EVANGELIZAR.

NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

domingo, 9 de dezembro de 2018

A DESTRA DE DEUS

“Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus.” (Colossenses 3:1)

 Infelizmente, vivemos uma geração em que falar que é evangélico, crente é moda, mas basta observarmos o comportamento dessas pessoas que percebemos que não conhecem Cristo, não conhecem o Evangelho e não são nada do que falam. Cristãos são discípulos de Cristo, e os que realmente são seguidores de Cristo já morreram para o mundo e já ressuscitaram em Cristo, portanto, vivem de acordo com a vontade de Cristo e não com as suas próprias vontades ou de acordo com a lógica mundana. Quando nos submetemos ao batismo, nos batizamos na morte de Cristo, e assim como Ele renascemos Nele, portanto, temos que andar em novidade de vida, viver não mais como vivíamos antigamente, mas como novas pessoas em Cristo Jesus. Assim, as nossas preocupações já não são mais com as coisas terrenas, do mundo, nós nos preocupamos exclusivamente em como agradar Cristo, como fazer a sua vontade, porque sabemos que o nosso mundo não é aqui, nós estamos somente peregrinando em direção ao nosso lar definitivo. Não podemos estar comprometidos com as coisas do mundo, preocupados em desfrutar do melhor aqui, não podemos estar voltados para as coisas materiais, pois somos espirituais. Assim, quando nos deparamos com pessoas que se dizem crentes, evangélicas, mas com a preocupação de ganhar dinheiro, de construir coisas aqui, preocupadas em se divertir, curtir a vida, em viver plenamente neste mundo, sabemos que elas não conhecem aquele a quem chamam de Mestre.“Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra; Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus.” (Colossenses 3:2-3). Sabemos que devemos pensar nas coisas do céu porque é lá a nossa morada definitiva, portanto, devemos lutar de todas as maneiras para alcançarmos o nosso objetivo. Mas quando buscamos somente um Deus, um Jesus que possa nos abençoar, nos presentear com algo aqui, então sabemos que realmente ainda não somos convertidos a Ele. Não podemos em hipótese alguma viver em busca de prosperidades, de bênçãos aqui e ali, e sim devemos buscar cada vez mais intimidade, comunhão com o Senhor, porque isso é o que importa, uma vez que todo o resto é passageiro, os nossos corpos serão comidos, destruídos pela terra, mas a nossa alma, nosso espírito é o que permanece, portanto, devemos nos preocupar é com o nosso futuro.
      “Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então também vós vos manifestareis com Ele em glória.” (Colossenses 3:4). A nossa recompensa chegará no dia, na hora em que Cristo se manifestar, quando Ele voltar para levar a sua igreja. Nesse dia, os verdadeiros cristãos receberão o seu galardão, sua recompensa, assim como também os falsos cristãos, os hipócritas e mentirosos, que receberão uma dura condenação e serão enviados para um lugar de dor e sofrimento por toda eternidade. Mas os que viveram de acordo com a vontade do Senhor, esses terão a alegria de subir com Cristo para um novo mundo, uma nova cidade, para um lugar de descanso eterno, onde não mais haverá choro, tristeza ou dor, pois estarão sendo consolados por toda a eternidade. Assim, quem for sábio trabalha para obter a eterna recompensa, e não pelas coisas que são perecíveis, não pelas coisas que são do mundo, pois tudo aqui será destruído, essa é uma Promessa do Senhor. “Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a fornicação, a impureza, a afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria; Pelas quais coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência; Nas quais, também, em outro tempo andastes, quando vivíeis nelas.” (Colossenses 3:5-7).Devemos mortificar as nossas vontades, a nossa carne, isto é, não ceder aos desejos e às emoções carnais, e viver de acordo com a nossa Constituição, nossa Carta Magna, que é o Evangelho de Jesus Cristo. Portanto, não cedamos aos desejos sexuais ilícitos, porque todos os que vivem mantendo relações sexuais sem serem casados estão em fornicação e não herdarão o Reino de Deus. A afeição desordenada, que é quando as pessoas lutam de todas as maneiras desejando, querendo alguma coisa, pode ser um objeto, dinheiro, posição social, emprego ou similar, isso é pecado, pois nos afasta do Senhor, uma vez que quem tem que dominar as nossas vidas é o Senhor. Todos os avarentos, os que têm uma preocupação excessiva em ganhar, guardar dinheiro, são avarentos, e a avareza é idolatria, e os idólatras também não herdarão o Reino de Deus. Hoje, como nascemos de novo em Cristo, então vivemos como Ele, somos pessoas desprendidas de coisas materiais, não temos essa preocupação de alcançar posição social ou econômica, porque estamos preocupados em viver segundo a vontade do Senhor, o nosso objetivo é viver ao seu lado por toda a eternidade. “Mas agora, despojai-vos também de tudo: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca. Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos, E vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou; Onde não há grego, nem judeu, circuncisão, nem incircuncisão, bárbaro, cita, servo ou livre; mas Cristo é tudo, e em todos. Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade; Suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também. E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição. E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos. A Palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao Senhor com graça em vosso coração. E, quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo em Nome do Senhor Jesus, dando por Ele graças a Deus Pai.” (Colossenses 3:8-17).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

ME GLORIANDO

“Em verdade que não convém gloriar-me; mas passarei às visões e revelações do Senhor. Conheço um homem em Cristo que há catorze anos (se no corpo, não sei, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) foi arrebatado ao terceiro céu.” (2 Coríntios 12:1-2)

 Nós em momento algum devemos nos gloriar por qualquer que seja o motivo; devemos ser simples e humildes, mesmo porque é mandamento do Senhor. Porém, infelizmente, estamos ainda no mundo, ainda somos carne, e há momentos em que vemos tantas hipocrisias, tantas mentiras e enganos que nos deixamos dominar e nos gloriamos. Mas não como a glória das pessoas do mundo, ou como os hereges, pois falamos do que vimos e vivemos, claro quando somos pessoas dedicadas a viver segundo as ordenanças do Senhor. As pessoas, principalmente no meio denominado gospel, os supostos pastores, líderes de grandes congregações, gostam de falar do número de templos, de membros e de patrimônios, dando a entender que é bênção do Senhor, que é aprovação de Deus o que eles fazem. Temos que entender que não é por uma denominação ser grande e rica, com milhares de membros que existe aprovação do Senhor, porque temos o livre arbítrio, a opção de vivermos como quisermos, e o Senhor não vai interferir. O fato de crescer cada vez mais é normal, mesmo porque as coisas do mundo crescem mesmo, porque aqui é território deles e não do Senhor, afinal, nosso mundo, nossa terra não é aqui, nosso tesouro não está aqui. Deus não vai destruir um templo, uma denominação que prega mentira e falsos evangelhos, assim como não vai destruir nenhuma outra religião por mais pagã que seja, mas os seus membros serão enviados para o sofrimento e vergonha eterna se não se converterem antes. Assim, somos provocados, como Paulo foi, e ele se gloriou não nas coisas do mundo, mas nas do Senhor, no conhecimento da Palavra. “E sei que o tal homem (se no corpo, se fora do corpo, não sei; Deus o sabe) Foi arrebatado ao paraíso; e ouviu palavras inefáveis, que ao homem não é lícito falar.” (2 Coríntios 12:3-4). Paulo se gloriou de ter ido ao terceiro céu ainda em vida e ter ouvido coisas diretamente do Senhor, as quais homem jamais ouviu. Paulo fala do conhecimento, da intimidade com o Senhor, e não de outra coisa, por isso também que devemos nos gloriar somente se realmente formos homens de Deus. Mas de qualquer outra coisa jamais devemos nos gloriar, porque as coisas do mundo são passageiras, e nós devemos nos preocupar em sempre estar fazendo a vontade do Pai, e assim quem sabe poderemos ter o privilégio que o apóstolo Paulo teve.
         “De alguém assim me gloriarei eu, mas de mim mesmo não me gloriarei, senão nas minhas fraquezas. Porque, se quiser gloriar-me, não serei néscio, porque direi a verdade; mas deixo isto, para que ninguém cuide de mim mais do que em mim vê ou de mim ouve.” (2 Coríntios 12:5-6). Temos que compreender que nada somos ou levaremos daqui, e que não seremos agraciados por Deus Pai por qualquer coisa que não seja de acordo com a sua Palavra, não é por se ter um grande templo, ou muitas ovelhas, seguidores, e sim pelo que pregamos e ensinamos. Não devemos nos preocupar em nos vangloriar diante das pessoas, tentar ser melhores, bons, superiores, porque somente um é Bom, que é Deus. Nós devemos todo o tempo fazer o que é certo, cumprir os mandamentos do Senhor, sabendo que, enquanto estivermos aqui, sempre teremos lutas, teremos batalhas e sofrimento, assim como Paulo, que, após essa experiência, recebeu um espinho na carne, para que não se vangloriasse. Somos servos, e é nosso dever agir em conformidade com os preceitos do Senhor, portanto é somente nossa obrigação viver em santidade, pregar o Evangelho da verdade, e não nos preocuparmos em agradar as pessoas. Não temos que fazer shows, campanhas, ou qualquer evento para atrair as pessoas a Cristo, porque Jesus é o suficiente, e, se não for, é porque essas pessoas não o querem, não o buscam, elas sim querem uma outra coisa. “E, para que não me exaltasse pela excelência das revelações, foi-me dado um espinho na carne, a saber, um mensageiro de Satanás para me esbofetear, a fim de não me exaltar. Acerca do qual três vezes orei ao Senhor para que se desviasse de mim.” (2 Coríntios 12:7-8). Muitas vezes encontramos verdadeiros homens e mulheres de Deus sofrendo, passando por lutas, e não compreendemos, achamos até mesmo que possam estar em pecado, por isto estão na situação em que se encontram. Mas, na verdade, essas pessoas podem ser e estar muito superiores a nós espiritualmente falando, porque estão simplesmente em comunhão maior com o Pai, enquanto nós ainda estamos presos a coisas do mundo, da carne. Paulo, em sofrimento, clamou ao Senhor, mas Deus respondeu dizendo que não ia lhe tirar o espinho da carne, porque a Graça lhe bastava. O apóstolo entendeu, compreendeu, e na hora louvou o Senhor dizendo que, quando estava fraco, é que estava forte, porque Deus se manifestava em sua vida. Temos que aprender com Paulo a buscar as coisas do alto e não as terrenas, pois somente assim poderemos afirmar que somos cristãos. “E disse-me: A minha Graça te basta, porque o meu poder se aperfeiçoa na fraqueza. De boa vontade, pois, me gloriarei nas minhas fraquezas, para que em mim habite o Poder de Cristo. Por isso sinto prazer nas fraquezas, nas injúrias, nas necessidades, nas perseguições, nas angústias por amor de Cristo. Porque quando estou fraco então sou forte. Fui néscio em gloriar-me; vós me constrangestes. Eu devia ter sido louvado por vós, visto que em nada fui inferior aos mais excelentes apóstolos, ainda que nada sou. Os sinais do meu apostolado foram manifestados entre vós com toda a paciência, por sinais, prodígios e maravilhas. Pois, em que tendes vós sido inferiores às outras igrejas, a não ser que eu mesmo vos não fui pesado? Perdoai-me este agravo.” (2 Coríntios 12:9-13).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

MANIFESTAÇÃO DA VIDA

“O que era desde o princípio, o que ouvimos, o que vimos com os nossos olhos, o que temos contemplado, e as nossas mãos tocaram da Palavra da vida (Porque a vida foi manifestada, e nós a vimos, e testificamos dela, e vos anunciamos a vida eterna, que estava com o Pai, e nos foi manifestada); O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo.” (1 João 1:1-3)

          O apóstolo João foi usado por Jesus para escrever essa carta, além de duas outras e do Evangelho, com o seu nome, e também o livro de revelação Apocalipse. Nessa carta, ele inicia falando de Jesus, com quem ele conviveu fisicamente durante aproximadamente três anos, e nos mostra que Jesus é o Verbo, é a Palavra, a Vida. Os apóstolos conviveram com a Palavra encarnada durante todo o tempo do Ministério terreno de Jesus, tocaram Nele, alimentaram-se juntos, dormiram no mesmo ambiente, caminharam juntos. Ouviram maravilhosas pregações e ensinos diretamente do Senhor, além de terem presenciado inúmeros milagres, libertações, curas, e também terem se alimentado por duas vezes da multiplicação dos pães e peixes. Esses discípulos acompanharam a trajetória de Jesus até a cruz, mas, quando o prenderam, todos correram e o abandonaram. Viram Ele ser julgado e condenado inocentemente, viram Ele ser chicoteado, viram o povo pedir, clamar para que Ele fosse crucificado e que soltassem o bandido, Barrabás. Viram ali na cruz Ele dar o seu último suspiro e se entregar por nós. Viram Ele morrer na cruz e ser sepultado. Mas também viram Ele ressurreto, ouviram orientações e mandamentos depois que Ele tinha morrido e ressuscitado. Alimentaram-se com Jesus ressurreto, e também o viram subir aos céus após lhes dar os mandamentos. Viram a manifestação da Palavra e assistiram à perseguição desencadeada pelo mundo à Palavra, à Vida, ao Filho de Deus, mas a Palavra, o Evangelho, veio em missão e a cumpriu fielmente, trazendo-nos a liberdade, a vida, pois sem ela pereceríamos por toda a eternidade. A Luz veio ao mundo, mas o mundo não aceitou, a rejeitou, preferiu as trevas, para esconder suas más obras.
        “Estas coisas vos escrevemos, para que o vosso gozo se cumpra. E esta é a mensagem que Dele ouvimos, e vos anunciamos: que Deus é luz, e não há Nele trevas nenhumas.” (1 João 1:4-5). Esses discípulos que tiveram o privilégio de conviver com a Palavra encarnada e que puderam falar, testemunhar para todos nós sobre o Senhor contribuíram e contribuem para que o Verbo seja divulgado por todo o mundo e para que possamos saber exatamente como foi a manifestação do Evangelho de Jesus Cristo. Assim, sabemos que Jesus é a Palavra e a Vida, pois esses discípulos pregaram e ainda pregam, e, enquanto existir mundo, continuam pregando para o mundo, falando da Luz verdadeira, que é Jesus Cristo, que é a Palavra. Quando falamos da Luz, estamos falando de Jesus Cristo, estamos falando da Palavra, da Vida, e afirmamos que ela sabe tudo, pois é impossível conseguirmos esconder qualquer coisa ou pensamento do Senhor. Em Jesus, na Palavra, não há trevas, não há escuridão, não há nada escondido, pois Ele revela tudo, a Luz tudo ilumina, mas as trevas são o maligno, são o oposto de Jesus Cristo, da Palavra de Deus. Quando existem mentiras, engano, coisas escondidas, turvas, nubladas, o Senhor não está, e sim o adversário da nossa alma, mesmo porque a Palavra, Jesus Cristo, nos mostra que o diabo é o pai da mentira, assim todos os que fazem uso dela estão se qualificando como filhos do diabo. Quando alguém vive escondendo as coisas, vive nos segredos, sabemos que não conhece o Senhor, pois sabemos que, quando a Luz chega, tudo revela, é como um ambiente às escuras, nada sabemos o que há dentro, até acendermos a luz, a lâmpada, então podemos ver claramente tudo o que lá existe. Portanto, se somos filhos da Luz, então temos que ser luzes também, temos que brilhar, e não podemos aceitar nenhuma treva em nossas vidas. “Se dissermos que temos comunhão com Ele, e andarmos em trevas, mentimos, e não praticamos a verdade. Mas, se andarmos na Luz, como Ele na luz está, temos comunhão uns com os outros, e o Sangue de Jesus Cristo, seu Filho, nos purifica de todo o pecado.” (1 João 1:6-7).Quando alguém se julga santo e diz que não tem pecado, é na verdade trevas, é o maior pecador, pois está mentindo, e quem mente é filho do diabo, porque a Palavra nos mostra que somos todos pecadores, mas que Jesus nos liberta de todos os pecados, e, para que sejamos libertos, devemos confessar a Ele, assumir que somos pecadores. Portanto, devemos vigiar constantemente, pensar bem antes de falarmos para que não pequemos, porque santo somente há um, que é Deus. É necessária a santificação constante para que possamos ter comunhão com Ele. “Se dissermos que não temos pecado, enganamo-nos a nós mesmos, e não há verdade em nós. Se confessarmos os nossos pecados, Ele é fiel e justo para nos perdoar os pecados, e nos purificar de toda a injustiça. Se dissermos que não pecamos, fazemo-lo mentiroso, e a sua Palavra não está em nós.” (1João 1:8-10).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

terça-feira, 4 de dezembro de 2018

ELEITOS DE DEUS

“Pedro, apóstolo de Jesus Cristo, aos estrangeiros dispersos no Ponto, Galácia, Capadócia, Ásia e Bitínia; eleitos segundo a presciência de Deus Pai, em santificação do Espírito, para a obediência e aspersão do Sangue de Jesus Cristo: Graça e paz vos sejam multiplicadas.” (1 Pedro 1:1-2)

          O apóstolo Pedro dirige essa missiva aos estrangeiros, ou seja, aos não judeus, aos que não eram nascidos em Israel, mas que foram alcançados pela Palavra de Deus, pelo Evangelho de Jesus Cristo, assim como nós. Inicialmente, a Palavra foi a Israel e daí para resto do mundo, e fomos alcançados para que pudéssemos viver uma vida de santidade, viver de acordo com os ditames do Senhor. Nós fomos alcançados por Jesus Cristo para vivermos segundo a sua Palavra, e somente assim poderemos receber a sua Promessa em nossas vidas; caso contrário, é porque não fomos alcançados. Muitos acham que agora pela Graça, por Jesus Cristo, foram alcançados e estão livres do pecado e da condenação e, portanto, podem viver como bem entendem, mas não é esse o Evangelho, fomos alcançados para vivermos em santidade, para vivermos para Jesus, pois Ele morreu por nós. Quando falamos que o conhecemos, que recebemos a sua Graça, mas continuamos vivendo dominados pela carne, dando liberdade a todos os sentimentos humanos, às emoções, vivendo na carne, por mais que falemos o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém), estamos muito longe Dele. Também devemos aprender com os discípulos de Jesus a sempre cumprimentar os da mesma fé com cumprimentos cristãos, desejando que a Paz do Senhor, que a Graça sejam multiplicadas sobre a vida de todos, pois só assim conseguiremos alcançar a Promessa do Senhor.“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos.” (1 Pedro 1:3). Devemos, portanto, todo o tempo, agradecer por tão grande livramento que nos foi concedido através de Jesus, que nos libertou do jugo do pecado, dando-nos a oportunidade de sermos salvos Nele. Assim, é nosso dever sempre bendizer o Senhor pela nossa salvação, e não agradecer somente quando alguma coisa de bom, algum milagre acontece em nossas vidas, mas agradecer pelo milagre maior, que foi a nossa salvação. Não esqueçamos jamais que Cristo ocupou o nosso lugar, pois quem deveria morrer seríamos nós, que somos pecadores, e não Ele, que era inocente.
        “Para uma herança incorruptível, incontaminável, e que não se pode murchar, guardada nos céus para vós, que mediante a fé estais guardados na virtude de Deus para a salvação, já prestes para se revelar no último tempo.” (1 Pedro 1:4-5). Fomos chamados, escolhidos, para termos uma vida de santidade, isto é, longe do pecado, nos afastarmos de tudo o que é errado, de tudo o que o Evangelho condena, e de nos aproximar mais do Senhor fazendo tudo o que o Evangelho aprova, pois, agindo assim, estaremos obedecendo ao Senhor Jesus Cristo e caminhando para Ele, para que possamos desfrutar da vida que Ele nos propôs. Não é somente por palavras, orações e cantos que tomamos posse da Promessa, da vida eterna, e sim pela obediência a sua Palavra, vivendo o seu Evangelho, santificando-se a todo o momento. Mas a nossa herança, nossa fantástica herança, que está guardada nos céus, não tomaremos posse dela se não vivermos o Evangelho segundo o que o Senhor determinou, porque é como um testamento com as suas cláusulas: se algumas delas não forem cumpridas, então a herança também não é entregue. Vivemos no Novo Testamento, na Nova Aliança feita através do Sangue precioso de Jesus Cristo, mas esse Testamento só nos será favorável se lhe obedecermos, caso contrário, será contra nós. Isto porque, se vivermos em desobediência, às margens Dele, com certeza seremos enviados para sofrimentos, vergonha e desonra eterna. “Em que vós grandemente vos alegrais, ainda que agora importa, sendo necessário, que estejais por um pouco contristados com várias tentações, para que a prova da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro que perece e é provado pelo fogo, se ache em louvor, e honra, e glória, na revelação de Jesus Cristo.” (1 Pedro 1:6-7). Devemos compreender que o fato de ter essa maravilhosa Promessa do Senhor não significa que aqui nós viveremos felizes e alegres desfrutando do bom e do melhor, porque não é assim, e a Promessa não se aplica a isto, muito pelo contrário, o Senhor deixou bem claro que aqui nós enfrentaríamos lutas, mas que deveríamos ter bom ânimo. Devemos observar que Ele mandou que tomássemos as nossas cruzes e o seguíssemos. Ele não mandou tomar posse da coroa, mas da cruz, que é símbolo de dor e sofrimento. Temos que compreender que a nossa passagem aqui é curta, estamos somente peregrinando, pois na verdade jamais podemos esquecer que estamos em território inimigo, pois o mundo jaz, está morto no maligno, portanto, não podemos esperar nada de bom, mas uma coisa sabemos: se estivermos com o Senhor, passaremos por Ele em direção ao mundo que nos espera, em direção ao Reino de Deus. Passaremos por lutas até para que a nossa fé seja provada, para que possamos mostrar, confirmar que realmente estamos firmes Nele, e não em busca de bênçãos imediatas, e não querendo reinar aqui. “Ao qual, não o havendo visto, amais; no qual, não o vendo agora, mas crendo, vos alegrais com gozo inefável e glorioso; Alcançando o fim da vossa fé, a salvação das vossas almas. Da qual salvação inquiriram e trataram diligentemente os profetas que profetizaram da Graça que vos foi dada, Indagando que tempo ou que ocasião de tempo o Espírito de Cristo, que estava neles, indicava, anteriormente testificando os sofrimentos que a Cristo haviam de vir, e a glória que se lhes havia de seguir. Aos quais foi revelado que, não para si mesmos, mas para nós, eles ministravam estas coisas que agora vos foram anunciadas por aqueles que, pelo Espírito Santo enviado do céu, vos pregaram o Evangelho; para as quais coisas os anjos desejam bem atentar.”(1 Pedro 1:8-12).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

segunda-feira, 3 de dezembro de 2018

OS QUE INQUIETAM

“Maravilho-me de que tão depressa passásseis daquele que vos chamou à graça de Cristo para outro evangelho; O qual não é outro, mas há alguns que vos inquietam e querem transtornar o Evangelho de Cristo.” (Gálatas 1:6-7)
 

          O apóstolo Paulo ficou escandalizado quando percebeu que aqueles que um dia tinham se declarado cristãos, se batizado e aprendido com Ele o Evangelho de Jesus Cristo, agora, estavam aceitando outras doutrinas e preceitos de homens, assim como vemos nos templos modernos. São muitos os que vão a um templo, a uma denominação, em busca de ouvir a Palavra de Deus, de aprender o Evangelho de Jesus Cristo, mas acabam encontrando os pregadores e ministros do diabo. Sim, pois estes, apesar de citarem o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém), falam e ensinam contra o Evangelho de Jesus Cristo, pois falam de um Jesus bonzinho, que tolera e aceita o pecado e que está preocupado em deixar as pessoas felizes e alegres aqui, que está preocupado em dar riquezas, que está preocupado com a felicidade das pessoas neste mundo e que jamais irá deixá-las tristes ou passar por lutas e sofrimentos, que aceita a mentira, o divórcio, o recasamento, a prostituição, as mentiras, e exige ofertas, barganhas e desafios, além de campanhas mentirosas. Por desconhecimento, as pessoas acabam aceitando, concordando e praticando ensinamentos heréticos, por acharem que estão fazendo a vontade do Senhor. Por não lerem, não meditarem na Bíblia, por não dedicarem tempo a pesquisar, acham que estão fazendo o certo, seguindo e obedecendo a esses pregadores, mas, na verdade, estão indo a passos largos em direção ao sofrimento, desonra e morte eterna. “Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema.” (Gálatas 1:8). Temos que saber que não existe nenhuma revelação, profecia que seja contra a Palavra de Deus, porque qualquer que seja a revelação, profecia ou ensino, se não estiver cem por cento de acordo com o Evangelho, é falso, é mentira, é engano do diabo. Temos que acordar e observar que os anticristos já estão em muitos púlpitos de templos, em congregações, citando o Nome do Senhor, mas ensinando a desobediência, pregando heresias. Qualquer pessoa, por mais importante que seja, por mais que tente passar uma imagem espiritualizada, se não estiver simplesmente ensinando o Evangelho de Jesus Cristo, é um maldito a serviço do inferno.
          “Assim, como já vo-lo dissemos, agora de novo também vo-lo digo. Se alguém vos anunciar outro evangelho além do que já recebestes, seja anátema.” (Gálatas 1:9). Anátema quer dizer maldito, maldição, e Paulo está dizendo com todas as letras que todos esses que estão ensinando essas doutrinas estranhas ao Evangelho são malditos do Senhor. Esses pregadores de prosperidade, esses que ensinam que cristão não pode sofrer são pessoas que devem buscar o Senhor com urgência e se arrepender, caso contrário, irão enfrentar um castigo terrível por estarem conduzindo pessoas à morte e ao sofrimento eterno. O Senhor exige de nós conversão, santidade, arrependimento, saber que os sofrimentos, as lutas e as batalhas em nossas vidas são esperados, pois o nosso Mestre padeceu de maneira terrível, e Ele mesmo disse: “no mundo tereis aflições”. Se somos seus discípulos, então são normais as afrontas, as perseguições, as lutas surgirem em nossas vidas, mas devemos perseverar sempre em seguir o Senhor, porque Nele nós somos mais do que vencedores. Portanto, é hora de abrirmos os nossos olhos e observarmos o que se está pregando, ensinando ou vivendo no templo, na congregação, ou denominação que frequentamos, e se não estiverem de acordo com o Evangelho de Jesus Cristo, devemos urgentemente sair, buscar outra que vive e pregue Jesus Cristo, e este crucificado. “Porque, persuado eu agora a homens ou a Deus? Ou procuro agradar a homens? Se estivesse ainda agradando aos homens, não seria servo de Cristo. Mas faço-vos saber, irmãos, que o Evangelho que por mim foi anunciado não é segundo os homens. Porque não o recebi, nem aprendi de homem algum, mas pela revelação de Jesus Cristo.” (Gálatas 1:10-12). Não podemos ter a preocupação de agradar a pessoas, a seres humanos, devemos amá-los como a nós mesmos, e esse amor nos constrange a ensinar, a pregar sempre a Verdade, que é o Evangelho de Jesus Cristo. Não podemos em hipótese alguma tentar consolar, justificar ou nos apiedar das pessoas e ensinar alguma coisa ou permitir algo que seja contra o Evangelho. A nossa função é viver e ensinar o Evangelho de Jesus Cristo, que é o próprio Jesus Cristo, uma vez que Ele é o Verbo, é a Palavra. Isto é exatamente por termos aprendido de Cristo e não em uma escola ou faculdade de teologia, mas por termos sido ensinados pelo Mestre dos Mestres. Assim, não prometemos riquezas nem facilidades, falamos de salvação, falamos de vida, falamos a verdade, e não chamamos ninguém para a nossa denominação, mas chamamos todos a Cristo. “Porque já ouvistes qual foi antigamente a minha conduta no judaísmo, como sobremaneira perseguia a igreja de Deus e a assolava. E na minha nação excedia em judaísmo a muitos da minha idade, sendo extremamente zeloso das tradições de meus pais. Mas, quando aprouve a Deus, que desde o ventre de minha mãe me separou, e me chamou pela sua graça, Revelar seu Filho em mim, para que o pregasse entre os gentios, não consultei a carne nem o sangue, Nem tornei a Jerusalém, a ter com os que já antes de mim eram apóstolos, mas parti para a Arábia, e voltei outra vez a Damasco. Depois, passados três anos, fui a Jerusalém para ver a Pedro, e fiquei com ele quinze dias. E não vi a nenhum outro dos apóstolos, senão a Tiago, irmão do Senhor. Ora, acerca do que vos escrevo, eis que diante de Deus testifico que não minto.” (Gálatas 1:13-20).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

domingo, 2 de dezembro de 2018

RECEBENDO E ANDANDO

“Como, pois, recebestes o Senhor Jesus Cristo, assim também andai Nele, Arraigados e sobreedificados Nele, e confirmados na fé, assim como fostes ensinados, nela abundando em ação de graças.” (Colossenses 2:6-7)

 Nós um dia conhecemos o Evangelho, viemos para Jesus, abrimos as nossas bocas dizendo que o aceitávamos como o único e suficiente Salvador, logo, devemos viver Nele. Mas devemos saber diferenciar uma religião, uma denominação do Senhor, temos que compreender o que são doutrinas e preceitos de homens e o que são mandamentos do Senhor, digo isto porque muitos vivem mandamentos e doutrinas de homens achando que estão fazendo a vontade do Senhor. Devemos compreender o que é o Evangelho e colocá-lo em prática em todos os sentidos, não só dentro de templo ou na hora de orar, de pedir e clamar por bênçãos. Em Cristo, nós temos liberdade e alegria. Alguns acham que não têm direito de ser alegres, de se sentirem livres, pois acham que estariam pecando. Outros acham que, se ficarem um dia sem ir a templos, a congregações, estarão indo contra a vontade do Senhor, sem falar nos que acham que devem participar de campanhas que as suas denominações, os seus pastores criam, e que devem sempre ofertar, fazer sacrifícios quando o pastor pede, e acabam passando por situações difíceis por quererem agradar ao líder achando que estão fazendo a vontade de Deus. Assim também muitas mulheres se acham culpadas, pecadoras por usarem calças no trabalho ou em casa, uma vez que a denominação que frequentam proíbe, há ainda as que, por desejarem usar um brinco, uma joia acham que isso é seta, ação do diabo em suas vidas. Outros acham que, se comerem carne de porco ou trabalharem no sábado, estão pecando. Isto tudo porque, apesar de estarem há muito tempo em uma denominação, ainda não estão em Cristo, pois, se assim fosse, saberiam que não estão em pecado e não estão errando, mas erram por não conhecerem as Escrituras, erram por não lerem e meditarem no Evangelho e assim conhecerem a vontade de Deus. “Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo.” (Colossenses 2:8). Portanto, temos que tomar muito cuidado para não sermos enganados por esses que dizem saber tudo do Evangelho, mas que pregam contra Ele, e a única maneira de escaparmos disso é lendo, estudando, meditando no Evangelho de Jesus Cristo, pois ele é o próprio Senhor Jesus falando conosco.
              “Porque Nele habita corporalmente toda a plenitude da Divindade; e estais perfeitos Nele, que é a Cabeça de todo o principado e potestade; No qual também estais circuncidados com a circuncisão não feita por mão no despojo do corpo dos pecados da carne, pela circuncisão de Cristo; Sepultados com Ele no batismo, Nele também ressuscitastes pela fé no poder de Deus, que o ressuscitou dentre os mortos.” (Colossenses 2:9-12). Temos que conhecer quem chamamos de Deus, devemos saber com clareza quem é Jesus Cristo, pois muitos falam em Jesus como sendo uma figura abstrata, não o conhecem e nem sabem quem é, simplesmente repetem o que escutam. Devemos compreender que Ele é Deus, é o Criador de tudo o que existe no mundo, que não há absolutamente nada que não tenha sido criado por Ele, e que Ele tem o domínio, o comando de tudo e de todos, e só acontece qualquer coisa com a sua permissão, sua vontade. Quando o Evangelho fala em circuncisão, não se fala aqui no sinal externo feito no prepúcio dos membros, como os judeus fazem, mas falamos em circuncisão do coração. Quando temos um coração realmente voltado, devotado a Cristo, quando amamos as suas leis e preceitos, temos prazer e alegria em obedecer-lhe. Um dia aceitamos o Senhor, e essa confirmação se deu no Batismo, que é quando resolvemos sepultar o velho homem, a velha mulher, e viver segundo não a nossa vontade, mas a vontade do Senhor, quando então resolvemos mortificar a nossa carne e nos permitir ser guiados por Cristo. Portanto, nascemos de novo e vivemos em novidade de vida sabendo que, assim como Cristo um dia morreu e ressuscitou, também ressuscitaremos Nele para desfrutarmos de uma vida de abundância. “E, quando vós estáveis mortos nos pecados, e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com Ele, perdoando-vos todas as ofensas, havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz.” (Colossenses 2:13-14). Nós éramos pecadores e sem condições de nos livrar do pecado. Jesus veio, ocupou o nosso lugar, assumiu os nossos pecados, e ali na cruz do Calvário nos libertou do pecado para podermos viver livres Nele. A nossa dívida Ele pagou com o seu precioso Sangue e nos tornou pessoas livres, e, portanto, não podemos nos colocar debaixo de jugo algum, pois estaríamos desmerecendo o sacrifício da cruz. Devemos simplesmente obedecer a Ele e nada mais, não precisamos de fazer nenhum sacrifício, pois Ele se sacrificou por nós, não precisamos ficar presos a nada, pois naturalmente somos prisioneiros Dele. Assim, não podemos nos fazer escravos servos, pois somos livres em Cristo Jesus.“E, despojando os principados e potestades, os expôs publicamente e deles triunfou em si mesmo. Portanto, ninguém vos julgue pelo comer, ou pelo beber, ou por causa dos dias de festa, ou da lua nova, ou dos sábados, Que são sombras das coisas futuras, mas o corpo é de Cristo. Ninguém vos domine a seu bel-prazer com pretexto de humildade e culto dos anjos, envolvendo-se em coisas que não viu; estando debalde inchado na sua carnal compreensão,
E não ligado à cabeça, da qual todo o corpo, provido e organizado pelas juntas e ligaduras, vai crescendo em aumento de Deus. Se, pois, estais mortos com Cristo quanto aos rudimentos do mundo, por que vos carregam ainda de ordenanças, como se vivêsseis no mundo, tais como: Não toques, não proves, não manuseies? As quais coisas todas perecem pelo uso, segundo os preceitos e doutrinas dos homens; As quais têm, na verdade, alguma aparência de sabedoria, em devoção voluntária, humildade, e em disciplina do corpo, mas não são de valor algum senão para a satisfação da carne.”(Colossenses 2:15:23).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

FORTIFICAR NA GRAÇA

“Tu, pois, meu filho, fortifica-te na Graça que há em Cristo Jesus. E o que de mim, entre muitas testemunhas, ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros. Tu pois, sofre as aflições, como bom soldado de Jesus Cristo.” (2 Timóteo 2:1-3)

          O apóstolo Paulo, falando para o jovem pastor Timóteo, faz uma série de advertências que servem para todos nós, principalmente para os pastores atuais. Servem para todos nós, pastores, vivermos e, principalmente, ensinarmos, e não pregarmos mentiras, como muitos fazem. É necessário saber que se precisa de idoneidade para exercer a função de pastor, e principalmente compreender que ser pastor é ser chamado por Jesus Cristo para pregar, ensinar o seu Evangelho, e não outra coisa qualquer. A função de pastor requer disponibilidade em tempo integral, porque se vive em função do Evangelho, tendo a certeza de que não foi chamado para viver na bonança, e sim para as lutas. Ser um guerreiro de Cristo, ser um soldado a serviço do Reino traz muitas lutas, aflições e dores, isto porque estamos em campo de batalha, estamos em território inimigo, portanto, somos bombardeados constantemente, mas olhamos para o nosso General, aquele que nos chamou, e assim continuamos a nossa luta. Não podemos nos corromper, como muitos que se dizem pastores e cujas preocupações são dinheiro, bem-estar e poder, porque não é essa a nossa promessa. Não podemos simplesmente estar levantando, ungindo qualquer um como pastores, não é um curso de teologia que capacita alguém para exercer esse ministério, tem que ser chamado por Cristo, tem que estar disposto a sofrer por causa do Evangelho. Não pode ser ninguém preso a bens materiais, a coisas, e sim reconhecer que é um prisioneiro em Cristo Jesus. “Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra.” (2 Timóteo 2:4). Temos que saber que estamos em campo de batalha, que o nosso adversário está o tempo todo nos bombardeando, mas temos que fazer uso do escudo da fé, temos que estar com o capacete da salvação e empunhando a espada, que é a Palavra de Deus. Estamos em território inimigo, portanto, são esperados os ataques, mas devemos olhar para o Autor e Consumador da nossa fé. Assim, não nos envolvemos com nada que não seja o Evangelho de Jesus Cristo, gastamos o nosso tempo ensinando, pregando, pois essa é a nossa missão.
           “E, se alguém também milita, não é coroado se não militar legitimamente. O lavrador que trabalha deve ser o primeiro a gozar dos frutos. Considera o que digo, e o Senhor te dê entendimento em tudo.” (2 Timóteo 2:5-7). Muitos dos que se intitulam pastores, bispos, apóstolos e outros títulos eclesiásticos, na verdade, estão muito longe de serem convertidos, pois ensinam umas doutrinas estranhas e contrárias ao Evangelho e não receberão o galardão, na verdade recebem somente aqui, que na verdade é o que buscam, porque o Evangelho de Jesus Cristo é incompatível com política, com negócios, e muitos dos que se dizem pastores, mas que têm outros negócios, são empresários, comerciantes, estão indo frontalmente contra o Evangelho, e os que querem ser políticos estão totalmente na contramão do Evangelho da Graça. Devemos fazer bem a separação, não digo todos os cristãos, mas os que se dizem pastores ou que ocupam cargos eclesiásticos, esses já têm trabalho e missão, são sustentados diretamente pelo Senhor. Os pastores legítimos não esperam ser reconhecidos, ou receber galardões aqui, pois sabem que o seu galardão, o seu prêmio não está aqui, mas com o Senhor, e o receberá quando partir. Somos os primeiros a ser coroados, a ser recompensados, a receber os nossos galardões quando partirmos daqui, mas isso se tivermos lutado legitimamente. Portanto, sabemos que aqui lutamos, combatemos, passamos por lutas, dificuldades, aflições, mas em tudo somos mais do que vencedores em Cristo Jesus. Não podemos pregar um Evangelho diferente para atrair pessoas, para agradar, para não as magoar, não confrontar, e assim elas saírem do Evangelho. Somos convocados para pregar a Verdade, exortar, falar do Evangelho que rasga, que traz dor, mas que traz alegria, salvação, traz vida. Devemos ensinar a verdade às pessoas, querendo elas ouvir ou não, falamos do Evangelho de Jesus Cristo e nada fazemos para agradar, para fazê-las ouvir, para ficarem onde estivermos. Se ficarem, que não seja por nossa causa, mas por causa de Cristo. Não podemos imitar os que pregam evangelhos diferentes e também convertem pessoas a falsos evangelhos, e eles juntamente com os falsos crentes caminham a passos largos em direção à morte eterna.“Lembra-te de que Jesus Cristo, que é da descendência de Davi, ressuscitou dentre os mortos, segundo o meu Evangelho; Por isso sofro trabalhos e até prisões, como um malfeitor; mas a Palavra de Deus não está presa.” (2 Timóteo 2:8-9). Sabemos quem é Jesus, sabemos as suas dores e sofrimento por nossa causa, e nós, que dizemos ser seus seguidores, seus discípulos, sabemos que as lutas, os sofrimentos são o que nos espera. Assim como o Nosso Mestre, continuamos firmes, não olhando para as perseguições nem para os sofrimentos, mas simplesmente preocupados em cumprir a nossa missão. Não pregamos o falso evangelho de só vitória, só vitória, não falamos de prosperidade, não falamos que aqui é lugar de alegria e curtição, que devemos desfrutar do melhor, pois não é essa a verdade. Pregamos, cobramos, exigimos conversão, arrependimento, santidade e compromisso com o Senhor, pois é isso que os verdadeiros cristãos fazem, pois não estão preocupados com as coisas deste mundo, que jaz no maligno.“Portanto, tudo sofro por amor dos escolhidos, para que também eles alcancem a salvação que está em Cristo Jesus com Glória eterna. Palavra fiel é esta: que, se morrermos com Ele, também com Ele viveremos; se sofrermos, também com Ele reinaremos; se o negarmos, também Ele nos negará; se formos infiéis, Ele permanece fiel; não pode negar-se a si mesmo.” (2 Timóteo 2:10-13).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

GRANDE MISERICÓRDIA

“Bendito seja o Deus e Pai de nosso Senhor Jesus Cristo que, segundo a sua grande misericórdia, nos gerou de novo para uma viva esperança, pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, para uma herança incorruptível, incontaminável, e que não se pode murchar, guardada nos céus para vós, Que mediante a fé estais guardados na virtude de Deus para a salvação, já prestes para se revelar no último tempo.”(1 Pedro 1:3-5)

         Temos que bendizer, exaltar, glorificar o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém), porque pela sua misericórdia, pelo seu amor Ele nos deu vida novamente. Estávamos mortos em nossos pecados e não tínhamos salvação, mas aprouve a Ele enviar seu Filho amado, em semelhança de carne, para nos resgatar. Mas Ele não nos gerou novamente, Ele não nos deu vida novamente para vivermos como quisermos, e sim para vivermos segundo a sua vontade, segundo os seus preceitos. Ele tem todo o direito de nos exigir isso, pois foi Ele quem nos deu vida e nos comprou com o Sangue Precioso de Jesus Cristo. Fomos comprados para vivermos de acordo com os seus preceitos, porque a nossa esperança se chama Jesus Cristo, e, assim como Ele morreu e ressuscitou por nós, com Ele também ressuscitaremos para viver Nele se formos obedientes, caso contrário, seremos ressuscitados para padecermos por toda a eternidade. Devemos compreender que Jesus foi enviado para sofrer e morrer em nosso lugar, para que pudéssemos ter vida Nele, e quem o rejeita não há como Deus Pai perdoar, uma vez que as pessoas estão desvalorizando o Sacrifício da Cruz, estão rejeitando o seu Filho, e não existe pai que concorde que se escarneça de seu Filho – sabemos que a rejeição se dá quando as pessoas resolvem viver de acordo com suas lógicas e entendimento humano, e não obedecendo a Ele. “Em que vós grandemente vos alegrais, ainda que agora importa, sendo necessário, que estejais por um pouco contristados com várias tentações, Para que a prova da vossa fé, muito mais preciosa do que o ouro que perece e é provado pelo fogo, se ache em louvor, e honra, e glória, na revelação de Jesus Cristo; Ao qual, não o havendo visto, amais; no qual, não o vendo agora, mas crendo, vos alegrais com gozo inefável e glorioso; Alcançando o fim da vossa fé, a salvação das vossas almas.”(1 Pedro 1:6-9). Temos que entender que Jesus morreu para nos dar vida eterna, nos dar vida, e não luxo, conforto, riquezas ou prosperidade aqui, portanto, é normal, esperado que passemos por lutas aqui. Quando estivermos passando por batalhas, não reclamemos, pois sabemos que Cristo sofreu muito mais por nós e não reclamou, assim, sabemos que devemos tudo suportar, SEMPRE GLORIFICANDO o Nome do Senhor.
        “Da qual salvação inquiriram e trataram diligentemente os profetas que profetizaram da Graça que vos foi dada, Indagando que tempo ou que ocasião de tempo o Espírito de Cristo, que estava neles, indicava, anteriormente testificando os sofrimentos que a Cristo haviam de vir, e a glória que se lhes havia de seguir. Aos quais foi revelado que, não para si mesmos, mas para nós, eles ministravam estas coisas que agora vos foram anunciadas por aqueles que, pelo Espírito Santo enviado do céu, vos pregaram o Evangelho; para as quais coisas os anjos desejam bem atentar.”(1 Pedro 1:10-12). A vinda do Messias, a vinda de Cristo foi revelada pelos profetas há centenas de anos, isto porque o Senhor queria preparar o povo para receber o seu Filho, mas eles não somente o ignoraram como o perseguiram e o conduziram à morte. Os judeus, os praticantes da lei não reconhecem Cristo como o Filho de Deus e por isto ainda estão esperando a primeira vinda de Cristo, e não perceberam que o que virá será a sua segunda vinda, e os que não creram Nele serão enviados para o tormento eterno. Mas o espírito de Deus já nos revelou, nos mostrou, confirmou tudo, sabemos que Cristo já veio e está prestes a voltar para levar a sua igreja, e por isso procuramos viver segundo a sua vontade, temos que praticar a santidade, porque é uma exigência, e quem não for encontrado limpo no seu retorno padecerá por toda a eternidade. Exatamente por o amarmos, por o temermos, por lutar pelas nossas vidas, procuramos de todas as maneiras obedecer-lhe, procuramos viver segundo os seus preceitos e determinações, porque queremos viver Nele por toda a eternidade. Reconhecemos e sabemos que o mundo está morto em seus pecados, por isto não buscamos gratificações ou recompensas aqui, nós buscamos viver o Evangelho de Jesus Cristo não nos preocupando com as afrontas que surgem. “Portanto, cingindo os lombos do vosso entendimento, sede sóbrios, e esperai inteiramente na Graça que se vos ofereceu na revelação de Jesus Cristo; Como filhos obedientes, não vos conformando com as concupiscências que antes havia em vossa ignorância; Mas, como é Santo aquele que vos chamou, sede vós também santos em toda a vossa maneira de viver; Porquanto está escrito: Sede santos, porque eu sou Santo.” (1 Pedro 1:13-16). Assim, devemos ser sóbrios, devemos ser homens e mulheres comprometidos não com o mundo ou com o que ele possa nos oferecer, mas comprometidos com Cristo, com o Autor da Vida. Devemos procurar obedecer-lhe em tudo, a seus preceitos, e procurarmos ser santos, isto é, andar, viver em santidade, porque quem nos chamou, quem nos convocou, quem nos comprou é Santo. Temos por obrigação praticar a santidade, viver nos santificando se formos realmente filhos de Deus, se buscamos a salvação em Cristo. Por isto, a nossa maneira de viver é diferente, temos que viver pela fé e não tentarmos ser espertinhos; temos que ser honestos, misericordiosos, justos, bondosos e vivermos pela fé, devemos ser imitadores de Cristo. “E, se invocais por Pai aquele que, sem acepção de pessoas, julga segundo a obra de cada um, andai em temor, durante o tempo da vossa peregrinação, Sabendo que não foi com coisas corruptíveis, como prata ou ouro, que fostes resgatados da vossa vã maneira de viver que por tradição recebestes dos vossos pais, Mas com o Precioso Sangue de Cristo, como de um Cordeiro Imaculado e Incontaminado.”(1 Pedro 1:17-19).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

terça-feira, 27 de novembro de 2018

NADA FICARÁ

“E, dizendo alguns a respeito do templo, que estava ornado de formosas pedras e dádivas, disse: Quanto a estas coisas que vedes, dias virão em que não se deixará pedra sobre pedra, que não seja derrubada.” (Lucas 21:5-6)

 Quando os discípulos de Jesus o procuram, eles chamam a sua atenção para a grandiosidade, a suntuosidade do templo, e Ele responde de maneira clara que todas aquelas coisas um dia iriam sumir, desaparecer, deteriorar. Hoje, vejo pastores preocupados em construir templos enormes e luxuosos. Analisando, vejo a incoerência com a Palavra de Deus, porque, primeiramente, nos grandes templos, as pessoas que os frequentam, os membros, não recebem o tratamento de ovelhas, mesmo porque é impossível um pastor conhecer dez mil pessoas e saber a situação de cada uma, e elas serem atendidas quando precisarem. Vejo que muitas vezes as pessoas, as ovelhas, ou os frequentadores desses templos grandiosos, precisam de uma orientação do pastor e não conseguem, porque, como ele é muito atarefado, não tem tempo disponível. Por isto há templos, denominações em que é preciso marcar audiência com uns seis ou sete meses de antecedência. Portanto, se a pessoa tinha um problema sério para resolver, com certeza não poderá contar com a ajuda e orientação do pastor. O máximo que as pessoas conseguem é falar com algum obreiro, que geralmente nada sabe, ou as aconselham de maneira errada. Além de o pastor nada conhecer sobre as pessoas que lá frequentam, e as pessoas não receberem cuidados de ovelhas, muitas delas em pecado não têm ninguém para exortá-las, para conversar e ensiná-las de acordo com a Palavra, porque o pastor elas só o conhecem por estar lá na frente, no púlpito. Geralmente esses templos grandiosos fazem em seu interior cantinas, restaurantes, livraria e outros tipos de comércio, o que é contrário à Palavra de Deus, pois o único momento em que sabemos de Jesus irado, com raiva, foi quando encontrou comércio no interior do templo, na verdade, no átrio externo, no pátio exterior, foi tão sério que Jesus chegou a fazer um chicote para expulsar os comerciantes. E para manter esses templos grandiosos, precisa-se de muito capital, por isto os seus pastores, pregadores vivem constantemente pedindo ofertas, pedindo dinheiro cada vez mais e mais. Na verdade não é mais um templo, para eles é uma empresa que tem que ser administrada com firmeza para poder dar lucro, e as ovelhas são a mercadoria que tem que ser tratada com carinho, para que possam ofertar mais, portanto sempre falam coisas boas e nunca pregam sobre arrependimento, santidade, salvação. E esses locais estão cheios de pessoas que vivem em pecados vários.
           “E perguntaram-lhe, dizendo: Mestre, quando serão, pois, estas coisas? E que sinal haverá quando isto estiver para acontecer?” (Lucas 21:7). Jesus diz que tudo será destruído, porque é claro que o Senhor não está preocupado com luxo, conforto ou grandiosidade de templo, Ele está preocupado conosco, que somos os verdadeiros templos Dele. Tudo o que vemos no mundo será destruído um dia, tudo passará, e somente o que importa são as nossas almas, é saber que daqui partiremos um dia e para onde vamos dependerá da maneira como cada um de nós viveu, como tratou, respeitou e amou ao Senhor. Não vamos a templos para nos alegrar, ou para nos sentirmos confortáveis, e sim para ouvir a Palavra de Deus, para sermos exortados, admoestados, vamos a templos para ouvir Deus, para aprendermos mais com Ele, vamos a templos para adorar, em espírito e em verdade. Quando Jesus disse que tudo seria destruído, os discípulos ficaram preocupados e quiseram saber quando tudo aconteceria. Jesus não responde dizendo dia e hora, mas fala sobre os sinais que antecederiam a sua volta, que acontecerão antes de tudo ser destruído. “Disse então Ele: Vede não vos enganem, porque virão muitos em meu Nome, dizendo: Sou eu, e o tempo está próximo. Não vades, portanto, após eles. E, quando ouvirdes de guerras e sedições, não vos assusteis. Porque é necessário que isto aconteça primeiro, mas o fim não será logo. Então lhes disse: Levantar-se-á nação contra nação, e reino contra reino; E haverá em vários lugares grandes terremotos, e fomes e pestilências; haverá também coisas espantosas, e grandes sinais do céu.”(Lucas 21:8-11). Jesus então fala que é para tomarmos cuidado, pois os enganos, as mentiras, os falsos profetas, os falsos cristos viriam antes, e isso já vemos constantemente nos interiores de muitos templos onde citam o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém), mas o que pregam e ensinam vai contra a própria Palavra. Jesus nos manda ficar em alerta, observar a sua Palavra para não sermos enganados, pois haverá sinais que, se fosse possível, enganariam até os escolhidos, do Senhor. Portanto, devemos ficar em alerta e recusar todos os ensinamentos, sinais e mágicas contrárias à Palavra de Cristo, porque sabemos que não é Dele. Também Ele disse que guerras, terremotos, tsunamis, fomes, miséria, muita coisa aconteceria antes, portanto, quando ficarmos sabendo de guerras, catástrofes que acontecem no mundo, não nos assustemos, simplesmente saibamos que a Palavra está se cumprindo e que está cada dia mais próxima a volta do Senhor. Ele também disse que, antes disso, aconteceria a verdadeira perseguição aos cristãos, e isto já vemos pelo mundo. “Mas antes de todas estas coisas lançarão mão de vós, e vos perseguirão, entregando-vos às sinagogas e às prisões, e conduzindo-vos à presença de reis e presidentes, por amor do meu Nome. E vos acontecerá isto para testemunho. Proponde, pois, em vossos corações não premeditar como haveis de responder; Porque eu vos darei boca e sabedoria a que não poderão resistir nem contradizer todos quantos se vos opuserem. E até pelos pais, e irmãos, e parentes, e amigos sereis entregues; e matarão alguns de vós. E de todos sereis odiados por causa do meu Nome. Mas não perecerá um único cabelo da vossa cabeça. Na vossa paciência possuí as vossas almas.”(Lucas 21:12-19).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino 


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

segunda-feira, 26 de novembro de 2018

ANDANDO DIFERENTE

“E digo isto, e testifico no Senhor, para que não andeis mais como andam também os outros gentios, na vaidade da sua mente. Entenebrecidos no entendimento, separados da vida de Deus pela ignorância que há neles, pela dureza do seu coração; os quais, havendo perdido todo o sentimento, se entregaram à dissolução, para com avidez cometerem toda a impureza.” (Efésios 4:17-19)

 O apóstolo Paulo de maneira clara fala, para que todos possam entender, que ser cristão, ser crente, ser evangélico é ter um comportamento diferente, é viver de acordo com os ensinamentos de Cristo. Não se pode falar em conversão, ou que as pessoas se transformarão em crentes só por frequentarem uma congregação qualquer. Não é o fato de ir diariamente a um templo denominado evangélico que transforma uma pessoa em crente. Mas, se houve uma conversão, então houve uma mudança, e essa mudança começa de dentro para fora, começa pelo nosso interior, em nosso coração, porque passamos a rejeitar tudo o que é contrário à Palavra de Deus. Temos que ter um pensamento diferente do mundo, temos que condenar todos os pecados, não podemos concordar com nada que o Senhor diz que é pecado, não podemos participar em hipótese alguma de qualquer coisa que seja contrária à sã doutrina. É inconcebível vermos pessoas que se dizem crentes dando mau exemplo. Algumas pessoas dizem conhecer Cristo, mas vivem na mentira, no adultério, em recasamento, em desonestidades, em violência. Esses que assim procedem são piores do que o ímpio, do que o ateu, ou de outra religião qualquer, pois estão denegrindo a imagem do Evangelho, e, portanto, vão pagar um preço muito alto. Antes de abrir a boca para se identificarem como crentes, deveriam se examinar, pois muitos andam de maneira pior do que o profano, do que o escarnecedor. “Mas vós não aprendestes assim a Cristo, Se é que o tendes ouvido, e Nele fostes ensinados, como está a verdade em Jesus.” (Efésios 4:20-21) Mas quem aprendeu ou está aprendendo de Cristo sabe que tem que mudar e procura se moldar ao Evangelho, porque, já conhecendo Cristo, sabe que, se continuar nas práticas antigas, não haverá escapatória, e com certeza irá padecer por toda a eternidade. Quem conhece Cristo não vive correndo atrás de bênçãos e tudo faz para ter Jesus em sua vida.
           “Que, quanto ao trato passado, vos despojeis do velho homem, que se corrompe pelas concupiscências do engano; E vos renoveis no espírito da vossa mente; E vos revistais do novo homem, que segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade.” (Efésios 4:22-24). Assim, quem se converte ao Senhor abandona os velhos hábitos, abandona toda prática errada e começa a viver seguindo o Manual da vida, que é a Bíblia. Sabemos que quem realmente é cristão, é convertido, não está vivendo em um divórcio, ou no segundo, terceiro casamento, quem é crente não vive nas fofocas, nas mentiras ou desonestidades, quem é evangélico não vive na fornicação, na prostituição, não vive para satisfazer os desejos da carne, quem é evangélico vive em função de agradar Cristo. Quem é cristão, crente, evangélico, não vive adorando imagem de qualquer santo, e nem adora objetos, tais como lenços, toalhas, palitos, garrafas de água, sal, rosas e outros muito comuns em templos denominados evangélicos. Quem é cristão sabe qual é o seu compromisso com o Senhor e tem conhecimento de que não poderá esconder-se Dele, porque Ele examina os nossos pensamentos, o nosso interior. Quem é cristão, que quer dizer discípulo, aprendiz de Cristo, vive para ser igual a Cristo, por isso pratica a santidade e não tem prazer nas coisas do mundo. Assim, se realmente é convertido ao Evangelho de Jesus Cristo, vive por Ele e para Ele. “Por isso deixai a mentira, e falai a verdade cada um com o seu próximo; porque somos membros uns dos outros. Irai-vos, e não pequeis; não se ponha o sol sobre a vossa ira. Não deis lugar ao diabo. Aquele que furtava, não furte mais; antes trabalhe, fazendo com as mãos o que é bom, para que tenha o que repartir com o que tiver necessidade.” (Efésios 4:25-28). Podemos até irar, ficar com raiva, mas não pecarmos, pois sabemos que estaríamos indo contra a Palavra de Deus. Antes de dormir, devemos fazer tudo para nos acalmar e esquecer o que nos fez ficar com raiva. Seria muita hipocrisia as pessoas pensarem que, por serem crentes, não ficam com raiva, porque, como ainda estamos na carne, estamos sujeitos a sentimentos e emoções que aparecem quase que involuntariamente, mas devemos aprender a nos dominar. Ficamos nervosos quando nos deparamos com as heresias, os adultérios da Palavra de Deus, mas não agredimos ninguém. O próprio Senhor Jesus ficou nervoso quando deparou com o comércio no templo, e fez um chicote e derrubou as mesas dos cambistas e os expulsou todos do templo. Assim, sabemos que podemos até ficar nervosos, mas não podemos pecar, não podemos dar lugar ao diabo, temos que seguir Jesus, Ele é o nosso exemplo, e, portanto, devemos abandonar todos os pecados, se quisermos ter vida Nele. “Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, mas só a que for boa para promover a edificação, para que dê graça aos que a ouvem. E não entristeçais o Espírito Santo de Deus, no qual estais selados para o dia da redenção. Toda a amargura, e ira, e cólera, e gritaria, e blasfêmia e toda a malícia sejam tiradas dentre vós, Antes sede uns para com os outros benignos, misericordiosos, perdoando-vos uns aos outros, como também Deus vos perdoou em Cristo.” (Efésios 4:29-32).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

domingo, 25 de novembro de 2018

IMITANDO A CRISTO

“Sede meus imitadores, como também eu de Cristo. E louvo-vos, irmãos, porque em tudo vos lembrais de mim, e retendes os preceitos como vo-los entreguei. Mas quero que saibais que Cristo é a cabeça de todo o homem, e o homem a cabeça da mulher; e Deus a cabeça de Cristo.” (1 Coríntios 11:1-3)

 Paulo pede aos coríntios o imitarem no seu jeito de viver, pregar e ensinar o Evangelho, mas isto ele falava porque tinha a certeza, a segurança de estar realmente imitando Cristo, de estar praticando os ensinamentos de Jesus Cristo. Por isto eu sempre digo que a melhor pregação, o melhor ensino é aquele que transmitimos com o nosso viver, nosso comportamento, porque muitos falam uma coisa, mas fazem e vivem outra totalmente diferente. O apóstolo Paulo ainda pede que eles retenham, segurem, aprendam, pratiquem o que ele ensinou, da mesma forma que se sente alegre por muitos deles estarem fazendo exatamente isso. Nós temos que aprender a ser discípulos de Cristo, andar, viver como Ele viveu, falar, expressar a mesma coisa que Ele, porque somente assim estaremos sendo cristãos, que são os aprendizes de Cristo. Às vezes fico observando as pessoas de várias religiões e seitas afirmarem que são cristãs, mas basta um olhar mais apurado para ver que elas ensinam, pregam e vivem de maneira totalmente contrária à Palavra de Cristo. Ser cristão é ser imitador de Cristo, e se temos alguém, se conhecemos alguém que realmente vive como discípulo autêntico de Cristo, então podemos e devemos imitá-lo, por termos a segurança de estarmos seguindo Cristo. São muitas as doutrinas e preceitos de homens, pois falam em Cristo, mas se prendem a coisas, a rituais, o que não se deve fazer; por isto sempre aconselho a lerem com calma a Bíblia, meditar bem no Evangelho para que não sejam enganados pelo adversário, e o que tem aspecto de religião, de seriedade não passa de tropeços para impedir as pessoas de alcançarem Jesus. Digo isso porque são muitas as exigências de algumas denominações que não são bíblicas. Devemos entender que a nossa obediência é a Cristo, que é o Cabeça de tudo, portanto, a nossa obediência às autoridades, ou outras, o nosso ensino de submissão aos maridos, tudo isso porque o Senhor assim determina. Devemos saber que sempre Cristo é superior a tudo, se uma autoridade exigir de nós algo que é contrário à Palavra de Deus, não podemos e nem devemos obedecer-lhe, assim também as esposas, se os seus maridos exigem algo contrário ao Evangelho, elas não podem em hipótese alguma obedecer-lhes.
       “Todo o homem que ora ou profetiza, tendo a cabeça coberta, desonra a sua própria cabeça. Mas toda a mulher que ora ou profetiza com a cabeça descoberta, desonra a sua própria cabeça, porque é como se estivesse rapada.” (1 Coríntios 11:4-5). Portanto, toda situação devemos analisar de acordo com o Evangelho e com o procedimento humano, por exemplo, Paulo fala que os homens não devem orar com a cabeça coberta, Nós sabemos que de maneira nenhuma se deve só orar, mas ler, meditar na Bíblia, e nunca ir a um templo com bonés, chapéus ou outra coisa. Isto porque nós todos sabemos que quem está usando bonés, chapéus, ao chegar diante de uma autoridade terrena, deve tirar em sinal de respeito, quando se vai falar com um juiz ou outra autoridade, ninguém vai de chapéu, isto porque é proibido. Assim também é muito pior ir à presença do Senhor de chapéus ou bonés, porque Ele é a maior autoridade do mundo, e se o amamos e o respeitamos, jamais iremos a Ele com esses apetrechos, caso contrário, estaremos desrespeitando-o. Não se pode ir a um templo de bermudas, chinelos, bonés, ou coisa similar, pois isso mostra que não o respeitamos, não o amamos. Já em relação às mulheres, que naquela época usavam véus, hoje já não se deve usá-los, porque elas cortam, pintam seus cabelos de várias maneiras, e veremos que no final Paulo não está exigindo em Nome do Senhor, mas está dando uma sugestão somente em relação às mulheres e explica o porquê.“Portanto, se a mulher não se cobre com véu, tosquie-se também. Mas, se para a mulher é coisa indecente tosquiar-se ou rapar-se, que ponha o véu. O homem, pois, não deve cobrir a cabeça, porque é a imagem e glória de Deus, mas a mulher é a glória do homem. Porque o homem não provém da mulher, mas a mulher do homem. Porque também o homem não foi criado por causa da mulher, mas a mulher por causa do homem. Portanto, a mulher deve ter sobre a cabeça sinal de poderio, por causa dos anjos. Todavia, nem o homem é sem a mulher, nem a mulher sem o homem, no Senhor.” (1 Coríntios 11:6-11). Assim, o homem, que é a glória de Deus, não pode em hipótese alguma cobrir a sua cabeça, pois deve todo o tempo reverenciar o Senhor onde quer que esteja. Já a mulher, que é a glória do homem, como ela corta, pinta e muda o seu cabelo, não tem necessidade de usar véu. Esse não é um mandamento do Senhor para as mulheres e sim para os homens, portanto, sabemos que todos os homens que estão nos templos, nos altares pregando usando chapéus, bonés estão frontalmente contra a Palavra de Deus, pois não o respeitam. De igual maneira, existem denominações que exigem que as mulheres usem sempre saias ou vestidos e jamais calças. Queremos que todos saibam que isso não é preceito nem mandamento do Senhor, mas simplesmente doutrina, coisa de homens. Paulo diz que, se alguém quiser ser contencioso, eles não têm tal costume, portanto sabemos que não é uma determinação do Senhor para as mulheres.“Porque, como a mulher provém do homem, assim também o homem provém da mulher, mas tudo vem de Deus. Julgai entre vós mesmos: é decente que a mulher ore a Deus descoberta? Ou não vos ensina a mesma natureza que é desonra para o homem ter cabelo crescido? Mas ter a mulher cabelo crescido lhe é honroso, porque o cabelo lhe foi dado em lugar de véu. Mas, se alguém quiser ser contencioso, nós não temos tal costume, nem as igrejas de Deus.” (1 Coríntios 11:12-16).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

FORTALECENDO OS CORAÇÕES

“Sede, pois, irmãos, pacientes até à vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba a chuva temporã e serôdia. Sede vós também pacientes, fortalecei os vossos corações; porque já a vinda do Senhor está próxima.” (Tiago 5:7-8)

 Não podemos ser impacientes e nem ansiosos. Sabemos que o Senhor Jesus sempre nos alertou sobre a ansiedade, portanto, tenhamos calma e aguardemos a sua vinda, o seu regresso, quando então levará a sua igreja. Vejo pessoas diante das dificuldades, diante das lutas desejarem que Jesus volte logo, mas falam isto somente para se livrarem das suas dificuldades. Temos que saber que o Senhor voltará logo, mas esse logo não é imediato, porque não podemos esquecer que para o Senhor um dia é como mil anos e mil anos são como um dia, assim sendo, sabemos que pode demorar ainda bastante. Na verdade, sabemos que ainda vai demorar um pouco, porque, como Jesus disse, nem Ele mesmo sabe quando isso ocorrerá, somente o Pai, mas Ele fez questão de nos alertar sobre alguns fatos que ocorrerão antes da sua vinda. Por exemplo, o seu Evangelho será pregado em toda parte do mundo, e ainda falta vir antes o filho da apostasia e outros sinais, portanto, devemos sim lutar, perseverar e praticar o Evangelho sabendo que, no momento certo, tudo mudará, mas possivelmente essa geração ainda não verá a vinda do Senhor estando em carne. Também devemos tomar muito cuidado, porque não é pelo fato de o Senhor ainda demorar um pouco a voltar (isto olhando o fator tempo e não a eternidade, que é onde Deus vive) que podemos relaxar, porque podemos ser chamados a qualquer momento, podemos estar vivos agora e um segundo depois morrermos, e depois que partirmos nada mais restará a não ser o julgamento final, e se não estivermos na presença do Senhor aqui, nada nem ninguém poderá nos salvar. Não existem rezas, missas, orações, rituais, nada que possa mudar isto. O Senhor Jesus não será mais o Advogado, e sim o Juízo, porque, quando morrermos aqui, iremos ficar aguardando o julgamento, e isto ocorrerá quando Jesus voltar, porque aqueles que estiverem mortos em Cristo, ou seja, os que estiverem vivendo de acordo com o Evangelho, quando morrerem, acordarão para a vida eterna, e todos os outros para o sofrimento, desonra e morte eterna.
           “Irmãos, não vos queixeis uns contra os outros, para que não sejais condenados. Eis que o juiz está à porta. Meus irmãos, tomai por exemplo de aflição e paciência os profetas que falaram em Nome do Senhor.” (Tiago 5:9-10). Sabendo de tudo isso, então não podemos passar as nossas vidas reclamando de nosso próximo, não podemos viver de maneira impaciente, e sim olhando para o Senhor, olhando para Jesus, nosso alvo. Não esqueçamos que não podemos ficar buscando uma solução fácil com o retorno do Senhor, porque não será dia de alegria, nem de festa, será dia de tristeza, de dor, de sofrimentos, porque as pessoas serão separadas para nunca mais terem contato umas com as outras, marido separado da esposa, filhos de pais, irmãos, enfim. Muitos que se achavam pessoas cristãs serão deixadas para trás, outras que julgávamos pecadoras subirão para encontrar com o Senhor nas nuvens. Nosso manual de vida é a Bíblia, e basta olharmos, lermos, meditarmos nela, examinarmos a vida dos santos homens de Deus que passaram por todo tipo de lutas e sofrimento, muitos padeceram até a morte, e morte de várias maneiras, e muitas delas, para não dizer a maioria, de maneira cruel. Gostamos de falar que somos discípulos do Senhor, mas não queremos passar por lutas, não queremos enfrentar sofrimentos. Jesus deixou bem claro que passaríamos por aflições, e isto só por sermos seus seguidores. “Eis que temos por bem-aventurados os que sofreram. Ouvistes qual foi a paciência de Jó, e vistes o fim que o Senhor lhe deu; porque o Senhor é muito misericordioso e piedoso. Mas, sobretudo, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, nem façais qualquer outro juramento; mas que a vossa palavra seja sim, sim, e não, não; para que não caiais em condenação.” (Tiago 5:11-12). Com certeza, desses santos homens de Deus que sofreram, muitos morreram em seus sofrimentos, mas nos alegremos neles, porque sabemos que obtiveram vida, que não negociaram a sua fé. Sabemos do amor de Deus para cada um, ou melhor, para todos nós, e esse amor é mostrado quando somos fiéis a Ele e estamos passando por lutas e perseguições, porque o seu amor se manifesta de maneira tremenda, dando-nos condições de enfrentar as adversidades e superar os obstáculos de acordo com a sua Palavra. Temos que aprender a louvar o Senhor todo o tempo, independentemente da situação em que nos encontremos, e sempre praticar a sua Palavra, sermos pessoas de palavras, sem confusão. Não termos dúvidas, sermos sempre diretos e claros, sempre apresentarmos a face de Cristo, e, quando encontrarmos pessoas necessitando, orarmos, repreendermos o mal e seguirmos sempre olhando para Cristo, nosso Autor e consumador da nossa fé. “Está alguém entre vós aflito? Ore. Está alguém contente? Cante louvores. Está alguém entre vós doente? Chame os presbíteros da igreja, e orem sobre ele, ungindo-o com azeite em Nome do Senhor; E a oração da fé salvará o doente, e o Senhor o levantará; e, se houver cometido pecados, ser-lhe-ão perdoados. Confessai as vossas culpas uns aos outros, e orai uns pelos outros, para que sareis. A oração feita por um justo pode muito em seus efeitos. Elias era homem sujeito às mesmas paixões que nós e, orando, pediu que não chovesse e, por três anos e seis meses, não choveu sobre a terra. E orou outra vez, e o céu deu chuva, e a terra produziu o seu fruto. Irmãos, se algum dentre vós se tem desviado da verdade, e alguém o converter, Saiba que aquele que fizer converter do erro do seu caminho um pecador, salvará da morte uma alma, e cobrirá uma multidão de pecados.”(Tiago 5:13-20).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino 


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quinta-feira, 22 de novembro de 2018

PRESO POR JESUS

“E, estando eles falando ao povo, sobrevieram os sacerdotes, e o capitão do templo, e os saduceus, doendo-se muito de que ensinassem o povo, e anunciassem em Jesus a ressurreição dentre os mortos. E lançaram mão deles, e os encerraram na prisão até ao dia seguinte, pois já era tarde.” (Atos 4:1-3)

          Os capitães do templo, as autoridades do templo, a mando dos sacerdotes, ao ouvirem Pedro pregando a Bíblia, falando de Jesus Cristo, ensinando a Verdade, ficaram chateados, com inveja, e por isso mandaram prender Pedro e João. Os sacerdotes não queriam que o povo conhecesse a Verdade, aprendesse sobre Jesus Cristo. Eles não aceitavam as curas que Ele fazia e muito menos o que Pedro fez, ou melhor, realizou em Nome do Senhor. Por isto foram presos e colocados em prisão para que, no dia seguinte, fossem apresentados no sinédrio para serem interrogados. Podemos achar que não está correto, pois eles nada fizeram de errado para serem presos, ou para serem perseguidos, mas temos que crer é no Evangelho de Jesus Cristo, e se Jesus é o Nosso Mestre, então é normal sermos perseguidos, pois Ele foi perseguido, preso, cuspiram nele, escarraram nele, foi espancado, crucificado e morreu na cruz do Calvário em nosso lugar. Jesus tinha dito, tinha deixado bem claro que todos os seus discípulos sofreriam perseguições, que teríamos aflições, isto porque estamos em território inimigo, aqui só estamos peregrinando, pois a nossa casa, a nossa pátria é junto com Jesus, e até chegar o dia de nos reunimos com Ele, é normal e esperado todo tipo de luta e sofrimento por sermos seus discípulos. Nós não fomos enganados. Jesus deixou bem claro o que nos espera, portanto, devemos todo o tempo pregar o Reino de Deus, apresentar Jesus sem nos preocupar com o que possa nos acontecer. “Muitos, porém, dos que ouviram a Palavra creram, e chegou o número desses homens a quase cinco mil.” (Atos 4:4) Apesar da perseguição, da vigilância dos sacerdotes, as pessoas que ouviram o Evangelho de Jesus Cristo aceitaram a Palavra, e muitos se converteram, chegando à soma de cinco mil almas. Temos que observar que Pedro pregou só o Evangelho, sem nenhum outro oferecimento ou distração, a oferta é somente o Reino de Deus, é a salvação, e não as mentiras que são pregadas nos altares hoje em dia. Por esse motivo os pregadores atuais não sofrem perseguições, pois pregam um Evangelho diferente, e também as pessoas não se convertem a Cristo, mas a uma religião qualquer.
      “E aconteceu, no dia seguinte, reunirem-se em Jerusalém os seus principais, os anciãos, os escribas, E Anás, o sumo sacerdote, e Caifás, e João, e Alexandre, e todos quantos havia da linhagem do sumo sacerdote. E, pondo-os no meio, perguntaram: Com que poder ou em nome de quem fizestes isto?” (Atos 4:5-7). No dia seguinte, as principais autoridades eclesiásticas, a nata da religião, o sumo sacerdote – que era a figura máxima da religião – se reúnem para julgar Pedro e João por terem operado um milagre em Nome de Jesus. Querem saber em nome de quem eles operaram aquele milagre, não que eles não soubessem, eles perguntavam buscando um pretexto para acusar, espancar aqueles discípulos, porque, se eles confessassem que fora em Nome de Jesus, eles diriam que estavam errados, pois já tinham determinado que não se falasse nada com esse Nome. O que eles fazem é o que todos os cristãos deveriam fazer: nunca negar o Senhor, não importa a ameaça, devemos sempre falar em Nome do Senhor, e falar, mostrar, provar que Ele é Deus, e somente Ele opera milagres e maravilhas. Podemos ser ameaçados de sermos despedidos do nosso emprego, de sermos expulsos de algum lugar, de sermos ameaçados, de sermos presos e até de sermos mortos, devemos mesmo assim falar de Jesus, pregar o seu Evangelho, pois Ele é Deus e, se for a sua vontade, nos salva e nos protege. “Então Pedro, cheio do Espírito Santo, lhes disse: Principais do povo, e vós, anciãos de Israel, Visto que hoje somos interrogados acerca do benefício feito a um homem enfermo, e do modo como foi curado, Seja conhecido de vós todos, e de todo o povo de Israel, que em Nome de Jesus Cristo, o Nazareno, aquele a quem vós crucificastes e a quem Deus ressuscitou dentre os mortos, em Nome desse é que este está são diante de vós. Ele é a pedra que foi rejeitada por vós, os edificadores, a qual foi posta por cabeça de esquina. E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro Nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos.” (Atos 4:8-12). Pedro não se defendeu, nem pediu clemência, nem propôs acordo, ele simplesmente pregou o Evangelho, falou para essas autoridades religiosas quem era Jesus e ensinou o Evangelho. Pedro pregou e mostrou que quem fez o milagre foi Cristo, que eles tinham crucificado, que tinha morrido, mas estava vivo para todo o sempre. Temos que aprender com Pedro, com esse seu comportamento. Ele não se acovardou, falou com toda intrepidez sobre Jesus. Nós também devemos jamais negar o Nome do Senhor, e a todo o tempo pregar e exaltar o seu Nome. “Então eles, vendo a ousadia de Pedro e João, e informados de que eram homens sem letras e indoutos, maravilharam-se e reconheceram que eles haviam estado com Jesus. E, vendo estar com eles o homem que fora curado, nada tinham que dizer em contrário. Todavia, mandando-os sair fora do conselho, conferenciaram entre si, Dizendo: Que havemos de fazer a estes homens? porque a todos os que habitam em Jerusalém é manifesto que por eles foi feito um sinal notório, e não o podemos negar; Mas, para que não se divulgue mais entre o povo, ameacemo-los para que não falem mais nesse Nome a homem algum. E, chamando-os, disseram-lhes que absolutamente não falassem, nem ensinassem, no Nome de Jesus. Respondendo, porém, Pedro e João, lhes disseram: Julgai vós se é justo, diante de Deus, ouvir-vos antes a vós do que a Deus; Porque não podemos deixar de falar do que temos visto e ouvido.”(Atos 4:13-20).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino

Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.