Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro, 2016

CONFORTO EM CRISTO

"Portanto, se há algum conforto em Cristo, se alguma consolação de amor, se alguma comunhão no Espírito, se alguns entranháveis afetos e compaixões, Completai o meu gozo, para que sintais o mesmo, tendo o mesmo amor, o mesmo ânimo, sentindo uma mesma coisa." (Filipenses 2:1-2)
         Falar que ama Deus, que é servo do Senhor ou que é discípulo de Jesus a maioria fala e é fácil. Ir a templos orar, rezar fazer preces, cantar ainda é mais fácil ainda; ficar falando de amor dizendo que tem o Espírito de Deus também, mas tudo isso sem conversão é simplesmente religião. As pessoas falam do amor de Deus, da sua fidelidade, e fazem questão de colocar adesivos em seus veículos exaltando a fidelidade do Senhor, o que todos sabem; mas ninguém mostra a infidelidade do povo. As pessoas falam da consolação, do amor e da comunhão do Espírito Santo, mas falam sem conhecer, sem viver e nem mesmo experimentar. Citam a palavra amor com muita facilidade, mas não conhecem e nem praticam o Amor …

PRONTO PARA OUVIR

"Portanto, meus amados irmãos, todo o homem seja pronto para ouvir, tardio para falar, tardio para se irar." (Tiago 1:19)
         Ser sábio é ouvir mais e falar menos, porque, quando estamos falando, sempre estamos nos arriscando a errar, a falar, comentar o que não deveríamos, estamos sempre nos arriscando a ofender, ou desagradar alguém. Com a nossa fala podemos ofender, magoar alguém, porque não são todos os que compartilham as mesmas ideias nossas, ou que concordam com a nossa visão. Mas, quando estamos ouvindo, sempre estamos aprendendo algo, porque de uma maneira ou de outra obteremos conhecimento com o nosso silêncio. Portanto, devemos sempre falar menos e ouvir mais, porque isso é sabedoria. Assim, também devemos sempre estar vigilantes para não nos irarmos facilmente, porque a ira só causa dano a nós mesmos. Quando ficamos irados, quando estamos com raiva, estamos em descontrole e podemos fazer ou falar coisas das quais dentro de segundos podemos nos arrepender. Ira…

IDOLATRIA E AVAREZA

"Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade." (1 Timóteo 6:3)
         Infelizmente, hoje são várias as doutrinas ensinadas por supostos pregadores do Evangelho. São as mais variadas denominações que exigem que os seus líderes preguem com o objetivo de atrair pessoas e aumentar a arrecadação, e, se isso não acontece, os envia para congregações menores distantes e tiram as suas regalias. Muitas das grandes denominações trabalham, ou comandam como se comanda uma empresa, exigindo produção dos seus funcionários, exigindo que batam e ultrapassem cotas, e, quando estes conseguem alcançar as cotas, recebem prêmios, bonificações e também recebem congregações maiores. Mas, quando não conseguem, são punidos e perdem regalias, reconhecimento e diminuição no salário. Por tal motivo é que vemos os pregadores ficarem criando campanhas e mais campanhas, desafios, carnês e tudo mais, e …

TOMANDO CONHECIMENTO

"Então Félix, havendo ouvido estas coisas, lhes pôs dilação, dizendo: Havendo-me informado melhor deste Caminho, quando o tribuno Lísias tiver descido, então tomarei inteiro conhecimento dos vossos negócios." (Atos 24:22)
 Paulo tinha sido preso em Jerusalém; tinha sido espancado, e, para não ser morto, o comandante o transferiu. Isto porque os judeus tinham feito um juramento de que não comeriam e nem beberiam nada enquanto não matassem Paulo, e para isso criaram ardil dizendo que deveriam levá-lo novamente para ser ouvido. Mas graças a um sobrinho de Paulo, que ouviu essa jura e comunicou ao comandante, este ainda à noite tomou providências para transferir o prisioneiro. Assim, Paulo foi transferido para Cesaréia, para que não morresse, e sabemos que dali ele foi transferido preso para Roma, onde depois veio a ser executado. O ponto principal é que tudo o que aconteceu com Paulo, as perseguições, os inúmeros espancamentos que sofreu, as enfermidades, os apedrejamentos, as p…

TRAZENDO A MEMORIA

"Traze estas coisas à memória, ordenando-lhes diante do Senhor que não tenham contendas de palavras, que para nada aproveitam e são para perversão dos ouvintes." (2 Timóteo 2:14)
         Como servos do Senhor, como discípulos de Jesus, não podemos entrar em debates com quem quer que seja para justificar a nossa fé. Não podemos travar discussões com incrédulos ou com os falsos irmãos para defender o Evangelho, mesmo porque Deus não precisa da nossa ajuda. Assim, fica claro que não podemos tentar obrigar, convencer alguma pessoa, por quaisquer meios, a se converter ao Senhor, ou a aceitar Jesus como seu Salvador. Temos que aprender que o nosso dever é pregar o Evangelho, as pessoas que aceitarem, permitirem ouvir, e se concordarem, aceitarão e se renderão aos pés do Senhor. Não podemos esquecer que isso não acontece por força nem violência, e sim através do Espírito de Deus. Quando vemos pessoas teimando, discutindo o Evangelho, sabemos que ali não está presente o Espírito de …

MEMBROS QUE GUERREIAM.

"De onde vêm as guerras e pelejas entre vós? Porventura não vêm disto, a saber, dos vossos deleites, que nos vossos membros guerreiam?" (Tiago 4:1)
 As pessoas vivem se lamentando, reclamando da saúde, da crise, da família, do casamento, do emprego, das finanças, do clima, do cansaço e de tudo o mais. A bem da verdade, as pessoas que não conhecem Cristo vivem em constantes reclamações sobre os muitos problemas, lutas, sofrimentos que são provenientes delas mesmas. A ausência de Cristo na vida das pessoas faz com que vivam sempre se lamentando, e com isso pecando cada vez mais. Existem pessoas que vivem a ponto de explodir, estão estressadas, doentes, com problemas cardíacos sérios, mas mesmo assim continuam nos erros, esquecendo que, para vivermos, precisamos de tão pouco. Existe uma luta desenfreada para obter, prosperar, enriquecer, ter, esquecendo que não sabemos a hora da nossa partida. Todas as lutas, as guerras que enfrentamos são de nossa responsabilidade, por vivermos…

NÃO SABEM

"Não sabeis vós, irmãos (pois que falo aos que sabem a lei), que a lei tem domínio sobre o homem por todo o tempo que vive?" (Romanos 7:1)
         Fico assustado com tantos pregadores que, para justificarem os seus ensinos heréticos, suas pregações de promessas mentirosas, se fundamentam na antiga lei. Vejo pregações e cultos inteiros ser apresentados através de versículos ou mandamentos de levíticos ou Deuteronômio. Querem praticar, ou melhor, querem receber o que Deus prometeu para os hebreus, mas não querem obedecer, como o Senhor exigia e determinava. São muitos os que amam fazer campanhas, estudos, promessas através de Deuteronômio 28, mas da primeira parte, é claro, até o verso 14, e jamais passam disso. Querem falar de bênção e não de maldições, o que ali é promessa de Deus a todos os desobedientes. Também querem buscar na lei a oportunidade, a chance de se divorciarem e casarem de novo, mas não querem ser apedrejados quando são pegos em adultérios. Uma raça de hipócr…

RESISTINDO NA CARA

"E, chegando Pedro à Antioquia, lhe resisti na cara, porque era repreensível. Porque, antes que alguns tivessem chegado da parte de Tiago, comia com os gentios; mas, depois que chegaram, se foi retirando, e se apartou deles, temendo os que eram da circuncisão." (Gálatas 2:11-12)
         Atualmente, vemos um bando de pessoas que se autointitulam pastores fazendo coisas horríveis, e mais: pregando, ensinando o erro a muitos. Mas mesmo sabendo o quão erradas estão, as pessoas não têm coragem de falar, exortar ou mostrar o seu erro. Existe uma conversa tola de que não se pode falar, criticar as atitudes de um ungido, apesar de que isso é uma citação e criação do próprio povo, porque a Palavra de Deus nos manda corrigir todos os que estejam andando em erro; todos os que, por ignorância ou deliberadamente, estiverem agindo contra a Palavra de Deus. Paulo não andou com Jesus como fez Pedro; ao contrário, foi um perseguidor da Igreja e só se converteu tempos depois. Pedro andou, viv…

A SENHORA ELEITA

"O ancião à senhora eleita, e a seus filhos, aos quais amo na verdade, e não somente eu, mas também todos os que têm conhecido a verdade, Por amor da verdade que está em nós, e para sempre estará conosco: Graça, misericórdia e paz, da parte de Deus Pai e da do Senhor Jesus Cristo, o Filho do Pai, seja convosco na verdade e amor." (2 João 1:1-3)
         O ancião, ou o presbítero, como gosta de se identificar, é o próprio João, autor desta carta que é endereçada a todos os cristãos. João se identificava não como apóstolo, mas como presbítero, que é o mesmo que pastor, bispo ou qualquer outro título que quer dizer somente supervisor de igreja. João é o autor do Evangelho com o seu nome, e é conhecido como o discípulo amado, além de ser o que mais prega, fala e escreve sobre o Amor, que é Jesus, e, principalmente, como devemos a amar Deus e o próximo. Esse discípulo mostra de forma clara que quem não ama o próximo, não ama Deus, e isto independentemente do que esteja fazendo ou …