EVANGELIZAR.

NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

QUAL DAS DUAS?

E aconteceu que, indo eles de caminho, entrou Jesus numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa; (Lucas 10:38)

            Durante os três anos de duração do Ministério de Jesus aqui na terra, durante o tempo que Ele em carne pregou o Evangelho, curou enfermos, libertou pessoas possessas de demônios, multiplicou pães e peixes. Ele estava andando, viajando, pregando por todo o Israel, e em uma destas andanças, ou viagem missionária, como sempre era recebido em casas. Desta vez foi recebido em uma casa por duas mulheres, que depois vieram ser  grandes amigas,  e Jesus as amava tanto  como a tambem seu irmão Lazaro que foi ressuscitado por Ele. Se observarmos com cuidado que em toda a Bíblia todas as pessoas que receberam Jesus em suas casas foram por Ele abençoadas; e ainda é assim, e continua a mesma coisa, todos os que recebem Jesus em suas casas, em sua vida são abençoados por Ele. Mas, o que devemos entender é que receber Jesus é muito mais do que abrir a boca e dizer que o recebe, que o ama; receber Jesus é fazer o que Ele manda fazer é obedecer.Quem ama obedece. "Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele." (João 14:21) Receber Jesus, é receber as suas ordenanças, e quando assim o fazemos recebemos o seu amor. Lazaro quando morreu Jesus chorou antes de ressuscitá-lo, isto é amor.E nós todos podemos desfrutar deste amor, podemos ser ressuscitado por Ele basta  recebê-lo em nossas casas, darmos a devida atenção a Ele, pois se não procedemos assim estamos dando atenção ao inimigo, ao diabo. Jesus  quer habitar em nós, e isto só é possível com a nossa permissão, não como os religiosos que vivem falando que o Senhor vive neles. E mesmo assim  continuam fazendo todos tipos de coisas erradas, vivem em adultérios, segundo casamentos, mentira e engano, dando atenção a tudo. Mas, ao Senhor somente de boca.
            "E tinha esta uma irmã chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra." (Lucas 10:39) Amar a Jesus é procurar sempre ouvi-lo, é beber as suas palavras, Maria soube disto e não deixava nada atrapalhar, por isso foi ouvir o Mestre. Se, amamos o Senhor devemos sempre ouvi-lo, e nós o ouvimos é na Bíblia, é na Palavra e lendo, meditando, e conhecendo o que Ele deixou escrito para nós, pois hoje Jesus é a Palavra, é o Verbo, é o que está escrito na nossas Bíblias.  Ouvir Jesus é muito mais do que ficar horas orando e jejuando, mas não colocar seus ensinamentos em pratica. Ouvir Jesus é respeitar a sua vontade, suas palavras, é recebê-lo em nossas casas como um convidado especial que deve ser tratado com toda cerimônia e respeito, é saber que somente Ele é o Mestre. Jesus é a Palavra de Deus e esta alcance de todos nós, não a Bíblia papel, mas o que esta escrito na Bíblia que devemos escrever em nossos corações. "No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.Ele estava no princípio com Deus.Todas as coisas foram feitas por ele, e sem ele nada do que foi feito se fez."(João 1,13)Ele é a Palavra e tudo fez e Criou "E vi o céu aberto, e eis um cavalo branco; e o que estava assentado sobre ele chama-se Fiel e Verdadeiro; e julga e peleja com justiça.E os seus olhos eram como chama de fogo; e sobre a sua cabeça havia muitos diademas; e tinha um nome escrito, que ninguém sabia senão ele mesmo.E estava vestido de veste tingida em sangue; e o nome pelo qual se chama é A Palavra de Deus."(Apocalipse 19:11,13)Jesus é a Palavra, e se recebermos a Palavra em nossos corações, se a obedecermos, estaremos recebendo Jesus em nossas casas e com certeza receberemos benção, poder e desfrutamos de toda paz. Mas em hipótese alguma podemos ser religiosos e ficar buscando revelações novas,  e diferente do que Ele nos fala em sua Palavra.
            "Marta, porém andava distraída em muitos serviços; e, aproximando-se, disse: Senhor, não se te dá de que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe que me ajude." (Lucas 10:40)Marta estava preocupada possivelmente em limpar a casa,  ou fazer almoço, lanche, café para Jesus e seus convidados, e seus discípulos. E  ficou chateada porque a irmã não estava ajudando, e pensou que agindo como estava ,ela agradaria a Jesus. Mas  vemos que não foi assim. Se queremos agradar a Jesus devemos ouvi-lo e fazer somente o que Ele nos manda, devemos ser como a Maria e ouvir o Senhor. As vezes nos preocupamos com tantas coisas dinheiro bens materiais e famílias, com tudo nos preocupamos e ainda falamos que estamos fazendo o que Deus mandou. Nós temos o hábito de distorcer as palavras, tirar textos de contextos e criarmos um texto diferente, sempre justificamos nossos erros. Mas devemos dar prioridade a Deus, a Jesus, e se o amamos, buscarmos em primeiro lugar, e tudo mais receberemos, a fonte de tudo é Jesus se bebermos desta fonte teremos tudo. "E respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas, mas uma só é necessária;" (Lucas 10:41)Jesus  mostrou para Marta, e nos mostra também, que somente uma coisa é necessária, para vencermos, para desfrutarmos das abundancias, para vivermos eternamente. É necessário  somente ouvirmos o Mestre, deixar a hipocrisia, a maldade, e o engano, aceitar Jesus em nossas casas, recebê-lo. Abrir as portas da nossa residência, nosso coração, não podemos esquecer que o Evangelho é Evangelho da obediência. "E Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada." (Lucas 10:42) leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus abençoe.
 Um abraço.
                                 Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

JESUS ESTÁ EXPULSANDO

"Depois disto desceu a Cafarnaum, ele, e sua mãe, e seus irmãos, e seus discípulos; e ficaram ali não muitos dias." (João 2:12)

Jesus tinha recém-iniciado o seu ministério terreno; tinha feito o seu primeiro milagre, que foi o de transformar água em vinho em uma cerimônia de casamento em Caná da Galiléia. Ao contrário do que muitos acreditam, ou até mesmo algumas religiões e pessoas dizem, o fato é que Jesus foi uma criança e jovem comum, e não operou nenhum milagre até completar trinta anos de idade, quando foi batizado nas águas pelo profeta João Batista e depois o Espírito de Deus o levou para o deserto para ser tentado pelo diabo. Depois que Ele veio do deserto, em uma festa de casamento, operou-se o primeiro milagre. Acredita-se que essa cerimônia era de algum parente de Maria, e depois disso Jesus foi com a sua família terrena a Cafarnaum. Quando a Bíblia fala em descer a Cafarnaum, é uma maneira de explicar que essa cidade ficava a um nível mais baixo. "E estava próxima a páscoa dos judeus, e Jesus subiu a Jerusalém. E achou no templo os que vendiam bois, e ovelhas, e pombos, e os cambiadores assentados." (João 2:13-14). Como estava próxima a festa da páscoa dos judeus, Jesus subiu ao templo, que ficava em Jerusalém. A festa da páscoa para os judeus é a comemoração do êxodo, da saída do povo hebreu do Egito, a libertação da escravidão, e, portanto, se comemora de maneira séria e geralmente no templo. Jesus, chegando ao templo em Jerusalém, se depara no pátio do templo com os que vendiam, comercializam animais, e os cambistas. Havia bois, ovelhas e pombos, indispensáveis para os sacrifícios. Os judeus, que vinham de lugares muito distantes, precisavam comprar animais para sacrificar perto do templo. Os mercadores, no entanto, estavam vendendo-os no átrio exterior do templo. Eram cambistas porque muitas moedas precisavam ser trocadas por dinheiro aceitável pelas autoridades do templo, e isso exigia a presença de cambistas. Esses comerciantes de animais eram os que estavam ali para vender animais e aves para as pessoas que vinham ao templo para oferecerem holocaustos, sacrifícios e ofertas. Naquela época se ofereciam sacrifícios e holocausto constante pela expiação dos pecados.
 "E tendo feito um azorrague de cordéis, lançou todos fora do templo, também os bois e ovelhas; e espalhou o dinheiro dos cambiadores, e derribou as mesas." (João 2:15) Jesus irou, e não foi uma ira explosiva, pois teve tempo para fazer um chicote, que é exatamente isto: um azorrague de cordéis, um açoite de várias correias ou cordas, látego ou chicote de couro,e expulsou os que estavam no templo com a finalidade de comercializar alguma coisa. Vemos que Jesus, com um objeto de punição e castigo nas mãos, expulsou do templo os comerciantes. É a única passagem da Bíblia em que vemos Jesus com ira e usando um objeto de punição contra alguém, nunca O vimos levantando a mão para alguém que não fosse para abençoar, curar. Somente aqui vemos pessoas serem expulsas da igreja pelo próprio Senhor Jesus, e vemos que o que eles estavam comercializando não era nada impuro ou objeto de pecados, e sim para se ofertar no templo. Seria o mesmo que hoje: livros, CDs, DVDs, Bíblias, óleos, e tantas outras coisas que se comercializam nos templos atuais. Infelizmente, hoje,há templos, igrejas que são pequenos shoppings, pois vendem de tudo, e os pregadores no altar oferecem tudo, inclusive viagens, fazem rifas, sorteios e mais um monte de coisas. Esses que são comerciantes nas igrejas já foram expulsos pelo Senhor Jesus, e o lugar que lhes está reservado é com o inimigo da nossa alma, para padecer por toda a eternidade. Todos os que compram ou vendem alguma coisa dentro das igrejas estão indo frontalmente contra a Palavra de Deus, contra as ordenanças de Jesus, e estão sendo expulsos da sua presença. Nada justifica qualquer comércio na igreja. "E disse aos que vendiam pombos: Tirai daqui estes, e não façais da casa de meu Pai casa de venda." (João 2:16).Na casa de Deus, lugar de oração, de louvar o Senhor, de ouvir a Palavra, de agradecer não pode existir absolutamente nenhuma espécie de comércio. Os templos da igreja sobrevivem exclusivamente com os dízimos e ofertas, e jamais se pode vender alguma coisa e nem maquiar o comércio ilegal pedindo ofertas e oferecendo alguma coisa em troca, pois isso é barganha, e na casa de Deus nada disso pode acontecer. Na casa de Deus, nos templos e igrejas, nada pode ser comercializado, e todos os que praticam algum tipo de comércio estão indo contra a Palavra de Jesus Cristo. Não existem desculpas ou qualquer respaldo bíblico que possa justificar tão grandes ofensas ao Senhor, e todos os que estão praticando são expulsos da presença do Senhor. Não podemos esquecer que tanto quem vende como quem compra incorre no mesmo pecado. Vemos pessoas usando o nome de Deus, de Jesus, para vender, comercializar tudo, usando e abusando da fé desses pecadores que, no afã de se libertarem, querem agradar, comprar. Escolhem o caminho fácil e, sem saber, estão sendo expulsos da igreja cuja cabeça é Jesus. Em todo o tempo devemos simplesmente praticar o Evangelho de Jesus Cristo.
"E os seus discípulos lembraram-se do que está escrito: O zelo da tua casa me devorará." (João 2:17). Jesus nos mostra que, assim como seus discípulos, devemos ter zelo pela casa de Deus e somente fazer o que Ele autoriza ou manda. Se podemos ignorar uma determinação tão séria como essa do Senhor Jesus, podemos ignorar qualquer outra, porque não vimos em toda a Bíblia uma reação do Senhor superior a essa por causa de desobediência aos preceitos Dele.Vemos que esse foi o seu segundo sinal, o primeiro foi transformar água em vinho, o segundo expulsar os comerciantes da fé do templo. Quando vemos grandes templos, igrejas luxuosas, quando nos deparamos com os comerciantes da fé que fazem algum sinal, achamos que é bênção, unção do Senhor, mas devemos averiguar na Palavra, e então perceberemos que os enganadores estão lotando os templos e conduzindo muitos à perdição eterna. Igrejas, templos sobrevivem somente com dízimos e ofertas, e todo o resto é armação e engano do diabo, e os que praticam qualquer comércio são seus servos e já são expulsos da presença do Senhor, e da Sião futura."Responderam, pois, os judeus, e disseram-lhe: Que sinal nos mostras para fazeres isto?"(João 2:18). Sempre esses comerciantes da fé vão apresentar desculpas, pretextos, questionamentos, para justificar seus pecados, sempre vão pedir sinais, mas o único que terão são os que o Senhor já deu. "Jesus respondeu, e disse-lhes: Derribai este templo, e em três dias o levantarei." (João 2:19). Mataram o Senhor, O assassinaram, mas Ele não permaneceu na morte,o Pai O ressuscitou depois de três dias. A morte foi vencida e não tem mais poder, e hoje Ele vive para sempre, recebeu todo o poder no Céu e na terra, e não aceita nenhum comerciante na Vida, portanto esses sim terão lugar garantido na morte por toda a eternidade. O sinal foi dado, a escolha é nossa."Disseram, pois, os judeus: Em quarenta e seis anos foi edificado este templo, e tu o levantarás em três dias?Mas ele falava do templo do seu corpo."(João 2:20-21).Esses comerciantes, mercantilistas da fé sempre vão olhar de maneira carnal e física,jamais vão entender que somos seres espirituais e que todas as nossas ações têm que ser espirituais. Quando falamos de maneira espiritual, sempre vão olhar de maneira física, vão dizer que Deus quer que o Evangelho seja pregado e que para isto precisam de dinheiro, e portanto eles precisam vender algo. Apesar de estarem nos púlpitos dos templos, nunca viram e nem conheceram o Senhor, pois há muito foram expulsos do Templo de Cristo. Todos os que vendem e compram alguma coisa nas igrejas estão expulsos da presença do Senhor, portanto, se você participa, se arrependa e volte à presença do Senhor enquanto é tempo."Quando, pois, ressuscitou dentre os mortos, os seus discípulos lembraram-se de que lhes dissera isto; e creram na Escritura, e na palavra que Jesus tinha dito. E, estando ele em Jerusalém pela páscoa, durante a festa, muitos, vendo os sinais que fazia, creram no seu nome. Mas o mesmo Jesus não confiava neles, porque a todos conhecia; E não necessitava de que alguém testificasse do homem, porque ele bem sabia o que havia no homem." (João 2:22-25).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

SOMOS PRISIONEIROS

"Não que já a tenha alcançado, ou que seja perfeito; mas prossigo para alcançar aquilo para o que fui também preso por Cristo Jesus." (Filipenses 3:12)

Paulo tinha a consciência da nossa imperfeição humana, e que, por mais que busquemos a santidade, a perfeição, é uma busca incansável e infindável,da qual só descansaremos no dia em que formos recolhidos. Esse apóstolo se referia a si mesmo como prisioneiro em Cristo, e essa é a maneira correta de pensarmos, porque devemos saber que somos presos a Ele em seus preceitos e ordenanças enquanto aqui estivermos, se quisermos desfrutar de vida e da sua companhia por toda a eternidade. Não teremos descanso enquanto estivermos vivendo aqui no mundo, e a todo o tempo devemos andar em espírito, sempre em vigilância, combatendo contra a nossa carne. Se o nosso alvo é Jesus, então não podemos baixar a guarda, porque temos o nosso adversário, que é espírito e não descansa, uma vez que não tem essa necessidade e fica 24 horas por dia armando ciladas, armadilhas, para pegar os desprevenidos. Devemos saber que temos dois contra nós: a nossa carne, ou seja, a nossa vontade e desejos, nosso entendimento, nosso querer, e o nosso adversário, que é o diabo, que trabalha fundamentalmente com a nossa carne. Devemos andar em espírito porque, se assim procedermos,teremos o Espírito de Deus a nosso favor nos mostrando, revelando e nos fortalecendo, e, se perseverarmos, seremos vencedores em Cristo Jesus. Para vencermos, temos que ser presos em Cristo, mas sabendo que não é prisão só de palavras, mas de prática da Palavra; é viver segundo os mandamentos do Senhor, sempre, e nunca relaxar ou descansar, pois não é aqui o nosso lugar de descanso. "Irmãos, quanto a mim, não julgo que o haja alcançado; mas uma coisa faço, e é que, esquecendo-me das coisas que atrás ficam, e avançando para as que estão diante de mim,Prossigo para o alvo, pelo prêmio da soberana vocação de Deus em Cristo Jesus."(Filipenses 3:13-14). Assim como esse apóstolo tinha a consciência de que não tinha alcançado a perfeição e que continuaria sempre olhando para frente, esquecendo o passado e caminhando sempre em direção ao Senhor, assim também deve ser o nosso procedimento: não nos prendermos ao passado e sempre olhar para Jesus, sempre buscar sermos perfeitos, sempre agradar aquele que nos chamou. Temos que saber que o Paraíso não é aqui, que Deus não prometeu descanso aqui, mas luta, combate, atenção, vigilância constante, pois somente assim conseguiremos alcançar o alvo.
"Por isso todos quantos já somos perfeitos, sintamos isto mesmo; e, se sentis alguma coisa de outra maneira, também Deus vo-lo revelará." (Filipenses 3:15).Temos que ser perfeitos em buscar a perfeição, e essa perfeição a conseguimos quando sabemos que somos prisioneiros em Cristo Jesus, quando sabemos que não temos para onde ir, que não existe nada que possamos fazer, que não temos direito de dar uma volta no Egito, que não podemos nos dar ao luxo de pecar, de errar. Saber que a todo tempo a santidade nos é cobrada, exigida, que não podemos olhar para trás, e sim sempre para frente. Se erramos no passado, devemos ir ao Senhor confessar, abandonar, converter e esquecer, e então buscar não mais errar, não mais pecar, buscar viver na prática do Evangelho. Não podemos nos prender ao passado em hipótese alguma, porque o Senhor garante que, quando confessamos, abandonamos, nos arrependemos. Ele lança no mar do esquecimento, portanto, se Ele não lembra mais, então também não podemos. Saibamos que remorso nada tem a ver com Deus, é uma armadilha do diabo, do acusador, porque de Deus vem somente o arrependimento. Também não podemos ficar presos ao passado por termos feito uma boa obra, ou por termos obedecido ao Senhor em determinada situação. "Mas se o ímpio se converter de todos os pecados que cometeu, e guardar todos os meus estatutos, e proceder com retidão e justiça, certamente viverá; não morrerá. De todas as transgressões que cometeu não haverá lembrança contra ele; pela justiça que praticou viverá. Desejaria eu, de qualquer maneira, a morte do ímpio? diz o Senhor DEUS; Não desejo antes que se converta dos seus caminhos, e viva? Mas, desviando-se o justo da sua justiça, e cometendo a iniqüidade, fazendo conforme todas as abominações que faz o ímpio, porventura viverá? De todas as justiças que tiver feito não se fará memória; na sua transgressão com que transgrediu, e no seu pecado com que pecou, neles morrerá."(Ezequiel 18:21-24). Podemos ter vivido a maior parte da nossa vida em santidade, segundo a Palavra, mas no dia em que abandonarmos a prática do Evangelho,estamos afastados do Senhor. Somos prisioneiros de Cristo, do Evangelho, e devemos viver sempre olhando para frente, para o alvo, procurando a cada momento praticar mais e mais a Palavra de Deus.
 "Mas, naquilo a que já chegamos, andemos segundo a mesma regra, e sintamos o mesmo." (Filipenses 3:16). O conhecimento que já adquirimos do Reino devemos praticá-lo e continuar a buscá-lo cada dia mais, mesmo porque o Evangelho, a Palavra, se renova todas as manhãs. Ser a igreja de Cristo é andar, viver, todos no mesmo objetivo, sabendo-se prisioneiros em Cristo, portanto no mesmo propósito e em união. Assim como um prisioneiro tem limitados os seus movimentos, assim também somos nós, que não podemos de maneira nenhuma participar dos prazeres que o mundo oferece, e todos os que se arriscam recebem a punição ou senão a sentença de morte. "Sede também meus imitadores, irmãos, e tende cuidado, segundo o exemplo que tendes em nós, pelos que assim andam." (Filipenses 3:17). Paulo, tendo essa consciência, convocava todos os que buscavam servir ao Senhor a se espelharem nele, a o imitarem. Vejam que esse apóstolo sabia da responsabilidade de caminhar nos caminhos do Senhor e confiava no seu proceder e nas amarras, na prisão em Cristo em que vivia, pois mandava que se espelhassem nele. Por isto devemos ser exemplos por seguir Cristo, na prática da Palavra, na santidade, sabendo que, se não a praticarmos, não a ensinarmos segundo Jesus, receberemos duras sentenças por nós mesmos e por todos os que com os nossos ensinos, testemunhos e exemplos fizermos errar o alvo. "Porque muitos há, dos quais muitas vezes vos disse, e agora também digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo, Cujo fim é a perdição; cujo Deus é o ventre, e cuja glória é para confusão deles, que só pensam nas coisas terrenas."(Filipenses 3:18-19). Infelizmente são muitos os que falam o nome de Deus, mas que vivem, praticam e ensinam a doutrina de Balaão, que vivem e ensinam que Deus irá sempre perdoar, aceitar, tolerar, e que sempre vai dar tudo o que querem, que o conforto e luxo fazem planos do propósito de Deus para a raça humana. Esses que somente buscam e vivem pelos prazeres mundanos, pelas posses e falam que são bênçãos do Senhor, além de estarem perdidos, estão conduzindo muitos à morte. São inimigos da cruz de Cristo, são inimigos do Evangelho, e, apesar de muitas vezes estarem liderando igrejas, templos que se dizem evangélicos, ou sendo somente ovelhas desses, na verdade são servos do diabo. Os que pensam que o Evangelho é descanso, comércio, que é fonte de prazer aqui, estão enganados e nada sabem do Senhor e não conhecem as prisões em Cristo.A nossa pátria, nossa cidade, casa, não é aqui, somos estrangeiros neste mundo, a nossa linguagem, idioma tem que ser a do Reino, e saber que nosso objetivo é chegar lá para descansar lá, e somente lá receberemos a nossa recompensa. Aqui é lugar de luta e vigilância, aqui somos presos em Cristo e não podemos nos rebelar ou fugir dessa prisão, pois é fugir para a morte. "Mas a nossa cidade está nos céus, de onde também esperamos o Salvador, o Senhor Jesus Cristo, Que transformará o nosso corpo abatido, para ser conforme o seu corpo glorioso, segundo o seu eficaz poder de sujeitar também a si todas as coisas." (Filipenses 3:20-21).
 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

PRIMEIRO CULTO

"E aconteceu que, três dias depois, Paulo convocou os principais dos judeus e, juntos eles, lhes disse: Homens irmãos, não havendo eu feito nada contra o povo, ou contra os ritos paternos, vim contudo preso desde Jerusalém, entregue nas mãos dos romanos; Os quais, havendo-me examinado, queriam soltar-me, por não haver em mim crime algum de morte." (Atos 28:17-18)

Paulo, quando chegou preso a Roma, e por ter alcançado a benevolência das autoridades romanas, conseguiu o direito de poder alugar um lugar para ficar morando com escolta até a data do seu julgamento, portanto, tinha direito a receber visitas sempre. A primeira providência dele foi convocar as principais autoridades judaicas, os sacerdotes, para que ele pudesse esclarecer o motivo da sua prisão e também pregar o Evangelho de Jesus Cristo. Começou dizendo que ele nada tinha feito contra os ritos, os preceitos doutrinários, ou tradições dos judeus, e muito menos contra a lei, e mesmo assim tinha sido preso em Jerusalém, e que foi preso e entregue às autoridades romanas, foi investigado, examinado, interrogado e nada acharam contra ele. Então, queriam soltá-lo, mas os judeus de Jerusalém se opuseram terminantemente, e queriam matá-lo, por isso teve que apelar para Roma."Mas, opondo-se os judeus, foi-me forçoso apelar para César, não tendo, contudo, de que acusar a minha nação." (Atos 28:19). Assim como Jesus, os judeus,por inveja e revolta, exigiram a morte de Paulo simplesmente porque pregava a Jesus crucificado, e não foi exatamente Roma que se opôs a Jesus, mas os próprios judeus que determinaram a sua morte e agora a de Paulo, também por defender o Nome de Jesus. Para se salvar e para cumprir o propósito de Deus, Paulo teve que apelar para César. "Por esta causa vos chamei, para vos ver e falar; porque pela esperança de Israel estou com esta cadeia." (Atos 28:20). Paulo explicou às autoridades eclesiásticas em Roma que pela esperança de Israel é que ele estava preso ali, porque a esperança é o Messias, é Jesus Cristo, não somente esperança de Israel, mas do mundo todo, a Promessa se cumpriu Nele.
"Então eles lhe disseram: Nós não recebemos acerca de ti carta alguma da Judéia, nem veio aqui algum dos irmãos, que nos anunciasse ou dissesse de ti mal algum." (Atos 28:21). Paulo explicou toda a sua situação e o motivo porque se encontrava preso às autoridades judaicas em Roma. Obteve a resposta de que nada sabiam ou nada tinham sido informados de Jerusalém contra ele, ou seja, os de Jerusalém não prosseguiram com as acusações. Não tinham enviado ainda nada que falasse bem ou mal de Paulo, assim os de Roma nada sabiam das acusações contra ele. "No entanto bem quiséramos ouvir de ti o que sentes; porque, quanto a esta seita, notório nos é que em toda a parte se fala contra ela." (Atos 28:22). Mas os judeus, as autoridades judaicas em Roma tinham ouvido falar do Evangelho, ouvido falar de Jesus, e eles queriam saber era a esse respeito. E chamavam de seita o Evangelho, o cristianismo, que é o modo de viver em Cristo, e queriam saber mais, porque por toda a parte se falava algo a respeito, e como Paulo era não somente conhecedor como também um dos principais pregadores e mestres, queriam saber do que se tratava."E, havendo-lhe eles assinalado um dia, muitos foram ter com ele à pousada, aos quais declarava com bom testemunho o Reino de Deus, e procurava persuadi-los à fé em Jesus, tanto pela lei de Moisés como pelos profetas, desde a manhã até à tarde." (Atos 28:23).Portanto, marcaram um outro dia, e muitos deles compareceram à casa onde Paulo estava para ouvir sobre Jesus, por isto sabemos que foi o primeiro culto em Roma e ministrado pelo apóstolo Paulo. Paulo pregou mostrando a eles que Jesus era o Messias, que a lei falava que viria, que os profetas profetizaram, mostravam que tudo se cumpria em Jesus, que a salvação de Israel e de todo o mundo era Jesus Cristo, que tinha morrido e ressuscitado. Explicava e mostrava porque deveriam acreditar, confiar, crer em Jesus, pois Ele era o único Caminho que conduzia todos a Deus, e que fora Dele não há salvação. Mostrou pelas Escrituras que a lei não salvava ninguém e ensinou que tinha chegado o Reino. "E alguns criam no que se dizia; mas outros não criam." (Atos 28:24) Mas a maioria não acreditou, e mesmo os poucos que creram ainda ficaram em dúvidas, ou seja,na primeira pregação, no primeiro culto feito em Roma, não vemos o resultado imediato, não vimos pessoas se convertendo imediatamente, mas o fato é que a semente foi lançada. Muitas vezes ficamos decepcionados porque não vimos pessoas se renderem ao Senhor, após uma pregação nossa, mas o fato é que devemos nos alegrar somente pelo fato de ter tido a oportunidade de pregar, de lançar a semente que no tempo certo brotará.
 "E, como ficaram entre si discordes, despediram-se, dizendo Paulo esta palavra: Bem falou o Espírito Santo a nossos pais pelo profeta Isaías,Dizendo: Vai a este povo, e dize: De ouvido ouvireis, e de maneira nenhuma entendereis; E, vendo vereis, e de maneira nenhuma percebereis."(Atos 28:25-26). Paulo, quando viu que quase ninguém aceitou a Palavra, o Evangelho, pelo menos não imediatamente, ele então citou a profecia de Isaías. Eles ouviram a Palavra e não a entenderam, não a aceitaram, porque a ouviram não com boa vontade, mas, a bem da verdade,a escutaram simplesmente por curiosidade, queriam saber o que era aquilo que eles chamavam de seita. Eles ouviram, não entenderam, não compreenderam que se estava falando de Salvação de Vida, e Paulo, ao se despedir deles, se lembrou da palavra do profeta, a Palavra de Deus se cumprindo."Porquanto o coração deste povo está endurecido, E com os ouvidos ouviram pesadamente, E fecharam os olhos, Para que nunca com os olhos vejam, Nem com os ouvidos ouçam, Nem do coração entendam, E se convertam, E eu os cure." (Atos 28:27). Essa Palavra de Deus que Paulo citou, essa profecia do profeta Isaías se cumpriu e se cumpre a todos os instantes, pois muitos ouvem a Palavra de Deus por ouvir,mas não a querem entender,compreender, e por esse motivo não recebem a cura de que tanto necessitam. Algumas pessoas são simplesmente religiosas e ouvem por ouvir, oram por orar, mas não creem, e por tal motivo vivem em sofrimentos, dores e derrotas, apesar de frequentarem templos e igrejas, apesar de viverem pedindo orações. Por não ouvirem com o coração, por não buscarem entender a Palavra de Deus, realmente não entendem, não compreendem e nada recebem. "Seja-vos, pois, notório que esta salvação de Deus é enviada aos gentios, e eles a ouvirão.E, havendo ele dito estas palavras, partiram os judeus, tendo entre si grande contenda."(Atos 28:28-29). Assim como os judeus rejeitaram a Palavra de Deus, rejeitaram Jesus, o Evangelho de Jesus Cristo, e por essa rejeição a Palavra veio a todos nós. Assim também muitos se dizem cristãos, estão viciados em frequentar templos, mas, por não crerem, não ouvirem a Palavra, nada recebem do Senhor. A mesma Palavra é enviada aos incrédulos, e estes a estão recebendo, crendo, se convertendo e recebendo a cura, a libertação, a mudança e, principalmente, a salvação. E o povo que se diz povo de Deus, de pessoas simplesmente religiosas, continua no sofrimento, e o que é o pior: por toda a eternidade. "E Paulo ficou dois anos inteiros na sua própria habitação que alugara, e recebia todos quantos vinham vê-lo; Pregando o Reino de Deus, e ensinando com toda a liberdade as coisas pertencentes ao Senhor Jesus Cristo, sem impedimento algum. (Atos 28:30-31).
 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

A VINHA DO SENHOR

"E começou a falar-lhes por parábolas: Um homem plantou uma vinha, e cercou-a de um valado, e fundou nela um lagar, e edificou uma torre, e arrendou-a a uns lavradores, e partiu para fora da terra." (Marcos 12:1)

Jesus contou essa parábola para mostrar aos judeus o amor de Deus para com eles e as suas desobediências e rejeição a Ele e a tudo o que o Pai preparou para eles. Também serve muito bem para ilustrar, e de forma clara, a vida de muitos de nós e os cuidados do Senhor, mas pela nossa desobediência e ignorância nada recebemos, a não ser o castigo, pois é o que merecemos. Deus preparou a terra, o mundo com tudo o que nos é necessário para vivermos e desfrutarmos, além de nos capacitar com força e inteligência para podermos crescer. Cercou-nos de cuidados e proteção, somente exigiu que o seguíssemos para desfrutar de tudo o que Ele preparou para nós. Fomos criados para trabalhar, produzir e viver segundo os preceitos do Senhor, porque, se lhe obedecermos, sempre estaremos debaixo da sua proteção e cuidados. Israel foi criado e conduzido a uma terra da qual mana leite e mel, para desfrutar do melhor, e principalmente de paz e prosperidade, se se obedecesse e respeitasse o Senhor."E, chegado o tempo, mandou um servo aos lavradores para que recebesse, dos lavradores, do fruto da vinha."(Marcos 12:2). Nós somos a vinha do Senhor, somos a plantação, a lavoura, o jardim particular de Deus, e por tal motivo devemos agir e viver segundo as suas determinações, pois Ele é o agricultor e somos somente as suas plantas. Deus tem enviado constantemente os seus servos para colher os frutos e receber o que Lhe é devido. Os servos de Deus são os legítimos pregadores da Palavra de Deus, que têm vindo até nós com a Palavra de Deus, têm procurado nos preparar, querendo nos ensinar a louvar e exaltar, glorificar o Dono da vinha. Os servos do Senhor são todos os que se dirigem a nós ensinando o Evangelho, falando do amor de Deus, mostrando que é o nosso dever viver segundo as ordenanças do Senhor, ensinando-nos que somos dependentes Dele, e que por nós mesmos nada podemos ou conseguimos, e que somos como as plantas, e é Ele que dá o adubo, a água e o que é preciso para o nosso crescimento, e tudo se resume na Palavra de Deus.
"Mas estes, apoderando-se dele, o feriram e o mandaram embora vazio." (Marcos 12:3). Mas quando os servos de Deus vêm até nós colher os frutos, simplesmente voltam vazios, porque nada temos para dar, não produzimos frutos. Não queremos ouvir a Palavra de Deus, queremos seguir a nossa própria direção, a lógica humana; rejeitamos a direção do Senhor, achamos que somos capazes de por nós mesmos comandar as nossas vidas. Escarnecemos dos servos de Deus, nós os criticamos, acusamos e os expulsamos, porque preferimos nos prender a uma religião, a um sentimento qualquer que falamos que é o nosso deus. Não produzimos frutos algum, porque estamos voltados para nós mesmos e não aceitamos que somos dependentes de ninguém. Preferimos falar de um deus que concorda e aceita o pecado, que é tolerante e jamais cobra obediências, e sabe somente proteger e abençoar, um deus que não tem regras. Um deus que só sabe abençoar e prosperar, e que, quando não nos atende, podemos exigir, determinar, mandar que nos atenda, podemos negociar, comprar seus favores e atenção com dinheiro ou com sacrifícios. "E tornou a enviar-lhes outro servo; e eles, apedrejando-o, o feriram na cabeça, e o mandaram embora, tendo-o afrontado." (Marcos 12:4).O Senhor insiste e manda sempre os seus servos, os evangelistas, os missionários, os pregadores da Verdade, envia a sua Palavra, mas aqueles que vêm falando realmente sobre a Verdade não os aceitamos, porque não queremos ouvir falar de obediências, nem de abandono de pecados. Os servos do Senhor são conhecidos e facilmente identificados, pois o idioma deles é do Reino, e vêm falando de arrependimento, conversão, purificação, santificação e salvação. Esses nós os apedrejamos, porque queremos os que dizem que Deus está abençoando sempre, independentemente da nossa postura de respeito a Ele. Apedrejamos todas as vezes em que viramos as costas à Palavra de Deus e a seus servos. "E tornou a enviar-lhes outro, e a este mataram; e a outros muitos, dos quais a uns feriram e a outros mataram. "(Marcos 12:5).Sempre expulsamos, apedrejamos, matamos todos os que vêm até nós com essa conversa de arrependimento e santificação, pois não aceitamos que Deus possa nos cobrar isso, e queremos o deus que permite que vivamos do nosso jeito, curtindo a vida, porque ele é amor e tudo permite e só quer a nossa felicidade. Assim, todos os que vêm com outro tipo de ensino simplesmente os matamos.
"Tendo ele, pois, ainda um seu filho amado, enviou-o também a estes por derradeiro, dizendo: Ao menos terão respeito ao meu filho." (Marcos 12:6). Deus envia o seu próprio Filho esperando que pelo menos a Jesus respeitemos, que tenhamos temor do Filho do Criador, do dono da vinha. Hoje o Filho de Deus é a Palavra, o Verbo, o Evangelho, e então o Senhor nos envia o seu Espírito, que nos convence do erro, do juízo e pecado. Recebemos o Espírito de Deus, que a todo instante nos mostra onde e porque estamos errando. O nosso Criador espera que O ouçamos e Lhe obedeçamos; espera que tenhamos respeito pelo seu Filho. "Mas aqueles lavradores disseram entre si: Este é o herdeiro; vamos, matemo-lo, e a herança será nossa." (Marcos 12:7). Mas em nossos corações tramamos não ouvir o Espírito, desconsiderar a sua voz, e ir em busca do que desejamos. Queremos tomar posse do que o Senhor criou, queremos viver segundo as nossas leis, queremos assumir o controle, queremos ser donos de tudo, portanto, pensamos em matar o Filho de Deus. Não podemos aceitar a voz do Filho de Deus em nossas vidas mandando nos arrepender. Achamos que é mais fácil silenciar essa voz. Queremos o mundo para nós, para vivermos segundo a nossa vontade e querer; queremos ditar as nossas próprias ordens e regras, queremos uma anarquia, e só desejamos bênçãos,e sermos atendidos em tudo. "E, pegando Dele, o mataram, e o lançaram fora da vinha." (Marcos 12:8). Então matamos o Filho de Deus, O sufocamos, não permitimos que viva em nós, não permitimos que colha os frutos, preferimos outros deuses, preferimos qualquer coisa que concorde conosco, queremos um deus, um jesus que simplesmente seja nosso garçom,nosso servo, que simplesmente atenda os nossos pedidos, porque o Filho de Deus não queremos que viva, esse nós O matamos todos os dias. "Que fará, pois, o Senhor da vinha? Virá, e destruirá os lavradores, e dará a vinha a outros." (Marcos 12:9). Deus não aceita impureza, desobediências, não permite que assassinem o Seu Filho e saiam impunes, e por isso somos destruídos, somos consumidos, seremos mortos e passaremos toda a eternidade no sofrimento se não nos convertermos urgentemente ao Senhor,se não aceitarmos entregar os frutos ao Senhor da vinha. Não pensem que sairemos impunes após assassinar o Filho de Deus. Jesus é o único Caminho que nos conduz a Deus,à salvação, e hoje Ele é a Palavra, o Verbo, e toda as vezes em que modificamos, desrespeitamos, adulteramos a sua Palavra, estamos matando Jesus. "Ainda não lestes esta Escritura: A pedra, que os edificadores rejeitaram, Esta foi posta por cabeça de esquina; Isto foi feito pelo Senhor E é coisa maravilhosa aos nossos olhos?" (Marcos 12:10-11). Vida e morte estão em Jesus, e todos os que O matam estão optando pela morte, não basta falar o seu nome, e sim se submeter a Ele, tem que ser vinha do Senhor e apresentar os seus frutos. "E buscavam prendê-lo, mas temiam a multidão; porque entendiam que contra eles dizia esta parábola; e, deixando-o, foram-se." (Marcos 12:12).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

SABEDORIA E PERFEIÇÃO

"Todavia falamos sabedoria entre os perfeitos; não, porém, a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que se aniquilam." (1 Coríntios 2:6)

Falamos em sabedoria, em ser sábios, em casa, no trabalho,a todo o tempo, e na maioria das vezes sempre estamos falando de sabedoria ou em como ser sábios para os irmãos da fé. Mas a sabedoria que exaltamos e pregamos não é a sabedoria do mundo, onde ser sábio é levar vantagens, é fazer as pessoas de tolas, enganar, mentir, esconder ou omitir e fazer negócios desonestos. Não é ser esperto traindo, adulterando, sendo superior aos demais;ser sábio é considerar o próximo como a nós mesmos. A sabedoria de que falamos é contrária, confrontante com a sabedoria mundana, é o oposto, porque os sábios deste século querem levar vantagens e desfrutar do paraíso, da vida aqui, e nós buscamos viver por toda a eternidade e com o Senhor. A nossa sabedoria consiste em amar a Deus acima de tudo e de todos e o próximo como a nós mesmos; é reconhecer que aqui estamos somente em uma caminhada em destino à vida ou à morte. "Mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou antes dos séculos para nossa glória." (1 Coríntios 2:7). Só podemos falar da sabedoria de Deus quando o conhecemos, porque, para falar de algo, devemos conhecer. Mas como há muitos que falam sobre a sabedoria sem conhecê-la, acabam criando heresias, ensinos tolos e contraditórios, que estão fazendo muitos crerem na sabedoria mundana como sendo a do Senhor. A sabedoria que devemos ter e viver não é nova, vem desde a fundação do mundo, pois ela vem com o Pai, com o Criador de todas as coisas, e Ele é imutável. A sabedoria de Deus consiste em viver segundo os seus ensinamentos e ordenanças, obedecer-lhe, amá-lo, e em troca desfrutaremos das abundâncias Dele por toda a eternidade. Já a sabedoria mundana, que consiste em ser esperto e desfrutar de todos os prazeres aqui, conduz à morte e ao sofrimento por toda a eternidade. Essa sabedoria humana faz com que a criatura julgue saber mais do que o Criador, ou prefere desconhecer a sua existência, vivendo à revelia dos seus preceitos, e assim quer transformar este mundo em seu paraíso particular, não percebendo que está sendo enganada pelo príncipe das trevas, o senhor da morte.
"A qual nenhum dos príncipes deste mundo conheceu; porque, se a conhecessem, nunca crucificariam ao Senhor da glória." (1 Coríntios 2:8).A sabedoria verdadeira não a encontramos no mundo, nem nos prazeres carnais,e muito menos nas religiões, que são criação humana. A sabedoria só a encontramos no Senhor, no Evangelho de Jesus Cristo, na obediência aos seus preceitos. Os príncipes da religião, os líderes religiosos não tinham sabedoria, pois, se a tivessem, não teriam mandado prender e crucificar o Filho de Deus. Mandar crucificar o Filho de Deus foi um ato de total desprezo pela Palavra de Deus, foi uma insanidade cometida pelos religiosos da época. Agora esse mesmo ato é cometido a todo o tempo em vários templos e igrejas onde falam o nome do Senhor, mas ensinam uma mentira. Sim, digo mentira porque seus ensinamentos são contrários ao Evangelho; distorcem a palavra de Deus para ensinar exatamente o oposto, e como a maioria não tem a preocupação de ler, acompanhar nas Escrituras, torna-se presa fácil. Mas tanto os que ensinam como os que aprendem não têm juízo, pois não têm a verdadeira sabedoria e não a buscam com afinco como deveriam, e por isso caminham em direção ao sofrimento. "Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, E não subiram ao coração do homem, São as que Deus preparou para os que o amam."(1 Coríntios 2:9). Mas tudo aquilo que buscamos, em que cremos, e o que esperamos não somente receberemos como acontecerá de forma muito mais abundante e maravilhoso do que podemos imaginar. Não nos contentemos com nada maior e melhor que possamos receber aqui, caminhemos em sentido à vida em Jesus abrindo mão de tudo o que pode corromper nosso caminho em direção às abundâncias futuras Nele. Quem tem a sabedoria que vem do Céu sabe que aquilo que nos espera é incomparável, superior a qualquer coisa que possamos imaginar. Mas, para saber e aguardar as coisas futuras do Senhor, é necessário ter a mente Dele. "Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus." (1 Coríntios 2:10).O entendimento completo da mente de Deus só o tem quem busca a sabedoria, quem se santifica, quem se une a Ele. Quem se une a Deus recebe Dele o seu Espírito, compartilha o mesmo Espírito, portanto nada lhe é oculto, assim não vive no engano mundano.
 "Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus." (1 Coríntios 2:11). Sabemos das coisas do mundo e dos homens, uma vez que temos o espírito dos homens. Mas, quando nos santificamos, quando nos voltamos para o Senhor, quando amortecemos a nossa carne, rejeitamos os prazeres mundanos. Quando procuramos ter a mente de Cristo e viver em obediência aos seus preceitos, em purificação, então recebemos o Espírito de Deus, e o Espírito de Deus, do Pai, tudo revela, e então sabemos para onde vamos. Quem vive de acordo com os mandamentos de Deus e recebe o Consolador, o Espírito de Deus, não vive em pecado, pois conhece a grandiosidade do futuro. "Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus." (1 Coríntios 2:12).Como recebemos o Espírito de Deus, falamos então das coisas Dele, falamos do seu Reino e das suas leis, que, se praticadas, todos por elas viverão, mas o desrespeito a elas conduz ao sofrimento e à morte eterna. Não se pode comparar ou fazer analogias com prosperidade, ou reinar aqui e no Reino do Pai. Deus nos dá vida e abundâncias por toda a eternidade, mas,só se nos submetermos a Ele, e só quem consegue discernir isso são os sábios, os que têm o Espírito de Deus. A sabedoria é a obediência aos preceitos do Senhor. "As quais também falamos, não com palavras de sabedoria humana, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais." (1 Coríntios 2:13). Falamos do Reino porque é o que conhecemos e vivemos, não falo das coisas do mundo, pois eu não as vivo, o que falamos muitas vezes parece ser palavras duras e de arrogante santidade, mas nada mais são do que a Palavra de Deus. Não posso falar de outra maneira, uma vez que não tenho conhecimento teológico, ou humano, falo assim como o Evangelho é.Falo de amor de Deus, e não o amor apregoado e ensinado no mundo; falo de coisas espirituais, porque sou espiritual; falo, escrevo tudo sob a direção do Espírito de Deus; e o objetivo não é agradar, mas levar a Palavra verdadeira para aquele que sabe que está em erro se arrependa e venha para a salvação. "Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente.Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido."(1 Coríntios 2:14-15). Quem é natural, religioso, é quem não tem sabedoria e não a busca, quem não conhece Deus, não aceita a Palavra de Deus, pois o que aqui transmitimos é somente a sua Palavra. Não procuramos maquiar, não procuramos amenizar, pois o tempo urge, convertam-se enquanto é tempo, antes que venha o mau tempo. Não tenho tempo para amenidades, ou maquiagem, mas somente para falar o Evangelho e como Ele é, e assim falo na simplicidade das minhas palavras e também das do próprio Evangelho. Ouçam o que o Espírito diz: busquem conversão, salvação, e não somente bênçãos, pois esta é a última época, duas já se passaram. Você pode criticar, ignorar, mas sabe que é a verdade o que escrevo, e eu te amo em Cristo e quero que se salve."Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo." (1 Corintios 2:16).
 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

VIVENDO PELA FÉ

"Pela fé Moisés, já nascido, foi escondido três meses por seus pais, porque viram que era um menino formoso; e não temeram o mandamento do rei." (Hebreus 11:23)

Apesar da determinação do faraó de que todas as crianças do sexo masculino deveriam ser mortas ao nascer, os pais de Moisés, pela fé, arriscaram mantê-lo vivo. E durante três meses estiveram com ele em sua casa, escondido, mesmo sabendo que isso estava colocando a vida deles em risco, uma vez que, se descoberto o menino, todos eles seriam executados. Isso é fé, e, como Tiago diz, a fé sem obra é morta. Aqui a obra dos pais foi esconder e manter o menino vivo, mesmo arriscando as próprias vidas. "Pela fé Moisés, sendo já grande, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, Escolhendo antes ser maltratado com o povo de Deus, do que por um pouco de tempo ter o gozo do pecado." (Hebreus 11:24-25). Moisés, depois de adulto, vivendo no palácio do faraó e sendo respeitado como um príncipe, foi defender um hebreu, alguém dos seus, o que resultou na morte de um egípcio, e ele teve que fugir. Foi a fé que o fez tomar as dores de um hebreu e ir contra um egípcio e matá-lo, resultando em sua fuga, para salvar a sua própria vida.Foi pela fé que assim agiu, pois abandonou o conforto do palácio real do faraó e das terras egípcias e foi viver escondido no deserto, onde permaneceu durante quarenta anos."Tendo por maiores riquezas o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa." (Hebreus 11:26). O objetivo era cumprir uma missão: atender a um chamado fazendo aquilo que o Senhor determinou, e a ânsia era tanta que, sabendo que ia libertar o seu povo, se antecipou e matou o egípcio, mas, como ainda não era a hora, teve que viver durante anos no deserto para aprender, uma vez que sabemos que o deserto é a faculdade do Senhor. Aprendemos no deserto. O silencio do deserto é que permite ouvirmos o Senhor, e foi lá que Moisés aprendeu a ter calma, paciência e a conhecer o Senhor, aprendeu principalmente que o verdadeiro Libertador, que é Cristo, nos daria a terra prometida - não a física, a espiritual, para onde todos caminham. Moisés tudo fez, mas não chegou a vê-la se cumprir, não viu Jesus, mas soube que Ele viria e libertaria o seu povo; tudo isso foi pela fé.
"Pela fé deixou o Egito, não temendo a ira do rei; porque ficou firme, como vendo o invisível." (Hebreus 11:27).Pela fé retornou ao Egito quarenta anos depois para exigir do Faraó a libertação do povo hebreu. E não temeu a ira, as ameaças desse líder, que por nove vezes o ameaçou e não permitiu que o povo saísse, mas Moisés perseverou até ver alcançada a sua solicitação. Na décima vez saiu com todo o povo e tudo o que eles tinham, além de vários objetos que os egípcios davam para que eles saíssem rapidamente do meio deles. Foi pela fé que lutou, permaneceu, pois sabia que a Palavra do Senhor não voltaria vazia, e, por crer, conseguiu cumprir a ordem do Senhor, e veio a ser o homem conhecido como o libertador dos hebreus. "Pela fé celebrou a páscoa e a aspersão do sangue, para que o destruidor dos primogênitos lhes não tocasse." (Hebreus 11:28). Foi crendo na Palavra do Senhor que mandou os hebreus celebrarem a páscoa, com um cordeiro sem mancha e sem partir os seus ossos;mandou não o cozinharem, e que marcassem as suas portas com o sangue do cordeiro. Na verdade ele sabia que esse sangue prefigurava o sangue do Cordeiro, que é Jesus, e que todos os que fossem marcados com ele viveriam. Portanto, ele determinou que todas as casas dos hebreus fossem marcadas nos umbrais com sangue, então o anjo destruidor não tocou nos seus primogênitos; essa ação foi pela fé. "Pela fé passaram o Mar Vermelho, como por terra seca; o que intentando os egípcios, se afogaram. "(Hebreus 11:29). Moisés, quando se viu cercado pelos egípcios e a cobrança dos próprios hebreus, ele clamou a Deus, e pela fé se dirigiu ao mar Vermelho e tocou com o seu cajado as águas, e elas se abriram. Se não estivesse praticando a fé, ele não teria tocado no mar para se abrir, e se não cresse, mesmo que tocasse,o mar não se abriria, pois sem fé é impossível agradar a Deus.Foi crendo, confiando no Senhor que ele com todo o povo atravessou pelo meio do mar, sabendo que as águas não se fechariam sobre eles. "Pela fé caíram os muros de Jericó, sendo rodeados durante sete dias." (Hebreus 11:30). Obedecendo ao Senhor, praticando a sua Palavra, Josué fez com que o povo desse sete voltas ao redor dos muros fortíssimos de Jericó para que os mesmos se rompessem, e por obediência aconteceu. A obediência aos preceitos do Senhor só pode ser aplicada, exercitada pela fé. Por isso sabemos que a oração sem ação é nula.
 "Pela fé Raabe, a meretriz, não pereceu com os incrédulos, acolhendo em paz os espias." (Hebreus 11:31). A prostituta Raabe arriscou a sua vida e a dos seus familiares, mas escondeu e apoiou os espias enviados por Josué para avaliar a terra, e por tal motivo ganhou a sua vida e a de todos os seus, e seu nome é contado na genealogia de Jesus. "E que mais direi? Faltar-me-ia o tempo contando de Gideão, e de Baraque, e de Sansão, e de Jefté, e de Davi, e de Samuel e dos profetas." (Hebreus 11:32). A Bíblia é repleta de homens que praticaram a Palavra pela fé: a história de Israel, o início da criação, veremos que tudo aconteceu de acordo com a fé do povo escolhido. Gideão pela fé combateu e venceu um grande exército somente com trezentos homens; da mesma maneira Baraque ouviu a voz do Senhor e foi vencedor; Sansão, mesmo cego e preso, no final destruiu uma grande quantidade dos filisteus. "Os quais pela fé venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam as bocas dos leões." (Hebreus 11:33). Os que ouviram a voz do Senhor, que creram, que praticaram a fé foram vencedores em diversas áreas. Reinos foram tomados, exércitos inimigos foram destruídos, apesar de a quantidade numérica ser superior. Pela fé até os leões deixaram de abrir a boca para se alimentar, como no caso de Daniel. Pela obediência à Palavra do Senhor, que só acontece pela fé, muitos alcançaram as promessas."Apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalha se esforçaram, puseram em fuga os exércitos dos estranhos. As mulheres receberam pela ressurreição os seus mortos; uns foram torturados, não aceitando o seu livramento, para alcançarem uma melhor ressurreição; E outros experimentaram escárnios e açoites, e até cadeias e prisões." (Hebreus 11:34-36). Somente a fé na Palavra de Deus faz com que deixem de viver as coisas que são aparentes, visíveis, para aguardarem as que são invisíveis. Somente crendo no Senhor é que se pode amortecer a carne, aniquilar a vontade e desejos, rejeitar os prazeres mundanos, sabendo que existe um mundo melhor para os que se santificarem. Pela fé aceitamos a luta, o sofrimento e a dor, para que possamos receber o cumprimento da promessa do Senhor e então desfrutar de vida. "Foram apedrejados, serrados, tentados, mortos ao fio da espada; andaram vestidos de peles de ovelhas e de cabras, desamparados, aflitos e maltratados (Dos quais o mundo não era digno), errantes pelos desertos, e montes, e pelas covas e cavernas da terra." (Hebreus 11:37-38). A Bíblia está repleta de testemunhos de pessoas que passaram por todo tipo de sofrimento, necessidades, carências, rejeição, torturas, para ver o cumprimento da promessa. A fé é o combustível para a vida cristã, é o meio necessário para se chegar a Cristo, que nos conduzirá à vida. Pela fé veremos Cristo, viveremos e reinaremos com Ele. Todos esses lutaram, caminharam, sofreram e não viram a promessa se cumprir, porque eles sabiam que Jesus viria, mas nenhum deles viu Jesus, assim como muitos de nós também partiremos antes da volta do Senhor. "E todos estes, tendo tido testemunho pela fé, não alcançaram a promessa, Provendo Deus alguma coisa melhor a nosso respeito, para que eles sem nós não fossem aperfeiçoados." (Hebreus 11; 39-40).
 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.