Pular para o conteúdo principal

FÉ NÃO FINGIDA

“Dou graças a Deus, a quem desde os meus antepassados sirvo com uma consciência pura, de que sem cessar faço memória de ti nas minhas orações noite e dia; desejando muito ver-te, lembrando-me das tuas lágrimas, para me encher de gozo; trazendo à memória a fé não fingida que em ti há, a qual habitou primeiro em tua avó Lóide, e em tua mãe Eunice, e estou certo de que também habita em ti.” (2 Timóteo 1:3-5)

Devemos sempre glorificar o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém) por todos os motivos, porque, a bem da verdade, só temos motivos para glorificar, exaltar e agradecer por tudo. Mesmo que estejamos passando por algo que no momento nos cause sofrimento, dor, depois iremos entender que foi necessário aquilo acontecer para nosso bem. O apóstolo Paulo está glorificando a Deus pela vida do jovem pastor Timóteo. Esse jovem gostava de Paulo, tinha admiração por ele, e quando da sua partida, na despedida, chorou muito. Paulo glorificava a Deus por esse jovem, e de igual maneira devemos orar, glorificar a Deus por todas as pessoas que gostam, têm um certo carinho por nós. Devemos orar, clamar por elas para que permaneçam firmes na presença do Senhor. É normal querermos ver, estar com as pessoas que nos querem bem, mas temos que compreender que tudo é vontade do Senhor, e até o fato de alguém gostar de nós acontece porque o Senhor assim permitiu e decidiu, portanto, devemos aproveitar para passar para essas pessoas palavras de encorajamento espiritual. 
“Por cujo motivo te lembro que despertes o dom de Deus que existe em ti pela imposição das minhas mãos.” (2 Timóteo 1:6). Devemos desejar sempre que os nossos amigos, parentes cresçam espiritualmente, devemos desejar que eles sejam pessoas adultas espiritualmente para que, estando firmes na fé, possamos juntos alcançar a vida vindoura. O melhor que podemos querer para as pessoas é que alcancem a vida eterna, por isto não podemos esmorecer, mas sempre interceder, clamar, rogar ao Senhor. Com essas pessoas que nos amam e as quais também amamos devemos nos preocupar, devemos desejar-lhes que tenham o melhor, e o melhor é a vida em Cristo, o melhor é alcançar e desfrutar da vida por toda a eternidade.
     
“Porque Deus não nos deu o espírito de temor, mas de fortaleza, e de amor, e de moderação.” (2 Timóteo 1:7). O cristão verdadeiro não é um covarde, mas um homem ou uma mulher com coragem, porque o Senhor nos capacitou com firmeza de espírito. Assim, não temos medo ou vergonha de falar de Cristo para os nossos amigos e parentes, não temos a preocupação de pregar aonde for, para qualquer pessoa, pois as críticas não nos abalam, as ameaças nós simplesmente não as consideramos, nós oramos para os que nos perseguem. Somos pessoas que não somente falamos mas agimos em conformidade com o Evangelho em todo o tempo, e tudo fazemos para que os nossos não se desviem da verdade que há em nós, que é Cristo. Temos que falar, expor o Evangelho de Jesus Cristo a todos, especialmente aos de casa, mesmo que isso possa fazer com que as pessoas nos tratem mal, ou que ameacem romper a amizade, mas nós perseveramos e procuramos conduzi-las à presença do Senhor para que sejam salvas. “Portanto, não te envergonhes do testemunho de nosso Senhor, nem de mim, que sou prisioneiro seu; antes participa das aflições do Evangelho segundo o Poder de Deus, Que nos salvou, e chamou com uma santa vocação; não segundo as nossas obras, mas segundo o seu próprio propósito e graça que nos foi dada em Cristo Jesus antes dos tempos dos séculos; E que é manifesta agora pela aparição de nosso Salvador Jesus Cristo, o qual aboliu a morte, e trouxe à luz a vida e a incorrupção pelo Evangelho; Para o que fui constituído pregador, e apóstolo, e doutor dos gentios.” (2 Timóteo 1:8-11). Esperamos, desejamos que os nossos não tenham vergonha de sermos cristãos declarados, de vivermos para ensinar o Evangelho, de vivermos em função de Jesus, e não em função nossa ou de outras pessoas. Queremos que as pessoas, principalmente as mais próximas, consigam entender que a prioridade, não somente nossa mas de todos, deve ser adorar ao Senhor, e a verdadeira adoração inicia na obediência aos seus preceitos. Jesus nos presenteou com a vida, sem que nós merecêssemos ou que tivéssemos feito qualquer coisa para merecer, muito pelo contrário, o nosso comportamento era digno de sentença de morte. Oramos e clamamos para que os nossos entendam a nossa maneira de viver, pois, quando entenderem, é porque também estão convertidos ou se convertendo ao Senhor. Por isto não podemos ser covardes, mas corajosos para continuarmos sempre vivendo o Evangelho de Jesus Cristo, e que as pessoas pelo nosso comportamento também queiram o mesmo. “Por cuja causa padeço também isto, mas não me envergonho; porque eu sei em quem tenho crido, e estou certo de que é poderoso para guardar o meu depósito até àquele dia. Conserva o modelo das sãs palavras que de mim tens ouvido, na fé e no amor que há em Cristo Jesus. Guarda o bom depósito pelo Espírito Santo que habita em nós. Bem sabes isto, que os que estão na Ásia todos se apartaram de mim; entre os quais foram Figelo e Hermógenes. O Senhor conceda misericórdia à casa de Onesíforo, porque muitas vezes me recreou, e não se envergonhou das minhas cadeias. Antes, vindo ele a Roma, com muito cuidado me procurou e me achou. O Senhor lhe conceda que naquele dia ache misericórdia diante do Senhor. E, quanto me ajudou em Éfeso, melhor o sabes tu.” (2 Timóteo 1:12-18).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino 


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Comentários

Postagens Mais Acessadas

RAÇA DE VÍBORAS? QUEM SÃO?

E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?(Mateus 3. 7)
           Aqui vemos como João Batista pregava, como ele falava e exortava para que os mesmos abandonassem os pecados e a religiosidade, muitos não gostavam porque achavam a pregação dura, mas João é aquele que foi enviado para preparar o caminho para Jesus, é o qual o Senhor testemunhou dele. “E eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há maior profeta do que João o Batista; mas o menor no Reino de Deus é maior do que ele.” (Lucas 7.28) João Batista não ficava alisando ego, não prometia bênçãos sem fim, nem mesmo prosperidade, mas chamava ao arrependimento. Ele não concordava com o fato de pecadores contumazes irem buscar somente o batismo com ele, ouvir a pregaçã o curta e direta dele, porém continuarem nos erros, nos pecados. Da mesma maneira existem hoje milhares de pessoas que gostam de ir à igrejas, de falarem o n…

A DIFERENÇA ENTRE O JUSTO E O ÍMPIO

Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não serve. (Malaquias 4.1)
                 Veja que a palavra de Deus chama a nossa atenção para que observemos as pessoas, que teme ao Senhor e as que não temem; devemos observá-las pela forma como vivem como enfrenta os problemas quando surgem, como educa e trata os seus familiares, e principalmente como reage diante do inesperado. Pois o mal vem sobre os justos e injustos, sobre bons e mal. “Para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos.”(Mateus 5.45) Mas a diferença é exatamente como encaramos, pois se somos Justos, somos tementes e praticante da palavra, usaremos o nome e o poder do nome de Jesus e mandaremos o mal embora; e  também por maior que sej a o problema que estamos atravessando,   sabemos que vai passar logo, e temos paz, não perdemos a paz, e não nos desesperamos, pois a nossa confi…

FOME DA PALAVRA.

Eis que vêm dias, diz o Senhor Jeová, em que enviarei fome sobre a terra, não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor. (Amós 8.11)
Temos um grande número de pessoas que buscam as igrejas somente para ouvir palavras de consolo, incentivo, ou bênçãos, pessoas estas que decoram alguns versículos e se pauta por eles, e exigem as suas bênçãos, e isto com respaldo, uma vez que pregadores estão distribuindo, ou vendendo bênçãos, prosperidade e tranqüilidade. Estas pessoas não querem saber de ouvir a verdade, não querem saber de obediência, querem salvação, e bênçãos somente por ir a igrejas. Chegará o dia que irão querer ouvir a palavra verdadeira e não acharão, não encontrarão a verdade, somente as mentiras, e engano como já existem muitos por ai. “E irão errantes de um mar até outro mar e do Norte até o Oriente; correrão por toda parte, buscando a Palavra do Senhor, e não acharão.” (Amós 8.12) As pessoas viajarão de um país a outro tentando encontrar pregadores da …