Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2014

AS AFLIÇOES NO CHAMADO

“Paulo, apóstolo de Jesus Cristo, pela vontade de Deus, segundo a promessa da vida que está em Cristo Jesus, A Timóteo, meu amado filho: Graça, misericórdia, e paz da parte de Deus Pai, e da de Cristo Jesus, Senhor nosso.” (2 Timóteo 1:1-2)

            Nesse livro, ou melhor, nessa carta de Paulo a Timóteo, ele começa como sempre se identificando, falando seu próprio nome e a sua função, trabalho, ministério, e ressaltando que tanto a sua vida como o ministério só existem pela vontade de Deus, através de Jesus Cristo.  Nessa parte ele também faz questão de lembrar quem é Timóteo, pois o considera como filho na fé, e veremos que Paulo conhecia bem os parentes desse seu filho na fé. Seguindo a orientação de Jesus, ele sempre faz questão de saudar entregando, profetizando paz, misericórdia em nome de Jesus.“Dou graças a Deus, a quem desde os meus antepassados sirvo com uma consciência pura, de que sem cessar faço memória de ti nas minhas orações noite e dia; Desejando muito ver-te, lembra…

QUEM E COMO SER PASTOR

Por esta causa te deixei em Creta, para que pusesses em boa ordem as coisas que ainda restam, e de cidade em cidade estabelecesses presbíteros, como já te mandei.” (Tito 1:5)

Tito, um gentio que se tornara cristão, foi um dos companheiros de ministério e auxiliares de Paulo em seu trabalho missionário. Aqui o Apóstolo Paulo o havia deixado na ilha de Creta, a fim de organizar e dirigir as igrejas daquele local. Nessa carta a Tito, Paulo trata dos deveres e da maneira de agir dos líderes das igrejas e das responsabilidades do próprio Tito em seu relacionamento com vários grupos nas congregações. Paulo recomenda que Tito use a sua autoridade para o bem do povo de Deus e sua maneira seja tão correta que sirva de exemplo para todos. Tito recebeu a incumbência de dirigir as igrejas nessa ilha e corrigir os desvios doutrinários que haviam surgido nas igrejas. Paulo determina que ele levante presbíteros ou pastores  em cada igreja e que Ele fique na  liderança geral.“Aquele que for irrepreen…

SEM PERDÃO

“Porque, se pecarmos voluntariamente, depois de termos recebido o conhecimento da verdade, já não resta mais sacrifício pelos pecados, Mas uma certa expectação horrível de juízo, e ardor de fogo, que há de devorar os adversários.” (Hebreus 10:26-27)

            Quando pecamos depois de conhecer a verdade, depois de termos sido lavados, purificados no Senhor, tendo consciência do erro e pecado, e mesmo assim de maneira consciente pecarmos, então com certeza, por mais que peçamos, não mais conseguiremos nada com o Senhor, pois desprezamos o Sacrifício da Cruz, o Sacrifício do Filho de Deus. Portanto, não se pode falar em pessoas que foram iluminadas, tendo o conhecimento da vontade do Senhor; homens e mulheres de Deus, pastores, pessoas que praticavam e conheciam a Palavra de Deus e, mesmo sabendo o que era o pecado, se desviaram, sabendo que estavam indo contra a natureza Divina. Essas com certeza nunca mais voltarão ao Senhor, elas podem voltar a uma igreja, mas já são mortas espiritua…

ENSINAMENTOS GERAL

“E rogamo-vos, irmãos, que reconheçais os que trabalham entre vós e que presidem sobre vós no Senhor, e vos admoestam; E que os tenhais em grande estima e amor, por causa da sua obra. Tende paz entre vós.” (1 Tessalonicenses 5:12-13)

            Devemos sempre respeitar e apoiar os que trabalham na obra de Deus, pregando e ensinando o Evangelho. Não podemos fazer como algumas igrejas que exigem que os obreiros vão quase todos os dias e não os ajudam nem mesmo com a passagem ou alimentação, e exigem muito deles; não se pode exigir sacrifícios. Devemos reconhecer que eles trabalham por amor ao Evangelho e fazendo o que não podemos fazer, portanto é nosso dever ajudá-los e apoiá-los em tudo, sem dificultar o seu trabalho. Da mesma maneira, devemos amar e respeitar a nossa liderança, seja ela pastor, presbítero ou outro. Ao aceitar a liderança de alguém sobre as nossas vidas, devemos amá-la, acatá-la, e sempre lhe ser obediente, para não transformar em peso o cuidado e amor dela conosco. S…

CONHECENDO O PECADO

“Que diremos pois? É a lei pecado? De modo nenhum. Mas eu não conheci o pecado senão pela lei; porque eu não conheceria a concupiscência, se a lei não dissesse: Não cobiçarás.” (Romanos 7:7)

            Não se pode condenar a lei, pois foi por ela que tivemos conhecimento do pecado, não que a lei em si seja pecado, mas ela serviu para apontar os pecados, apesar de ela não ter meios para solucionar essa questão. Foi por ela que todos vieram tomar conhecimento da existência do pecado, exemplo é que, se a lei não mostrasse que é pecado a cobiça, ninguém saberia desse pecado, e seria normal, assim como pela lei todos ficaram sabendo que a mentira, o adultério, e tudo o mais é pecado, então a lei nos mostrou os erros, as falhas, mas não a solução.“Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, operou em mim toda a concupiscência; porquanto sem a lei estava morto o pecado. E eu, nalgum tempo, vivia sem lei, mas, vindo o mandamento, reviveu o pecado, e eu morri.” (Romanos 7:8-9).Quando veio a…

PROFECIAS E LÍNGUAS

“Segui o amor, e procurai com zelo os dons espirituais, mas principalmente o de profetizar. Porque o que fala em língua desconhecida não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguém o entende, e em espírito fala mistérios. Mas o que profetiza fala aos homens, para edificação, exortação e consolação.” (1 Coríntios 14:1-3)

            Quando a pessoa se converte, arrepende-se dos seus pecados, entrega-se totalmente ao Senhor, é batizado nas águas, e posteriormente recebe o batismo pelo Espírito Santo. Geralmente o primeiro sinal externo desse fato é o falar em línguas, mas isso não quer dizer que pode ficar orando em línguas em outras pessoas ou com outras pessoas, e em hipótese alguma se não houver intérprete pode ser falada em púlpito. O maior Dom é o Amor, o Amor incondicional, o Amor verdadeiro, o Amor que é Deus, amar como o Senhor nos ama, não esse sentimento que falam ser amor, mas que é condizente e tolerante com o pecado; não esse amor que mente, mas o Amor Divino, amor fratern…

OS ANTICRISTOS DA ATUALIDADE

“Filhinhos, é já a última hora; e, como ouvistes que vem o anticristo, também agora muitos se têm feito anticristos, por onde conhecemos que é já a última hora.” (1 João 2:18)

            Sim, já é a última hora, ou melhor, o fim se aproxima. Como prova, basta verificarmos nas Escrituras que os sinais descritos que antecederiam o fim dos tempos estão se cumprindo, o esfriamento do amor, e tudo o mais descrito nos livros de revelação, Apocalipse, Mateus 24, Daniel, as heresias estão por toda parte, já está difícil ouvir, achar a Palavra verdadeira, pois as pregações mentirosas estão predominando. Os anticristos proliferam, pois igrejas estão lotadas para ouvi-los com suas pregações mentirosas e enganosas, os que fazem negócios com as ovelhas do Senhor, esses que pregam qualquer coisa, mas não pregam ou ensinam santificação, purificação, arrependimento, salvação, com certeza não têm compromisso com o Reino de Deus, pois pregam somente para o seu ventre. São mentirosos, e sabemos que os m…

VIVENDO NO APRENDIZADO

“Finalmente, irmãos, vos rogamos e exortamos no Senhor Jesus, que assim como recebestes de nós, de que maneira convém andar e agradar a Deus, assim andai, para que possais progredir cada vez mais.” (1 Tessalonicenses 4:1)

            Não basta ler a Bíblia, nem ir somente à igreja, e muito menos orar e jejuar somente e continuar compráticas contrárias à Palavra de Deus. Devemos entender que a Bíblia não é um amuleto que devemos usar como patuá para nos proteger, mas usá-la como fonte de aprendizado e vida, pois por ela teremos vida se a lermos, aprendermos e a colocarmos em prática. Porque, se não colocarmos em prática a Palavra de Deus, nada adianta orar, ir à igreja ou fazer qualquer outra coisa; mas, se desejamos agradar a Deus, então pratiquemos a sua Palavra, transformemos a sua Palavra em nossa bússola, nosso mapa. Teremos vitórias, desfrutaremos de paz, alegrias, abundâncias, não por participar de inúmeras campanhas, ou por ofertar muito na igreja, mas por viver segundo os prece…