EVANGELIZAR.

NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

EVANGELHO DE CRISTO

"Se alguém ensina alguma outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade, É soberbo, e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras, das quais nascem invejas, porfias, blasfêmias, ruins suspeitas, Perversas contendas de homens corruptos de entendimento, e privados da verdade, cuidando que a piedade seja causa de ganho; aparta-te dos tais." (1 Timóteo 6:3-5)

 Infelizmente, hoje, existem evangelhos diferentes que são pregados em tempos denominados evangélicos. Existe o do cai-cai, o dos desafios, o das campanhas, o da prosperidade, o das trocas, o dos amuletos, o do liberal, o do mais rígido, enfim, são tantos que se torna impossível enumerá-los aqui. Mas o que leva as pessoas a esse engano é que todos eles citam o Nome do Senhor, e também fazem uso da Bíblia; de maneira errada, mas fazem. Isso acontece, principalmente, por causa dos supostos crentes carnais, que vão a um templo em busca de uma solução de problema, ou em busca de riquezas, ou simplesmente em busca de um lugar para frequentar, uma comunidade, algo social para dele fazer parte, porque as pessoas que querem e buscam o Senhor, aqueles que sabem que devem seguir Jesus, que têm que ser servos, discípulos, não frequentam esses lugares, eles buscam templos sérios e comprometidos com o Evangelho de Jesus Cristo. E essa busca se dá não pelo tamanho ou suntuosidade do templo ou denominação, mas do que é ensinado e praticado no lugar. Vemos tantas coisas acontecerem em templos que se dizem evangélicos que isso nos assusta; a bem da verdade, quando analisamos bem a doutrina que é ensinada nesses lugares, percebemos que estão indo frontalmente contra a Palavra de Deus, o Evangelho de Jesus Cristo. As pessoas querem acreditar, e são muitos os pregadores que fazem com que esse entendimento permaneça, de que o Senhor quer que elas sejam ricas e prósperas, e que o próprio Deus lhes dará dinheiro, fortuna. Mas o que elas não sabem é que quem ofereceu dinheiro e poder não foi Deus, foi o diabo, ele ofereceu a Jesus, disse que lhe daria tudo, e Jesus recusou e o repreendeu. Vivemos na Graça, vivemos em Jesus, no Novo Testamento, e não encontramos uma só referência à promessa de prosperidade aqui.
 "Mas é grande ganho a piedade com contentamento.
Porque nada trouxemos para este mundo, e manifesto é que nada podemos levar dele." (1 Timóteo 6:6-7).
 
Devemos saber, compreender com clareza qual foi o motivo que levou o Senhor Jesus a vir a este mundo, e sofrer e morrer em nosso lugar, porque Ele assumiu o nosso lugar, morreu por todos nós. Porém, que, vivos, não vivamos para nós, mas para Ele, e trazer sempre em nós a sua morte, portanto, mortificar a nossa carne. Assim sabemos que a vinda de Jesus não foi para que pudéssemos ter uma casa, um carro novo, ou para que pudéssemos viajar ou levar nossos filhos de férias, e muito menos para que pudéssemos comprar uma roupa ou algo de que gostemos. Jesus não morreu para que tivéssemos boa vida aqui, ao contrário, Ele mesmo nada teve ou deixou aqui, pois até as suas vestes foram repartidas ali aos seus pés no Calvário. Nós não trazemos nada para este mundo e nada vamos levar, mas se não andarmos, vivermos de acordo com os preceitos estabelecidos por Cristo, padeceremos por toda a eternidade. Assim, fica claro que esses ensinos, pregações de prosperidade que afirmam que Deus vai dar isto ou aquilo são mentirosas. Temos que ser sábios e não emotivos, não buscarmos motivações várias, e sim o Evangelho de Jesus Cristo; temos de observar, meditar em suas pregações, nas pregações dos apóstolos, e agir em conformidade com elas. Portanto, temos que saber que aqui é simplesmente uma estrada, o lugar da nossa peregrinação, em direção à Vida ou à morte, tudo depende de como nos portarmos aqui, porque, se acharmos que aqui é um parque de diversão, ou um lugar para sermos eternamente felizes, vamos descobrir que estamos mortos eternamente. Não podemos estar preocupados e ajuntar patrimônios aqui, porque não iremos levar nada, e também os nossos filhos nada levarão, logo, a melhor herança que podemos deixar aos nossos é a prática do Evangelho de Jesus Cristo. Busquemos seguir e praticar o Evangelho de Jesus Cristo, e não um desses inúmeros adulterados que se propagam pelo meio gospel. "Tendo, porém, sustento, e com que nos cobrirmos, estejamos com isso contentes."(1 Timóteo 6:8).Devemos trabalhar, lutar, batalhar para que sejamos achados dignos de entrar no Reino, de vivermos eternamente com o Senhor. Não podemos nos preocupar com bens materiais, porque isso é com o que todos se preocupam. Se tivermos o suficiente para vivermos, fiquemos felizes e agradecidos ao Senhor. Que em todo o tempo estejamos caminhando para o Reino, que as nossas ações sejam de acordo com o Evangelho, e que não busquemos templos, denominações, ou o Senhor em busca de prosperidade ou de ganhos, porque estaríamos regredindo na fé. "Mas os que querem ser ricos caem em tentação, e em laço, e em muitas concupiscências loucas e nocivas, que submergem os homens na perdição e ruína. Porque o amor ao dinheiro é a raiz de toda a espécie de males; e nessa cobiça alguns se desviaram da fé, e se traspassaram a si mesmos com muitas dores." (1 Timóteo 6:9-10). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr. Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

O EVANGELHO QUE ANUNCIO

"Mas faço-vos saber, irmãos, que o Evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens." (Gálatas 1:11)

 São muitos os que discordam da nossa maneira de pregar, de ensinar o Evangelho, isto porque não apresentamos um evangelho de facilidades, de barganhas ou de aceitações de erros e pecados. Não aceitam porque falamos de santidade, de abandono de pecado; não falamos de prosperidade, falamos de conversão, de arrependimento, de salvação. E, infelizmente, as pessoas, por mais que digam que são cristãs e que amam o Senhor, ainda são muito carnais e estão comprometidas com o mundo e com a vontade da carne. Buscam o Senhor em prol de receber essa ou aquela bênção, e não o próprio Senhor - independentemente de Ele lhes dar alguma coisa, mas simplesmente porque Ele é o Salvador e já morreu por nós. Por isso, o Evangelho que pregamos não é terreno, mas de Cristo; falamos das coisas concernentes ao Reino, e não segundo os homens; falamos da bênção maior, que é a Salvação em Cristo. Assim, não pregamos para agradar ninguém, falamos da Verdade do Reino, quer as pessoas a ouçam e a aceitem quer não a ouçam e a rejeitem. Não podemos mudar a pregação, porque Cristo é imutável. Não trazemos afagos, nem uma demonstração hipócrita de amor, porque amar é querer que haja salvação, que haja vida. Fomos chamados para chamar todos ao arrependimento, à santificação, e por isso não nos comprometemos em opinar sobre as coisas do mundo."Porque não o recebi, nem aprendi de homem algum, mas pela revelação de Jesus Cristo." (Gálatas 1:12). Isto porque não recebemos ensinamento de homem algum, não nos submetemos a doutrinas e ensinamentos de homens, nós os recebemos diretamente do Senhor. Fomos incumbidos de levar a sua mensagem, a Palavra da verdade, sem nos preocupar em ajuntar muitas pessoas para nos ouvir, mas simplesmente para que a todo o tempo e lugar preguemos a verdade. Assim, não falamos e nada sabemos sobre campanhas, sobre prosperidades, desafios, propósitos e fogueiras santas. Mas sabemos sobre Jesus, sobre o Salvador, sobre Vida, sabemos sobre santidade, porque foi o que o Senhor nos mandou falar, nos ensinou. Ele não veio e foi humilhado, perseguido, espancado, crucificado e morreu na cruz para que alguém recebesse essa ou aquela bênção. Mas Ele passou por tudo e morreu em nosso lugar, e morreu para que pudéssemos ter vida Nele, morreu para que vivêssemos.
 "Porque já ouvistes qual foi antigamente a minha conduta no judaísmo, como sobremaneira perseguia a igreja de Deus e a assolava. E na minha nação excedia em judaísmo a muitos da minha idade, sendo extremamente zeloso das tradições de meus pais."(Gálatas 1:13-14). Não que tenhamos nascido com esse entendimento, ou que sempre pensamos assim, muito pelo contrário, éramos do mundo. Vivíamos no pecado e rejeitávamos a verdade, exatamente por causa da grande hipocrisia e mentira que é praticada nesse meio denominado gospel. Mas o Senhor nos chamou, nos mostrou, se apresentou a nós e nos comissionou, e nos enviou para levar a sua verdade. Não tivemos que nos submeter a ensinos humanos de homens com as mentes cauterizadas pelo pecado; não nos submetemos a nenhuma teologia, mas aprendemos diretamente do Senhor. Por isso conseguimos entender os adultérios contra a Palavra que é ensinada em templos; observamos os incautos caminhando para a destruição, porque querem satisfazer a vontade da carne e se deparam com os vários pregadores de evangelhos humanos e demoníacos. As pessoas deveriam assistir menos novelas, ficar menos tempo em redes sociais, ou lendo romances que para nada servem, a não ser para a própria distração. Deveriam ler menos livros escritos por homens com as suas inúmeras teorias, deveriam assistir menos TV, menos filmes, e ler mais a Bíblia, deveriam a todo o tempo buscar conhecer mais a vontade do Senhor, que está expressa na sua Bíblia. Deus nos fala pela sua Palavra, e, se tivermos conhecimento dela, com certeza não seremos enganados; aprenderemos a fugir dos ensinos mentirosos. O Senhor será encontrado para os que o buscarem de coração, e buscar o Senhor é meditar em sua Palavra, é querer ouvi-lo. "Mas, quando aprouve a Deus, que desde o ventre de minha mãe me separou, e me chamou pela sua graça, Revelar seu Filho em mim, para que o pregasse entre os gentios, não consultei a carne nem o sangue, Nem tornei a Jerusalém, a ter com os que já antes de mim eram apóstolos, mas parti para a Arábia, e voltei outra vez a Damasco. Depois, passados três anos, fui a Jerusalém para ver a Pedro, e fiquei com ele quinze dias. E não vi a nenhum outro dos apóstolos, senão a Tiago, irmão do Senhor. Ora, acerca do que vos escrevo, eis que diante de Deus testifico que não minto. Depois fui para as partes da Síria e da Cilícia. E não era conhecido de vista das igrejas da Judéia, que estavam em Cristo." (Gálatas 1:15-22). Temos que manter comunhão com os irmãos, mas temos que aprender do Senhor, porque, se observarmos que alguém está pregando uma mentira, é o nosso dever chamar essa pessoa e lhe mostrar o erro, porque quem sabe, assim, reconhece a sua falha e a conserta. E assim teremos conquistado inúmeras pessoas para o Reino. Por isso, sejamos sábios e pratiquemos a Palavra, porque o nosso manual, nossa carta magna é a Bíblia, e se queremos ser dirigidos pelo Espírito, então que a estudemos com afinco. Fomos chamados desde o ventre das nossas mães, mas a opção de aceitar e responder a esse chamado é nossa. "Mas somente tinham ouvido dizer: Aquele que já nos perseguiu anuncia agora a fé que antes destruía. E glorificavam a Deus a respeito de mim." (Gálatas 1:23-24). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

terça-feira, 25 de outubro de 2016

DEUS E O CASAMENTO

"Digo, porém, aos solteiros e às viúvas, que lhes é bom se ficarem como eu." (1 Coríntios 7:8)

 Vejo muitas pessoas, pregações e ensinos falarem como se o casamento fosse mandamento de Deus, que todas as pessoas tivessem que casar e constituir família. Mas isto não é verdade, basta analisarmos as Escrituras desde o início, quando da criação do homem. Deus disse que não seria bom que o homem ficasse só, mas não determinou que se casasse, além do que Jesus mesmo disse que nem todos têm esse dom. Alguns não receberam esse ministério, porque casamento é um ministério, e, por muitos não entenderem e não compreenderem isto, são infelizes e fazem infelizes outras pessoas. O fato de uma pessoa optar por viver só, por se dedicar à obra do Senhor não a transforma em homossexual, ou em uma pessoa com aversão ao sexo oposto, simplesmente ela resolveu viver para o Senhor e evitar aborrecimentos. O apóstolo Paulo aqui dá orientações aos solteiros e viúvos para que, se puderem, que fiquem como ele, Paulo, que vivia só para a obra de Deus. Acho que, principalmente os viúvos, viúvas, que já tiveram uma experiência, deveriam não mais buscar maridos, esposas, mas se dedicarem a servir o Noivo, que é Cristo. Infelizmente, muitos acham incompatível uma pessoa ser solteira e ser pastor, isto por causa do desconhecimento da Palavra de Deus. Mas, a bem da verdade, um homem solteiro tem muito mais condições de cuidar do rebanho do Senhor do que um casado. "Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se." (1 Coríntios 7:9). Entretanto, se a pessoa, homem ou mulher, vive o tempo todo afogueado, pensando em sexo, com desejos, com tesão, então que se case para evitar o pecado. Não se pode falar em ficar só, se a pessoa vive o tempo todo olhando, pensando e desejando o sexo oposto. Assim, não teria condições de cuidar das coisas do Senhor; além de pecar, ainda conduziria outras pessoas ao erro, ao pecado, além de viver em constante sofrimento. Como Jesus disse, nem todos têm esse dom. Mas, se for possível viver sem estar abrasado e sem ter o sexo oposto, que assim o faça e tenha uma comunhão maior com o Senhor, tenha mais disponibilidade para a obra de Deus. O que devemos saber é que não existe obrigatoriedade da parte do Senhor para que as pessoas se casem, isso é uma opção nossa, que devemos avaliar bem, porque estamos não somente decidindo por nós, mas também por uma outra pessoa que passará a fazer parte da nossa carne, e que tem que ter, receber todo amor e atenção. Temos que pensar em nossa felicidade, mas na do próximo também, porque depois do casamento passa-se a ser uma só carne.
 "Todavia, aos casados mando, não eu mas o Senhor, que a mulher não se aparte do marido."(1 Coríntios 7:10). Veja que o apóstolo Paulo fala que é mandamento do Senhor e não dele que, quando casado, não se separe. Observamos que Paulo faz questão de dizer que o Senhor manda e não ele que a mulher jamais se separe do marido. E vemos mulheres, homens, por qualquer motivo, ameaçar separar, se divorciar, até mesmo por causa do adultério se divorciar e ainda dizerem que amam, que obedecem ao Senhor. Quando vemos as pessoas com esse comportamento, sabemos que não conhecem o Senhor e que não lhe obedecem. Se a pessoa fez a opção pelo casamento, então que saiba que está ligada a outra pessoa até que a morte as separe, tem que saber que está assumindo uma outra pessoa com a natureza diferente, e, como todos, com virtudes e também com muitos defeitos. Mas o principal é saber que, aconteça o que acontecer, jamais pode se separar, porque o casamento, depois de realizado, só se desfaz com a morte, somente a viuvez é que deixa ao outro a opção de um novo casamento, de novas núpcias."Se, porém, se apartar, que fique sem casar, ou que se reconcilie com o marido; e que o marido não deixe a mulher." (1 Coríntios 7:11). Nunca se deve deixar o cônjuge, e, se por algum motivo isto vier acontecer, que se busque a reconciliação. Se o marido, a esposa, por algum motivo deixar, abandonar a outra parte, então que o cônjuge se santifique, que busque no Senhor a restauração, porque essa é a vontade do Senhor. Não existe causa de exceção, não existe nenhuma possibilidade de alguém se aventurar em um recasamento, novo relacionamento, e permanecer na presença do Senhor, porque, segundo a Palavra de Deus, todos os que vivem um segundo ou terceiro relacionamento, se um dia foram casados, estão em adultério. E os adúlteros não herdarão o Reino de Deus é o que diz a Palavra de Deus."Mas aos outros digo eu, não o Senhor: Se algum irmão tem mulher descrente, e ela consente em habitar com ele, não a deixe. E se alguma mulher tem marido descrente, e ele consente em habitar com ela, não o deixe." (1 Coríntios 7:12-13). A partir daí é que muitos fazem confusão, porque daqui para frente está se falando dos outros, dos que não estão casados legalmente, dos que vivem juntos como se casados fossem, os popularmente chamados de amigados. A orientação do apóstolo é a de que, estando juntos, não se deve separar, mas procurar legalizar a situação. "Porque o marido descrente é santificado pela mulher; e a mulher descrente é santificada pelo marido; de outra sorte os vossos filhos seriam imundos; mas agora são santos. Mas, se o descrente se apartar, aparte-se; porque neste caso o irmão, ou irmã, não está sujeito à servidão; mas Deus chamou-nos para a paz. Porque, de onde sabes, ó mulher, se salvarás teu marido? ou, de onde sabes, ó marido, se salvarás tua mulher?" (1 Coríntios 7:14-16). Aqui, quando está se referindo a marido, não é marido de fato, e sim a pessoa que vive em concubinato, que vivem juntos somente. O conselho é de que se deve legalizar a situação e não se separar, mas se um dos dois resolve deixar, separar-se do outro, então a outra parte não deve lutar nem ir atrás, porque o senhor não tem nenhum compromisso com esse relacionamento, que é de pecado de fornicação, uma vez que, como realmente não são casados, é impossível um salvar o outro, porque não são uma só carne. "E assim cada um ande como Deus lhe repartiu, cada um como o Senhor o chamou. É o que ordeno em todas as igrejas." (1 Coríntios 7:17). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

segunda-feira, 24 de outubro de 2016

CARNE OU ESPÍRITO

"Portanto, agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, que não andam segundo a carne, mas segundo o Espírito." (Romanos 8:1)

 Devemos atentar bem para esse versículo, porque são muitos os pregadores que o estão usando de maneira errada. São muitos os que dão a entender que Jesus já levou todos os nossos pecados e, portanto, somos livres e podemos fazer o que quisermos, que de todas as maneiras já estamos salvos. São muitos os que afirmam que, como Jesus já nos libertou do jugo do pecado, nada poderá nos impedir de alcançar o Reino futuro. Mas, infelizmente, esses que assim pregam, ensinam ou pensam estão enganados, porque, a bem da verdade, a nossa salvação, que é individual, é conquistada diariamente. A Palavra diz que agora nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus, e estar em Cristo Jesus é viver de acordo com os seus preceitos, suas ordenanças. Nenhuma condenação há para os que respeitam, para os que seguem as ordens de Jesus, para os que fogem dos pecados, para os que buscam praticar santidade, para os que não permitem ser dominados pela vontade carnal, para os que andam segundo o Espírito. Andar segundo o Espírito é ser guiado pela Palavra, pelo Evangelho de Jesus Cristo. É só fazer o que o Senhor permite ou manda, determina pela sua Palavra, ou não fazer em hipótese alguma o que o Senhor proíbe, condena. Portanto, sabemos que Jesus comprou e pagou com o seu precioso sangue a nota que era contra nós, a nossa dívida desde Adão, mas Ele disse: "vai e não peques mais". Não respondemos mais, não somos responsáveis pelos pecados originários de Adão, mas somos responsáveis pelo que fazemos, e agora, para alcançar a salvação, devemos nos unir, concordar com o Senhor. Jesus nos deu a possibilidade, a alternativa de sermos salvos. Jesus é a Porta, e, para sermos salvos, devemos passar por ela, e passar por ela é simplesmente se submeter a ela. "Porque a lei do Espírito de vida, em Cristo Jesus, me livrou da lei do pecado e da morte." (Romanos 8:2). A cédula que era contra nós Jesus rasgou, e assim somos livres daquele pecado, mas isso não nos dá o direito de viver em pecado, muito pelo contrário, nos constrange a não pecarmos. Isto se realmente amamos o Senhor, se reconhecemos o Sacrifício da Cruz. Se amamos o Senhor, sabemos que, para estarmos com Ele por toda a eternidade, devemos obedecer-lhe. Ele já nos deu vida, porque antes estávamos mortos nos pecados, mas agora, para permanecermos com Ele, é necessário viver como Ele. Sem santidade ninguém verá Deus, sem santificação não existe salvação.
 "Porquanto o que era impossível à lei, visto como estava enferma pela carne, Deus, enviando o seu Filho em semelhança da carne do pecado, pelo pecado condenou o pecado na carne; Para que a justiça da lei se cumprisse em nós, que não andamos segundo a carne, mas segundo o Espírito." (Romanos 8:3-4). O que era impossível, o que não tinha jeito Jesus veio e solucionou, porque era impossível alguém se libertar do pecado antigo, e isso só foi possível através de Jesus, porque Ele se ofereceu em nosso lugar, Ele morreu por todos nós para que nós, agora mortos para o pecado, vivêssemos para Ele. Mas, para nos beneficiar da salvação em Jesus, devemos aceitar, concordar com Ele e viver em Espírito. Viver para Ele, agir somente de acordo com os seus preceitos, não permitir que as nossas vontades e nossa carne dominem. Não podemos viver de maneira emocional, não concordamos e nem aceitamos os desejos naturais do corpo, porque isso nos conduz para longe do Senhor. A lei de Jesus, a salvação de Jesus somente se cumpre para os que não se permitem serem guiados pela carne, pela vontade humana, para os que vivem de acordo com o seu Evangelho. Viver pelo Espírito não é viver só orando ou dentro de igrejas, templos denominacionais, mas viver dentro do Evangelho, praticar a vontade de Jesus em tempo integral; é ter Jesus vivo dentro de si mesmo, e assim a vontade que predomina é a do Senhor. "Porque os que são segundo a carne inclinam-se para as coisas da carne; mas os que são segundo o Espírito para as coisas do Espírito."(Romanos 8:5). As pessoas carnais são bem conhecidas, elas podem estar dentro de templos, elas podem orar, cantar e falar que amam o Senhor, mas pelo seu comportamento sabemos que não. Essas pessoas buscam o Senhor somente em prol de conseguirem bênçãos, milagres, e não pela sua companhia. São pessoas que acham que têm o direito de serem felizes e desfrutarem de tudo, do melhor aqui. São pessoas que estão comprometidas com o bem-estar, com prazeres carnais, e muitas vezes acham que o Senhor as quer felizes, alegres e sorridentes aqui. São pessoas que amam o mundo, e o que ele oferece, mas nunca viram o Senhor e não aceitam as suas determinações dizendo que são difíceis de serem seguidas. "Porque a inclinação da carne é morte; mas a inclinação do Espírito é vida e paz. Porquanto a inclinação da carne é inimizade contra Deus, pois não é sujeita à lei de Deus, nem, em verdade, o pode ser." (Romanos 8:6-7).A inclinação, a vontade da carne, a aceitação dos desejos carnais são os condutores da morte, porque todos os que vivem em prol de satisfazer a sua vontade, os seus desejos e necessidades, estão mortos espiritualmente e, se não se converterem, padecerão por toda a eternidade. Os que vivem de acordo com a vontade do mundo, mesmo que citem o Nome do Senhor, estão longe, afastados e nunca o viram e nem o conhecem. "Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus. Vós, porém, não estais na carne, mas no Espírito, se é que o Espírito de Deus habita em vós. Mas, se alguém não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é Dele. E, se Cristo está em vós, o corpo, na verdade, está morto por causa do pecado, mas o espírito vive por causa da justiça. E, se o Espírito daquele que dentre os mortos ressuscitou a Jesus habita em vós, aquele que dentre os mortos ressuscitou a Cristo também vivificará os vossos corpos mortais, pelo seu Espírito que em vós habita. De maneira que, irmãos, somos devedores, não à carne para viver segundo a carne. Porque, se viverdes segundo a carne, morrereis; mas, se pelo Espírito mortificardes as obras do corpo, vivereis. Porque todos os que são guiados pelo Espírito de Deus esses são filhos de Deus."(Romanos 8:8-14). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

domingo, 23 de outubro de 2016

IMORALIDADE NOS TEMPLOS.

"Geralmente se ouve que há entre vós fornicação, e fornicação tal, que nem ainda entre os gentios se nomeia, como é haver quem possua a mulher de seu pai." ( 1 Coríntios 5:1)
 
   Como temos necessidade de alguns Paulos nas lideranças de nossas igrejas, como precisamos com urgência de líderes com a mesma visão desse apóstolo, porque o que ele condenava naquela época hoje é rotina nos templos, e com conhecimentos dos líderes, dos pastores. Paulo não permitia o pecado dentro do templo, exigia que se praticasse a santidade, a conversão era cobrada. As pessoas iam como estavam, mas eram transformadas, mudadas e se adaptavam ao Evangelho, pois era essa a exigência. Mas hoje a maioria dos pastores concorda e aceita os adúlteros, e ainda apoia o adultério, isso quando eles mesmos não estão vivendo essa situação. Os templos evangélicos estão cheios de pessoas que estão vivendo em situação de fornicação, que é conviver com alguém sem ser casado, manter relação sexual sem contrair matrimônio, sem serem de fato casados. Aceitam o homossexualismo tanto feminino como masculino, pessoas vivendo em segundo e terceiro casamentos, aceitam o divórcio como algo normal e rotineiro, fazem falsas profecias e revelações de engano. Pessoas desonestas, muitos golpes são aplicados dentro do templo, onde os espertalhões espreitam suas vítimas. Os ajuntamentos solenes têm acontecido, mas o que se pratica, o que se vê nada tem a ver com o Reino de Deus. "Estais ensoberbecidos, e nem ao menos vos entristecestes por não ter sido dentre vós tirado quem cometeu tal ação." (1 Coríntios 5:2). A soberba e o orgulho tomaram conta dos templos, onde existe uma preocupação excessiva em mantê-los cheios, até mesmo para aumentar a arrecadação, mas não se cobra e não se exige santidade nem a verdade. A mentira e o engano estão predominando, e já se acostumaram com eles. Vive-se somente um evangelho verbal, labial. Os líderes, os pastores não têm coragem de pregar arrependimento, exigir abandono de pecado, santificação, porque têm medo de ficarem com os seus templos vazios. O pecado é justificado por muitos que se dizem evangélicos e que dizem que Deus entende e perdoa. Não conhecem o Evangelho, porque não há quem lhes pregue, uma vez que a corrupção vem do altar. A tolerância ao pecado nos templos é normal, e ser cristão e se identificar como crente já não é sinônimo de pessoas sérias e honestas, mas o contrário disso.
   "Eu, na verdade, ainda que ausente no corpo, mas presente no espírito, já determinei, como se estivesse presente, que o que tal ato praticou, Em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, juntos vós e o meu espírito, pelo poder de nosso Senhor Jesus Cristo, Seja, este tal, entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no dia do Senhor Jesus."(1 Coríntios 5:3-5). Paulo mesmo à distância exigia, cobrava a santificação na igreja. E quem não se adaptasse, não quisesse viver segundo o Evangelho era expulso da congregação. Vemos palavras pesadas, como ele disse: "que seja entregue a satanás", mas é isso o que tem que ser praticado, isso é o que tem que se viver nas igrejas, para quem sabe se purificar. Mas, a bem da verdade, se for purificar muitas denominações, muitos templos, eles fecharão, altares ficarão vazios, pois o pecado começa por lá. Quando observamos alguns templos, não sabemos se estamos em uma igreja evangélica ou em um encontro social qualquer, pelas vestes, maneiras de se falar, se portar. Templos ganham e muito em pequenos shoppings, em muitas casas noturnas, com desfiles, shows, o mundanismo na igreja é normal. O pecado não é combatido, o arrependimento não é ensinado. "Não é boa a vossa jactância. Não sabeis que um pouco de fermento faz levedar toda a massa?" (1 Coríntios 5:6). Não se pode permitir, tolerar quem quer que seja continuar no pecado frequentando um templo. O abandono do pecado é exigido imediatamente, quando se vai para o Senhor. Quando nos batizamos, enterramos o velho homem corrompido e nos levantamos em novidade de vida. Portanto, não importa se é um grande dizimista, ou ofertante, o que importa é que, se não estiver ou quiser viver segundo o Evangelho de Jesus Cristo, essa pessoa tem que ser convidada a deixar o templo, a congregação. "Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós." (1 Coríntios 5:7). Portanto, abandonem o pecado, convertam-se realmente ao Senhor, não sejam religiosos, mas praticantes da Verdade Única. Vivam em novidade de vida, vivam segundo as leis do Reino e não as do mundo. Não existe Evangelho nem salvação sem a cruz de Cristo, não é música, diversão, prazeres mundanos, felicidades e alegria terrena que salvarão alguém.
   "Por isso façamos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade." (1 Coríntios 5:8). Não podemos falar que conhecemos Cristo, que somos cristãos (discípulos de Jesus) se andamos em rebeldia da sua Palavra. Não podemos estar envergonhando o Evangelho dando mau testemunho, como vemos atualmente. Lojas, comércios, em geral, não facilitam crédito para crentes, empresas já não se sentem seguras contratando alguém que se identifica como evangélica. E isso porque vemos ladrões, bandidos, estelionatários, adúlteros, todos se identificarem como evangélicos. Vemos carros com adesivos de igrejas, templos, com pessoas cometendo os maiores absurdos no trânsito, vemos esses mesmos veículos em motéis e outros lugares obscuros. Vergonha, e eles estão pecando duplamente, pois com o seu comportamento estão conduzindo vários também para a morte eterna. Ser cristão deve ser separado, ser pessoa que tenha o caráter de Cristo. Gostamos de criticar outras religiões, mas vemos as pessoas dessas outras religiões darem um melhor testemunho do que os que dizem conhecer Cristo. "Já por carta vos tenho escrito, que não vos associeis com os que se prostituem; Isto não quer dizer absolutamente com os devassos deste mundo, ou com os avarentos, ou com os roubadores, ou com os idólatras; porque então vos seria necessário sair do mundo." (1 Coríntios 5:9-10). Paulo, nos mostra, nos ensina que não podemos nos associar com esses falsos crentes, não é porque se identificam como evangélicos, ou porque frequentam uma igreja, um templo denominacional qualquer que devemos nos achegar a eles. Quem está no mundo e em erros, precisamos nos achegar a ele até mesmo para o trazer para Jesus, para pregar e ensinar a Verdade. Não há como não viver ou ter contato com as pessoas do mundo, mas dos falsos irmãos devemos nos afastar. O mundo jaz no maligno, portanto é normal convivermos com pessoas de todos os tipos, mas essas não conhecem o Senhor, as pessoas que frequentam um templo evangélico, se estão fazendo coisas erradas, devemos, preferencialmente, nem cumprimentá-las."Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais." (1 Coríntios 5:11). Desses que se dizem evangélicos e cometem esses pecados, desses que vivem de forma errada devemos nos afastar urgentemente. Não adianta tentar falar que não podemos julgar, pois é mandamento do Senhor, e nós iremos julgar os anjos, como não vamos julgar essas coisas? "Porque, que tenho eu em julgar também os que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro?" (1 Coríntios 5:12). Não podemos julgar as pessoas de outras religiões ou credo, mas devemos julgar os que se dizem evangélicos, crentes e vivem em pecado. Não podemos tolerar pecados, desobediências no meio evangélico, pois estamos indo contra a Palavra de Deus, não podemos mandar em templos alheios, mas podemos e devemos evitá-los, podemos e devemos não nos associar com eles em hipótese alguma, e se houver esse tipo de pessoa em nossos templos, que o expulsemos. " Mas Deus julga os que estão de fora. Tirai pois dentre vós a esse iníquo."(1 Coríntios 5:13).
 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

CIÚMES E ZELO

"Quisera eu me suportásseis um pouco na minha loucura! Suportai-me, porém, ainda. Porque estou zeloso de vós com zelo de Deus; porque vos tenho preparado para vos apresentar como uma virgem pura a um marido, a saber, a Cristo." (2 Coríntios 11:1-2)

 Muitas vezes, ao falarmos do Evangelho de Jesus Cristo e mostrarmos de maneira clara e enfática as apostasias praticadas por muitas denominações, ou por pregadores profissionais, somos mal interpretados. Sim, porque muitos acham que citamos os erros desses por inveja ou até mesmo com o intuito de arrebanhar ovelhas, mas o Senhor sabe que não é esse o nosso interesse, mesmo porque não convidamos e não temos templos para podermos chamar as pessoas para frequentá-los. O nosso real interesse é em conduzir as pessoas a Cristo, à Verdade; é tirá-las das armadilhas do diabo, mostrar que estão simplesmente em uma religião qualquer que não salva ninguém, porque sabemos que, para podermos alcançar a vida eterna, é necessário, enquanto peregrinos aqui, trilhar o Caminho, o Evangelho de Jesus Cristo; caso contrário, iremos padecer por toda a eternidade. Não é por ser bonzinho, fazer caridade ou frequentar um templo qualquer, por dar boas ofertas, que uma pessoa será salva. A salvação vem por Jesus, é necessário aceitá-lo, e a verdadeira aceitação é se submeter a Ele, ao seu Evangelho. Assim nos entristece quando vemos tantas pessoas no engano, nas mãos de verdadeiros servos do adversário cujo único interesse é extorquir a lã das ovelhas do Senhor e conduzi-las para a morte eterna. Por tal motivo, sempre iremos falar da Verdade do Evangelho de Cristo, porque somos comissionados pelo Senhor para falar a todos. "Mas temo que, assim como a serpente enganou Eva com a sua astúcia, assim também sejam de alguma sorte corrompidos os vossos sentidos, e se apartem da simplicidade que há em Cristo." (2 Coríntios 11:3). Vemos, assistimos muitos - não são poucos - serem enganados por pregadores carismáticos, com pregações emotivas, e apresentações de shows e promessas mentirosas e fantasiosas. Muitos estão sendo enganados porque simplesmente aceitam o que pregam, e não meditam, pesquisam em suas Bíblias. O povo está sendo destruído por falta de conhecimento.
 "Porque, se alguém for pregar-vos outro Jesus que nós não temos pregado, ou se recebeis outro espírito que não recebestes, ou outro evangelho que não abraçastes, com razão o sofreríeis. Porque penso que em nada fui inferior aos mais excelentes apóstolos. E, se sou rude na palavra, não o sou contudo na ciência; mas já em todas as coisas nos temos feito conhecer totalmente entre vós."(2 Coríntios 11:4-6). Procuramos simplesmente pregar o Evangelho de Jesus Cristo, e não permitimos que se altere uma vírgula, porque sabemos da maldição, das consequências que nos traria tal ato. Mas todos os que estão abraçando um evangelho diferente, mudado, adulterado por esses pregadores profissionais, com certeza, irão padecer, porque estão simplesmente praticando o erro, estão sendo guiados pelo espírito do erro. Não utilizamos palavras sofisticadas, um português refinado, simplesmente falamos a Palavra de Deus assim como ela é, para que todos possam entender os sábios e os leigos. Nossa fala, nossas escritas são todas guiadas pelo Espírito de Deus e não por nós mesmos, uma vez que nada temos que falar de nós ou dos nossos pensamentos. Não nos julgamos inferiores a qualquer homem de Deus - eu disse de Deus - que pregue e viva a Palavra de Deus, porque é só o que fazemos. "Pequei, porventura, humilhando-me a mim mesmo, para que vós fôsseis exaltados, porque de graça vos anunciei o evangelho de Deus? Outras igrejas despojei eu para vos servir, recebendo delas salário; e quando estava presente convosco, e tinha necessidade, a ninguém fui pesado. Porque os irmãos que vieram da macedônia supriram a minha necessidade; e em tudo me guardei de vos ser pesado, e ainda me guardarei. Como a verdade de Cristo está em mim, esta glória não me será impedida nas regiões da Acácia. Por quê? Porque não vos amo? Deus o sabe."(2 Coríntios 11:7-11). O fato de não fazermos campanhas, ou ficarmos pedindo ofertas, ou criando campanhas, carnês, e nem comercializando qualquer produto nos transforma em pregadores inferiores aos comerciantes da fé. O nosso único objetivo é que todos conheçam a Verdade, conheçam Jesus Cristo e saibam o que é necessário para que possam ser salvos. Não pedimos nada a ninguém, porque não é esse o propósito. Queremos ver pessoas conhecendo o Evangelho, e o praticando, queremos ver pessoas sendo discípulos de Jesus, queremos ver o Evangelho sendo difundido. Não queremos ver as mentiras das religiões prosperarem, não queremos ver pessoas sendo enganadas e ludibriadas por pregadores profissionais, não queremos ver pessoas buscarem o Senhor e não o encontrarem porque são enganados, assim como Eva o foi. "Mas o que eu faço o farei, para cortar ocasião aos que buscam ocasião, a fim de que, naquilo em que se gloriam, sejam achados assim como nós. Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo. E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras."(2 Coríntios 11:12-15). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

DESCONHECIDOS DE DEUS

"Mas, quando não conhecíeis a Deus, servíeis aos que por natureza não são deuses." (Gálatas 4:8)

 Antes de nos converter, antes de conhecermos o Senhor, agíamos de maneira errada, adorávamos imagens, ídolos, cumpríamos rituais, fazíamos separações de dias, de números, e tudo mais. Mas isso acontecia porque não conhecíamos a Bíblia, a Palavra de Deus; ficávamos somente como ouvintes de outras pessoas, porque críamos em nossos parentes, em tradições familiares, críamos em líderes que ensinavam quaisquer coisas, e por esse motivo muitos que estão em religiões várias não passam de religiosos, mas continuam longe do Senhor. As pessoas estão mudando de religião, estão mudando de seita e de objetos de adoração, mas não estão indo ao Senhor. Vemos pessoas adorando pastores, padres, adorando denominações, e também fitinhas, água, sal, rosas e lenços, toalhas e muito mais. Fazem separações de dias, adoram os seus problemas e pessoas, mas não adoram o Senhor, não confiam no Senhor, e fazem isso por ignorância, por desconhecerem a Palavra de Deus, e a preguiça as impede de pesquisar, de se alimentar da Palavra de Deus. Há muita gente que faz parte de religiões que citam a Bíblia, mas não leem, porque, se assim fosse, não seriam idólatras, porque nas bíblias deles está clara a condenação a ídolos. Muitos continuam servindo a coisas como se fossem deuses, santos, santas, por desconhecerem Deus. "Mas agora, conhecendo a Deus, ou, antes, sendo conhecidos por Deus, como tornais outra vez a esses rudimentos fracos e pobres, aos quais de novo quereis servir?" (Gálatas 4:9). Não podemos simplesmente aceitar o que nos dizem ser certo; devemos pesquisar para ver se realmente é assim mesmo, como estão nos apresentando, porque, infelizmente, hoje vemos uma idolatria praticada nos templos evangélicos muitas vezes superior à praticada na igreja católica. Sim, porque vemos a idolatria de pessoas beijarem os pés de mulheres que se dizem bispas, ou beijarem as mãos, roupas e objetos suados, sujos, de homens que se dizem apóstolos. Também assistimos a pessoas tirarem tudo de casa, até o sustento, ou dinheiro de pagar as contas, para entregar em uma tal fogueira santa, participar de campanhas para as quais dão o que não têm. Pessoas estão negligenciando casa, família, marido, esposa, para fazerem a vontade de pastores. Vemos aberrações que nada têm com o Evangelho de Jesus Cristo, como pessoas comprarem uma garrafinha de água mineral por cento e cinquenta reais, ou uma toalhinha por cem reais e mais um monte de idolatrias.
 "Guardais dias, e meses, e tempos, e anos. Receio de vós, que não haja trabalhado em vão para convosco. Irmãos, rogo-vos que sejais como eu, porque também eu sou como vós; nenhum mal me fizestes."(Gálatas 4:10-12). Quando observamos essas loucuras, ficamos atônitos e questionamos a nós mesmos: será que não estamos pregando o Evangelho de Jesus Cristo? Será que não estamos ensinando a verdade, ou não falamos de maneira clara? Sim, ficamos tristes quando observamos que pessoas para as quais um dia pregamos a verdade, hoje, estão em templos idólatras, praticando a idolatria e os erros ali apregoados. Existem religiões e seitas que guardam dias - uns dizem que os dias de sábados são santos e nada podem fazer; outros ainda ficam na semana santa sem comerem carne, outros têm datas especiais ou comidas especiais; alguns fazem separações de alimentos, assim como de vestes. Esquecem que vivemos na Graça, em Jesus, e Nele há liberdade; estamos falando de liberdade cristã, e não de anarquia, vandalismos, imoralidade ou algo semelhante a isso. "E vós sabeis que primeiro vos anunciei o Evangelho estando em fraqueza da carne; E não rejeitastes, nem desprezastes isso que era uma tentação na minha carne, antes me recebestes como um anjo de Deus, como Jesus Cristo mesmo." (Gálatas 4:13-14). Muitos são os crentes, ou que se dizem crentes, que são adoradores de pregadores, de cantores, e defendem o erro. Observamos que criam muita novidade que não é bíblica, um exemplo é o tal ministério de dança criado por homens, porque, biblicamente falando, ele não existe, o que existe são algumas pessoas no Antigo Testamento, como Mirian e Davi, que em determinado momento dançaram de alegria por determinado fato. Mas nos Evangelhos não existe isso, e não vemos ninguém ou doutrina a esse respeito, porém as pessoas preferem se calar e aceitar o que os homens ensinam e mandam. Há no evangelho uma determinação clara sobre o comércio dentro dos templos, e normas claras sobre ofertas, e nada disso é praticado. Há a pregação e o ensino de que cristãos não podem passar por lutas ou sofrimento, mas Jesus e seus discípulos nos mostram e nos ensinam de maneira contrária em sua Palavra. "Qual é, logo, a vossa bem-aventurança? Porque vos dou testemunho de que, se possível fora, arrancaríeis os vossos olhos, e mos daríeis. Fiz-me acaso vosso inimigo, dizendo a verdade?Eles têm zelo por vós, não como convém; mas querem excluir-vos, para que vós tenhais zelo por eles. É bom ser zeloso, mas sempre do bem, e não somente quando estou presente convosco." (Gálatas 4:15-18). Pregamos e falamos a verdade, não que estejamos interessados em que venham frequentar templos nossos, mesmo porque não temos para isso, mas é porque amamos a todos como a nós mesmos e queremos que a maioria seja salva, que tenha vida eterna. Ao contrário da maioria desses líderes que querem simplesmente ter ovelhas para aumentar a arrecadação, nós queremos somente povoar o céu. "Meus filhinhos, por quem de novo sinto as dores de parto, até que Cristo seja formado em vós; Eu bem quisera agora estar presente convosco, e mudar a minha voz; porque estou perplexo a vosso respeito." (Gálatas 4:19-20). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que os Deus abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

QUAL SERÁ O SINAL.

"E perguntaram-lhe, dizendo: Mestre, quando serão, pois, estas coisas? E que sinal haverá quando isto estiver para acontecer?" (Lucas 21:7)

 Jesus falou que chegaria um tempo em que não ficaria pedra sobre pedra, que tudo será destruído, isto Ele afirmou referindo-se ao tempo do fim. Quando Jesus disse isso, foi exatamente após lhe falarem da grandeza, da suntuosidade do templo. Ele estava mostrando que nada daquela riqueza resolvia ou era a vontade do Senhor. Jesus não tinha elogiado a grandeza e o luxo do templo, mas, pelo contrário, disse que aquilo seria destruído, que tudo aquilo acabaria. Mesmo assim vemos denominações, líderes religiosos fazerem templos enormes e luxuosos com o objetivo de agradar o seu ego, e não o Senhor. Sabemos que quem frequenta um templo grande, feito para centenas de pessoas, não recebe o cuidado de ovelha, é simplesmente um a mais ocupando um lugar religioso. Se realmente esses religiosos fossem pessoas comprometidas com o Evangelho, eles estariam fazendo vários templos menores em toda a comunidade para atender às pessoas como ovelhas, e não gastariam dinheiro em oferecer luxo, mas ofereceriam o Evangelho de Jesus Cristo. Mas Jesus disse que tudo aquilo seria destruído, tudo iria acabar. Quando isso acontecerá é a preocupação de muitos que creem na Palavra de Deus."Disse então Ele: Vede não vos enganem, porque virão muitos em meu Nome, dizendo: Sou eu, e o tempo está próximo. Não vades, portanto, após eles." (Lucas 21:8).São muitos os enganadores que afirmam e tentam mostrar uma determinada data dizendo que será quando o Senhor voltará e tudo acabará. Mas os que assim fizeram ficaram envergonhados, e os que ainda teimam em tentar adivinhar estão errando e vão errar sempre enquanto teimarem, porque ninguém sabe, nem Jesus, somente Deus. Sabemos que está próximo pelos sinais que Jesus nos disse, tais como os falsos cristos que hoje abundam o meio denominado cristão. Vemos a todo momento pessoas se levantarem como se fossem o próprio Cristo; elas ousam determinar, mandar, exigir que Deus faça isso ou aquilo, são arrogantes, presunçosas. Vemos que, sem temor algum, falam asneiras, falam contra o Evangelho, preocupam-se somente com elas mesmas. Temos que nos ater à Palavra de Deus, ao Evangelho de Jesus Cristo, e não crer em nada que falem que não esteja de acordo com os preceitos do Senhor. Jesus deixou o alerta, o cuidado para que não sejamos enganados, ouçamos Jesus, ouçamos o seu Evangelho, e rejeitemos todo o resto.
 "E, quando ouvirdes de guerras e sedições, não vos assusteis. Porque é necessário que isto aconteça primeiro, mas o fim não será logo. Então lhes disse: Levantar-se-á nação contra nação, e reino contra reino; E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu." (Lucas 21:9-11). Temos acompanhado ao longo dos anos as guerras entre países por motivo religioso, entre outros, a ganância do ser humano, a destruição de nações por causa do ouro negro do petróleo. De acordo com a Palavra de Deus, isso irá aumentar mais, é possível, quem sabe, até a terceira guerra mundial, mas mesmo assim não devemos nos assustar, porque isso está previsto, porém ainda não será o fim, será somente o início das dores. Assim como ficamos sabendo de tsunamis, terremotos, maremotos, enchentes, possivelmente muito mais virá, e ainda pestes, doenças como a AIDS ou essas novas pragas que surgem a cada momento, e observamos que para muitas delas não se descobre a cura. Também a fome que hoje impera em alguns lugares aumentará, e em virtude das guerras, as enfermidades e a fome predominarão, mas ainda não será o fim. Muita coisa ainda acontecerá, antes que possamos ver o Senhor voltando nas nuvens para buscar os seus. Veremos sinais extraordinários nos céus, onde estrelas conhecidas desaparecerão, mudanças climáticas acontecerão, muitas estrelas cairão, e isto provocará mais maremoto, e desastres, mas ainda muita coisa acontecerá, porque a Palavra do Senhor disse. "Mas antes de todas estas coisas lançarão mão de vós, e vos perseguirão, entregando-vos às sinagogas e às prisões, e conduzindo-vos à presença de reis e presidentes, por amor do meu Nome." (Lucas 21:12). Ainda acontecerá uma perseguição sistemática, declarada a todos os cristãos, e muitos negarão o Nome do Senhor. Chegará o tempo em que ser cristão já será motivo de perseguição, prisão e condenação; muitos serão não somente presos, mas mortos por causa do Nome do Senhor. E, nesse momento, muitas pessoas abandonarão o Senhor, amarão mais a si mesmas, a seus parentes do que ao Senhor, e assim o Nome do Senhor passará a ser motivo de sentença para muitos. Aqueles que perseverarem até o fim obterão vitória, mas o que o negarem sofrerão por toda a eternidade. Seremos conduzidos à frente de autoridades para negarmos a nossa fé, mas quem assumir e testemunhar sobre o Poder de Deus, independentemente do que aconteça a seguir, estará dando o mais lindo dos testemunhos do Evangelho. "E vos acontecerá isto para testemunho. Proponde, pois, em vossos corações não premeditar como haveis de responder; Porque eu vos darei boca e sabedoria a que não poderão resistir nem contradizer todos quantos se vos opuserem." (Lucas 21:13-15). Não temos que nos preocupar com a maneira como iremos falar ou com o que iremos falar, porque, se realmente somos do Senhor, nesse momento só iremos falar do Senhor. Não iremos nos defender, mas pregar, dar testemunho da Verdade. "E até pelos pais, e irmãos, e parentes, e amigos sereis entregues; e matarão alguns de vós. E de todos sereis odiados por causa do meu Nome. Mas não perecerá um único cabelo da vossa cabeça. Na vossa paciência possuí as vossas almas." (Lucas 21:16-19). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

segunda-feira, 17 de outubro de 2016

ACONTECEU ASSIM

"E, no sexto mês, foi o anjo Gabriel enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré, A uma virgem desposada com um homem, cujo nome era José, da casa de Davi; e o nome da virgem era Maria." (Lucas 1:26-27)

 São várias pessoas e religiões que gostam e teimam em endeusar Maria, mais precisamente a religião católica, mas temos que observar que não existe nenhuma base bíblica para isso. O que aconteceu foi que ela recebeu uma bênção, ela foi felizarda em receber a bênção de ser a mãe carnal de Jesus, mas somente isso. Assim como pessoas recebem bênçãos de várias maneiras e em várias áreas da sua vida, ela recebeu essa, por isso o seu nome ficou escrito na história. Mas nem o próprio Senhor Jesus permitiu que as pessoas a idolatrassem, e mostrou que todos deveriam amá-lo, guardar a sua Palavra, assim como sua mãe e seus irmãos. Muitas pessoas tentam colocá-la como intercessora, mas não perceberam que só existe um intercessor, somente um Nome ao qual devemos clamar para sermos salvos: Jesus Cristo. Jesus, quando estava pregando, ensinando, uma pessoa tentou elogiar a sua mãe. Ele rebateu na hora. "E aconteceu que, dizendo Ele estas coisas, uma mulher dentre a multidão, levantando a voz, lhe disse: Bem-aventurado o ventre que te trouxe e os peitos em que mamaste. Mas Ele disse: Antes bem aventurados os que ouvem a Palavra de Deus e a guardam." (Lucas 11:27-28). Creio que somente com esses versículos, com essa fala de Jesus cessa toda e qualquer discussão a esse respeito, não obstante podermos trazê-los à baila ainda . "E, falando Ele ainda à multidão, eis que estavam fora sua mãe e seus irmãos, pretendendo falar-lhe. E disse-lhe alguém: Eis que estão ali fora tua mãe e teus irmãos, que querem falar-te. Ele, porém, respondendo, disse ao que lhe falara: Quem é minha mãe? E quem são meus irmãos? E, estendendo a sua mão para os seus discípulos, disse: Eis aqui minha mãe e meus irmãos; Porque, qualquer que fizer a vontade de meu Pai que está nos céus, este é meu irmão, e irmã e mãe." (Mateus 12:46-50). Não estamos criando textos, nem utilizando versículos isolados, ao contrário, estamos apresentando textos claros sobre esse assunto, para que de forma transparente as pessoas possam compreender de maneira indubitável que Maria não é nenhuma santa, mas somente uma mulher que na sua época recebeu uma bênção. Uma pessoa que Deus usou para cumprir a sua Palavra. Todos os que teimam em endeusar Maria, que a idolatram estão pecando e indo contra a Palavra do Senhor.
 "E, entrando o anjo aonde ela estava, disse: Salve, agraciada; o Senhor é contigo; bendita és tu entre as mulheres. E, vendo-o ela, turbou-se muito com aquelas palavras, e considerava que saudação seria esta. Disse-lhe, então, o anjo: Maria, não temas, porque achaste graça diante de Deus." (Lucas 1:28-30) .Quando o anjo do Senhor foi até ela, ele a cumprimentou dizendo-lhe ser agraciada, que quer dizer abençoada, felizarda, alguém que recebeu uma graça. Maria ficou turbada, preocupada, porque possivelmente não sabia o que ela iria receber, qual seria a graça, uma vez que com certeza ela não tinha pedido para ser mãe do Senhor, uma vez que nem casada ainda era, e ainda por cima virgem, então sabemos que não esperava receber a notícia de uma gravidez. O anjo lhe informa que ela é bendita, abençoada por Deus, que o Senhor estava lhe abençoando, e vemos que ela ficou pensando que tipo de bênção o Senhor lhe estaria dando. Gabriel diz então para ela ficar tranquila, ficar calma, porque foi encontrada, achada, aprovada por Deus, ou seja, sua atitude, sua vida estava de acordo com a Palavra do Senhor que a tinha aprovado. Não vemos nenhuma informação fora disso, somente a informação de que ela foi achada digna de receber a bênção, a graça. "E eis que em teu ventre conceberás e darás à luz um filho, e pôr-lhe-ás o nome de Jesus. Este será grande, e será chamado filho do Altíssimo; e o Senhor Deus lhe dará o trono de Davi, seu pai; E reinará eternamente na casa de Jacó, e o seu Reino não terá fim." (Lucas 1:31-33). Agora o anjo lhe informa qual será a sua bênção e como será o procedimento, o que vai acontecer. Maria fica sabendo que será a mãe terrena do Messias, do Salvador, e quem será Jesus e o que acontecerá. Portanto, o que Gabriel faz é somente exaltar o Nosso Senhor e informar quem é, e dizer que ela foi escolhida por Deus para cuidar Dele como mãe. Sabemos que essa foi uma bênção tremenda, mas temos que entender que foi somente uma bênção para ela, Maria foi abençoada, recebeu uma grande bênção, mas fora disso ela não é mais nada do que isso. Não vimos em nenhum momento, nos quase três anos de ministério do Senhor Jesus, Ele exaltá-la de alguma maneira. "E disse Maria ao anjo: Como se fará isto, visto que não conheço homem algum?" (Lucas 1:34). Observamos que Maria ainda questiona, duvida, porque, sendo ela virgem, como engravidaria? Maria queria entender como aconteceria aquilo, como receberia tão grande bênção. "E, respondendo o anjo, disse-lhe: Descerá sobre ti o Espírito Santo, e a virtude do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra; por isso também o Santo, que de ti há de nascer, será chamado Filho de Deus. E eis que também Isabel, tua prima, concebeu um filho em sua velhice; e é este o sexto mês para aquela que era chamada estéril; Porque para Deus nada é impossível." (Lucas 1:35-37).Gabriel ainda explica que tudo é o Senhor quem vai fazer, que é obra do Espírito Santo e não humana, e ainda dá um exemplo citando a mãe de João Batista. Maria foi agraciada e abençoada, e concordou com o Senhor, por isso foi bem-aventurada. Maria não é nenhuma santa, e nem pode interceder por ninguém, só existe um que intercede por nós: Jesus Cristo, o Filho de Deus. "Disse então Maria: Eis aqui a serva do Senhor; cumpra-se em mim segundo a tua Palavra. E o anjo ausentou-se dela." (Lucas 1:38). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.