EVANGELIZAR.

NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 31 de julho de 2014

MORTE E VIDA

“Portanto, se já ressuscitastes com Cristo, buscai as coisas que são de cima, onde Cristo está assentado à destra de Deus.” (Colossenses 3:1)

            Quando falamos que somos convertidos, que somos de Jesus, devemos nos examinar se realmente isso é verdade, se realmente morremos com Cristo, se somos pessoas mortas para as coisas, para os prazeres do mundo, porque, se ainda os nossos desejos, pensamentos, estão nas coisas do mundo, nas coisas materiais, é porque ainda não morremos, não nos convertemos, pois o nosso batismo é na morte de Jesus. E se morremos com Ele, também ressuscitamos, e, se assim for, nossos pensamentos são sempre de acordo com as leis de Deus em que Jesus está sentado e reinando. Portanto, examinemos se realmente somos convertidos, se os nossos pensamentos e desejos são condizentes com o Reino de Deus, se o nosso prazer é servir o Senhor e fazer tudo o que Ele manda, se aniquilamos a nossa vontade carnal. “Pensai nas coisas que são de cima, e não nas que são da terra; Porque já estais mortos, e a vossa vida está escondida com Cristo em Deus.” (Colossenses 3:2-3). Nossos pensamentos têm que estar ligados nas coisas do Reino, em Jesus, e não mais nos preocupemos com as coisas físicas, materiais, porque somos estrangeiros, estamos somente de passagem aqui, uma vez que o nosso mundo já não mais é este. Mas se ainda estamos preocupados com as coisas deste mundo, então ainda não nos convertemos e devemos buscar com urgência a nossa conversão, para que não aconteça que chegue a nossa hora e vamos para o sofrimento eterno, sejamos apartados para sempre do Senhor. Temos que nos considerar mortos para todo tipo de prazer mundano e buscar somente conhecer mais e mais do Senhor, porque o nosso mundo é lá. “Quando Cristo, que é a nossa vida, se manifestar, então também vós vos manifestareis com ele em glória.” (Colossenses 3:4). Estamos mortos neste mundo, e para este mundo e suas vontades, mas, quando Jesus se manifestar, receberemos vida, pois estaremos recebendo vida da Vida, e para sempre, onde saberemos que jamais morreremos, e desfrutaremos da vida, pois não mais sentiremos dores, sofrimentos, necessidade alguma, não mais haverá choro, perseguição, porque estaremos assumindo nosso lugar no nosso mundo que é o Celestial, governado pelo Senhor.
            “Mortificai, pois, os vossos membros, que estão sobre a terra: a prostituição, a impureza, o afeição desordenada, a vil concupiscência, e a avareza, que é idolatria; Pelas quais coisas vem a ira de Deus sobre os filhos da desobediência; Nas quais, também, em outro tempo andastes, quando vivíeis nelas.”(Colossenses 3:5-7).Mortificai, tirai a vida, o querer, o desejo; ou seja, eliminar os desejos carnais das nossas vidas, a vontade de revidar uma ofensa, o odiar, a raiva, a ira, o compromisso com os prazeres do mundo, aprender andar em espírito  Fugir da prostituição, sabendo que muitos estão perdendo a salvação por causa de prostituição, e prostituição é adultério, é relação sexual sem ser casado, é relacionamento como se casados fossem, é masturbação, é relacionamento homossexual, mesmo porque sexo é direito somente dos casados, mesmo entre homem e mulher, marido e esposa. Avareza onde a preocupação sempre é juntar, ter dinheiro, ser miserável, dar mais valor ao dinheiro, às coisas do que às pessoas, é a preocupação em ter, porque isso é adoração ao dinheiro e ao patrimônio material, e sobre essas pessoas que assim procedem é que vem a ira de Deus, ou seja, elas não herdarão o Reino de Deus, o seu prazer é somente aqui e depois sofrimento e morte por toda uma eternidade. “Mas agora, despojai-vos também de tudo: da ira, da cólera, da malícia, da maledicência, das palavras torpes da vossa boca.” (Colossenses 3:8). Tendo esse conhecimento, essa revelação, esse ensinamento, então se despoje, tire, jogue fora, abandone tudo isso que não presta e somente serve para conduzir a morte eterna; se transforme-se por esse ensinamento e se converta, mude o jeito de falar, pensar e agir; abandone a maldade, o gracejo maldoso, a lascívia, morra para o mundo, para que possa ressuscitar com Jesus e viver por toda a eternidade. “Não mintais uns aos outros, pois que já vos despistes do velho homem com os seus feitos, E vos vestistes do novo, que se renova para o conhecimento, segundo a imagem daquele que o criou; Onde não há grego, nem judeu, circuncisão, nem incircuncisão, bárbaro, cita, servo ou livre; mas Cristo é tudo em todos.” (Colossenses 3:9-11). Abandone a mentira sabendo que, se realmente se converteu ao Senhor, não existe mais necessidade de se esconder, de habitar em trevas, porque a mentira é trevas, é ocultar a verdade, a mentira é se refugiar no filho do diabo. Devemos nos vestir de Jesus, e Nele não existe mentira ou engano, Nele não existe discriminação, somos todos iguais e bem-vindos se aceitarmos a sua Palavra, se morrermos para o mundo, Nele, só não é permitido quem ainda está no mundo, pois estes, por mais que falem o seu nome, são rejeitados.
            “Revesti-vos, pois, como eleitos de Deus, santos e amados, de entranhas de misericórdia, de benignidade, humildade, mansidão, longanimidade; suportando-vos uns aos outros, e perdoando-vos uns aos outros, se alguém tiver queixa contra outro; assim como Cristo vos perdoou, assim fazei vós também.” (Colossenses 3:12-13). Revestir-se de Deus, reconhecer que pertence ao Reino e que, portanto, tem que agir segundo as leis Divinas, ou seja, praticar o amor, a misericórdia, a bondade, a humildade, ser mansos e não mais briguentos, odiosos, com raiva, soberbos, orgulhosos, mentirosos, praticar a misericórdia com todos, estar sempre disponível para ajudar e socorrer a todos os que necessitem, não se preocupando em juntar tesouro aqui, mas no Céu onde a traça nem o ferrugem o consomem. “E, sobre tudo isto, revesti-vos de amor, que é o vínculo da perfeição.” (Colossenses 3:14). Revesti de amor, mas do amor Divino, amor verdadeiro, aquele que não é tolerante com o pecado, pois quem diz amar e concorda, aceita que o outro pratique coisas erradas, na verdade está odiando, pois o erro conduz à morte. Amar é procurar proteger, cuidar, e não permitir que haja trevas na vida dos outros, pois sabe para onde as trevas o conduzirão, ou seja, amar é não tolerar erros e pecados, é confrontar; Deus nos ama e não permite pecados.“E a paz de Deus, para a qual também fostes chamados em um corpo, domine em vossos corações; e sede agradecidos.”(Colossenses 3:15). Agindo assim, convertendo-se mesmo, deixando de ser religiosos, morrendo para o mundo, então sentirá paz do Senhor Jesus dominando sobre a vida, desfrutará de paz mesmo em meio à turbulência, pois não mais será cidadão ou cidadã deste mundo, mas do mundo vindouro. “A palavra de Cristo habite em vós abundantemente, em toda a sabedoria, ensinando-vos e admoestando-vos uns aos outros, com salmos, hinos e cânticos espirituais, cantando ao Senhor com graça em vosso coração. E, quanto fizerdes por palavras ou por obras, fazei tudo em nome do Senhor Jesus, dando por ele graças a Deus Pai.”(Colossenses 3:16-17).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
                                    Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.
 

quarta-feira, 30 de julho de 2014

OBSERVAR, PRESTAR ATENÇÃO

“Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas, interiormente, são lobos devoradores.” (Mateus 7:15)

            Jesus disse: acautelai, tomai cuidado, vigiai, prestai atenção, observe os falsos profetas que vêm fantasiados de ovelhas, geralmente têm fala mansa, falam muito em amor, em bênçãos, em vitórias, são carismáticos, demonstram uma espiritualidade muito grande e falam como se realmente fossem um homem ou uma mulher de Deus. Se observarmos com cautela, perceberemos a diferença, assim como muitos são enganados e recebem uma cédula, uma nota falsa e não percebem, só na hora em que vão comprar e pagar algo é que tomam conhecimento de que o papel que têm nas mãos não vale nada. Assim são as pessoas que não leem a Bíblia, não prestam atenção na Palavra de Deus e aceitam qualquer coisa; pessoas com pregações emotivas, ensinamentos vários, que são contrários à Palavra, passam a ser verdadeiras para elas. Mas, se estivermos atentos, veremos a diferença e perceberemos que estão somente disfarçados de ovelhas, pois são devoradores, querem somente a lã e poder, descobriremos que são piores do que os ímpios, pois são maldosos e só querem extorquir e conduzir as trevas. “Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?”(Mateus 7:16).Jesus manda que observemos, que fiquemos atentos, da mesma maneira que, quando queremos uma laranja doce, vamos ao pé de laranja e a encontramos, se formos ao pé de limão, com certeza, não encontraremos laranja, mas sim limão azedo, porque por mais que o limão esteja bonito, viçoso, ele continuará a ser um limão e azedo. Assim são os muitos que falam no nome de Deus, mas que vivem contrário à Palavra de Deus, ou seja, para realmente ser do Senhor, ser habitante do Reino de Deus, tem que se viver segundo as leis do Reino; se não forem praticantes das leis do Céu, por mais que falem e orem, cantem, vão às igrejas, que preguem, não são legítimos, são simplesmente falsos, assim como uma nota de cinquenta reais falsa, que nada vale. Pessoas que se dizem de Deus, que gostam de falar as coisas do Reino, imitam bem, chegam a confundir, mas estão em divórcios, recasamentos, mentira, adultérios, fornicação, desonestidade, raiva, violência, ira, maldade, sem amor, ou amam mais as coisas do que as pessoas, são pessoas comprometidas com as coisas do mundo. Por mais que falem no nome de Deus, de Jesus, que falem em línguas, que tenham igrejas cheias, nada conhecem, e os seus seguidores estão indo para a morte eterna.
            “Assim, toda a árvore boa produz bons frutos, e toda a árvore má produz frutos maus.” (Mateus 7:17). Portanto, conheceremos as pessoas não pelo que falam, mas pelo modo como vivem e agem em todas as situações; não por dizer que são do Senhor, mas se realmente vivem de acordo com a Palavra de Deus; não se pode mudar os preceitos estabelecidos pelo Pai. Por isto Jesus nos convoca a ficarmos atentos para saber se esses que têm se levantado como homens e mulheres de Deus realmente os são; se essas profecias que estão falando estão de acordo com a Palavra, se os seus ensinamentos estão pautados nas Escrituras, ou se tiram textos de contextos para criar um novo texto, um novo ensinamento, uma nova doutrina. Observar se as campanhas, as fogueiras santas, os sacrifícios, o comércio dentro dos templos, se a concordância com o divórcio, com recasamento, se os amuletos, tais como fitas, óleo, sal, alianças e outros estão de acordo com a Palavra. Se não estiverem, temos que sair, nos afastar deles, porque não são boas árvores e, portanto, os seus frutos não podem ser bons.“Não pode a árvore boa dar maus frutos; nem a árvore má dar frutos bons.” (Mateus 7:18). Assim como sabemos se o fruto é bom ou não pela árvore, também devemos ficar atentos aos que se identificam como homens e mulheres de Deus, porque, se não estiverem produzindo frutos de acordo com o Reino, então sabemos que são de outra parte e devemos nos afastar. Ao observarmos as ações de uma pessoa, sabemos de qual reino ela é, se do Reino de Deus ou do reino das trevas, independentemente do que elas falam.“Toda a árvore que não dá bom fruto corta-se e lança-se no fogo. Portanto, pelos seus frutos os conhecereis.” (Mateus 7:19-20). Não existem desculpas ou meio termo, todos os que são falsificados, todos os lobos que se vestem de cordeiros, todos os que falam no nome de Deus, de Jesus, mas  praticam ações contrárias aos seus preceitos com certeza  o lugar que lhes cabe é na fornalha de fogo ardente, e  todos os que os seguem também, e não poderão alegar inocência ou ignorância, pois o próprio Senhor Jesus  nos manda ficar atentos e observarmos, mas se a preguiça, a indolência, a conveniência e outros fazem com que permaneçamos em erro sabendo que estamos com um falso cristão, falso pregador, pastor, ou o que quer que seja, então não temos justificativa diante do Senhor. Se, por não querer ler a Bíblia, para conhecer a vontade do Senhor, aceitam-se pregações emotivas e heréticas, então é porque escolheram o caminho da morte também.
            “Nem tudo o que me diz: Senhor, Senhor! entrará no Reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus.”(Mateus 7:21). Não é o fato de fazer orações bonitas, ou falar em línguas, ou pregar bem, profetizar que torna uma pessoa habilitada a viver no Reino, e sim a obediência à Palavra de Deus, cumprindo as ordenanças do Senhor. Não é o falar, mas o agir, não é ir à igreja pular, dançar, chorar, cair que mostra se a pessoa é cidadã do Reino. Devemos observar como essas pessoas agem fora da igreja, no seu dia a dia, se o que vivem e falam está de acordo com as Escrituras, se o que elas pregam está fundamentado na Palavra de forma clara, pois a Palavra de Deus é clara e não existe nenhum mandamento que não se repita várias vezes na Bíblia, porque sabemos que não se pode pegar um versículo aleatório para se fazer uma pregação ou um ensinamento, uma vez que a Palavra se completa. Assim, por mais que nos favoreça, nos anime, por melhor que seja ouvir as pregações, devemos observar se realmente ela se fundamenta de forma clara, caso contrário devemos descartar, saber que estamos ouvindo um falso pastor, pregador ou profeta. Assim como as profecias, as revelações têm que estar de acordo com o que a Bíblia diz, caso contrário, rejeitemo-las, pois o Senhor não tem revelação nova para ninguém. “Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? e em teu nome não expulsamos demônios? e em teu nome não fizemos muitas maravilhas?” (Mateus 7:22). Devemos observar para não sermos rejeitados, para não termos que tentar nos justificar diante do Senhor e escutar a resposta que nos enviará para o sofrimento e morte por toda uma eternidade. “E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniquidade.” (Mateus 7:23).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.
 

terça-feira, 29 de julho de 2014

GRANDES TEMPLOS

“E, saindo ele do templo, disse-lhe um dos seus discípulos: Mestre, olha que pedras, e que edifícios! E, respondendo Jesus, disse-lhe: Vês estes grandes edifícios? Não ficará pedra sobre pedra que não seja derrubada.” (Marcos 13:1-2)

            Os discípulos de Jesus estavam mostrando o templo, a sinagoga, igreja a Jesus e faziam isso com orgulho, pela bela construção, grandiosidade, suntuosidade, mas Jesus aproveita a oportunidade para nos trazer outro ensinamento.  O Senhor mostra que não está preocupado com grandes edifícios, grandes igrejas, templos, porque o principal templo com que Ele está preocupado somos nós, que somos a igreja verdadeira, e não grandes construções faraônicas, feitas por pastores megalomaníacos para satisfazer o ego, para mostrar poder. Mas esses grandes templos não são frequentados por ovelhas, porque ovelhas precisam de cuidados do pastor, e torna-se impossível o pastor conhecer todas em uma igreja com mais de mil membros, e sabemos que pastor que não conhece as suas ovelhas não é pastor. Em templos enormes, as ovelhas, quando necessitam de cuidados do pastor, têm que marcar audiências para meses à frente conseguir falar com um auxiliar, e quando forem atendidas já estarão mortas. A função de pastores é cuidar de ovelhas, e em rebanho muito grande é impossível ter cuidados, servem somente para produzir muita lã para a comercialização, além de mostrar o poderio do seu dono. Mas Jesus já deixou bem claro que não ficará pedra sobre pedra, ou seja, que nada disso adianta. “E, assentando-se ele no Monte das Oliveiras, defronte do templo, Pedro, e Tiago, e João e André lhe perguntaram em particular: Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá quando todas elas estiverem para se cumprir.” (Marcos 13:3-4). Os discípulos ficaram tão preocupados com esse assunto que, quando estavam a sós com Jesus, perguntaram-lhe quando isso aconteceria. Perguntaram porque com certeza havia muitos anos que viam esse grande templo e nada acontecia. A mesma coisa acontece hoje: vemos todos os dias várias denominações anunciarem a construção de grandes templos, e cada uma querendo fazer um maior do que a outra. Chegam ao absurdo de construírem uma réplica do que Jesus usou como exemplo para falar de destruição, e querem trazer à vida novamente o véu de separação que foi rasgado.
            “E Jesus, respondendo-lhes, começou a dizer: Olhai que ninguém vos engane; Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.” (Marcos 13:5-6).  A resposta de Jesus é pedir que fiquem alerta, porque muitos, não poucos, mas muitos dirão que têm a verdade, que são o próprio Jesus, dirão que pregam e ensinam a Verdade. Muitos virão distorcendo a Bíblia, criando facilidades, heresias, mentiras, enganos. Pessoas se dizem usadas por Deus, mas com práticas contrárias à Palavra de Deus. Jesus manda tomar muito cuidado para não ser enganado, manda vigiar e não aceitar tudo ou todos os que falam no nome Jesus. Atualmente, vemos muitas práticas mentirosas, enganadoras, nas igrejas, pastores que ensinam mentiras, chegando a ponto de propor, de mandar desafiar Deus. Ouvimos revelações mentirosas, enganadoras, vemos comércio, e o pior é que muitos, mas muitos mesmo estão sendo enganados e ficam aguardando as bênçãos, os milagres propostos por esses anticristos, só que eles nunca acontecem, pois eles nada têm com o Senhor, a não ser usar o seu nome somente. “E, quando ouvirdes de guerras e de rumores de guerras, não vos perturbeis; porque assim deve acontecer; mas ainda não será o fim. Porque se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá terremotos em diversos lugares, e haverá fomes e tribulações. Estas coisas são os princípios das dores.” (Marcos 13:7-8). Os sinais estão cada vez mais se realizando, porque ouvimos diariamente notícias de guerras, mortes, países sendo destruídos, bombardeados, observamos superpotências se armando, ameaçando, uns se levantando contra o outro. Portanto, sabemos que o fim se aproxima, a volta de Jesus está próxima, porque os sinais estão se cumprindo. Nunca se viveu, ou melhor, se presenciou tanta heresia, distorção da Palavra, tanta falta de amor pela Criação de Deus, amor pelas coisas, ou animais e desprezo pelo ser humano. Ouvimos falar de maremotos, terremotos, tsunamis, centenas de milhares de pessoas são mortas, e fica muita destruição. Já ouvimos falar de terremotos bem próximos de nós, tempestades; em várias partes do mundo a fome mata diariamente centenas de pessoas, mesmo em nosso país muitas pessoas morrem de fome todos os dias. Mas sabemos que ainda não é o fim, é somente o início, o princípio das dores, do sofrimento.
            “Mas olhai por vós mesmos, porque vos entregarão aos concílios e às sinagogas; e sereis açoitados, e sereis apresentados perante presidentes e reis, por amor de mim, para lhes servir de testemunho.” (Marcos 13:9). A perseguição ao Evangelho do Senhor Jesus já está sendo praticada há muito tempo, pois os religiosos, os praticantes de denominações, os enganadores não permitem que se fale a verdade, que se ensine o verdadeiro Evangelho. Só aceitam que se pregue a mentira, que se fale somente de bênção e de um deus que tudo tolera e permite, de um deus que só sabe abençoar. Pregam isso para enganar as ovelhas, que buscam facilidades, e assim são conduzidas aos matadores; são igrejas, pastores, que concordam com o homossexualismo, com o divórcio e recasamentos, com a fornicação, vícios, com a mentira, que transformam o nome de Deus em uma logomarca para comercializar nas igrejas. Esses fariseus tudo fazem para calar a verdade, o Evangelho, pois querem ensinar e viver um evangelho paralelo; e quem condena os seguidores de Jesus são os líderes que se dizem evangélicos, e os seus seguidores, a perseguição não vem de fora, mas de dentro. “Mas importa que o evangelho seja primeiramente pregado entre todas as nações.” (Marcos 13:10). Mas o Evangelho de Jesus Cristo será pregado em toda parte, e todos o ouvirão; aceitando ou não, tomarão conhecimento desse Evangelho, que é da liberdade, arrependimento, conversão, salvação, do Evangelho que é poder. Mesmo o rejeitando, não o aceitando e não concordando com ele, o ouvirão. Podem não o aceitar, mas não terão desculpas no dia do Julgamento, alegando ignorância. “Quando, pois, vos conduzirem e vos entregarem, não estejais solícitos de antemão pelo que haveis de dizer, nem premediteis; mas, o que vos for dado naquela hora, isso falai, porque não sois vós os que falais, mas o Espírito Santo.”(Marcos 13:11).Somos perseguidos, presos, somos motivo de chacotas e desprezos, mas não podemos nos preocupar, porque Cristo sofreu muito mais por nós, portanto, somente falemos do Evangelho, e nas lutas, dificuldades, o Espírito Santo nos conduz a falar somente a Verdade, a condenar o pecado, a falar contra a hipocrisia e a mentira. Mesmo que sejamos acusados em igrejas que se dizem evangélicas, não paremos, pois o Espírito de Deus é quem nos conduz e fala em nós, por isso não nos preocupemos. “E o irmão entregará à morte o irmão, e o pai ao filho; e levantar-se-ão os filhos contra os pais, e os farão morrer. E sereis odiados por todos por amor do meu nome; mas quem perseverar até ao fim, esse será salvo.” (Marcos 13:12-13). Em toda parte já enfrentamos perseguições, pois mesmo os nossos parentes, amigos, familiares, que se dizem convertidos, aceitaram a teologia da mentira do engano ensinada em muitas igrejas, e não aceitam viver ou praticar o Evangelho de Jesus, e acusam o tempo todo. Infelizmente muitos já foram enganados e são seguidores dos falsos cristos nas igrejas; são praticantes dos ensinamentos dos anticristos.

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
                           Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.

segunda-feira, 28 de julho de 2014

AS DÚVIDAS

“E os discípulos de João anunciaram-lhe todas estas coisas. E João, chamando dois dos seus discípulos, enviou-os a Jesus, dizendo: És tu aquele que havia de vir, ou esperamos outro?” (Lucas 7:18-19)

            João Batista, aquele que veio para preparar o caminho do Senhor, que anunciou que o Messias estava chegando e chamava todos ao arrependimento, e teve a honra, o privilégio de batizar o Senhor Jesus, agora preso no cárcere e já prevendo o seu fim, manda perguntar se realmente Jesus era o Messias. Não que ele estivesse duvidando, mas ele só queria ter a certeza de ter cumprido a sua missão. A única preocupação de João era se tinha executado a missão que o Deus Pai lhe tinha dado, e por isso envia seus discípulos a perguntar se Jesus era o Messias? “E, quando aqueles homens chegaram junto Dele, disseram: João o Batista enviou-nos a perguntar-te: És tu aquele que havia de vir, ou esperamos outro?”(Lucas 7:20). Os discípulos de João Batista perguntam então a Jesus se Ele era o Messias ou se deveriam esperar outro. Observamos agora a resposta de Jesus, que foi longa e não como a que nos damos, nós gostamos de nos enaltecer, e não perdemos oportunidade, mas veremos no final que Jesus enalteceu, elogiou foi João Batista. Gostamos muito de nos identificar como pessoas espirituais, mesmo sendo carnais, mesmo procedendo de maneira equivocada, gostamos de afirmar que somos seres espirituais e que temos a nossa salvação garantida, e não percebemos que devemos conquistá-la diariamente, e que, se queremos ser grandes, devemos aprender primeiro a ser pequenos. “E, na mesma hora, curou muitos de enfermidades, e males, e espíritos maus, e deu vista a muitos cegos. Respondendo, então, Jesus, disse-lhes: Ide, e anunciai a João o que tendes visto e ouvido: que os cegos veem, os coxos andam, os leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos ressuscitam e aos pobres anuncia-se o evangelho. E bem-aventurado é aquele que em mim se não escandalizar.” (Lucas 7:21-23). Pelos frutos conhecereis a árvore, e que é o princípio aplicado aqui por Jesus, Ele estava cumprindo a sua missão curando, libertando e, principalmente, pregando o Evangelho, e a sua resposta enviada a João foi que os discípulos deveriam somente falar o que eles estavam vendo, presenciando, pois João entenderia. As Escrituras diziam como Ele, ou melhor, o Messias agiria, e elas estavam se cumprindo ali Nele. Nós muitas vezes queremos que Deus nos garanta a nossa vitória nesta ou naquela área, e ficamos buscando revelações, e esquecemo-nos da maior das revelações: o Livro de Revelações, que é a Bíblia, pois ali na Palavra temos todas as respostas de que necessitamos.
            “E, tendo-se retirado os mensageiros de João, começou a dizer à multidão acerca de João: Que saístes a ver no deserto? uma cana abalada pelo vento?” (Lucas 7:24).Depois que os discípulos de João foram embora levando a resposta, Jesus então passa a falar de João Batista, enaltece-o e começa a questionar o povo, que antes saía ao deserto, ou às margens do rio Jordão; será que foram ver um bambu sendo balançado pelo vento? Ou quem sabe? “Mas que saístes a ver? um homem trajado de vestes delicadas? Eis que os que andam com preciosas vestiduras, e em delícias, estão nos paços reais.” (Lucas 7:25). Ou iam, foram ver um homem ricamente trajado, com vestes finas, com adornos e adereços chiques, mas sabem que esse tipo de pessoa não se encontra em deserto mas nos palácios, nas mansões, então quem eles foram ver no deserto? Essa é a pergunta de Jesus: o que eles iam fazer no deserto? Mas o Senhor mesmo responde. “Mas que saístes a ver? um profeta? Sim, vos digo, e muito mais do que profeta. Este é aquele de quem está escrito: Eis que envio o meu anjo diante da tua face, O qual preparará diante de ti o teu caminho.” (Lucas 7:26-27). E então vemos que, como sempre, as respostas de Jesus sempre são pela Palavra. Jesus afirma que eles saiam para ver, para encontrar um profeta, mas que João Batista era muito mais do que um simples profeta, era aquele que as Escrituras falavam que viria preparar o caminho Dele, o Messias, João era aquele que os profetas antigos profetizavam, por isto não era simplesmente mais um profeta. Que João foi enviado por Deus com a missão de preparar o seu caminho, preparar as pessoas, seus corações, para receber o cumprimento da promessa, para receber o Messias. Temos encontrado vários “joãos” pelos nossos desertos que nos preparam, nos avisam que o Senhor está voltando, só que não acreditamos e ainda o desmerecemos. Devemos observar mais e nos ater à Palavra, às Escrituras. “E eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há maior profeta do que João o Batista; mas o menor no Reino de Deus é maior do que ele.” (Lucas 7:28). Vemos que Jesus afirma que João Batista foi o maior profeta, maior do que Isaías, Elias, Jeremias, aqueles que os teólogos e pregadores teimam em falar que foram os maiores, mas o próprio Messias disse que, nascido de mulher, João foi o maior de todos, ou seja, dos que foram gerados normalmente nenhum foi superior a João. Mas, em contrapartida, no Reino de Deus, o menor lá é maior do que João, que maravilha, que fantástica revelação. Sabemos que, quando estivermos no Reino, se o alcançarmos, seremos maiores do que qualquer vivente, por maior que possa ser o vivente, o menor no Reino é maior.
            “E todo o povo que o ouviu e os publicanos, tendo sido batizados com o batismo de João, justificaram a Deus. Mas os fariseus e os doutores da lei rejeitaram o conselho de Deus contra si mesmos, não tendo sido batizados por ele.”(Lucas 7:29-30). Os que tinham ouvido e sido batizados por João se alegraram por terem agora a confirmação de que fizeram o que era certo, mas os fariseus, os religiosos, os que depois exigiram a morte do Senhor rejeitaram a Palavra de Deus, pois se achavam superiores e não concordavam em ouvir e receber o batismo de João, pois se achavam superiores e entendiam que eram santos e não tinham pecados, eles justificavam a si mesmos. A sabedoria humana é contrária à Palavra de Deus. “E disse o Senhor: A quem, pois, compararei os homens desta geração, e a quem são semelhantes? São semelhantes aos meninos que, assentados nas praças, clamam uns aos outros, e dizem: Tocamo-vos flauta, e não dançastes; cantamo-vos lamentações, e não chorastes.”(Lucas 7:31-32). Jesus faz uma comparação, um paralelo, porque João Batista, que vivia em santidade, tanto no viver como na alimentação, nas vestes, em tudo, ele não se contaminava, e na antiga aliança era exigido isso dos nazireus, e mesmo assim os religiosos o desprezavam e não aceitavam a sua palavra quando pregava, mesmo porque ele pregava essencialmente sobre conversão e arrependimento.“Porque veio João o Batista, que não comia pão nem bebia vinho, e dizeis: Tem demônio; Veio o Filho do homem, que come e bebe, e dizeis: Eis aí um homem comilão e bebedor de vinho, amigo dos publicanos e pecadores. Mas a sabedoria é justificada por todos os seus filhos.” (Lucas 7:33-35).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.

sábado, 26 de julho de 2014

OS TRAIDORES

“E, quando estavam assentados a comer, disse Jesus: Em verdade vos digo que um de vós, que comigo come, há de trair-me.” (Marcos 14:18)

            Jesus, sabendo que a sua hora estava chegando, quis comer a última ceia com os seus discípulos, seus amigos, e também deixar esse novo mandamento. Jesus programou para que acontecesse essa ceia de acordo com tudo o que estava prescrito; mesmo porque Jesus veio para cumprir a lei, e principalmente para cumprir a Palavra, pois tudo o que os profetas tinham revelado a respeito do Messias se cumpriu fielmente no Senhor. Agora, em plena ceia, Ele traz a revelação de que um dos seus amigos, seus discípulos, um dos seus seguidores era um traidor e que o iria entregar. Veja a seriedade dessa revelação, pois o Senhor, mostrando que entre as doze pessoas mais chegadas a Ele, que viajavam, comiam, bebiam, e andavam juntos, um era um traidor. E mais, disse: um que agora come comigo é um traidor. Depois vimos isso se confirmar na pessoa de Judas Iscariotes, que foi um dos discípulos de Jesus que andou com Ele, e que operou milagre no nome de Jesus, pois, quando o Senhor enviou os doze para ir adiante Dele, Judas foi um dos escolhidos para a missão. “E, chamando os seus doze discípulos, deu-lhes poder sobre os espíritos imundos, para os expulsarem, e para curarem toda a enfermidade e todo o mal. Ora, os nomes dos doze apóstolos são estes: O primeiro, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão; Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Lebeu, apelidado Tadeu; Simão, o Cananita, e Judas Iscariotes, aquele que o traiu. Jesus enviou esses doze e lhes ordenou, dizendo: “Não ireis pelo caminho dos gentios, nem entrareis em cidade de samaritanos; Mas ide antes às ovelhas perdidas da casa de Israel; E, indo, pregai, dizendo: É chegado o reino dos céus. Curai os enfermos, limpai os leprosos, ressuscitai os mortos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai. Não possuais ouro, nem prata, nem cobre, em vossos cintos, Nem alforges para o caminho, nem duas túnicas, nem alparcas, nem bordões; porque digno é o operário do seu alimento.” (Mateus 10:1-10). Judas tinha recebido poder de Jesus, tinha curado enfermos, libertado endemoniados, e tinha sido avisado para não procurar ter patrimônio, algum, mas que vivesse e pregasse a Palavra de Deus, comunicasse que o Reino de Deus tinha chegado. Mas, além de ser ladrão, ele traiu o nosso Salvador “Então, um dos seus discípulos, Judas Iscariotes, filho de Simão, o que havia de traí-lo, disse: “Por que não se vendeu este unguento por trezentos dinheiros e não se deu aos pobres?” Ora, ele disse isso não pelo cuidado que tivesse dos pobres, mas porque era ladrão e tinha a bolsa, e tirava o que ali se lançava.”(João 12:4-). Assim são vários pastores e outros que estão na casa do Senhor, traidores de Jesus, apesar de antes terem recebido poder e determinações do Senhor.
            “E eles começaram a entristecer-se e a dizer-lhe um após outro: Sou eu? E outro disse: Sou eu? Mas ele, respondendo, disse-lhes: É um dos doze, que põe comigo a mão no prato.” (Marcos 14:19-20). Quando Jesus afirmou que um deles era um traidor, todos se entristeceram por saberem que o Senhor seria traído, e também por não saberem quem era o traidor. Cada um começou a se questionar se seriam eles. Isso mostra que eles mesmos não confiavam em sim próprios. Jesus deixou bem claro que era um dos que comiam com Ele, e segundo o costume daquela época dos judeus, todos comiam na mesma vasilha, todos enfiavam a mão no mesmo recipiente para pegar o pão. Assim é nas igrejas, muitos que participam da Santa Ceia são traidores de Jesus, e muitas vezes piores do que Judas, porque são ladrões, adúlteros, mentirosos, e assim como Judas estão roubando na casa do Senhor, estão metendo a mão no dinheiro da igreja, estão roubando os membros. “Na verdade o Filho do homem vai, como dele está escrito, mas ai daquele homem por quem o Filho do homem é traído! Bom seria para o tal homem não haver nascido.”(Marcos 14:21). Jesus veio para cumprir a Palavra, cumprir tudo o que estava escrito a seu respeito. Ele sabia que ia ser traído e também sabia quem era o traidor, mas Ele disse: “coitado desse traidor”. Assim também são esses traidores de Jesus, porque a sentença é a mesma, o mesmo pronunciamento, ai deles, pois o sofrimento que enfrentarão por toda a eternidade não compensará os seus roubos, nem a traição ao Senhor. E todos os pastores e líderes que pregam mentiras, enganos e vivem criando situações para extorquir as ovelhas são, além de ladrões, também traidores de Jesus, são os Judas da atualidade. Esses que um dia receberam a missão e o poder de pregar o Evangelho, de conduzir ovelhas, de expulsar demônios e curar os enfermos, mas cuja preocupação hoje é enriquecer, é criar situações para encher igrejas e assim arrecadar mais, irão prestar contas e enfrentar o “ai” de Jesus.
            “E, comendo eles, tomou Jesus pão e, abençoando-o, o partiu e deu-lho, e disse: Tomai, comei, isto é o meu corpo.” (Marcos 14:22). Jesus, pegando o pão, partiu-o e mandou que o comessem sabendo que aquele pão significava o seu corpo, Jesus persiste em alertá-los da seriedade do Evangelho, mostrando que eles deveriam comer o seu corpo, e que seu corpo é alimento, é a Palavra, pois Jesus é o Verbo, e Ele mesmo estava ensinando isso. O Senhor deu-lhes uma ordem: comam o meu corpo. “Este é o pão que desce do céu, para que o que dele comer não morra.
Eu sou o pão vivo que desceu do céu; se alguém comer deste pão, viverá para sempre; e o pão que eu der é a minha carne, que eu darei pela vida do mundo. Disputavam, pois, os judeus entre si, dizendo: Como nos pode dar este a sua carne a comer?"(João 6:50-51)

 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.

sexta-feira, 25 de julho de 2014

QUEM SOU?

“E aconteceu que, estando ele só, orando, estavam com ele os discípulos; e perguntou-lhes, dizendo: Quem diz a multidão que eu sou?” (Lucas 9:18)

            Jesus questiona os seus discípulos sobre o que o povo falava a seu respeito, quem eles falavam que Ele era, mas essa pergunta de Jesus é exatamente para passar um ensinamento e mostrar a incredulidade deles, mesmo porque toda a Escritura apontava, conduzia de forma clara Ele como o Messias, o esperado. Apesar de todos os sinais e de tudo o que estava escrito e que foi profetizado e revelado pelos profetas centenas de anos antes, apesar de o povo dizer que estava aguardando a vinda do Messias, apesar de terem a promessa de Deus que enviaria o Redentor; Ele então pergunta aos seus discípulos quem eles achavam que Ele era.“E, respondendo eles, disseram: João o Batista; outros, Elias, e outros que um dos antigos profetas ressuscitou.” (Lucas 9:19). Observemos que, pela resposta deles, sabemos que esse povo não observava as Escrituras como deveria, pois nelas havia os sinais claro da vinda do Messias, e também o seu comportamento e tudo o que aconteceria com Ele. E tudo estava se cumprindo fielmente em Jesus, mas eles não acreditavam, pois preferiam acreditar que ele era um dos profetas, ou até João Batista, que na verdade foi contemporâneo Dele e foi quem o batizou, portanto impossível. Da mesma maneira o povo hoje também prefere acreditar em qualquer coisa, em mentiras, enganos, em facilidades, e não acredita em Jesus, não acredita no Verbo, na Palavra, recusa-se a crer e viver os preceitos do Senhor, que Ele disse que por Ele viveriam. Ficamos buscando milagres, pedindo bênçãos e não as recebemos, porque não acreditamos na Palavra que diz que já somos abençoados, que somos curados, que Jesus já levou todas as nossas enfermidades. “E disse-lhes: E vós, quem dizeis que eu sou? E, respondendo Pedro, disse: O Cristo de Deus.” (Lucas 9:20).Agora a pergunta de Jesus é direta e direcionada aos seus discípulos, àqueles que andavam com Ele. Vemos que Pedro afirma que Ele é o Cristo, e depois descobriremos que, como o próprio Jesus nos mostra, foi o Espírito Santo que fez a revelação a Pedro. Quando buscamos conhecer a Verdade, buscamos intimidade como o Senhor, então o próprio Deus envia o seu Espírito, que nos mostra e nos convence do pecado e do Juízo. Devemos também buscar intimidade com o Senhor, e com certeza o Espírito Santo nos guiará, ensinará e ajudará em nossas orações, assim teremos conhecimento do amor pleno de Deus.
            “E, admoestando-os, mandou que a ninguém referissem isso, Dizendo: É necessário que o Filho do homem padeça muitas coisas, e seja rejeitado dos anciãos e dos escribas, e seja morto, e ressuscite ao terceiro dia.” (Lucas 9:21-22). Agora, depois dessa revelação, Jesus não somente confirma que Ele era o Messias como também começa a falar do seu futuro, começa a confirmar aquilo que os profetas, como Isaias e outros, já tinham dito sobre a sua vida e morte. Jesus esclarece tudo aos discípulos, mas pede que não contem para mais ninguém, pois, como o próprio profeta disse, eles veriam com os olhos, ouviriam com os ouvidos, mas não entenderiam, não creriam pela incredulidade dos seus corações, e por isso não receberiam a cura. Os discípulos então agora sabiam, tinham a confirmação que Ele era o Messias e de tudo o que iria acontecer e como eles deveriam viver. Assim somos nós, sabemos tudo a respeito de Jesus e como nos devemos comportar; sabemos que breve Ele voltará, e é necessário nos santificar para não padecermos eternamente. Mas nós não cremos e desprezamos a sua Palavra, e então a Palavra do profeta se cumprirá em nós para o mal. “E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me.” (Lucas 9:23). Agora Jesus nos dá outro ensinamento, dizendo que, se queremos vir após Ele, ou seja, ter vida, viver plenamente, ter vida eterna, ir após Ele, é necessário que neguemos a nós mesmos. Isso fazemos quando agimos contrário a nossa vontade carnal e emotiva, quando nos recusamos a fazer qualquer coisa que sabemos que é contrária à Palavra de Deus, ou que agimos sob dúvidas, porque, para seguir Jesus, é preciso que ajamos em tudo com a certeza do que estamos fazendo ou falando, estejamos firmados na palavra. “Porque, qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas qualquer que, por amor de mim, perder a sua vida, a salvará.” (Lucas 9:24). Quando sob qualquer pretexto buscamos somente o bem-estar aqui, felicidade plena aqui, agindo contrário à Palavra de Deus, mesmo que estejamos orando, querendo que o Senhor abençoe os nossos planos, querendo que Ele aceite a nossa maneira de agir, estamos simplesmente correndo para a morte eterna, mesmo porque o Reino de Deus não consiste em riquezas materiais ou abundância de bens, e sim na abundância do poder de Deus em nossa vida. Mas quando, por amor ao Evangelho, à Palavra, negamos as coisas do mundo e por isso sofremos afronta, ou até mesmo se perdermos a vida, estamos ganhando a vida eterna.
            “Porque, que aproveita ao homem granjear o mundo todo, perdendo-se ou prejudicando-se a si mesmo?” (Lucas 9:25). Nada adianta conseguir riquezas, patrimônios, amizades, conquistas aqui e perder a vida eterna, mesmo porque o que conquistamos, conseguimos aqui deixamos por aqui mesmo, nada levamos, o que levamos é nossa obediência aos preceitos do Senhor, porque por meio dela demonstramos o nosso amor e fé no Senhor, e por isso seremos salvos. Devemos conseguir aqui o que o Senhor nos dá ou permita que tenhamos, e isso sabendo e examinando a Palavra. Devemos entender que o Senhor não está preocupado em nos dar riquezas materiais, pois a nossa riqueza não é aqui, portanto devemos nos ater à Palavra e tomar cuidado com pregações e ensinamentos mentirosos.“Porque, qualquer que de mim e das minhas palavras se envergonhar, dele se envergonhará o Filho do homem, quando vier na sua glória, e na do Pai e dos santos anjos.” (Lucas 9:26). Qualquer pessoa que se envergonhar, ou não falar, transmitir a Palavra verdadeira do Senhor, também será negado por Ele, e todos os que, para agradar, ou tentar conquistar, pregam e ensinam que o Senhor quer que eles se enriqueçam e que vivam aqui como se fosse o paraíso, serão negados diante do Senhor, pois têm vergonha e medo de falar a Verdade, que o senhor não está preocupado em enriquecer ninguém, mesmo porque o mundo jaz no maligno. “E disse-lhe o diabo: Dar-te-ei a ti todo este poder e a sua glória; porque a mim me foi entregue, e dou-o a quem quero.” (Lucas 4:6). Quem distribui riquezas aqui no mundo é o dono dessas coisas, e a Bíblia nos fala: é a Palavra. “E em verdade vos digo que, dos que aqui estão, alguns há que não provarão a morte até que vejam o Reino de Deus.”(Lucas 9:27).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
                                                        Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.
 

quinta-feira, 24 de julho de 2014

COMO CONVÉM ANDAR

“Finalmente, irmãos, vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus, que assim como recebestes de nós, de que maneira convém andar e agradar a Deus, assim andai, para que possais progredir cada vez mais.” (1 Tessalonicenses 4:1)

            Paulo ensinava o Evangelho de Jesus Cristo e a todo o tempo convocava aos irmãos a viverem uma vida de santidade. Mostrava que se deve abandonar os pecados, digo mostrava porque, além de falar, ele vivia dessa maneira. O Evangelho se fundamenta na obediência e santidade, e se queremos vencer na vida espiritual e em todos os setores da vida, é necessário nos santificar, nos aproximar do Senhor, e essa proximidade só se dá se abandonarmos os erros e pecados. Não basta falar, é necessário o abandono de toda impureza. Paulo não somente falava como vivia em santidade e exortava para que as pessoas imitassem o seu jeito de viver e assim agradar a Deus e serem vitoriosas. Para agradar a Deus, são necessários e fundamentais: santidade, santificação, abandono de erros, de pecados, e práticas erradas contrárias à sã Palavra. Portanto, vamos agradar a Deus e juntos busquemos a santidade. “Porque vós bem sabeis que mandamentos vos temos dado pelo Senhor Jesus. Porque esta é a vontade de Deus, a vossa santificação; que vos abstenhais da prostituição.” (1 Tessalonicenses 4:2-3).Ninguém pode falar no Evangelho sem falar em santidade,  nem se pode viver em busca de bênçãos e milagres ou revelações sem se santificar. Se queremos ouvir o Senhor, se queremos respostas ou bênção, é preciso santificação; os mandamentos do Senhor dizem para sempre se afastar de toda coisa impura,  e impureza é  o que está em desacordo com os preceitos do Senhor, o que não é puro Nele. Um exemplo é a prostituição, que engloba o relacionamento entre solteiros, fornicação, ou adultério, ou seja, casados que se relacionam com uma terceira pessoa, a traição, ou pessoas que vivem juntas sem serem casadas, ou qualquer relacionamento sexual sem ser casado; é prostituição, segundo o Evangelho. E a Bíblia nos ensina que devemos fugir dessas coisas, desses relacionamentos, sabendo que prazer sexual é somente para os casados, e fora é pecado e não há desculpas ou justificativas, portanto Paulo recomenda: “se estão abrasados, que se casem”.
            “Que cada um de vós saiba possuir o seu vaso em santificação e honra; Não na paixão da concupiscência, como os gentios, que não conhecem a Deus.” (1 Tessalonicenses 4:4-5). Que cada um de nós saiba zelar pelo vaso, pelo corpo em santificação, saiba zelar pelo corpo que o Senhor nos deu para vivermos; e se somos morada do Espírito Santo, não podemos habitar a prostituição em nós; ou seja, é necessário saber que todos os que conhecem a Palavra de Deus e querem ter vida não podem se prostituir, devem se afastar de toda situação que possa conduzir a um despertar sexual, pois isso conduz para longe do Senhor. Quem não conhece Deus vive em prostituição como se fosse algo normal, e para essas pessoas o que não é normal é serem salvas ou terem vida, porque o Evangelho se cumpre, e quem despreza também é desprezado pelo Senhor. “Ninguém oprima ou engane a seu irmão em negócio algum, porque o Senhor é vingador de todas estas coisas, como também antes vô-lo dissemos e testificamos.” (1 Tessalonicenses 4:6). Santificar é  saber que todos somos irmãos, filhos do mesmo Pai, por isso não somos superiores a ninguém e jamais devemos pensar em tirar proveito de ninguém, ser desonesto, mentiroso. Não devemos procurar levar vantagem em nada, a todo o tempo temos de ser honestos nos grandes e pequenos negócios, sabendo que é melhor tomar um prejuízo do que levar vantagem indevida, pois o Senhor com certeza irá cobrar. Não podemos querer ser espertinhos, achando que estamos levando vantagens em algo com alguém, pois aquilo que aparentemente nos traz vantagens imediatas, na verdade somente serve para destruição, dor, morte, porque o próprio Deus fará com que paguemos pelas vantagens indevidas e desonestas; portanto, devemos confiar sempre no Senhor, pois Ele dará o que necessitamos. “Porque não nos chamou Deus para a imundícia, mas para a santificação. Portanto, quem despreza isto não despreza ao homem, mas sim a Deus, que nos deu também o seu Espírito Santo.” (1 Tessalonicenses 4:7-8). Não podemos em hipótese alguma desprezar esses ensinamentos, pois eles são vida. Sabemos que o Senhor não nos chamou para vivermos em pecado ou trevas, e sim para vivermos na Luz verdadeira, que é Ele, e viver na luz é não viver em nada obscuro ou escondido, e o Senhor nos deu o Espírito Santo, que nos convence de erros e pecados, portanto não temos desculpa para viver práticas erradas. A santificação é mandamento, é dever de todo aquele que quer se aproximar do Senhor, pois sem santificação ninguém verá Deus.
            “Quanto, porém, ao amor fraternal, não necessitais de que vos escreva, visto que vós mesmos estais instruídos por Deus que vos ameis uns aos outros; Porque também já assim o fazeis para com todos os irmãos que estão por toda a Macedônia. Exortamo-vos, porém, a que ainda nisto aumenteis cada vez mais.” (1 Tessalonicenses 4:9-10). Todos nós sabemos sobre o amor fraternal, ou seja, o amor verdadeiro, autêntico com que devemos amar a todos indistintamente, mas não com tolerância aos pecados e erros, não nos calando diante do erro, com a desculpa de não querer chatear, mas confrontando o pecado. Amar é querer a salvação do próximo e sabemos que salvação depende da nossa santificação aqui. Portanto, a todo tempo devemos amar o próximo e demonstrar esse amor falando do Evangelho, ensinando a verdade, apontando os erros e ajudando todos os que necessitem, socorrendo-os sempre que houver necessidade. “E procureis viver quietos, e tratar dos vossos próprios negócios, e trabalhar com vossas próprias mãos, como já vô-lo temos mandado; Para que andeis honestamente para com os que estão de fora, e não necessiteis de coisa alguma.”(1 Tessalonicenses 4:11-12). E que todos trabalhem e vivam de maneira digna e honrada, pois o trabalho santifica e é necessário para nossa manutenção e a dos nossos, além de termos com o que socorrer quem necessitar e assim aplicar o verdadeiro amor. Devemos sempre procurar ter para ajudar e socorrer e não precisarmos ser ajudados ou socorridos, e também ser testemunhas do poder de Deus em nossas vidas, porque, se não trabalharmos, não teremos o que precisamos e, consequentemente, os de fora verão em nós pessoas fracassadas e derrotadas, e assim estaremos enlameando o Evangelho. Que vivamos em santidade, que pratiquemos o Evangelho e assim seremos vencedores.
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.

quarta-feira, 23 de julho de 2014

NOSSO ADVOGADO

“Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.” (1 João 2:1)

            O apóstolo João sempre tinha uma maneira peculiar de tratar os irmãos, um jeito carinhoso: chamava-os de filhinhos. Isso demonstrava o amor que sentia por eles, um amor de pai. Queria conduzir todos a Jesus, por isto sempre foi incansável, e foi muito amado por Jesus. Inclusive, a Bíblia se refere a ele como o discípulo amado. João foi o discípulo a quem Jesus revelou o fim dos tempos, o que escreveu o apocalipse a mando do próprio Senhor Jesus Cristo. Aqui, João nos mostra que temos um Defensor, um Advogado de defesa, temos alguém que luta incansavelmente por nós, que pleiteia junto a Deus os nossos pedidos. Jesus, no momento, é nosso Defensor e sabemos que é o melhor dos advogados, e tendo Ele na defesa, não perdemos nenhuma causa. Mas isso é hoje, pois chegará o dia em que Ele será o juiz, será Ele que dará a sentença. “E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo. E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos.” (1 João 2:2-3). Para ter conhecimento, saber que temos alguém em nossa defesa, é necessário obedecer as suas instruções. Assim como um advogado orienta os seus clientes, Jesus nos orienta, e as suas orientações produzem vida se as observarmos. Jesus levou todos os nossos pecados, não somente os nossos, mas de todos os seres humanos, e se aceitarmos isso e abandonarmos os pecados, teremos vida Nele. Sabemos que amamos Jesus. Guardarmos e respeitarmos seus mandamentos, suas ordens, é a única maneira de demonstrar amor por Jesus. Se não respeitarmos, se não acatarmos as suas ordenanças – porque devemos orar, louvar, exaltar –, se não houver obediência, não o amamos e não concordamos com o sacrifício da cruz. “Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade.” (1 João 2:4). Todos os que falam que amam o Senhor, por mais que tentem demonstrar religiosidade, que frequentem igrejas, cantem louvores, subam monte, façam vigílias, ofertem, dizimem e tudo o mais, se não obedecerem ao Senhor, não o amarem, cometerão mais um pecado, o da mentira, pois fazem uma afirmação inverídica. Ninguém conhece Jesus a não ser os que obedecem a seus mandamentos, a seus preceitos, só os que o seguem, fora disto são todos mentirosos.
            “Mas qualquer que guarda a sua palavra, o amor de Deus está nele verdadeiramente aperfeiçoado; nisto conhecemos que estamos Nele. Aquele que diz que está Nele, também deve andar como ele andou.” (1 João 2:5-6).Todos os que são observantes da Palavra, dos mandamentos – e sabemos que observar é praticar, é viver os seus preceitos –, todos os que assim procedem desfrutam do amor Dele. A única maneira de sabermos se o amor Dele está em nós é quando colocamos em prática os seus mandamentos. Não é a ausência de lutas ou de sofrimentos que faz com que tenhamos conhecimento de Jesus, ao contrário, devemos suportar todas as lutas e afrontas pelo Evangelho, pois Jesus sofreu e morreu por nós, para que todos fossem salvos e aperfeiçoados Nele. Todos nós que afirmamos que estamos Nele e que Ele está em nós devem praticar o amor, viver e ensinar a Verdade como Ele fez, devem imitá-lo, e jamais praticar qualquer coisa que sabemos que Ele não faria.“Irmãos, não vos escrevo mandamento novo, mas o mandamento antigo, que desde o princípio tivestes. Este mandamento antigo é a palavra que desde o princípio ouvistes.” (1 João 2:7). Não é novidade falar sobre obediência, o que acontece é que hoje as pessoas andam somente à procura de bênçãos, e pregadores se esmeram em falar nelas e se esquecem do principal, pois sem obediência ninguém se aproxima de Deus nem se agrada Dele, pois, para chegarmos ao Senhor, temos que ser defendidos e apresentados pelo nosso advogado, que é Jesus, e, para que isto aconteça, devemos obedecer, aceitar as suas determinações. É impossível agradar a Deus se não houver obediência; assim, devemos primeiramente aplicar a nossas vidas os seus preceitos, pois sabemos que da obediência é que advêm as bênçãos. “Outra vez vos escrevo um mandamento novo, que é verdadeiro nele e em vós; porque vão passando as trevas, e já a verdadeira luz ilumina.” (1 João 2:8). As trevas já vão passando, a escuridão, a negritude que não deixa enxergar; o breu em que nada se vê; vive-se tateando. Mas estão chegando ao fim, e logo veremos as coisas como elas são, porque, enquanto estamos aqui, somente tateamos, não vemos as coisas como elas realmente são e serão. Aqui não vivemos por vista, mas por fé. Já se aproxima o tempo em que tudo será visível e palpável, portanto devemos vigiar e praticar as ordenanças do Senhor, para que não fiquemos perdidos nas trevas para sempre.
            “Aquele que diz que está na luz, e odeia a seu irmão, até agora está em trevas. Aquele que ama a seu irmão está na luz, e nele não há escândalo.” (1 João 2:9-10). Um dos mandamentos de Jesus é o de amarmos o próximo como a nós mesmos. Se não o praticarmos, estaremos em desobediência e recusando seus cuidados, sua defesa. E se ainda falarmos que o amamos, somos mentirosos. O próximo são todas as pessoas semelhantes a nós, pois todas são filhas do mesmo Pai. Quem odeia está em trevas e caminha, ou melhor, tateia cada vez mais se aprofundando nas trevas, em direção ao fim. Mas quem ama o próximo – pois todos são nossos irmãos, uma vez que somos filhos do mesmo Pai – está na luz e tudo vê, enxerga, tem conhecimento. Não podemos olvidar que, independentemente de raça, cor, credo, poder econômico ou social, devemos amar a todos, mas não podemos associar amor ao pecado, amar não é concordar com erros. “Mas aquele que odeia a seu irmão está em trevas, e anda em trevas, e não sabe para onde deva ir; porque as trevas lhe cegaram os olhos.” (1 João 2:11). O ódio cega e impede a luz de chegar, de alcançar o conhecimento, pois luz é conhecimento, e, não tendo conhecimento, somente tateia.“Filhinhos, escrevo-vos, porque pelo seu nome vos são perdoados os pecados. Pais, escrevo-vos, porque conhecestes aquele que é desde o princípio. Jovens, escrevo-vos, porque vencestes o maligno. Eu vos escrevi, filhos, porque conhecestes o Pai. Eu vos escrevi, pais, porque já conhecestes aquele que é desde o princípio. Eu vos escrevi, jovens, porque sois fortes, e a palavra de Deus está em vós, e já vencestes o maligno.” (1 João 2:12-14). Todos nós já vencemos o maligno por Jesus Cristo e todos os que conhecem a Palavra de Deus, os mandamentos do Senhor, são vencedores e vitoriosos em Jesus. Se conhecemos Jesus e praticarmos as suas ordenanças, teremos advogado junto a Deus, e o maligno não pode nos tocar. “Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.”(1 João 2:15-17).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
                                        Pr.Henrique Lino
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
https://www.facebook.com/atalaiadedeus Skype: atalaiadedeus
Visitem nosso site(www.atalaiadedeus.com.br) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. "Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Envie sua oferta em nome de 

MINISTÉRIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECÔNOMICA
AGÊNÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5
Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.