Essas pessoas não estão querendo nascer de novo, elas querem somente alegrias, ou solucionar um problema, querem cura, prosperidade, querem um milagre, e não Jesus Cristo. “Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.” (Gálatas 1:8-9).Anátema quer dizer maldição. Paulo está dizendo de maneira clara que todos os que pregam um evangelho diferente do de Jesus Cristo sejam amaldiçoados, sejam malditos. Assim, quando vemos esses pregadores de fala mansa dizendo que Jesus é bom e perdoa sempre, que, uma vez salvo, é salvo para sempre, que temos que buscar riquezas e outras coisas, sabemos que pela Bíblia não pregam o Evangelho de Jesus Cristo. O diabo, nosso adversário, vive enganado e tentando enganar, por isto mesmo que, se aparecer alguém como se fosse o próprio Jesus falando de maneira contrária ao Evangelho, que seja considerado maldito. Portanto, devemos manter os nossos olhos abertos, para que não sejamos enganados com pregações e revelações, profecias, que não estão de acordo com o Evangelho. Que o nosso termômetro seja sempre a Bíblia. “Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? Ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo. Mas faço-vos saber, irmãos, que o evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens. Porque não o recebi, nem aprendi de homem algum, mas pela revelação de Jesus Cristo.” (Gálatas 1:10-12).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço.
Pr. Henrique Lino

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quinta-feira, 8 de novembro de 2018

AJUDANDO OS ENFERMOS

“Ora, quanto ao que está enfermo na fé, recebei-o, não em contendas sobre dúvidas. Porque um crê que de tudo se pode comer, e outro, que é fraco, come legumes. O que come não despreze o que não come; e o que não come, não julgue o que come; porque Deus o recebeu por seu.” (Romanos 14:1-3)

          As pessoas fazem uma enorme confusão, pois muitos criticam os que se identificam como crentes, evangélicos, mas que não comem determinados tipos de alimentos, como carne de porco, porque entendem que é errado. Outros não comem carne de nenhuma espécie durante a semana santa, ou especialmente na sexta-feira santa, pois acham que é errado, que é pecado. Assim também há outros que condenam a ingestão de uma taça de vinho, ou de suco de vinho concentrado, enquanto outros não condenam. Enfim, são várias as doutrinas de homens que servem para condenar as pessoas, mas que não têm fundamento bíblico. Vivemos um evangelho diferente do Evangelho de Jesus Cristo, pois o que Ele condenava era o pecado, a rebelião à Palavra de Deus, e não vimos Ele em momento algum condenando alguma pessoa que estivesse a agradar a Deus, ou tentando não desagradá-lo. Por isto é que devemos parar de querer julgar as pessoas por não comerem determinados tipos de comidas, ou por não aceitarem ou ingerirem determinados tipos de bebidas, e muito menos porque guardam determinados dias da semana, mês ou ano, porque, se elas fazem isso com o propósito de agradar a Deus, se o fazem em reverência ao Senhor, então quem somos nós para dizermos o contrário? Com referência a alimentos, sabemos que o Senhor não nos permite comermos sangue de animais, ou animais sufocados, e nem nos envolver com prostituição, mas, fora isto, podemos nos alimentar de qualquer alimento que quisermos, pois não é pecado. Mas se algumas pessoas acham que é pecado e não querem comer algo, não temos por que criticá-las, pois estão agindo assim com o objetivo de agradar a Deus, e como elas não chegaram ao perfeito entendimento, não podemos condená-las. Também existem pessoas que, ao se depararem com um trabalho de macumba, ou outra coisa qualquer, simplesmente não dão confiança, só repreendem em Nome de Jesus Cristo e prosseguem. Tudo depende da fé de cada um, depende do crescimento espiritual, mas aquilo que for feito tem que ser com fé, e não na dúvida.
              “Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai. Mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar.” (Romanos 14:4) Sabemos que todos são feituras, criaturas de Deus, portanto é nosso dever ajudar todos a conhecerem Cristo e não os julgar por estarem tentando adorar, fazerem a vontade do Senhor, porém sem o devido conhecimento. Devemos sim, em momento oportuno, mostrar que para Cristo isto nada vale, porque não é pelo que comemos ou bebemos, ou por guardar determinados dias que seremos salvos. Uma pessoa pode ser salva mesmo não comendo determinadas comidas, ou guardando dias, enquanto outras – que dizem conhecer o Senhor e têm entendimento claro desse assunto, que comem de tudo e sabem que todos os dias são iguais para o Senhor – podem não ser salvas, isto porque elas concordam e aceitam o que realmente é pecado, pois praticam o adultério, a fornicação, a desonestidade, a maldade e outros. Não podemos julgar ou condenar ninguém por não comer ou não beber algo, ou por guardar determinados dias ou não fazê-lo, pois isto não é pecado, pecado incorre é quem os julga. Só podemos julgar de acordo com a Palavra, de acordo com o Evangelho de Jesus Cristo, que é o próprio Jesus, e, como isso não é considerado pecado, quem julga essas coisas é que está pecando. “Um faz diferença entre dia e dia, mas outro julga iguais todos os dias. Cada um esteja inteiramente seguro em sua própria mente. Aquele que faz caso do dia, para o Senhor o faz e o que não faz caso do dia para o Senhor o não faz. O que come, para o Senhor come, porque dá graças a Deus; e o que não come, para o Senhor não come, e dá graças a Deus.” (Romanos 14:5-6). As pessoas que procuram ser fiéis a Cristo e que fazem determinadas coisas para o adorar não podem ser condenadas, mesmo que estejam fazendo algo desnecessário, ou sem valor espiritual, pois elas assim procedem por ignorância, e o Senhor não vai condená-las por isto, uma vez que Ele não leva em conta o tempo da nossa ignorância. Mas é a nossa função alertar essas pessoas, não condená-las, e sim explicar à luz do Evangelho que não precisam fazer isso, mostrar que não vivemos um Evangelho ritualístico, que vivemos no Evangelho da Graça e que temos liberdade Nele. Sabemos que a igreja é constituída de pessoas diferentes, com suas individualidades, e da mesma maneira Deus as trata e dá dons a cada uma de maneira individual, transformando-as no Corpo de Cristo. “Porque nenhum de nós vive para si, e nenhum morre para si. Porque, se vivemos, para o Senhor vivemos; se morremos, para o Senhor morremos. De sorte que, ou vivamos ou morramos, somos do Senhor. Porque foi para isto que morreu Cristo, e ressurgiu, e tornou a viver, para ser Senhor, tanto dos mortos, como dos vivos. Mas tu, por que julgas teu irmão? Ou tu, também, por que desprezas teu irmão? Pois todos havemos de comparecer ante o tribunal de Cristo.” (Romanos 14:7-10). Nós não vivemos por nós mesmos, nem para nós mesmos, vivemos por Cristo e para Cristo, todos os que conhecem o Senhor, mesmo que de maneira tênue, sabem que lutamos todos para alcançarmos vida eterna Nele. Sabemos que, se morrermos agora é pelo Senhor e para o Senhor, isto é, claro que os que têm esse entendimento e buscam, almejam a sua salvação, assim não podemos ser tropeço de ninguém, pois quem sairia prejudicado seríamos nós mesmos. Portanto, sabemos que não é a questão de dias ou de alimento que conduzirá alguém à salvação, assim também sabemos que não é isso que as impedirá de alcançar a salvação. “Porque está escrito: Como eu vivo, diz o Senhor, que todo o joelho se dobrará a mim, E toda a língua confessará a Deus. De maneira que cada um de nós dará conta de si mesmo a Deus. Assim que não nos julguemos mais uns aos outros; antes seja o vosso propósito não pôr tropeço ou escândalo ao irmão. Eu sei, e estou certo no Senhor Jesus, que nenhuma coisa é de si mesma imunda, a não ser para aquele que a tem por imunda; para esse é imunda. Mas, se por causa da comida se contrista teu irmão, já não andas conforme o amor. Não destruas por causa da tua comida aquele por quem Cristo morreu. Não seja, pois, blasfemado o vosso bem; Porque o Reino de Deus não é comida nem bebida, mas justiça, e paz, e alegria no Espírito Santo. Porquê quem nisto serve a Cristo agradável é a Deus e aceito aos homens.” (Romanos 14:11-18).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quarta-feira, 7 de novembro de 2018

SE FAZENDO PRISIONEIRO

“Por esta causa eu, Paulo, sou o prisioneiro de Jesus Cristo por vós, os gentios; Se é que tendes ouvido a dispensação da graça de Deus, que para convosco me foi dada; Como me foi este mistério manifestado pela revelação, como antes um pouco vos escrevi; Por isso, quando ledes, podeis perceber a minha compreensão do mistério de Cristo.” (Efésios 3:1-4)

         Paulo se considerava um prisioneiro em Cristo, mas, a bem da verdade, todos os cristãos verdadeiros deveriam pensar de igual modo. Assim como Paulo, eu me considero um prisioneiro em Cristo, porque só posso fazer, falar ou até mesmo pensar o que Cristo permite, só posso agir de alguma maneira com a sua autorização. Por isso devemos sempre examinar as Escrituras para ver o que Cristo nos autoriza ou não fazer. Assim como um prisioneiro só pode fazer alguma coisa de acordo com as normas do presídio, da penitenciária, nós, os que nos declaramos discípulos de Cristo, só podemos fazer o que Ele permite. Quando resolvemos agir por nossa conta, desobedecemos às normas, somos punidos, pagamos um alto preço, e muitas vezes enfrentamos a sentença de morte eterna. Portanto, sejamos prisioneiros de bom comportamento, sejamos obedientes a Ele, sabendo que nada sabemos e podemos sem a sua permissão. E não precisamos ficar buscando revelação, ou algo similar, pois o Senhor já nos revelou tudo pela sua Palavra, basta ler, meditar, pesquisar nas nossas bíblias, pois Jesus está lá e nos fala diretamente. Assim, quando o Senhor me chamou, tornei-me um prisioneiro Nele, e não mais faço a minha vontade, e sim a do Senhor, não mais resolvo nada por mim mesmo, tudo é o Senhor, pois Ele me comprou e pagou um alto preço, portanto, não mais sou escravo do mundo, e sim de Cristo, sou seu servo por toda a eternidade. “O qual noutros séculos não foi manifestado aos filhos dos homens, como agora tem sido revelado pelo Espírito aos seus santos apóstolos e profetas; A saber, que os gentios são co-herdeiros, e de um mesmo corpo, e participantes da promessa em Cristo pelo Evangelho; Do qual fui feito ministro, pelo dom da graça de Deus, que me foi dado segundo a operação do seu Poder.” (Efésios 3:5-7). Assim, não nos rebelamos, mas obedecemos, e essa obediência muitas vezes gera antipatia por parte dos que não conhecem Cristo, ou dos falsos cristãos, dos falsos profetas, dos falsos pastores, mas não temos a preocupação de agradar quem quer que seja, e sim de agradar somente a Cristo, por isto falamos somente a Verdade, que é Jesus.
         “A mim, o mínimo de todos os santos, me foi dada esta graça de anunciar entre os gentios, por meio do Evangelho, as riquezas incompreensíveis de Cristo, E demonstrar a todos qual seja a comunhão do mistério, que desde os séculos esteve oculto em Deus, que tudo criou por meio de Jesus Cristo.” (Efésios 3:8-9). Assim como todos têm um chamado específico, têm uma ordem direta do Senhor, nós também, mas temos que obedecer a Ele, porque somos prisioneiros Nele. O Senhor me chamou, determinou que eu pregasse, alertasse sobre as muitas heresias que são ensinadas e vividas no meio denominado evangélico. Assim, não prego para católicos, espíritas ou de outras religiões, eu fundamentalmente prego para os que são da religião evangélica, para os que vivem em erros, pois, como Atalaia do Senhor, recebi a missão de abrir os olhos dos que, mesmo tendo olhos, são cegos. São muitos os que falam o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém), mas com seus atos, orações, na verdade, estão indo contra Ele, pois fazem tudo o que Ele proíbe. Combatemos as campanhas com apresentação de envelopes, a comercialização, os desafios, os votos tolos; combatemos o levar as pessoas a agir pela emoção; combatemos o estelionato nos púlpitos; combatemos a prostituição que está acontecendo no interior dos templos; combatemos o divórcio e o recasamento, muito aceito, tolerado e sugerido por vários pregadores e templos. Nos chamam de radicais, nos criticam e pregam um amorzinho que não é o Amor de Deus, que é o próprio Deus, mas um amor tolerante com o pecado. Falam de um amor incondicional, que não é o Amor de Deus, pois o Amor Dele é condicional, porque, se queremos que Ele se manifeste em nossas vidas, devemos obedecer-lhe, pois sem obediência nada veremos em nossas vidas, a não ser castigo e, no final, a morte eterna. “Para que agora, pela igreja, a multiforme sabedoria de Deus seja conhecida dos principados e potestades nos céus, Segundo o eterno propósito que fez em Cristo Jesus nosso Senhor, No qual temos ousadia e acesso com confiança, pela nossa fé Nele.” (Efésios 3:10-12). Assim, combatemos as famigeradas pregações de prosperidade, como são pregadas, pois não é bíblico, não é de Cristo, uma vez que o Senhor nos ensina que devemos lutar, peregrinar aqui, pois não encontramos as nossas recompensa aqui, mas Nele. Discordamos e condenamos quando os templos, os pregadores profissionais fazem shows, campanhas, festas para atrair as pessoas, pois assim estão usando as armas das trevas, querendo levar as pessoas a frequentarem os seus templos através de enganos. Nós só temos para oferecer Cristo, e este crucificado. Mas se Cristo não for o suficiente para atrair as pessoas, essas que estão à procura de atrações bem como os criadores não conhecem e não desejam o Cristo Filho de Deus, buscam somente satisfazer o desejo da carne. Assim convido todos a reverem o seu cristianismo, a verem se realmente são discípulos de Jesus e se lhe obedecem, se praticam o seu Evangelho ou se são meramente religiosos.“Portanto, vos peço que não desfaleçais nas minhas tribulações por vós, que são a vossa glória. Por causa disto me ponho de joelhos perante o Pai de nosso Senhor Jesus Cristo, Do qual toda a família nos céus e na terra toma o Nome, Para que, segundo as riquezas da sua glória, vos conceda que sejais corroborados com poder pelo seu Espírito no homem interior; Para que Cristo habite pela fé nos vossos corações; a fim de, estando arraigados e fundada em amor, Poderdes perfeitamente compreender, com todos os santos, qual seja a largura, e o comprimento, e a altura, e a profundidade, E conhecer o amor de Cristo, que excede todo o entendimento, para que sejais cheios de toda a plenitude de Deus.” (Efésios 3:13-19).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

terça-feira, 6 de novembro de 2018

FÉ SEM SALVAÇÃO

“Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras? Porventura a fé pode salvá-lo?” (Tiago 2:14)
 

          As pessoas gostam de falar, de afirmar que têm fé, que são pessoas de fé, mas a maioria não sabe exatamente o que é fé, porque falar que Deus é bom, que Jesus vive e nos ama não é demonstrar fé; ir a um templo denominacional, orar, cantar, ou fazer qualquer outra coisa não serve como demonstração de fé. Orar ou clamar pedindo uma cura, ou uma solução de um problema não é fé, é necessidade e desespero, porque a fé é a certeza daquilo que não existe, que ninguém viu, mas termos a certeza de que acontecerá. As pessoas entendem que a fé é ficar no estado de inércia e deixar tudo para o Senhor. Muitos acreditam que já são salvos e por isso nada precisam fazer, pois a salvação é garantida. Temos que saber que devemos sempre praticar a nossa fé, mostrar as nossas obras, isto é, agir o tempo todo em conformidade com o Evangelho de Jesus Cristo, fazer o que Ele determina pela sua Palavra, mesmo indo contra a nossa lógica, ou a lógica do entendimento humano. É viver somente fazendo o que o Senhor diz que podemos fazer, mesmo que isso ofenda a nossa inteligência. Viver pela fé é nos despir de nós mesmos e deixar Cristo viver em nós. Falar que tem fé e viver em desobediências não é fé, porque a fé é acreditar no Senhor, é acreditar em sua Palavra e tudo fazer para colocá-la em ação. “E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento quotidiano, E algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? ” (Tiago 2:15-16). As pessoas falam que têm fé, mas vemos nos templos, nas portas das congregações, pessoas precisando de ajuda, de socorro, e os crentes falarem somente em orar, sem se preocuparem em ajudar, socorrer, dar o que a pessoa precisa. O Senhor pela sua Palavra nos manda socorrer o necessitado, ajudar a quem está precisando de ajuda, isso é demonstração de amor pelo próximo. Mas acontece que os supostos cristãos da atualidade estão fazendo tudo para sustentar, manter em conforto, para não dizer luxo, um animal de estimação, um cachorro, um gato, ou outro bicho qualquer, mas não têm coragem de ajudar a quem precisa. As pessoas negam ajuda, pão, alimento a um faminto, e compram ração importada para um animal; não ajudam um semelhante a comprar uma receita médica, mas gastam fortunas com veterinários, e ainda dizem que têm fé, que amam Deus. Sabemos que são hipócritas, miseráveis e não têm fé e nem conhecem Cristo.
        “Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma. Mas dirá alguém: Tu tens a fé, e eu tenho as obras; mostra-me a tua fé sem as tuas obras, e eu te mostrarei a minha fé pelas minhas obras.” (Tiago 2:17:18). Portanto, se alguém disser que tem fé, mas não vive, não pratica o Evangelho de Jesus Cristo, sabemos que essa pessoa é mentirosa, e a Verdade não está nela. Praticantes da fé são os que têm obras para mostrar, porque se sentem obrigados a viver em conformidade com o Evangelho, porque creem que a sua recompensa não está aqui, mas no Senhor. Os praticantes da fé têm obras para mostrar porque são pessoas que não vivem para adquirir bens, coisas materiais, não vivem buscando realizações materiais aqui, mas vivem todos os dias buscando como agradar ao Senhor. Não existe fé sem obras, e a nossa obra é viver, praticar a Palavra de Deus, que não se resume a orar e ir a templos, mas todo o tempo a se examinar e ver se o que está fazendo ou vivendo é o que Cristo determina. “Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o creem, e estremecem.” (Tiago 2:19). Veja que até o diabo acredita, crê em Deus, e isto porque ele o conhece bem. O satanás tem medo de Deus, e, mesmo vivendo na perdição, na maldição de Deus, ele nada faz sem a permissão do Senhor. Temos que compreender que o diabo já recebeu o castigo por se rebelar contra o Senhor, e por isto hoje ele é o diabo, mas ele pode agir com a permissão do Senhor, uma vez que sem autorização ele nada pode fazer, e essa autorização, na verdade, somos nós que fazemos com que o Senhor lhe dê para agir em nossas vidas. Todas as vezes em que não praticamos a Palavra de Deus, ou que lhe desobedecemos, o diabo pede a Deus para agir em nossas vidas, e essa autorização é concedida. A pessoa falar que acredita em Deus e não viver em conformidade com o Evangelho demonstra que ela está agindo pior do que o diabo, está se rebelando contra o Senhor, e receberá a devida punição. “Mas, ó homem vão, queres tu saber que a fé sem as obras é morta? Porventura o nosso pai Abraão não foi justificado pelas obras, quando ofereceu sobre o altar o seu filho Isaque? Bem vês que a fé cooperou com as suas obras, e que pelas obras a fé foi aperfeiçoada. E cumpriu-se a Escritura, que diz: E creu Abraão em Deus, e foi-lhe isso imputado como justiça, e foi chamado o amigo de Deus.” (Tiago 2:20-23), Abrão, o pai da fé, ouviu o Senhor e saiu da sua terra. Foi em busca de uma terra que Deus lhe prometeu, apesar de não lhe mostrar onde era. Abrão creu e viveu vagando por muito tempo, e não esperou a Promessa do Senhor de que seria pai de uma grande nação, apesar de ser velho. Como perseverou, como obedeceu, vimos então a sua obra. Se temos fé, então que mostremos a nossa fé pelas nossas obras, caso contrário, seremos somente religiosos e mentirosos. “Vedes então que o homem é justificado pelas obras, e não somente pela fé. E de igual modo Raabe, a meretriz, não foi também justificada pelas obras, quando recolheu os emissários, e os despediu por outro caminho? Porque, assim como o corpo sem o espírito está morto, assim também a fé sem obras é morta.” (Tiago 2:24-26).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino 


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

segunda-feira, 5 de novembro de 2018

NOSSA REUNIÃO COM ELE

“Ora, irmãos, rogamos-vos, pela vinda de nosso Senhor Jesus Cristo, e pela nossa reunião com Ele, Que não vos movais facilmente do vosso entendimento, nem vos perturbeis, quer por espírito, quer por palavra, quer por epístola, como de nós, como se o dia de Cristo estivesse já perto.” (2 Tessalonicenses 2:1-2)

          Todos nós que conhecemos o Senhor rogamos de maneira incansável pela sua volta, pelo momento em que Ele levará a sua igreja, quando poderemos nos reunir com Ele para todo o sempre. É o nosso dever como cristãos orar para o seu retorno o mais rápido possível, entretanto, sabemos que ainda falta um certo tempo, pois vemos isso em sua Palavra. Quando olhamos para a situação em que o mundo se encontra, quando vemos tantas apostasias, tantas heresias serem difundidas, pregadas, ensinadas em templos que se dizem evangélicos, sabemos que tudo está caminhando para o fim. Observamos muitas denominações, templos, congregações, muitos homens que se identificam como pastores citarem o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém) mas, ao mesmo tempo, agirem contra Ele. Infelizmente, muitas pessoas, seitas, estão simplesmente citando o Nome do Senhor para tentarem enganar as pessoas, porque os ensinamentos deles são totalmente contrários à Palavra, ao Evangelho de Jesus Cristo. Mas não é novidade para os discípulos de Jesus, porque sabemos que isso tudo aconteceria, uma vez que Jesus nos avisou e disse mais: que o amor de muitos se esfriaria e que os falsos profetas, os anticristos se multiplicariam e fariam sinais grandiosos e que, se fosse possível, enganariam até mesmo os escolhidos Dele. Também ouvimos as pessoas dizerem que Jesus já está voltando a qualquer momento, mas não é essa a verdade, pois sabemos que ainda há bastante coisa para acontecer, o Evangelho de Jesus Cristo ainda tem que alcançar todo o mundo, ou seja, enquanto o Evangelho não for conhecido de toda a humanidade, Ele ainda não voltará, e sabemos que ainda falta muita gente para ouvir a Palavra, porque há muitos países, lugares distantes em que as pessoas nunca ouviram falar de Jesus. Não estamos dizendo que todas as pessoas se converterão, mas falamos que todas terão a oportunidade de se convencer, para que no dia do julgamento não possam alegar desconhecimento. Todos, toda a humanidade terá a oportunidade de aceitar ou não Jesus, porque todos serão julgados por Ele, e os que não o aceitaram sofrerão por toda a eternidade.
          “Ninguém de maneira alguma vos engane; porque não será assim sem que antes venha a apostasia, e se manifeste o homem do pecado, o filho da perdição, O qual se opõe, e se levanta contra tudo o que se chama Deus, ou se adora; de sorte que se assentará, como Deus, no templo de Deus, querendo parecer Deus.” (2 Tessalonicenses 2:3-4). Mas antes da volta de Jesus, digo da volta porque, quando falamos da vinda Dele, muitas pessoas e religiões querem entender como, se Ele nunca veio, estaria vindo pela primeira vez. Assim são os judeus, que não acreditam em Jesus e ainda estão esperando a primeira vinda do Messias. Sabemos que o nosso Messias, o Messias bíblico, o nosso Jesus Cristo, o Filho de Deus, já veio e levou todos os pecados da humanidade. Mas antes da vinda de Jesus, do seu retorno, várias coisas irão acontecer, assim como Paulo nos esclarece, que virá o homem do pecado. Ainda veremos alguém se levantar como se fosse Deus e tentar assumir o seu lugar. Fará grandiosos sinais, e as pessoas vão se render a ele, inclusive vão falar contra o nosso Deus. Esse filho das trevas irá apoiar e defender tudo o que o Senhor condena, irá apoiar e defender o adultério, o homossexualismo, a libertinagem, a mentira, e vai querer banir de vez o cristianismo. Tentará implantar o seu governo e muitos, digo muitos se renderão e o adorarão. Esse filho das trevas irá levar o povo a adorá-lo como se fosse Deus, inclusive trará a paz mundial, fartura, e as pessoas acharão que isso é Poder de Deus, que é bênção do Senhor, e por isto o seguirão. Ainda, as pessoas receberão a marca da besta em suas mãos ou testas, e os que não aceitarem serão proibidos de comprar, vender ou negociar qualquer coisa. No início tentarão fazer as pessoas acreditarem que se trata de modernidade, que é para a segurança de todos, pois esse chip, marca, trará os seus documentos, tais como identidade, carteira de motoristas, CPF, cartões de créditos, e tudo o mais. Assim as pessoas não precisarão carregar mais documentos ou dinheiro, pois aonde chegarem passarão somente um leitor, e tudo estará resolvido. Muitos que acham isso normal vão padecer, pois todos os que aceitarem esse chip, essa marca estarão negando Cristo, que há mais de dois mil anos já nos alertava. Sei que muitos vão alegar vários motivos para aceitar, mas nenhum será suficiente para que o Senhor possa perdoá-los, porque todos já foram alertados. Tudo isso acontecerá antes da vinda de Cristo, e as pessoas vão querer acreditar nesse filho do pecado, que instituirá um governo mundial, um governo único, do qual ele será o comandante de tudo. As pessoas vão querer desfrutar da paz mundial, achando que é o certo a fazer, e vão negar Cristo, vão desprezar a Bíblia, o Evangelho, e por isto vão para a desonra, para o sofrimento e a morte eterna. Assim, os que são sabedores disso, os que são conscientes de quem é Jesus devem estar alertas e permanecerem firmes, e jamais negarem Cristo. Podemos perder as nossas vidas aqui, mas jamais nos afastaremos de Cristo e dos seus ensinamentos. “Não vos lembrais de que estas coisas vos dizia quando ainda estava convosco? E agora vós sabeis o que o detém, para que a seu próprio tempo seja manifestado. Porque já o mistério da injustiça opera; somente há um que agora o retém até que do meio seja tirado; E então será revelado o iníquo, a quem o Senhor desfará pelo assopro da sua boca, e aniquilará pelo esplendor da sua vinda; A esse cuja vinda é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios de mentira, E com todo o engano da injustiça para os que perecem, porque não receberam o amor da verdade para se salvarem. E por isso Deus lhes enviará a operação do erro, para que creiam a mentira; Para que sejam julgados todos os que não creram a verdade, antes tiveram prazer na iniquidade.” (2 Tessalonicenses 2:5-12).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino 

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

domingo, 4 de novembro de 2018

GLÓRIAS SOMENTE A DEUS

“E, apegando-se o coxo, que fora curado, a Pedro e João, todo o povo correu atônito para junto deles, ao alpendre chamado de Salomão. E quando Pedro viu isto, disse ao povo: Homens israelitas, por que vos maravilhais disto? Ou, por que olhais tanto para nós, como se por nossa própria virtude ou santidade fizéssemos andar este homem?” (Atos 3:11-12)

          Pedro e João, fazendo uso do Poder que há no Nome de Jesus, tinham curado um aleijado muito conhecido, pois vivia sempre à porta do templo pedindo esmola. Esse fato chamou a atenção de todos, principalmente dos que estavam ali no templo, eles vieram com a intenção de exaltar esses dois servos do Senhor, mas Pedro imediatamente se levanta e lhes fala que quem fez foi Jesus, e não eles. Isto porque ele tinha conhecimento de que não podia receber glórias no lugar do Senhor, pois todo o crédito pertence a Cristo. Infelizmente, os pregadores da atualidade não sabem, não conhecem isto, pois fazem questão de se vangloriar dizendo na sua denominação que eles fizeram isto ou aquilo. Há alguns falsos pregadores que chegam ao cúmulo de pagar pessoas para fingirem ser doentes e curadas ali com eles somente para que eles ganhem notoriedade. Temos que saber que nenhum homem tem o poder de curar quem quer que seja, e que toda cura, milagres, sinais são feitos em Nome de Jesus, portanto, quem faz é Ele, e devemos ficar felizes por Ele nos usar, porque o Senhor usa quem Ele quer e na hora em que quer. Temos um relato na Bíblia que cita que o Senhor usou uma mula para falar com um falso profeta. Portanto, sabemos que Ele pode usar quem Ele quiser, pode usar qualquer um, inclusive nós. Assim, sabemos que não é mérito ou poder nosso, tudo é o Senhor, pois Todo Poder pertence a Ele. “O Deus de Abraão, de Isaque e de Jacó, o Deus de nossos pais, glorificou a seu filho Jesus, a quem vós entregastes e perante a face de Pilatos negastes, tendo ele determinado que fosse solto.” (Atos 3:13). Pedro aproveita a oportunidade para pregar, para apresentar Jesus Cristo, o Autor não só daquele milagre, mas de todos os milagres. Temos que observar a pregação de Pedro, pois ele não chegou dizendo que Jesus os amava, ao contrário, sua pregação consistia em chamar o povo ao arrependimento, mostrar-lhes o erro e não esconder a culpa deles, e sim expô-la, para que pudessem se arrepender.
          “Mas vós negastes o Santo e o Justo, e pedistes que se vos desse um homem homicida. E matastes o Príncipe da vida, ao qual Deus ressuscitou dentre os mortos, do que nós somos testemunhas.” (Atos 3:14-15). Essa pregação maravilhosa, que levou várias pessoas ao arrependimento, pessoas que buscaram se converter a Jesus Cristo, não foi feita com nada chamativo, não foi feita com cantores gospel, show, nem com campanhas ou palavrinhas consoladoras, na verdade, foi feita simplesmente acusando o povo de assassinato. Pedro expõe a Verdade e mostra que eles concordaram e clamaram para que Jesus Cristo fosse crucificado e morto, mas esse mesmo Jesus, Deus Pai o ressuscitou, e Ele é que tinha acabado de fazer aquele milagre. Pedro não ofereceu mais milagres, não ofereceu bênçãos, ele ofereceu salvação, falou de Jesus Cristo e chamou todos para se arrependerem dos seus pecados, se arrependerem de terem concordado com a crucificação do Senhor. O motivo hoje de haver tantos falsos crentes é porque estamos cheios de falsos pastores, de homens que estão comprometidos com o mundo, em agradar as pessoas, que não querem em hipótese alguma entristecer as pessoas, não querem desagradá-las, pois assim elas não ofertam em seus templos. Temos uma geração de hipócritas que não se acanham em negar Cristo com os seus atos, mas querem ser adorados por homens. “E pela fé no seu Nome fez o seu Nome fortalecer a este que vedes e conheceis; sim, a fé que vem por Ele, deu a este, na presença de todos vós, está perfeita saúde. E agora, irmãos, eu sei que o fizestes por ignorância, como também os vossos príncipes.” (Atos 3:16-17). Pedro fala que quem operou o milagre foi Jesus, o mesmo de que eles tinham pedido a morte, mas que sabia que eles faziam isso por ignorância, por desconhecerem a verdade, por terem sido enganados pelos sacerdotes da época, pelos mestres da lei, os religiosos. Da mesma maneira, hoje as pessoas estão sendo enganadas pelos falsos pastores que pregam um evangelho que não é o Evangelho de Jesus Cristo, porque na verdade eles pregam uma anarquia, pregam e ensinam rebelião à Palavra de Deus. Basta observarmos como eles levantam e ordenam pastoras, como se fosse possível, uma vez que a Palavra do Senhor condena mulheres de exercerem autoridade sobre homens, portanto, são impedidas de pregar ou ensinar em culto misto. Também vemos muitos falsos profetas e falsas profetisas entregando profecias mentirosas e carnais. Assim observamos um povo que diz adorar Deus, mas que vive na imundície, vive no pecado, basta observarmos os templos que estão cheios de fornicadores, adúlteros, desonestos, violentos e tudo o mais. Pregadores, supostos pastores aconselhando, orientando as pessoas a se divorciar e casar de novo, ou seja, indo contra a Palavra de Deus, que diz que o que Ele uniu o homem não pode separar. Precisamos de pregadores, de pastores que preguem a verdade, que ensinem o Evangelho e não fiquem afagando o ego das pessoas; precisamos de homens de Deus que exerçam a fé e não fiquem preocupados em ganhar dinheiro arrecadando ofertas, que queiram salvar almas, queiram conduzir as pessoas a Cristo, o Autor e Consumador. “Mas Deus assim cumpriu o que já dantes pela boca de todos os seus profetas havia anunciado; que o Cristo havia de padecer. Arrependei-vos, pois, e convertei-vos, para que sejam apagados os vossos pecados, e venham assim os tempos do refrigério pela presença do Senhor, E envie ele a Jesus Cristo, que já dantes vos foi pregado. O qual convém que o céu contenha até aos tempos da restauração de tudo, dos quais Deus falou pela boca de todos os seus santos profetas, desde o princípio. Porque Moisés disse aos pais: O Senhor vosso Deus levantará de entre vossos irmãos um profeta semelhante a mim; a Ele ouvireis em tudo quanto vos disser. E acontecerá que toda a alma que não escutar esse profeta será exterminada dentre o povo. Sim, e todos os profetas, desde Samuel, todos quantos depois falaram, também predisseram estes dias. Vós sois os filhos dos profetas e da aliança que Deus fez com nossos pais, dizendo a Abraão: Na tua descendência serão benditas todas as famílias da terra. Ressuscitando Deus a seu Filho Jesus, primeiro o enviou a vós, para que nisso vos abençoasse, no apartar, a cada um de vós, das vossas maldades.” (Atos 3:18-26).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quinta-feira, 1 de novembro de 2018

CHORAI, PRANTEAI

“Eia, pois, agora vós, ricos, chorai e pranteai, por vossas misérias, que sobre vós hão de vir.” (Tiago 5:1)

          Eu não defendo o comunismo, muito pelo contrário, sou definitivamente contra, uma vez que sua prática exige muita injustiça. Sou a favor de praticar o Evangelho de Jesus Cristo, só concordo com Jesus, e de todo o resto eu discordo, uma vez que Ele é a única Verdade neste mundo de mentiras e hipocrisias. A Palavra de Deus nos fala sobre os ricos, os milionários, sobre riquezas mal adquiridas, e nos mostra que elas serão o condutor de muitos à desonra e ao sofrimento eterno. Sabemos que são muitos os pregadores, pastores, denominações que baseiam todos os seus ensinos e pregações em prosperidade, mas já falamos, mostramos e provamos que isso é totalmente contrário à Palavra de Deus. Inúmeras vezes Jesus deixou clara a incompatibilidade das riquezas terrenas, a salvação e a vida no Reino, chegando ao ponto de fazer comparação entre um camelo, não o animal, mas aquela espécie de cinto que as pessoas usavam naquela época, e o fundo de agulha. Temos exemplo quando um jovem rico o procurou e Ele mandou que ele vendesse tudo o que tinha, desse aos pobres, que viesse e o seguisse, mas o jovem se recusou a abrir mão, e, claro, por isso perdeu a sua salvação. E mais: Jesus nos manda reunir riquezas no céu onde não há ladrões e nem traças ou ferrugem para consumir. Apesar de Jesus deixar isto bem claro, os pregadores se especializam em pregar mentiras para atrair as pessoas aos seus templos e eles ficarem mais ricos, pois as exploram, pedem, exigem ofertas, participação em campanhas milionárias, ou vendem os seus óleos supostamente ungidos. Mas a Palavra de Deus nos mostra que esses que assim procedem irão se definhar gradualmente até padecerem definitivamente e eternamente, porque o Senhor deseja que sejamos sinceros diante Dele, deseja que vivamos o Evangelho sabendo que não é aqui o Paraíso, aqui é lugar de peregrinação, de luta e sofrimento. Por isto devemos aprender a viver o Evangelho de Jesus Cristo e buscar em primeiro lugar o Reino de Deus sabendo que as demais coisas serão acrescentadas, isto quer dizer que o Senhor conhece as nossas necessidades e as suprirá, mas não promete riqueza a ninguém. A promessa é o Maná do Senhor, o seu sustento, por isto não devemos nos preocupar com coisas materiais ou realizações aqui, porque temos que juntar riquezas no céu. Se assim procedermos, iremos para lá, caso contrário, o que juntarmos aqui, aqui ficará, e iremos para um lugar de sofrimentos e sem nada, pois daqui nada levaremos.
      “As vossas riquezas estão apodrecidas, e as vossas vestes estão comidas de traça. O vosso ouro e a vossa prata se enferrujaram; e a sua ferrugem dará testemunho contra vós, e comerá como fogo a vossa carne. Entesourastes para os últimos dias.” (Tiago 5:2-3). Vemos pessoas que passam toda a sua existência preocupadas em ganhar dinheiro, e por mais que tenham nunca é o suficiente, sempre querem mais e mais. São muitos os que, para enriquecer, sonegam impostos, pagam mal os seus funcionários, são desonestos nos negócios e são verdadeiros idólatras, pois vivem para o dinheiro, e às vezes deixam de viver adequadamente, de dar atenção a famílias, a amigos, e nunca têm tempo nem mesmo para irem a um templo ou para meditarem na Palavra de Deus. Não percebem que o que lutam tanto para obter, para conseguir, será o condutor que as levará, as conduzirá ao sofrimento e morte eterna. Devemos atentar para a Palavra de Deus, saber que não conseguimos enganá-lo com palavras bonitas e de adulação, porque Ele conhece todo o nosso ser, conhece o nosso interior e sabe melhor do que nós os nossos pensamentos e desejos do coração. Por isto não adianta irmos a Ele em oração, quando estamos com os nossos pensamentos em bens materiais. O dinheiro, a riqueza nos afasta do Senhor, nos distancia Dele, faz com que fiquemos presos às coisas mundanas e não às espirituais. Por isto não podemos viver preocupados em ganhar dinheiro, mas em ganhar, conquistar o Reino, devemos nos preocupar em conhecer a vontade do Senhor para as nossas vidas e viver de acordo. “Eis que o jornal dos trabalhadores que ceifaram as vossas terras, e que por vós foi diminuído, clama; e os clamores dos que ceifaram entraram nos ouvidos do Senhor dos exércitos. Deliciosamente vivestes sobre a terra, e vos deleitastes; cevastes os vossos corações, como num dia de matança. Condenastes e matastes o justo; ele não vos resistiu.” (Tiago 5:4-6). Os ricos que não se preocupam com os seus funcionários, com os seus colaboradores, que não se preocupam com o próximo, com os pobres, com os miseráveis deste mundo, que não socorrem ninguém, mas, muito pelo contrário, exploram as pessoas, os que vivem achando que têm o direito de ter o melhor, de juntar riquezas, que são superiores, não percebem que na verdade são inferiores. Não se pode tentar mudar a Palavra de Deus, portanto, temos que dedicar as nossas vidas, o tempo que aqui estamos a fazer a vontade de Deus, e não a nossa, pois a nossa nos conduzirá à morte eterna. Assim, não busquemos vitórias aqui, mas busquemos a face do Senhor, porque, tendo o que comer e vestir, com isto estamos satisfeitos e felizes, porque sabemos que estamos aqui só de passagem. Os ricos que vivem de maneira nababesca aqui não percebem que serão o único prazer e alegria de que desfrutarão, pois depois terão toda a eternidade para padecer. Mas ainda dá tempo, use as riquezas deste mundo para fazer a vontade de Deus, ou seja, ajude a quem precisa, seja honesto, dedique sua vida a viver de acordo com a Palavra de Deus. Somente assim poderá ser salvo. “Sede, pois, irmãos, pacientes até à vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba a chuva temporã e serôdia. Sede vós também pacientes, fortalecei os vossos corações; porque já a vinda do Senhor está próxima. Irmãos, não vos queixeis uns contra os outros, para que não sejais condenados. Eis que o juiz está à porta. Meus irmãos, tomai por exemplo de aflição e paciência os profetas que falaram em Nome do Senhor. Eis que temos por bem-aventurados os que sofreram. Ouvistes qual foi a paciência de Jó, e vistes o fim que o Senhor lhe deu; porque o Senhor é muito misericordioso e piedoso.” (Tiago 5:7-11).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.