EVANGELIZAR.

NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

RESISTINDO A UM IRMÃOS

"E, chegando Pedro à Antioquia, lhe resisti na cara, porque era repreensível. Porque, antes que alguns tivessem chegado da parte de Tiago, comia com os gentios; mas, depois que chegaram, se foi retirando, e se apartou deles, temendo os que eram da circuncisão." (Gálatas 2:11-12)

 Vivemos uma religião que alguns a denominam de evangélica, outros de crente, gospel, mas que, na verdade, nada mais é do que uma religião como outra qualquer. As pessoas continuam com seus velhos hábitos, manias, cheios de não me toques, não mexa, não fale, esquecendo que no Evangelho existe liberdade. Estamos vendo pessoas errando feio, em total desobediência, em pecados, e muitos desses religiosos dizem: "não falem", "não julguem". Mas esses infelizes que não conhecem a Bíblia, não conhecem o Evangelho, não sabem que com o seu silêncio estão concordando com o erro. Não sabem que o silêncio é a aprovação, por tal motivo o pecado é tão difundido. Temos um exemplo em Paulo que, ao ver o comportamento inadequado de Pedro, chamou-lhe atenção e em público. O comportamento de Pedro foi motivo para uma grande reprimenda de Paulo, e olha que, em relação a Pedro, Paulo era um novo convertido, enquanto que Pedro tinha andado e convivido com Jesus, além de ser considerado um líder na igreja, além de ser respeitado como cristão por todos. Mas Paulo não aceitou e lhe mostrou o seu erro, para que ele acordasse e visse o mal que estava fazendo a si mesmo e aos outros. Aprendemos com esse fato que, não importa quem seja, se estiver agindo errado, é o nosso dever chamar-lhe atenção e mostrar-lhe a verdade. Vejo pessoas assistindo impassíveis a supostos pregadores, pastores que estão em pecado, em erros, e mais, pecando dentro dos templos, e ninguém fala nada, porque dizem que são ungidos do Senhor e não podem ser corrigidos. Mas temos que observar, entender que não importa o cargo que a pessoa estiver ocupando, se ela estiver em erro, é nosso dever alertá-la, para que, quem sabe, ela se arrependa e o abandone. Mas se ela não aceitar, então devemos nos afastar dela, pois a nossa obrigação nós a fizemos. O que jamais podemos fazer é aceitar, concordar e tolerar o erro, o pecado, de maneira passiva.
 "E os outros judeus também dissimulavam com ele, de maneira que até Barnabé se deixou levar pela sua dissimulação." (Gálatas 2:13). Jesus nos mandou tomar cuidado com o fermento dos fariseus, porque sabemos que uma pequena dose contamina uma grande quantidade. Com o nosso comportamento influenciamos muitos, porque pregamos muito mais com os nossos atos do que com palavras. As pessoas que observam a nossa passividade diante dos erros dos outros entendem-na como uma aprovação, e também farão a mesma coisa. Quando nos calamos diante do pecado, quem o está praticando entende que é um incentivo, apoio, concordância, e, simplesmente, não somente permanece nele como segue adiante amontoando pecado sobre pecado em sua vida, e conduzindo muitos à morte eterna. Vemos que até Barnabé se deixou contaminar por Pedro, e só foi possível essa mudança de conduta, de hábito porque Paulo os alertou, chamou-lhes a atenção. Portanto, não é por raiva ou ódio, nem buscando brigas ou confusão, mas somente praticando a Palavra de Deus. É por amar a Deus e zelar pela sua Palavra que devemos corrigir, alertar todos os nossos que estiverem em erro. Assim, sejamos crentes adultos, sejamos discípulos de Jesus, e não meros religiosos. "Mas, quando vi que não andavam bem e direitamente conforme a verdade do evangelho, disse a Pedro na presença de todos: Se tu, sendo judeu, vives como os gentios, e não como judeu, por que obrigas os gentios a viverem como judeus?" (Gálatas 2:14). Muitos são aqueles que são crentes somente na igreja e na presença de outros, porque, quando estão juntos com pessoas de outra religião, ou sem religião, se comportam da mesma maneira que essas. Vemos pessoas que dizem ser crentes, mas no trabalho, colégio, em meio à roda social têm um comportamento mundano e escarnecedor. Chegam ao ponto de participarem e ainda rirem de piadas ofensivas ao Evangelho, participam de todo tipo de assunto e atos. Esses hipócritas aos domingos ou outro dia estão em templos participando de campanhas, pedindo bênçãos, pedindo socorro a Deus e se dizendo crentes. E muitos, por verem esse comportamento, se igualam a essas pessoas. "Nós somos judeus por natureza, e não pecadores dentre os gentios." (Gálatas 2:15). Devemos assumir a nossa condição de servos do Senhor, temos que ser cristãos em todo o tempo e situação. Temos que ser exemplos, temos que apresentar o caráter de Jesus, se é que Ele vive em nós. 
"Sabendo que o homem não é justificado pelas obras da lei, mas pela fé em Jesus Cristo, temos também crido em Jesus Cristo, para sermos justificados pela fé em Cristo, e não pelas obras da lei; porquanto pelas obras da lei nenhuma carne será justificada." (Gálatas 2:16). Não é por muito ir à igreja, ou viver em oração, nem muito menos por viver lendo a Bíblia que isso nos transforma em cristãos. O que nos faz ser cristãos é andar, viver igual a Cristo, é sermos discípulos Dele, porque, se somos cristãos, temos fé em Cristo, e, se temos fé Nele, vivemos segundo os seus preceitos, suas ordenanças, e não temos a preocupação em agradar ao mundo ou a quem quer que seja, somente a Ele. Não nos justificamos, não nos importamos em sermos aceitos pelas pessoas, mas em sermos aceitos, recebidos por Jesus Cristo, o nosso Salvador. Ser cristão é ter um comportamento diferenciado, é viver pela fé em Cristo, esperando o cumprimento da Promessa que é Vida longa, eterna Nele."Pois, se nós, que procuramos ser justificados em Cristo, nós mesmos também somos achados pecadores, é porventura Cristo ministro do pecado? De maneira nenhuma."(Gálatas 2:17). O fato de sermos pecadores não quer dizer que Cristo seja defensor ou tolerante com o pecado. Ele veio e sofreu para nos livrar, nos libertar do pecado, nos dar vida, pois estávamos mortos. Mas exatamente por isso Ele não permite o pecado, uma vez que Ele tudo sofreu para que nós fôssemos livres dele. Jesus recebe todos os pecadores, mas os arrependidos; os que querem continuar, permanecer no pecado não são aceitos por Ele, e esses, com certeza, têm lugar junto com o diabo no sofrimento eterno. Jesus veio para os pecadores e aceita todos os arrependidos. Os que querem se converter a Ele, que venham como estão, mas mudem e não permaneçam como estão, porque na presença do Senhor não existe lugar para noite, escuridão, trevas. Assim, devemos saber que não podemos agir de maneira hipócrita, porque não estaremos enganando senão a nós mesmos. "Porque, se torno a edificar aquilo que destruí, constituo-me a mim mesmo transgressor. Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para Deus." (Gálatas 2:18-19). Se realmente somos cristãos, então estamos mortos para o pecado, estamos mortos para o mundo. E nada do que o mundo oferece nos atrai, porque a nossa visão está no Senhor, vivemos caminhando em direção ao Paraiso e não nos prendemos a nada deste mundo. Para termos vida em Cristo, é necessário estarmos mortos para o mundo, mas, se estivermos vivos para o mundo, estaremos mortos para Cristo. Ser cristão é crucificar a nossa vontade carnal com Cristo. "Já estou crucificado com Cristo; e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne, vivo-a pela fé do Filho de Deus, o qual me amou, e se entregou a si mesmo por mim. Não aniquilo a graça de Deus; porque, se a justiça provém da lei, segue-se que Cristo morreu debalde."(Gálatas 2:20-21). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

terça-feira, 30 de agosto de 2016

FALANDO DE CRISTO

"E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria." (1 Coríntios 2:1)

 Assistimos, a cada dia que passa, ao crescimento desordenado de supostas escolas de teologias. Cada templo, cada denominação tem a sua, além de vários que se oferecem de maneira aleatória, sendo que o objetivo de todos eles é somente um: ganhar dinheiro, vender serviço, e não realmente preparar quem quer que seja no conhecimento da Palavra de Deus, mesmo porque isso quem faz é o Espírito Santo. Todos os dias esses cursos despejam uma grande quantidade de supostos pastores, mas infelizmente são pessoas que, na maioria das vezes, falam sobre o que não conhecem. Ensinam de uma maneira mecânica, sabem falar muito bem, mas das coisas do mundo, com pregações repetitivas e mecânicas. Apreenderam como despertar atenção, como manipular, como fazer as pessoas agirem e responderem de maneira sentimental. São carismáticos e profissionais, aprenderam as técnicas do saber falar, sorrir, gesticular na hora certa para atrair a atenção e favorecer os pedidos de ofertas. São pessoas que sabem usar e interpretar a linguagem corporal, eles não pregam, simplesmente estudam as pessoas e atacam no momento que lhes é propício. Precisamos de verdadeiros pregadores da Palavra de Deus, não de técnicos, mas de pessoas que sejam guiadas, orientadas, treinadas e capacitadas pelo Espírito Santo. Pessoas que falem a linguagem do povo, do ser humano, que falem do Espírito, que falem de vida, sem usar uma verborragia difícil e até incompreensível. Precisamos ouvir a Palavra de Deus, e não a do engano, e não a da mentira, a fantasiosa, a das fantasias, queremos ouvir o Senhor falar através de verdadeiros servos. Precisamos ouvir a Palavra revelada, ouvir pessoas falando em línguas, mas existentes, línguas que outras pessoas de nações diferentes entendam e às quais respondam com arrependimento e conversão. Precisamos sair do profissionalismo e voltar para a simplicidade do Evangelho de Jesus Cristo, falar de amor, de perdão, de arrependimento, de conversão, de salvação. Precisamos da Verdade, que é Jesus, queremos ouvir pregações simples, com linguagem simples, mas que falem ao nosso coração. Precisamos ouvir pregações no Poder do Espírito Santo, e não mentiras humanas.
 "Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado. E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor." (1 Coríntios 2:2-3). Não precisamos ficar ouvindo ou assistindo aos superpastores, apóstolos, missionários que se colocam quase como super-homens, super-heróis, aos quais nada de ruim acontece e que vivem uma vida nababesca. Não precisamos de pessoas que falam que sua vida é um paraíso e que nada sofrem porque amam Jesus, porque são simplesmente mentirosos. Não necessitamos de pregadores que dizem que seu Deus lhes dá dinheiro, carro, mansões e tudo mais, porque essas mentiras já destruíram muitos. Queremos os que pregam, que nos ensinam sobre Jesus Cristo que veio ao mundo na fraqueza da carne, e que tudo sofreu até a morte para nos dar salvação. Não queremos um Jesus mitológico que atende a todos os pedidos, que concorda com tudo, queremos o Jesus da Bíblia. Queremos o que condena o pecado, o que fala a verdade e que nos constrange a viver em santidade. Não precisamos ouvir as mentiras de homens treinados para enganar, os que, mesmo citando o Nome do Senhor, produzem artes mágicas nos púlpitos dizendo ser obra de Deus. Queremos ouvir a verdade sendo dita pela boca de pregadores verdadeiros, sendo usados pelo Espírito Santo. Não podemos ficar ouvindo profecias mentirosas, revelações carnais e sem fundamento bíblico. Não devemos ficar ouvindo pessoas falarem línguas estranhas e às vezes muito estranhas, o mesmo repeteco nos púlpitos, sem saber o que estão dizendo. Temos que ter pregações em nosso idioma de maneira compreensível para que possamos dar Glórias, queremos entender e compreender o que se diz, queremos acompanhar todo um texto em nossas bíblias. Não queremos ficar buscando parte de versículos, ou versículos aleatórios que esses pregadores utilizam para justificar os seus ensinos heréticos. "E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder; Para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus." (1 Coríntios 2:4-5). Queremos ser crentes sábios, queremos poder compreender a nossa fé, fundamentar na Palavra, queremos poder explicar aos que vêm até nós pela Palavra. Não queremos ficar sem palavras, sem respostas diante de alguns questionamentos que as pessoas fazem por não compreendermos também.
 "Todavia falamos sabedoria entre os perfeitos; não, porém, a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que se aniquilam; Mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou antes dos séculos para nossa glória; A qual nenhum dos príncipes deste mundo conheceu; porque, se a conhecessem, nunca crucificariam ao Senhor da glória." (1 Coríntios 2:6-8). Não falamos, ensinamos ou pregamos sobre as coisas do mundo. Não temos formas ou mágicas para fazer as pessoas ficarem ricas ou a bênção da multiplicação, porque a Bíblia nos ensina que, se queremos ter algo, que trabalhemos. Não sabemos como pegar o envelope, o dinheiro, a oferta de alguém e levar perante o Senhor e fazê-lo multiplicar-se por milhões de vezes mais. Não sabemos nada disso, mas sabemos sobre o Maná do Senhor, que é constante e real na vida dos servos de Deus. Não sabemos como as pessoas podem comprar carros novos, casa ou adquirir quaisquer outras coisas se não for trabalhando muito. Mas sabemos como se pode adquirir vida eterna, como se pode viver para sempre, e apresentamos o Caminho que é Jesus, e todos os que andarem por Ele viverão para sempre. Não sabemos nada do mundo, porque somos cidadãos do Reino de Deus e vivemos segundo os preceitos e leis de lá. Mas, para aceitar essa verdade, é necessário ser espiritual, é necessário não ser carnal, não ser comprometido com as coisas do mundo. O que o Senhor nos prometeu não são essas coisinhas aqui no mundo, mas coisas grandiosíssimas ao seu lado para sempre. "Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam."(1 Coríntios 2:9).Falamos do que esperamos viver pela fé, não que tenhamos visto alguma coisa, porque nenhum homem jamais viu. Mas somos pessoas que vivemos pela fé, e fé no que não é aparente. Assim, não vimos ainda, mas sabemos que viveremos, que receberemos e iremos desfrutar por toda a eternidade. Desprezamos o que é aparente, físico e passageiro. Tudo o que vemos com os nossos olhos físicos será destruído, mas o que olhamos com os olhos da fé sabemos que é eterno. Temos uma promessa e vivemos por ela. "Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus. Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais. Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. Mas o que é espiritual discerne bem tudo, e ele de ninguém é discernido. Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.(1 Coríntios 2:10-16). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

MANDATO DE DEUS

"Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, segundo o mandado de Deus, nosso Salvador, e do Senhor Jesus Cristo, esperança nossa, A Timóteo meu verdadeiro filho na fé: Graça, misericórdia e paz da parte de Deus nosso Pai, e da de Cristo Jesus, nosso Senhor." (1 Timóteo 1:1-2)

 Paulo, enviando essa carta a seu pupilo Timóteo, começa, como sempre, se identificando, dizendo quem é e o que faz, e a mando de quem. Paulo foi o último dos apóstolos, foi aquele para o qual Jesus apareceu por último, e o encarregou de levar a mensagem da cruz, e chamar todos ao arrependimento. Portanto, em quase todas as epístolas ele inicia dizendo seu nome e afirmando que é apóstolo segundo o mandado de Jesus Cristo. Timóteo ele o tinha como a um verdadeiro filho na fé, pois o instruiu, capacitou e o recomendou em várias igrejas, pois sabia que podia confiar na seriedade desse que tinha aprendido com ele."Como te roguei, quando parti para a Macedônia, que ficasses em Éfeso, para advertires a alguns, que não ensinem outra doutrina, Nem se deem a fábulas ou a genealogias intermináveis, que mais produzem questões do que edificação de Deus, que consiste na fé; assim o faço agora." (1 Timóteo 1:3-4). Paulo lembra então a Timóteo que, quando partiu para a Macedônia, tinha pedido a ele para ficar em Éfeso para exortar, advertir, alertar algumas pessoas a que não ensinassem outra doutrina, ou seja, algo diferente na igreja. Que não permitissem que alguns ensinassem um evangelho diferente do de Jesus Cristo, que é aquele que Paulo tinha ensinado na igreja. Que não se prendessem a genealogias, como em muitas pregações que ouvimos, porque não traz nenhum bem ou enriquecimento espiritual ficarmos sabendo que fulano é filho, neto deste ou daquele que viveu há centenas de anos. Esse tipo de leitura, de pesquisas, que as pessoas façam nas suas casas, porque a igreja, o templo é lugar de ensinar e falar sobre o Evangelho, sobre a doutrina de Jesus Cristo. Não se pode ficar falando da história de Israel, mas devemos ensinar a Palavra de Deus, ensinar como o cristão deve andar, como deve se portar diante dos homens e de Deus. Temos que ouvir Jesus, e só o ouvimos através do seu Evangelho, praticando a sua doutrina.
 "Ora, o fim do mandamento é o amor de um coração puro, e de uma boa consciência, e de uma fé não fingida." (1 Timóteo 1:5). Paulo nos ensina através desse mandamento a Timóteo que cumprir o mandamento do Senhor é ter um coração puro e uma boa consciência. Amor puro e uma boa consciência não é o que se diz por aqui que é amor, concordante com o pecado, com as rebeldias, com o erro. Amor legítimo, verdadeiro é amar como Deus nos ama, é a todo templo praticar a fé, e, se temos fé e a praticamos, sabemos que amamos, não podemos concordar com o pecado, porque tememos o Senhor, sabemos as consequências do erro. Temos que ter a certeza de que a nossa consciência não nos acusa, pois só assim teremos paz com Deus, e, portanto, praticar o amor é querer, desejar que as pessoas também sejam salvas em Cristo. E, para elas serem salvas, sabemos que não podem estar em erro, e sabemos que não é por nossa concordância que receberão a salvação, mas por santidade e respeito, temor à Palavra de Deus. Ter uma fé não fingida, crer no Senhor é falar, viver o Evangelho todo o tempo, mesmo que todos estejam contra nós. Mesmo que a maioria não aceite o que falamos ou vivemos, jamais iremos aconselhar, concordar com nada que seja contra a Palavra de Deus. "Do que, desviando-se alguns, se entregaram a vãs contendas; Querendo ser mestres da lei, e não entendendo nem o que dizem nem o que afirmam."(1 Timóteo 1:6-7). Muitos hoje, como naquela época, se levantaram como sendo alguma coisa e levaram ensinamentos heréticos, inverdades, que muitos abraçaram; assim como hoje, alguns se levantam como pregadores, pastores, líderes, mas ensinam contra a própria Palavra. Trazem um ensinamento estranho que apregoa um amor que não é bíblico, pois apoia e concorda com o pecado. Um sentimento que dizem ser amor, mas que concorda com o pecado, o divórcio, o homossexualismo, os vícios e outros, concorda com a falta de perdão, e a retaliação, concordam que Deus tem a obrigação de abençoá-los. Gostam de se afirmar, discutir, tentando através de versículos aleatórios fazer valer um entendimento diferente. Mas, a bem da verdade, nem eles mesmos sabem o que estão dizendo e afirmando, são pessoas, na verdade, que nunca conheceram o Senhor. Têm conduzido muitos à separação, à morte espiritual, por pregarem contra a Palavra, e os seus seguidores, por acharem que estão fazendo o certo, são como cegos que caminham para o matadouro.
 "Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usa legitimamente; Sabendo isto, que a lei não é feita para o justo, mas para os injustos e obstinados, para os ímpios e pecadores, para os profanos e irreligiosos, para os parricidas e matricidas, para os homicidas, Para os devassos, para os sodomitas, para os roubadores de homens, para os mentirosos, para os perjuros, e para o que for contrário à sã doutrina, Conforme o evangelho da glória de Deus bem-aventurado, que me foi confiado." (1 Timóteo 1:8-11). Não podemos nos ater na antiga lei, mesmo porque ninguém consegue ou já conseguiu cumpri-la por inteiro, a não ser Jesus, porque ela se cumpriu Nele. Assim, temos conhecimento de que a lei é boa, mas ela serviu somente para apontar os nossos pecados, e não para apresentar a solução, que só veio através da Graça, através de Jesus Cristo, o nosso único Salvador. A lei foi criada para os pecadores, porque somente assim eles têm conhecimento de que estão vivendo em desobediências. Mas a Graça, Jesus, veio para todos, e toda essa questão foi encerrada debaixo do pecado, para que pudéssemos ser salvos por Cristo. Assim não vivemos, não praticamos e nem ensinamos nada sobre a lei, mas ensinamos sobre Jesus, conduzimos pessoas a Cristo. A lei vale para todos os que são contrários à Palavra de Deus, porque pela lei ficam cientes de que padecerão. "E dou graças ao que me tem confortado, a Cristo Jesus Senhor nosso, porque me teve por fiel, pondo-me no ministério; A mim, que dantes fui blasfemo, e perseguidor, e injurioso; mas alcancei misericórdia, porque o fiz ignorantemente, na incredulidade." (1 Timóteo 1:12-13).Temos todo o tempo de glorificar o Nome do Senhor que nos deu a oportunidade de conhecê-lo e de nos aceitar como seus filhos, como discípulos. Temos que agradecer porque foi Ele quem nos aceitou e não o contrário, como muitos dão a entender. Temos que ser fiéis ao nosso chamado e ensinar a Verdade, o Evangelho de Jesus Cristo, porque estávamos perdidos e fomos achados, estávamos mortos em nossos pecados e recebemos vidas Nele. Portanto, devemos fazer o possível e o impossível para conduzir o máximo de pessoas à vida. Fomos perdoados, somos perdoados quando erramos, pecamos de maneira inconsciente, quando cometemos algo sem saber que é errado, por ignorância, porque a Palavra de Deus nos diz que o Senhor não leva em consideração o tempo da nossa desobediência. Mas agora que conhecemos a verdade não restam mais desculpas. "E a graça de nosso Senhor superabundou com a fé e amor que há em Jesus Cristo. Esta é uma Palavra fiel, e digna de toda a aceitação, que Cristo Jesus veio ao mundo, para salvar os pecadores, dos quais eu sou o principal. Mas por isso alcancei misericórdia, para que em mim, que sou o principal, Jesus Cristo mostrasse toda a sua longanimidade, para exemplo dos que haviam de crer Nele para a vida eterna. Ora, ao Rei dos séculos, imortal, invisível, ao único Deus sábio, seja honra e glória para todo o sempre. Amém. Este mandamento te dou, meu filho Timóteo, que, segundo as profecias que houve acerca de ti, milites por elas boa milícia; Conservando a fé, e a boa consciência, a qual alguns, rejeitando, fizeram naufrágio na fé. E entre esses foram Himeneu e Alexandre, os quais entreguei a Satanás, para que aprendam a não blasfemar."(1 Timóteo 1:14-20). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

EXEMPLOS DE FÉ

"Pela fé Moisés, já nascido, foi escondido três meses por seus pais, porque viram que era um menino formoso; e não temeram o mandamento do rei." (Hebreus 11:23)

 São vários os exemplos de fé praticados por homens corajosos na Bíblia, que está repleta de ações produzidas pela fé. Infelizmente, vivemos uma geração que muito fala sobre a fé, mas não a coloca em prática, digo a fé sobrenatural, fé bíblica, porque fé natural todos têm e a colocam em prática, exemplo é quando alguém toma uma condução para ir ao trabalho e tem fé de que chegará lá no horário. Ou quando trabalha o mês todo tendo fé de que no final do mês receberá o salário, ou quando pratica qualquer outra coisa. Isso é fé natural, que as pessoas praticam até de forma inconsciente, e na maioria das vezes praticam obrigadas, por não terem outra opção. Mas a fé de que a Bíblia nos fala é a sobrenatural, é crer no impossível aos olhos humanos e acreditar quando as circunstâncias mostram o contrário. Todos os heróis, os homens, as pessoas que se destacaram na Bíblia colocaram a fé sobrenatural em ação. Os pais de Moisés tiveram fé de que conseguiriam salvar o menino quando existia uma ordem direta do Faraó para matar todos os recém-nascidos do sexo masculino. Eles arriscaram a própria vida e salvaram aquele que veio a ser o libertador dos hebreus. "Pela fé Moisés, sendo já grande, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, Escolhendo antes ser maltratado com o povo de Deus, do que por um pouco de tempo ter o gozo do pecado; Tendo por maiores riquezas o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa." (Hebreus 11:24-26). Moisés, que foi acolhido pela filha de Faraó e educado no palácio, abriu mão de todo luxo e poder depois de adulto para viver ao lado dos seus. Por não concordar com a covardia, com os maus-tratos infligidos ao seu povo, acabou cometendo um crime que fez com que tivesse que fugir da frente do faraó. Moisés tinha tudo no palácio e não tinha motivos para ir contra as leis de faraó, mas, por obediência a um chamado, agiu colocando a sua própria vida em risco. Todos falam, contam a história de Moisés, mas não citam a fé que o conduziu a se rebelar contra quem o educou. Todos gostam de falar da abertura do Mar Vermelho e de outros milagres, mas se esquecem do principal.
 "Pela fé deixou o Egito, não temendo a ira do rei; porque ficou firme, como vendo o invisível." (Hebreus 11:27).Moisés agiu pela fé na Palavra de Deus, que o conduziu de volta ao Egito, de onde saiu fugido quarenta anos antes. Voltou se apresentando diante do rei, exigindo em Nome do Senhor a libertação de todo o povo hebreu com os seus bens. Para isso, teve que enfrentar o Faraó várias vezes, recebeu várias ameaças, mas creu no Senhor e saiu vitorioso. Apesar das inúmeras recusas do rei, continuou, perseverou até mesmo quando o seu próprio povo ficou contra ele, mas teve fé na Palavra de Deus e viu o milagre acontecer. Viu todos os egípcios despedirem os hebreus, dando presente para que saíssem mais rápido dos seus territórios. "Pela fé celebrou a páscoa e a aspersão do sangue, para que o destruidor dos primogênitos lhes não tocasse." (Hebreus 11:28). Foi pela fé na Palavra de Deus que Moisés determinou que todos os hebreus marcassem as suas portas com sangue de um cordeiro para que o destruidor a mando de Deus não os destruísse. Moisés não tinha outra coisa a não ser a Palavra de Deus e creu e a colocou em prática. Vimos, conhecemos o resultado. Nós também temos a Palavra de Deus e somos derrotados, porque não a colocamos em prática, não agimos de acordo com os preceitos, as determinações do Senhor. Por tal motivo, muitos não alcançam a terra prometida, muitos não se apoderarão da vida eterna, mas padecerão, cairão no deserto. Foi pela fé que foi celebrada a primeira páscoa ainda no Egito, que foi o início da saída do território inimigo, da escravidão. Muitas vezes estamos sendo escravizados por qualquer situação ou mal, mas não temos fé para marcar a nossa casa, nosso território, para que o destruidor não adentre. "Pela fé passaram o Mar Vermelho, como por terra seca; o que intentando os egípcios, se afogaram." (Hebreus 11:29). Foi praticando a fé sobrenatural que Moisés tocou no Mar Vermelho com o seu cajado e viu o mar se abrir. Ninguém nunca tinha visto ou sabido que o mar parou e tivesse aberto um caminho. Mas ele creu na Palavra de Deus e viu o milagre acontecer. E não teve medo de entrar com todo o povo no meio do mar com paredes de águas à sua direita e à sua esquerda. Praticando a fé, conduziu todo povo para o outro lado quando era perseguido pelo rei, e viu eles todos se afogarem quando o mar se fechou sobre eles.
 "Pela fé caíram os muros de Jericó, sendo rodeados durante sete dias. Pela fé Raabe, a meretriz, não pereceu com os incrédulos, acolhendo em paz os espias." (Hebreus 11:30-31). Pela fé uma prostituta escondeu os espias enviados por Josué, pois criam que o Senhor a salvaria. Por essa mesma fé os hebreus ficaram durante sete dias rodeando um muro inexpugnável esperando o momento de vê-lo cair. E por cumprirem a Palavra de Deus viram o milagre acontecer, e sem nenhum esforço humano as paredes, o muro ruiu diante deles. Todos esses eventos aconteceram pela prática da fé. "E que mais direi? Faltar-me-ia o tempo contando de Gideão, e de Baraque, e de Sansão, e de Jefté, e de Davi, e de Samuel e dos profetas, Os quais pela fé venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam as bocas dos leões,Apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalha se esforçaram, puseram em fuga os exércitos dos estranhos." (Hebreus 11:32-34). São tantos os exemplos de homens que colocaram a sua fé em ação e viram o milagre acontecer que é praticamente impossível enumerá-los todos aqui nesta simples mensagem. Gideão venceu um grande exército somente com trezentos homens, e mesmo assim estes não lutaram na batalha inicial, porque o Senhor venceu por eles. São tantos os homens que gostamos de citar, mas não imitamos a fé deles, porque, se assim fosse, esse povo que se diz cristão seria vencedor. Mas, para a nossa tristeza, não praticam a fé, e sim uma religião, pois sabem ficar repetindo orações vazias com pedidos, mas não obedecem ao Senhor. Todos os heróis da fé se tornaram heróis porque ouviram e obedeceram ao Senhor, colocaram em prática a ordem de Deus. Nós temos os mandamentos, temos a promessa, mas ficamos ainda com medo, com dúvidas e procurando ouvir outras vozes, por isso somos derrotados, e muitos estão morrendo em seus desertos. "As mulheres receberam pela ressurreição os seus mortos; uns foram torturados, não aceitando o seu livramento, para alcançarem uma melhor ressurreição; E outros experimentaram escárnios e açoites, e até cadeias e prisões." (Hebreus 11:35-36). Os profetas bíblicos ressuscitaram pessoas comprovadamente mortas e as devolveram às suas mães, aos seus entes queridos. Jesus ressuscitou Lázaro e o filho da viúva de Naim. Mas muitos dos homens de Deus, da Bíblia, foram mortos de várias maneiras pela fé, e por isso alcançaram a salvação, a vida eterna. Isso serve para mostrar que pela fé se vive para sempre, e que o Paraiso não é aqui. "Foram apedrejados, serrados, tentados, mortos ao fio da espada; andaram vestidos de peles de ovelhas e de cabras, desamparados, aflitos e maltratados (Dos quais o mundo não era digno), errantes pelos desertos, e montes, e pelas covas e cavernas da terra. E todos estes, tendo tido testemunho pela fé, não alcançaram a promessa, Provendo Deus alguma coisa melhor a nosso respeito, para que eles sem nós não fossem aperfeiçoados." (Hebreus 11:37-40). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

SE SUJEITANDO AS AUTORIDADE

"Admoesta-os a que se sujeitem aos principados e potestades, que lhes obedeçam, e estejam preparados para toda a boa obra." (Tito 3:1)

 Devemos sempre lembrar a todos os que são cristãos que, como discípulos de Jesus (porque cristão é ser aprendiz de Cristo), é nosso dever respeitar todas as autoridades instituídas. Temos que saber que todas as autoridades, sejam civis, militares, federais, estaduais ou municipais são instituídas por Deus e, portanto, devemos obedecer a elas, e, se estiverem errando, que prestem contas ao Senhor. Não podemos a pretexto de acusação desrespeitá-las ou deixar de obedecer a elas, porque estaríamos indo contra a Palavra do Senhor. Em todos os âmbitos, devemos respeitar as autoridades que regem sobre nós em todas as áreas, inclusive no nosso trabalho, respeitando as hierarquias. É nosso dever fazer a diferença, e fazer a diferença neste mundo é não andar segundo as leis dele, mas viver segundo as leis do Reino, viver em obediência a Jesus Cristo. Assim, mesmo que tenhamos um superior que seja carrasco, desonesto, não podemos sair falando mal ou o acusando, porque estaríamos indo frontalmente contra a Palavra de Deus. "Que a ninguém infamem, nem sejam contenciosos, mas modestos, mostrando toda a mansidão para com todos os homens." (Tito 3:2). Não podemos nos rebelar contra quaisquer autoridades porque estaremos rebelando contra quem a instituiu. Quando temos alguém que tem poder de liderança sobre nós e não está agindo como deveria, então temos que falar com quem permitiu que ele ocupasse aquele cargo, e temos que falar com Ele da única maneira possível, que é em oração. Todo o tempo levamos os nossos problemas a Deus, falamos com quem realmente manda, com quem decide, falamos em oração, clamando e expondo o que acontece. Mas, se nos rebelarmos, ofendermos, acusarmos alguma autoridade, estaremos também sendo iguais a ela e descumprindo ordens diretas do Senhor. Vivemos em um país em que todos gostam de acusar os políticos, os policiais, os governantes, mas temos que saber que, se eles não estão agindo como deveriam, então que levemos essa questão diante do Senhor, e com toda a certeza o Senhor saberá como agir e proceder em todas essas questões. Muitas vezes acusamos, mas o errado somos nós, e isso por inúmeras razões. Criticamos as autoridades porque não permitem que andemos em erros, porque queremos o que não é permitido, portanto, às vezes o errado somos nós mesmos.
 "Porque também nós éramos noutro tempo insensatos, desobedientes, extraviados, servindo a várias concupiscências e deleites, vivendo em malícia e inveja, odiosos, odiando-nos uns aos outros."(Tito 3:3). O nosso viver, nosso proceder antes de conhecer o Senhor era de maneira errada, vivíamos de acordo com os ditames do mundo, mas agora somos diferentes. Vivemos não mais de acordo com a lógica humana, não mais segundo as normas mundanas, mas de acordo com os preceitos estabelecidos pelo Senhor. Não mais queremos levar vantagens, não mais nos apoiarmos em nós mesmos, e sim confiarmos no Senhor e sermos dependentes Dele, portanto não reclamemos e não façamos rebeliões. Sim, porque, quando nos rebelamos contra qualquer ato de uma autoridade, de alguém superior a nós, estamos nos rebelando, e rebelião é coisa do diabo. O nosso adversário só é satanás, diabo, porque se rebelou contra Deus e contra as leis do Reino, porque ele era um anjo do Senhor. Todos os que se rebelam são seus seguidores, e, por mais que citem o Nome do Senhor, com as suas práticas confessam que são discípulos do Agitador. Não acusamos ninguém, não inflamamos, somos submissos e falamos com o nosso Pai em Nome de Jesus, pois foi o que Ele mandou. "Mas quando apareceu a benignidade e amor de Deus, nosso Salvador, para com os homens, Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo, Que abundantemente ele derramou sobre nós por Jesus Cristo nosso Salvador; Para que, sendo justificados pela sua graça, sejamos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna." (Tito 3:4-7). Estávamos perdidos, mas Deus, no seu imenso amor, enviou seu Filho para nos resgatar da morte, das trevas, para nos dar vida e vida em abundância. Mas essa vida em abundância não é aqui, e sim vida abundantemente e por toda a eternidade ao seu lado, mesmo porque o compromisso do Senhor não é com coisas, mas com pessoas. Hoje sendo herdeiros e co-herdeiros em Cristo temos que andar nas mesmas pisadas que Ele. Portanto, simplesmente obedecemos, somos diferentes, porque sabemos que aqui é somente o lugar das nossas peregrinações. Não somos comprometidos com o mundo, mas com o Senhor, e Ele exige que lhe obedeçamos em tudo, que passemos por este mundo de maneira que sejamos luzes e façamos a diferença mostrando o seu caráter.
 "Fiel é a Palavra, e isto quero que deveras afirmes, para que os que creem em Deus procurem aplicar-se às boas obras; estas coisas são boas e proveitosas aos homens." (Tito 3:8). Não devemos viver pelejando, brigando, combatendo com as pessoas, mesmo porque a nossa luta não é contra carne e sangue. Assim, quando alguém age de maneira errada, se forem irmãos na fé, se forem pessoas que professam a mesma fé, devemos alertá-las. Mas, se não quiserem ouvir, não podemos entrar em debates ou qualquer coisa, devemos simplesmente nos afastar. O principal é agir sempre em concordância com o Evangelho de Jesus Cristo, e não satisfazendo a nossa vontade e o nosso ego. Ser cristão é apresentar o caráter de Cristo e procurar fazer as mesmas coisas que Ele, que foi manso como cordeiro. Quando nos deparamos com pessoas que agem de maneira contrária e gostam de polêmicas e debates, nos afastamos, nos calamos, porque não temos que gritar para sermos ouvidos, temos de simplesmente falar quando houver alguém que queira ouvir. "Mas não entres em questões loucas, genealogias e contendas, e nos debates acerca da lei; porque são coisas inúteis e vãs." (Tito 3:9). Não podemos discutir épocas, datas ou costume como se fosse algo que trouxesse crescimento espiritual; não nos atemos à história, mas somos presos ao Evangelho, porque muitos são os que tudo fazem para apresentar estudos, mensagens fundamentadas em história de Israel, mas nós falamos do Poder de Deus, nós falamos de Jesus Cristo. Não somos pesquisadores, nem mesmos historiadores, somos servos do Deus altíssimo, discípulos de Jesus, e é Dele que falamos, porque Ele é todo Poder na terra e no céu. Não podemos ficar trazendo fatos acontecidos há centenas de anos em um país distante querendo fazer com que os mesmos se repitam na vida das pessoas aqui, porque isso não é promessa de Deus. Temos que nos ater somente a Jesus, vivemos na Graça Dele, assim praticamos o seu Evangelho, somos obedientes a Ele, não mais a uma lei que já foi cumprida e extinguida. Não somos debatedores, questionadores, somos somente pregadores do Evangelho, e, portanto, não entremos em discussões tolas que só servem para inflamar. "Ao homem herege, depois de uma e outra admoestação, evita-o, Sabendo que esse tal está pervertido, e peca, estando já em si mesmo condenado. Quando te enviar Ártemas, ou Tíquico, procura vir ter comigo a Nicópolis; porque deliberei invernar ali.Acompanha com muito cuidado Zenas, doutor da lei, e Apolo, para que nada lhes falte. E os nossos aprendam também a aplicar-se às boas obras, nas coisas necessárias, para que não sejam infrutuosos. Saúdam-te todos os que estão comigo. Saúda tu os que nos amam na fé. A graça seja com vós todos. Amém."(Tito 3:10-15) 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

TEMPO E ESTAÇÕES

"Mas, irmãos, acerca dos tempos e das estações, não necessitais de que se vos escreva; Porque vós mesmos sabeis muito bem que o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; Pois que, quando disserem: Há paz e segurança, então lhes sobrevirá repentina destruição, como as dores de parto àquela que está grávida, e de modo nenhum escaparão." (1 Tessalonicenses 5:1-3)

 Todos nós, conhecedores da Palavra de Deus ou não, já ouvimos falar do fim do mundo, são inúmeras histórias sofre o fim. É algo real e que vai acontecer não de uma maneira tão fantasiosa, contada pelos que não conhecem a verdade bíblica. Os conhecedores da Palavra de Deus sabem que, quando menos se esperar, virá o fim, Jesus voltará e não mais haverá tempo de pedido de perdão, de misericórdias. Nós, que procuramos viver segundo o Evangelho de Jesus Cristo, sabemos que de uma maneira inesperada tudo acontecerá, e por isso procuramos sempre nos santificar e viver segundo as determinações do Senhor, não porque somos corajosos, mas pelo contrário, porque somos medrosos, temos medo desse dia, temos medo de ficar para trás. Temos medo do sofrimento eterno, da dor, temos medo do que virá depois para os que ficarem, temos medo do julgamento final. Temos medo da condenação e sabemos pela Palavra que todos os que não forem encontrados vivendo segundo a vontade de Deus serão condenados ao sofrimento eterno. Sabemos que todos os que não estiverem com os seus nomes escritos no livro da vida padecerão por toda a eternidade junto com o diabo. Mas o nosso medo se baseia por sabermos que não existirá nenhum aviso prévio, e, quando menos se esperar, acontecerá, o fim chegará. Enquanto todos estiverem achando que esse dia não virá, achando que tudo está bem, que existem paz e alegria, o fim chegará. Jesus deixou bem claro que o seu Dia virá de maneira inesperada, e que Ele mesmo não sabia o dia, somente o Pai. Mas Ele nos deixou alguns sinais para que observássemos, e a maioria deles já se cumpriu, por isto sabemos que o fim está às portas, assim, temos que viver em constante vigilância.
 "Mas vós, irmãos, já não estais em trevas, para que aquele dia vos surpreenda como um ladrão; Porque todos vós sois filhos da luz e filhos do dia; nós não somos da noite nem das trevas." (1 Tessalonicenses 5:4-5). Todos os que conhecem o Evangelho de Jesus Cristo não estão nas trevas, não estão na cegueira, porque já viram a Luz. Assim, sabem que o tempo está se esgotando, está se acabando, e, portanto, podem até desconsiderar, ignorar, mas sabem que está chegando. Somos da Luz do dia, somos do que é iluminado, porque tudo vemos, não vivemos nas trevas, na escuridão, onde não se consegue discernir nada. Tudo vemos porque o Senhor nos mostra pela sua Palavra, assim sabemos o tempo e o modo, e por tal motivo não dormimos no dia, mas permanecemos despertos. Quando vivemos por nós mesmos, estamos em trevas, nada enxergamos, vemos ou entendemos, mas, quando estamos vivendo pela Palavra, pelo Evangelho de Jesus Cristo, temos a Luz, e tudo vemos e conhecemos. Assim, sabemos que a qualquer momento tudo mudará, Jesus voltará e, se estivermos em acordo com os seus preceitos, com Ele subiremos. Mas, se não estivermos, ouviremos a sentença condenatória e iremos para o sofrimento e sem ter ninguém a quem recorrer. "Não durmamos, pois, como os demais, mas vigiemos, e sejamos sóbrios; Porque os que dormem, dormem de noite, e os que se embebedam, embebedam-se de noite." (1 Tessalonicenses 5:6-7). A noite é escura, e na noite, na escuridão, na cegueira, não se consegue ver nada. Quando desconhecemos algo, estamos na escuridão, na cegueira. Mas Jesus é a verdadeira Luz do mundo, e, se estivermos Nele, estaremos tudo vendo e discernindo. Para estar Nele, não é necessário nenhum sacrifício, somente ser Dele, se entregar a Ele, e isso nós fazemos quando rejeitamos as coisas do mundo e a nossa vontade carnal. Para receber a revelação, para conhecer mais Dele, basta meditarmos em sua Palavra, basta conhecermos mais a Bíblia. Temos que orar, mas orar com inteligência e conhecimento, e esse conhecimento só vem se meditarmos em sua Palavra. "Mas nós, que somos do dia, sejamos sóbrios, vestindo-nos da couraça da fé e do amor, e tendo por capacete a esperança da salvação; Porque Deus não nos destinou para a ira, mas para a aquisição da salvação, por nosso Senhor Jesus Cristo, Que morreu por nós, para que, quer vigiemos, quer durmamos, vivamos juntamente com Ele." (1 Tessalonicenses 5:8-10). Nós, os que vivemos pela fé, na Palavra do nosso Senhor Jesus Cristo, sabendo que a nossa salvação vem é Dele, somos vigilantes. Somos do dia, somos de Jesus, e assim caminhamos em constante vigilância aguardando com ansiedade o grande dia.
 "Por isso exortai-vos uns aos outros, e edificai-vos uns aos outros, como também o fazeis. E rogamo-vos, irmãos, que reconheçais os que trabalham entre vós e que presidem sobre vós no Senhor, e vos admoestam; E que os tenhais em grande estima e amor, por causa da sua obra. Tende paz entre vós." (1 Tessalonicenses 5:11-13). Assim, é o nosso dever alertar todos sobre o Evangelho de Jesus Cristo, alertar que o Senhor está voltando, e quem for encontrado vivendo em trevas padecerá por toda a eternidade. Temos que fazer isso não como favor, mas porque é a obrigação de todos os que conhecem a Palavra de Deus: alertar todos para que não se percam. Temos a obrigação de acordar os que dormem, de tirá-los da escuridão da noite e trazê-los para a verdadeira Luz, para o conhecimento. Sendo cristãos legítimos, temos que amar e respeitar os que nos ensinam, os que tudo fazem para nos conduzir pelo caminho da verdade. Temos que amar os que fazem questão de nos trazer conhecimento, que tudo fazem por amor e não em busca de qualquer gratificação. Sejamos sábios, sejamos luzes, sejamos de Jesus, sejamos seus discípulos, para que possamos passar toda eternidade a seu lado. "Rogamo-vos, também, irmãos, que admoesteis os desordeiros, consoleis os de pouco ânimo, sustenteis os fracos, e sejais pacientes para com todos. Vede que ninguém dê a outrem mal por mal, mas segui sempre o bem, tanto uns para com os outros, como para com todos." (1 Tessalonicenses 5:14-15).Admoestar, exortar os irmãos que estão mais fracos é nosso dever, para que não desfaleçam e venham a perecer, para que não fiquem para trás. Temos que procurar socorrer os mais fracos, e muitas vezes com palavras enérgicas, não só com palavras consoladoras, mas mostrando a verdade, porque isso é amor. Temos que chamar a atenção de forma severa dos desordeiros, dos escarnecedores, dos que estão comprometidos com o mundo e, mesmo assim, estão infiltrados no nosso meio, porque eles desviam, afastam muitos que ainda estão fracos na fé. Temos que estar sempre vigilantes, porque o nosso adversário ronda ao nosso derredor. "Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco. Não extingais o Espírito. Não desprezeis as profecias. Examinai tudo. Retende o bem. Abstende-vos de toda a aparência do mal. E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo." (1 Tessalonicenses 5:16-23). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

terça-feira, 23 de agosto de 2016

A GRANDE NUVEM

"Portanto nós também, pois que estamos rodeados de uma tão grande nuvem de testemunhas, deixemos todo o embaraço, e o pecado que tão de perto nos rodeia, e corramos com paciência a carreira que nos está proposta, Olhando para Jesus, autor e consumador da fé, o qual, pelo gozo que lhe estava proposto, suportou a cruz, desprezando a afronta, e assentou-se à destra do trono de Deus." (Hebreus 12:1-2)

 Quando lemos a Bíblia, quando meditamos na Palavra de Deus e vemos tantos testemunhos do socorro, cuidado e proteção de Deus, ficamos encantados, maravilhados. Quando observamos o mundo, as pessoas, os inúmeros acontecimentos que declaradamente comprovam a intervenção Divina, os livramentos, glorificamos o seu Nome. Mas devemos fazer mais do isso, temos que querer também ser testemunhas, temos que desejar ser testemunhas vivas do que o Senhor fará em nossas vidas. Mas, para que isso aconteça, é necessário abandonar os pecados, os erros, e lutar com paciência para viver sempre de acordo com os preceitos estabelecidos por Deus. Devemos ter um alvo em nossas mentes, saber que não podemos nos desviar Dele por nada. Esse alvo, que é Jesus, tem que ser alcançado para que possamos dizer que Ele é real, porque muitos são os que falam, citam o Nome do Senhor, afirmando que Ele é bom, que abençoa, mas nunca tiveram uma experiência pessoal com Ele. Não tiveram a experiência porque vivem simplesmente como papagaios, repetindo o que os outros falam, mas não abandonam os seus pecados, as práticas contrárias à Palavra de Deus. Ser cristão é romper com o mundo, é necessário mortificar a nossa carne, viver de maneira separada para o Senhor, é discordar do mundo. Não se pode agradar a dois senhores, não se pode agradar ao mundo e a Deus, não se pode agradar a si mesmo e a Jesus. Tendo o objetivo de alcançar o alvo, não olhamos para as lutas, ofensas ou sofrimentos, porque sabemos que somos discípulos de Jesus, e Ele, nosso Mestre, sofreu muito mais por nós. Portanto, com paciência lutamos, caminhamos, porque sabemos que o nosso galardão, nossa coroa, nossa vitória está com Ele.
 "Considerai, pois, aquele que suportou tais contradições dos pecadores contra si mesmo, para que não enfraqueçais, desfalecendo em vossos ânimos." (Hebreus 12:3), Temos que considerar, meditar nos castigos infligidos a Cristo, o seu sofrimento sendo inocente. Temos que ter conhecimento de que o autor da nossa fé tudo suportou sem reclamar ou pedir socorro, nem alegar inocência. Tudo suportou por amor ao Pai, por obediência à Palavra e por amor a todos nós. Jesus suportou o sofrimento que estava destinado a nós, Ele nos libertou dessas correntes que nos prendiam e nos conduziam para a desonra, sofrimento e morte eternos. Assim, reconhecendo que Jesus foi humilhado, perseguido, espancado, crucificado e morreu na cruz por nós, então não lamentemos por nada, porque, por mais difícil seja a luta pela qual estamos passando, não é nem um por cento da que Cristo passou por nós. Lutemos contra nós mesmos, contra as nossas vontades e desejos, e tudo façamos para que possamos alcançar o nosso alvo. Temos a obrigação de andar sempre em direção a Cristo, e esse andar só se dá em santificação. Não existem lutas, sofrimentos ou dor que possam nos impedir de seguir Cristo, de caminhar para o nosso alvo. "Ainda não resististes até ao sangue, combatendo contra o pecado." (Hebreus 12:4). Por mais difícil que possa parecer a nossa luta, ainda podemos continuar, porque não vem sobre nós tentação senão humana. O Senhor só permite a luta, a dor, o sofrimento que podemos suportar, porque Ele mesmo nos dá o escape. Assim, paremos de reclamar e caminhemos, prossigamos, porque esse é o nosso dever. Temos que saber que seguir Cristo, buscar o alvo não é um favor, mas a nossa obrigação, se tivermos compromisso com a vida. No nosso caso, nossos maiores sofrimentos são provocados por nós mesmos, pelas nossas desobediências, porque, ao pecarmos, estamos simplesmente ignorando o sacrifício da Cruz. E por tal motivo Deus não permite que se pise no Sangue do seu Filho. "E já vos esquecestes da exortação que argumenta convosco como filhos: Filho meu, não desprezes a correção do Senhor, E não desmaies quando por ele fores repreendido; Porque o Senhor corrige o que ama, E açoita a qualquer que recebe por filho." (Hebreus 12:5-6).Recebemos a correção do nosso Pai, para que voltemos ao Caminho, para que possamos ser salvos. Recebemos castigo, correção exatamente por merecermos, por sermos desobedientes, mas o nosso Deus não nos corrige por raiva, mas ao contrário, por amor, para que voltemos à razão.
 "Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija?" (Hebreus 12:7). Temos que ser sábios, reconhecermos os nossos erros e aceitar sem reclamação a nossa punição, correção, porque somos merecedores. Sabendo disso, não podemos ficar reclamando, porque, agindo assim, estaremos acumulando erros sobre erros. Temos que seguir o exemplo de Jesus e não reclamarmos de nada, muito pelo contrário, devemos sempre glorificar o Nome do Senhor. Devemos nos alegrar por estarmos sendo corrigidos, porque isso demonstra o amor de Deus, de Pai por nós. Quando o Pai deixa de corrigir o filho é porque já não o considera mais como filho, e, se não for filho, não tem parte na herança. Se formos filhos como gostamos de afirmar, então que sejamos corrigidos, e não reclamemos, que nos alegremos e, principalmente, aprendamos com a correção, para que não mais pequemos. As lutas são necessárias na vida do filho para ensinamento, correção, preparação e capacitação, assim todo o tempo sejamos inteligentes e pratiquemos a Palavra de Deus. O Paraíso não é aqui, muito pelo contrário, aqui é somente o lugar da nossa peregrinação, da nossa capacitação, da nossa aprovação ou não. "Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois então bastardos, e não filhos." (Hebreus 12:8). Não podemos ter inveja dos que vivem no pecado desfrutando dos prazeres do mundo, porque eles não são filhos, são somente criaturas de Deus, portanto, não têm parte na herança. Mas se o nosso objetivo é alcançar o alvo e tomar parte, assumir a herança que nos está preparada antes da fundação do mundo, estão temos que aceitar a correção do Pai, para que possamos respeitar a sua Palavra, para que possamos viver em obediência ao seu Evangelho. Somos corrigidos porque somos filhos, porque somos amados, e o nosso Pai quer que sejamos herdeiros junto com Cristo Jesus. "Além do que, tivemos nossos pais segundo a carne, para nos corrigirem, e nós os reverenciamos; não nos sujeitaremos muito mais ao Pai dos espíritos, para vivermos?" (Hebreus 12:9). Se somos filhos aqui, se temos nossos pais terrenos que nos castigam quando desobedecemos, então muito mais receberemos daquele que é o nosso Pai eterno. Quando castigamos os nossos filhos, não fazemos isso por ódio, mas por amor, para lhes dar ensinamento, e assim também é o nosso Pai. Portanto, aceitemos a correção sabendo que é simplesmente uma prova do seu imenso amor por nós. "Porque aqueles, na verdade, por um pouco de tempo, nos corrigiam como bem lhes parecia; mas este, para nosso proveito, para sermos participantes da sua santidade. E, na verdade, toda a correção, ao presente, não parece ser de gozo, senão de tristeza, mas depois produz um fruto pacífico de justiça nos exercitados por ela. Portanto, tornai a levantar as mãos cansadas, e os joelhos desconjuntados, E fazei veredas direitas para os vossos pés, para que o que manqueja não se desvie inteiramente, antes seja sarado. Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor." (Hebreus 12:10-14).
 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.