Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2018

QUEM É O VERBO.

“No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” (João 1:1)

No princípio, no início de tudo, na formação, na criação de tudo o que hoje existe, era a Palavra, o Verbo é a Palavra que estava com Deus, e a Palavra era Deus. Assim sabemos que tudo iniciou com Jesus, porque Jesus é o Verbo, e a Palavra estava com Deus, quando mandou que tudo existisse. Essa Palavra estava com Deus, quando tomou o pó da terra e fez o homem, e depois fez o homem adormecer e das suas costelas tirou a mulher. Jesus esteve e está o tempo todo com Deus, porque Ele é Deus, e foi Ele quem tudo fez, portanto, Ele nos conhece com profundidade; na verdade, nos conhece muito mais do que nós mesmos nos conhecemos. “Ele estava no princípio com Deus. Todas as coisas foram feitas por Ele, e sem Ele nada do que foi feito se fez.” (João 1:2-3) Sem Jesus, sem a Palavra, nada existiria, porque foi Ele mesmo quem tudo fez, e, quando pudermos entender isso, compreender, saberemos que somos suas criatur…

A SUJEIÇÃO

“Toda a alma esteja sujeita às potestades superiores; porque não há potestade que não venha de Deus; e as potestades que há foram ordenadas por Deus.” (Romanos 13:1)

          Quando a Bíblia se refere a potestade, está se referindo a quem tem poder de mandar, a exercer domínio, comando sobre pessoas e situações. Assim como os anjos têm hierarquia, os demônios também têm, e todas as pessoas, tais como reis, governantes são vistas na Bíblia como potestade. Principados e potestades são governantes. Na Bíblia, dependendo do contexto, esses governantes podem ser líderes políticos ou governantes espirituais (anjos e demônios). Traduções diferentes da Bíblia trazem “principados” e “potestades” como “governadores”, “poderes” ou “autoridades”. Potestades são pessoas com poder e autoridade sobre outras pessoas. Principados normalmente são um tipo de reino ou território governado por um príncipe, mas também podem se referir à autoridade dos príncipes. A Bíblia fala sobre dois tipos de principado…

CARTA DE DIVORCIO

“E, levantando-se dali, foi para os termos da Judéia, além do Jordão, e a multidão se reuniu em torno Dele; e tornou a ensiná-los, como tinha por costume.” (Marcos 10:1)

          Jesus tinha ensinado que deveremos ser o sal da terra, que temos que fazer a diferença, que temos que ser luzes e não concordar com o mundo e com o pecado. Depois disso, Ele vai para a Judeia e, como sempre, várias pessoas estavam ao seu redor. Frequentemente, procuro explicar que essas pessoas que o seguiam nem sempre tinham boas intenções, nem sempre estavam ali para ouvir o Evangelho e aprender. Claro que havia muitos que queriam aprender com Ele, beber diretamente da Fonte, mas existiam os que estavam ali simplesmente para investigar, para armar ciladas, para o pegar em alguma contradição, e esses geralmente estavam a mando dos fariseus, dos religiosos da época. Também havia os que estavam ali somente em busca de um milagre, de uma bênção qualquer, queriam somente receber, assim como muitos dos que lotam …

ESTAMOS MORTOS

“Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde? De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda Nele?” (Romanos 6:1-2)

          As pessoas têm o hábito de confundir as misericórdias do Senhor, confundir a sua Graça, porque imaginam que poderão sempre pecar e que o Senhor irá perdoá-las indefinidamente. Mas elas não sabem que para tudo existe um limite, e a Palavra de Deus nos fala que, quando pecamos deliberadamente, não existe mais perdão quando conhecemos a Palavra de Deus. Quando nos batizamos, quando entregamos as nossas vidas a Cristo, estamos entregando tudo, e a partir daí passamos a viver Nele, e essa maneira de viver é viver somente de acordo com o seu Evangelho, é fazer somente o que Ele permite, autoriza, e jamais fazer o que Ele nos proíbe. Quando nos batizamos em Jesus, estamos confessando, assumindo que Ele é o Senhor em nossas vidas, portanto, não fazemos nada mais pela lógica humana, pelo conhecimento do mundo, não agim…

SENDO TENTADO PELO DIABO

“Então foi conduzido Jesus pelo Espírito ao deserto, para ser tentado pelo diabo.” (Mateus 4:1)

          Jesus Cristo iniciou o seu ministério terreno depois de passar pelas tentações, e uma coisa importante que devemos analisar: quem conduziu Jesus ao deserto não foi o diabo, mas o próprio Deus Pai, através do seu Espírito, e o enviou exatamente para ser tentado. Nós gostamos de falar que somos cristãos, que somos seguidores de Jesus, mas quando vem qualquer tentaçãozinha, já nos assustamos, e se não cairmos, começamos a lamentar, começamos a clamar por misericórdia e afirmar que não iremos suportar, que não conseguiremos vencer. Isto acontece porque ainda somos carnais, ainda não conhecemos Jesus como deveríamos, ainda não o estamos seguindo, porque se nós lhe obedecêssemos, se tivéssemos tomado das nossas cruzes e o seguido, não lamentaríamos, nós permaneceríamos firmes e calados, confiando sempre Nele, porque sabemos que, se perseverarmos, seremos vencedores. Todas as tentações qu…

SOBERBA E ORGULHO

“E disse também está parábola a uns que confiavam em si mesmos, crendo que eram justos, e desprezavam os outros: Dois homens subiram ao templo, para orar; um, fariseu, e o outro, publicano.” (Lucas 18:9-10)

          Jesus, mais uma vez fazendo uso de uma parábola, que é uma maneira ilustrada de falar sobre um tema, trazer um novo ensinamento, fala sobre a arrogância, a soberba de muitos que se dizem cristãos, que se dizem conhecedores da vontade de Deus. Da mesma maneira, nos dias de hoje, vemos pregadores televisivos orarem com arrogância, exigindo, determinando que Deus os atenda. Na verdade, querem mandar no Senhor, e por esse motivo fazem orações inflamadas e exigentes. Por isso sabemos que são pessoas que nada sabem sobre o Reino, principalmente sobre Deus e sobre Jesus Cristo, uma vez que somos somente servos e temos que agir e falar com toda humildade. Primeiramente, temos que compreender que Deus é o Senhor, o Criador de tudo, e que nós nada somos, nossa origem é o barro, a te…

SENTENÇA DE MORTE

“E, logo ao amanhecer, os principais dos sacerdotes, com os anciãos, e os escribas, e todo o Sinédrio, tiveram conselho; e, ligando Jesus, o levaram e entregaram a Pilatos.” (Marcos 15:1)

          Prenderam Jesus em um ato ilegal, porque o submeteram a um julgamento noturno, o que não era permitido na lei de César, e naquela época Roma, César, dominava sobre Israel. Mas foi assim que Deus Pai permitiu, que à noite, na hora das trevas, Jesus fosse traído, preso e conduzido de um lugar para outro, com os judeus, o seu povo exigindo a sua morte. Logo pela manhã conduziram Jesus ao Governador Pilatos, pois os judeus não quiseram eles mesmos executar a sentença suja, não quiseram eles mesmo assassinar Jesus, e fizeram com que Pilatos executasse o trabalho sujo. “E Pilatos lhe perguntou: Tu és o Rei dos Judeus? E Ele, respondendo, disse-lhe: Tu o dizes. E os principais dos sacerdotes o acusavam de muitas coisas; porém Ele nada respondia. E Pilatos o interrogou outra vez, dizendo: Nada respo…

GALILEUS

“E, naquele mesmo tempo, estavam presentes ali alguns que lhe falavam dos galileus, cujo sangue Pilatos misturara com os seus sacrifícios.” (Lucas 13:1)

          As pessoas, principalmente as que se dizem evangélicas, gostam de fazer asseverações, afirmações sem terem o conhecimento pleno da causa. Assim ouvimos as pessoas fazerem julgamentos indevidos, digo indevidos porque a nós, cristãos, nos é permitido, determinado, que julguemos, mas que o julgamento seja de acordo com a Palavra, e para nós julgarmos, não podemos estar em erro semelhante ou cometendo outro, é preciso termos as mãos limpas. Muitos, quando ficam sabendo que algo de ruim, uma desgraça, aconteceu com uma pessoa ou com várias, ou com uma família, imediatamente afirmam que elas deveriam estar em pecado, em erros. Mas veremos o que o Senhor Jesus nos ensina, porque aqui, quando algumas pessoas vieram falar das pessoas que Pilatos tinha matado, ou melhor, mandado matar, elas queriam dizer que isso aconteceu porque elas …

NO VELADOR

“E disse-lhes: Vem porventura a candeia para se meter debaixo do alqueire, ou debaixo da cama? Não vem antes para se colocar no velador?” (Marcos 4:21)

          As pessoas acham que, por se converterem ao Senhor, deveriam receber créditos, ou serem reconhecidas e respeitadas no mundo, mas elas se esquecem da inimizade do mundo com Deus, porque se nós somos cristãos, seguidores de Jesus, então automaticamente somos inimigos do mundo, assim não temos direitos no mundo, porque a nossa pátria é com o Senhor. Quando somos cristãos, somos reconhecidos como tais, e por esse motivo somos desprezados e escarnecidos, mas isto é esperado, pois Jesus, o nosso Mestre, nos mandou pegar as nossas cruzes e segui-lo. Temos que ser reconhecidos como cristãos, como pessoas que agem e vivem de maneira completamente diferente do mundo, não exigimos e nem buscamos o que a maioria busca, não estamos em busca de realizações materiais, e sim espirituais. Somos luzes e, portanto, todos nos veem e nos reconhece…

SEM LOUVOR.

“Nisto, porém, que vou dizer-vos não vos louvo; porquanto vos ajuntais, não para melhor, senão para pior. Porque antes de tudo ouço que, quando vos ajuntais na igreja, há entre vós dissensões; e em parte o creio.” (1 Coríntios 11:17-18)

          Infelizmente, é muito comum hoje, nos templos, as pessoas se reunirem por obrigação aos domingos, para fazerem parte de uma reunião social, de um ajuntamento, ou fazerem parte do coro, cantar e orar junto com todos. Quando observamos cada uma delas, percebemos que são pessoas simplesmente religiosas, pois não vão a templos em busca de comunhão, não vão para agradar a Deus, ou para aprender mais do Evangelho, nem para se derramarem diante do Senhor; vão simplesmente aos templos por obrigação e para fazerem parte de algo. Vemos brigas, acusações, fofocas, tramas e tudo mais entre esses frequentadores de templos. A inveja predomina, as pessoas vivem em seus pecados e não pensam em abandoná-los, e se o pastor começar a pregar sobre santidade, elas…

FARISEUS E HERODIANOS

“E enviaram-lhe alguns dos fariseus e dos herodianos, para que o apanhassem nalguma palavra. E, chegando eles, disseram-lhe: Mestre, sabemos que és homem de verdade, e de ninguém se te dá, porque não olhas à aparência dos homens, antes com verdade ensinas o caminho de Deus; é lícito dar o tributo a César, ou não? Daremos, ou não daremos?” (Marcos 12:13-14)

          Jesus o tempo todo foi testado pelos fariseus, os religiosos da época, que tentavam fazer Jesus cair em alguma contradição para terem motivo de acusá-lo e prendê-lo. Foi assim com a questão do casamento, quando vieram perguntar se era lícito ou não o homem divorciar-se da sua mulher por qualquer motivo. Agora eles vêm testando com a questão dos impostos, pois esperavam que Ele falasse que não se deveria pagar impostos a César, pois naquela época Israel vivia sob o domínio de Roma e César. Portanto, se Jesus dissesse que não deveria pagar impostos, estaria se rebelando e, com certeza, as autoridades teriam motivo para prendê…

PACIENTES ATÉ Á VINDA DO SENHOR

“Sede, pois, irmãos, pacientes até à vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba a chuva temporã e serôdia. Sede vós também pacientes, fortalecei os vossos corações; porque já a vinda do Senhor está próxima.” (Tiago 5:7-8)

          Devemos ser pacientes, apesar das lutas, das batalhas que enfrentamos constantemente, porque isso é previsto até o grande dia da volta do Senhor. Não podemos nos desesperar, ou achar que estamos sofrendo demais, ou que o Senhor não está vendo os nossos sofrimentos, as nossas lutas, porque maior luta e sofrimento enfrentou Cristo por nós, quando todos éramos pecadores, e Deus Pai estava vendo, mas era necessário que a Palavra se cumprisse. Se falamos que somos cristãos, que somos discípulos, aprendizes de Cristo, então não podemos reclamar, porque sabemos que Ele enfrentou tudo sem abrir a boca para reclamar, sem pedir clemência. Ele foi o Cordeiro mudo. Assim, sejamos pacientes. Da mesma m…

PORTA DAS OVELHAS

“Depois disto havia uma festa entre os judeus, e Jesus subiu a Jerusalém. Ora, em Jerusalém há, próximo à porta das ovelhas, um tanque, chamado em hebreu Betesda, o qual tem cinco alpendres. Nestes jazia grande multidão de enfermos, cegos, mancos e ressicados, esperando o movimento da água.” (João 5:1-3)

          Jesus passou por Samaria, onde pregou para uma mulher, e através dela uma grande multidão de pessoas se converteu. Depois Ele entrou na Galileia, onde curou o filho de um oficial que estava à beira da morte, e agora Ele sobe a Jerusalém, em época de festa dos judeus. No templo, Jesus se dirige ao tanque Betesda, onde se reuniam os deficientes físicos, aleijados, cegos, e aqueles com todos os tipos de enfermidade à espera de uma cura espiritual. Isto porque, naquela época, as pessoas com deficiência física não tinham esperança de cura através da medicina, porque ela não estava evoluída, e os médicos não sabiam como curar essas pessoas, e sempre para os deficientes físicos a re…