NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 21 de agosto de 2017

PROSTITUIÇÃO E REBELDIA

"Geralmente se ouve que há entre vós fornicação, e fornicação tal, que nem ainda entre os gentios se nomeia, como é haver quem possua a mulher de seu pai." (1 Coríntios 5:1)

         A igreja em Corinto vivia uma questão séria de imoralidade, mas com certeza não como a nossa igreja atual, que já a ultrapassou em muito. A questão da fornicação hoje é até mesmo incentivada por alguns líderes, porque muitos chegam ao ponto de dizer que namorados devem manter relações sexuais antes do casamento para ver se vão se adaptar depois. O adultério por membros é visto como algo normal e proveniente dos novos tempos, prova que, em muitos templos, pregadores mandam, quando existem traições, ou muitas brigas entre o casal, que se separem, que se divorciem. Outras ainda vão mais longe: aceitam e concordam com o homossexualismo e falam que toda espécie de amor é aceita. Vemos que o mundo está dentro de muitas igrejas denominacionais, nas quais a preocupação do suposto pastor do líder é somente em arrecadar fundos, em saber o número de membros e quanto de oferta e dízimos está entrando. Esses líderes falam de amor, mas na verdade estão odiando, porque estão induzindo, conduzindo o rebanho todo à morte eterna. Temos que analisar as escrituras, devemos aprender com Jesus, com o Evangelho, e aqui vemos que Paulo, mesmo à distância, ele manda que seja expulso da congregação quem estiver na prática do pecado. Infelizmente, vivemos uma situação triste nas congregações, onde vemos as mulheres sexualizando, fazendo uso de vestes sexualizadas, chamando a atenção de homens solteiros e casados. Vemos também homens solteiros e casados se inflamando em direção às mulheres, e essas correspondendo ao assédio. Assistimos ao adultério acontecendo no interior dos templos, e o pior: os responsáveis, os líderes, se calam e apoiam esse pecado."Estais ensoberbecidos, e nem ao menos vos entristecestes por não ter sido dentre vós tirado quem cometeu tal ação." (1 Coríntios 5:2)Devemos voltar ao Evangelho, buscar santidade e abandonar urgentemente o pecado, o mundanismo, e tudo o que contradiz o Evangelho de Jesus Cristo. Esses líderes estão precisando se converter urgentemente a Jesus e exigir a moral dentro e fora dos templos, exigir que os seus membros vivam de acordo com a sã doutrina. Jesus é o mesmo ontem, hoje e eternamente, o que não se permitia antes não se permite hoje e não se permitirá amanhã. Os pecados são os mesmos e continuam sendo proibidos; continuam conduzindo as pessoas ao inferno; a igreja é santa, e quem vive no pecado serve ao diabo. Igreja não é lugar de diversão, nem de ajuntamento social, é um lugar para se aprender o Evangelho de Jesus Cristo e, portanto, devemos colocar em prática, devemos praticar a santidade.
 "Eu, na verdade, ainda que ausente no corpo, mas presente no espírito, já determinei, como se estivesse presente, que o que tal ato praticou, Em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, juntos vós e o meu espírito, pelo poder de nosso Senhor Jesus Cristo, Seja, este tal, entregue a Satanás para destruição da carne, para que o espírito seja salvo no dia do Senhor Jesus." (1 Coríntios 5:3-5). Veja que Paulo, mesmo à distância, envia uma carta exigindo que quem cometeu o pecado seja expulso da congregação, que seja entregue ao diabo para a destruição, porque quem sabe no sofrimento se arrependa e se salve. Mas a igreja atual já faz o contrário, chama os pecadores contumazes, ou seja, aqueles que não pretendem abandonar o erro, o pecado, e, ao contrário, os defende. Os líderes chamam eles para os seus templos, porque estão de olho somente em suas ofertas e em seus dízimos, e não nas suas almas, não estão preocupados com a salvação desses pecadores Estão chamando os que amam o erro e dizendo que em seus templos são bem-vindos, falam que isso é amor, mas observamos é que com certeza não estão obedecendo a Jesus, não praticam o Evangelho de Jesus Cristo, mas algum outro evangelho. Quando rejeitamos, expulsamos esses que amam o pecado do templo, as pessoas nos criticam, acham que não podemos. Elas não entendem que não podemos é apoiar o pecado. Pessoas acham que bênção de Deus é ter um grande templo, ter muitos membros, mas elas não observam que na maioria das vezes esses templos estão cheios de pessoas mortas espiritualmente. "Não é boa a vossa jactância. Não sabeis que um pouco de fermento faz levedar toda a massa? Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós." (1 Coríntios 5:6-7). Não podemos permitir que nenhuma pessoa que ame o pecado permaneça em nossos templos, porque acabará influenciando todo o resto, e logo o templo estará cheio de pessoas que amam e vivem em pecado, será somente uma igreja de adoração ao diabo. Não importa se é filho, filha, não podemos aceitar, devemos condenar o pecado, as trevas, porque somos luzes. Não temos que ter preocupação em encher templos, e sim o Reino, porque, caso contrário, seremos os primeiros a ir para o sofrimento, para a morte eterna, para o inferno, que é a moradia do satanás. Por isso devemos condenar os templos nos quais, mesmo falando o Nome do Senhor que é Santo, vivem e permitem a prática do pecado, templos e pastores que permitem, concordam ou aceitam o divórcio e o recasamento, que concordam com o homossexualismo, que aceitam a fornicação ou qualquer tipo de prostituição. Temos que praticar a santidade. Se no templo que estamos frequentando estiverem ocorrendo esses desmantelos e não pudermos fazer a limpeza, então que busquemos outra congregação. Procuremos outro local para congregarmos, porque a todo o tempo devemos expulsar da nossa presença, do nosso convívio todos os que amam o pecado e o defendem. "Por isso façamos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade. Já por carta vos tenho escrito, que não vos associeis com os que se prostituem; Isto não quer dizer absolutamente com os devassos deste mundo, ou com os avarentos, ou com os roubadores, ou com os idólatras; porque então vos seria necessário sair do mundo. Mas agora vos escrevi que não vos associeis com aquele que, dizendo-se irmão, for devasso, ou avarento, ou idólatra, ou maldizente, ou beberrão, ou roubador; com o tal nem ainda comais. Porque, que tenho eu em julgar também os que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro? Mas Deus julga os que estão de fora. Tirai, pois, dentre vós a esse iníquo." (1 Coríntios 5:8-13). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.