Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2017

MARIDO E MULHER

"Ora, quanto às coisas que me escrevestes, bom seria que o homem não tocasse em mulher; mas, por causa da fornicação, cada um tenha a sua própria mulher, e cada uma tenha o seu próprio marido." (1 Coríntios 7:1-2)
         Os coríntios tinham escrito ao apóstolo Paulo pedindo orientação sobre assuntos relacionados ao casamento e a relacionamentos, e ele respondeu de forma abrangente, explicando esse assunto de maneira clara. Inclusive, chega a ser radical a maneira como ele expõe essa questão, e muitos preferem ignorá-la e por isso sofrem. A Bíblia coloca todos os pecados sexuais dentro da qualificação de prostituição, ou seja, tanto a fornicação, que é o ato sexual entre duas pessoas sem serem casadas, como o adultério, que é o ato sexual praticado por pessoas casadas com outros que não os seus cônjuges. Isso também é aplicado para os que se separam, se divorciam e casam novamente, assim, todos os que estão envolvidos nessas questões estão praticando o pecado da prostituição…

INDESCULPÁVEIS

"Portanto, és inescusável quando julgas, ó homem, quem quer que sejas, porque te condenas a ti mesmo naquilo em que julgas a outro; pois tu, que julgas, fazes o mesmo." (Romanos 2:1)
         Infelizmente, as pessoas não meditam na Palavra de Deus, e por esse motivo, erram feio, e ainda falam contra a própria Palavra ao citarem a Palavra de Deus. Exemplo é a questão do julgamento, porque o que mais ouvimos é que não devemos julgar, mas a Palavra de Deus fala justamente o contrário, fala que devemos julgar, temos a obrigação de julgar de acordo com os preceitos bíblicos. Mas ela deixa claro que, para exercermos qualquer julgamento, devemos nos examinar, porque, se estamos em erro, como poderemos julgar os erros dos outros? Jesus disse que devemos tirar a trave dos nossos olhos antes de nos preocuparmos com o cisco nos olhos dos outros. Não podemos condenar um homicida ou estuprador, assaltante, se somos mentirosos, adúlteros, imorais, gananciosos, soberbos, ou se tivermos outr…

NOS GLORIANDO.,

"Em verdade que não convém gloriar-me; mas passarei às visões e revelações do Senhor." (2 Coríntios 12:1)
         Fico observando certas pessoas que se dizem cristãs, mas querem exaltar Deus de maneira errada, porque, na verdade, a preocupação delas é se exaltar, é falar que são santos e homens de Deus, portanto, são vencedores aqui. Vejo testemunhos de pessoas dizendo que eram pobres e que agora são ricas, existem até mesmo denominações em cujos anúncios falam de pessoas que eram supostamente pobres e que, depois que foram para lá, ficaram ricas, milionárias, e afirmam que foi bênção de Deus. Pastores, pregadores dizem que, por crerem em Deus, o exaltar, colocá-lo acima de tudo, hoje eles têm tudo. Mas, se analisarmos bem essas pessoas, seu trabalho, ou como conseguiram as coisas, veremos que existem contradições e mentiras. Devemos observar o Evangelho, Jesus Cristo se exaltou através do seu sofrimento e morte na Cruz; se somos imitadores Dele, a nossa preocupação não pode…

ÉS TU.

"E os discípulos de João anunciaram-lhe todas estas coisas. E João, chamando dois dos seus discípulos, enviou-os a Jesus, dizendo: És tu aquele que havia de vir, ou esperamos outro?" (Lucas 7:18-19)          João Batista foi o enviado para preparar o caminho do Senhor. Era filho do sacerdote Zacarias e de Isabel, e somente seis meses mais velho do que Jesus. João Batista começou o seu ministério cedo. Pregava o arrependimento e batizava todos os que o buscavam ali próximo ao rio Jordão. João Batista tinha por missão avisar que o Reino estava chegando e avisar que Cristo, o Messias, estava chegando, o Salvador. Esse homem de Deus, esse profeta morava no deserto e se vestia de pelos de camelos. Tinha uma alimentação peculiar: mel e gafanhotos. Era um homem dedicado exclusivamente à obra de Deus, e inclusive o próprio Jesus disse que nascido de mulher não tinha homem ou profeta maior do que ele. Esse homem morreu por defender a família, porque ele exortava o rei Herodes para dei…

COMO RESSUSCITARÃO

"Mas alguém dirá: Como ressuscitarão os mortos? E com que corpo virão?" (1 Coríntios 15:35)
         Esse questionamento é feito geralmente por religiosos, ou por pessoas que se identificam como cristãos, digo se identificam, porque falam sobre o que não conhecem, e se não conhecemos realmente Jesus, como podemos ser seus aprendizes, seus discípulos? A bem da verdade, as pessoas têm muito mais medo, temor da morte do que do Senhor, porque não perceberam que a morte foi vencida por Cristo. Mas o fato é que elas não sabem nada sobre ressurreição e ficam tentando entender, compreender como será. Muitos acham que depois que morrerem vão se encontrar com os parentes, amigos, seus entes queridos, terão uma reunião e poderão matar a saudade. Ouvimos as pessoas falarem que, quando morrerem, irão se reunir com os seus e que sabem que então estarão unidos para sempre. Ledo engano, primeiro porque nunca sabemos que alguém foi salvo ou não; segundo, também, mesmo que seja salvo, não exis…

EMBARAÇOS.

"Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus." (Hebreus12:1-2)
         Se realmente somos convertidos em Cristo, se entregamos as nossas vidas a Ele, então não existe luta, batalha ou cansaço que nos afaste Dele. Quando meditamos na Bíblia, encontramos histórias fascinantes sobre o que aconteceu com aqueles que creram e perseveraram na Palavra de Deus. A Bíblia, na verdade, é um livro de testemunhos, testemunhos de vida, de perseverança, e também de desobediência, mas, fundamentalmente, da fidelidade de Deus. Na Bíblia, encontramos os testemunhos de pessoas como nós que lutaram, sofreram e foram vitoriosas, e hoje estão na Jerusalém Celestial. …

TERCEIRA MANIFESTAÇÃO

"Depois disto manifestou-se Jesus outra vez aos discípulos junto do mar de Tiberíades; e manifestou-se assim: Estavam juntos Simão Pedro, e Tomé, chamado Dídimo, e Natanael, que era de Caná da Galiléia, os filhos de Zebedeu, e outros dois dos seus discípulos." (João 21:1-2)
         Jesus tinha sido preso e crucificado. Entregou a sua vida na Cruz do Calvário, mas já tinha ressuscitado e se apresentado para algumas pessoas e aos seus discípulos. Agora, Jesus novamente se apresenta a alguns dos discípulos, no mar de Tiberíades ou próximo a ele, que é o mesmo que lago de Genesaré. Alguns dos seus doze discípulos, mas não todos, tinham ido pescar, e então Jesus ressurreto aparece para eles e lhes dá incumbência."Disse-lhes Simão Pedro: Vou pescar. Dizem-lhe eles: Também nós vamos contigo. Foram, e subiram logo para o barco, e naquela noite nada apanharam. E, sendo já manhã, Jesus se apresentou na praia, mas os discípulos não conheceram que era Jesus." (João 21:3-4). Tu…

TEMPERANDO

"Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens." (Mateus 5:13)
         Jesus fala que temos que ser o sal da terra, que temos que ser diferentes, que temos que dar o gosto, sermos o tempero. Devemos analisar que, para sermos o sal da terra, não podemos concordar com o mundo e com a maioria, porque, se o sal concorda com a terra e com todos, não salga, não tempera, e, portanto, não serve para nada. Ser sal da terra é viver segundo a Palavra de Deus, é praticar a Verdade, é sempre procurar se moldar ao Evangelho, e não ao mundo, porque quem agrada ao mundo é do mundo, mas, se somos do Senhor, então somos diferentes, porque, uma vez que o mundo jaz no maligno, nós vivemos em Jesus. O cristão tem a obrigação, o dever de ser diferente, de ser reconhecido em toda a parte como alguém que não participa dos devaneios do mundo, das obras mundanas, mas vive segundo os preceitos do Se…