Pular para o conteúdo principal

DESPERTAR COM EXORTAÇÃO

“Amados, escrevo-vos agora esta segunda carta, em ambas as quais desperto com exortação o vosso ânimo sincero; para que vos lembreis das palavras que primeiramente foram ditas pelos santos profetas, e do nosso mandamento, como apóstolos do Senhor e Salvador.” (2 Pedro 3:1-2)

          O apóstolo Pedro nesta carta faz questão de alertar os irmãos sobre a vinda, o retorno de Jesus Cristo, e inicia dizendo, ou melhor, lembrando o que os profetas falaram sobre a vinda do Messias. Centenas de anos antes de Jesus vir, eles haviam avisado de sua vinda, e assim foi, cumpriu-se a profecia, pois Jesus veio e passou por tudo e nos deu condições de sermos salvos Nele, e ainda nos deixou seus ensinamentos. Os apóstolos de Jesus Cristo ensinavam sobre santificação, sobre arrependimento, mostrando que Jesus está para voltar, as pregações deles sempre foram sobre salvação e não sobre outra coisa qualquer. Ao contrário, as igrejas modernas pregam sobre tudo e quase nunca sobre salvação, e isto tem criado um bando de falsos cristãos, pois são pessoas voltadas para si mesmas, preocupadas exclusivamente com bênçãos imediatas e não com a vida eterna, e não com a Promessa verdadeira de Jesus Cristo. Pedro foi um dos apóstolos de Cristo, por sinal um dos mais comentados, esse apóstolo andou, conviveu com Jesus por aproximadamente três anos e recebeu ensinamento direto de Cristo, por isto ele repassa aos outros, mesmo porque Jesus mandou que ele pregasse o Evangelho a todas as criaturas, e isto ele tem feito mesmo depois de morto, e é a nossa missão também pregar o Evangelho de Jesus Cristo, o Evangelho da Salvação. “Sabendo primeiro isto, que nos últimos dias virão escarnecedores, andando segundo as suas próprias concupiscências, E dizendo: Onde está a promessa da sua vinda? Porque desde que os pais dormiram, todas as coisas permanecem como desde o princípio da criação. ” (2 Pedro 3:3-4). Esse apóstolo já alertava que viriam pessoas escarnecendo sobre a vinda do Senhor, e é o que acontece atualmente, pois muitos dizem que Cristo não irá voltar, que isso não acontecerá, pois já faz mais de dois mil anos que Ele prometeu voltar e até agora não voltou. Falam isso exatamente por não conhecerem o Senhor e nem entenderem a sua Palavra, pois sabemos que tudo o que o Senhor prometeu se cumpriu, ou então vai se cumprir, e não podemos esquecer que Ele não marcou data, não disse quando viria, mas nos deu sinais de coisas que antecederiam a sua volta, e vemos que a maioria já está acontecendo ou aconteceu.
      “Eles voluntariamente ignoram isto, que pela Palavra de Deus já desde a antiguidade existiram os céus, e a terra, que foi tirada da água e no meio da água subsiste.” (2 Pedro 3:5). O que as pessoas não entendem e não compreendem é sobre a Criação, pois muitos, apesar de se identificarem como crentes, não sabem explicar a Criação, e, portanto, não creem em como ela aconteceu. Na verdade tudo foi feito, criado pela Palavra do Senhor, quando Ele começou dizendo “haja”, e a partir daí tudo passou a existir, somente o homem, o ser humano, Ele criou pelas suas próprias mãos. A terra que nós vivemos hoje pela Palavra de Deus passou a existir das águas, e no meio das águas nós vivemos, pois somos cercados pelos oceanos, e temos água embaixo da terra e no céu, nas nuvens. Sabemos que os escarnecedores, os que não acreditam no Senhor, na sua vinda ou retorno são os mesmos que acreditam na mentira do diabo de que o inferno é aqui e que as pessoas pagam tudo aqui. Essa mentira do diabo fez com que muitas pessoas acreditassem nele, e para o nosso horror há pessoas que se dizem crentes que também acreditam nele.“Pelas quais coisas pereceu o mundo de então, coberto com as águas do dilúvio, mas os céus e a terra que agora existem pela mesma palavra se reservam como tesouro, e se guardam para o fogo, até o dia do juízo, e da perdição dos homens ímpios.” (2 Pedro 3:6-7). As pessoas não compreendem a Criação e também a destruição pelo dilúvio, que o Senhor fez acontecer diante do mundo que vivia em total pecado, assim como também não compreendem a destruição das cidades de Sodoma e Gomorra e regiões. Deveríamos atentar que as desobediências serão cobradas, e que o deus bonzinho que querem e desejam não existe, porque o nosso Deus é justo, é Juízo, não tolera o pecado. Assim também sabemos que a sua Palavra se cumprirá, que a terra, este mundo em que habitamos, em que vivemos hoje será destruído, desta vez não pelas águas, mas pelo fogo. As pessoas que não forem salvas irão passar pela primeira morte no fogo, digo as que estiverem vivas quando o Senhor voltar, e depois pela segunda morte, que é a eterna. “Mas, amados, não ignoreis uma coisa, que um dia para o Senhor é como mil anos, e mil anos como um dia. O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.” (2 Pedro 3:8-9). Sabemos que o Senhor vive na eternidade e nós, os humanos, no fator tempo, portanto não temos parâmetro sobre o tempo, se formos analisar de acordo com a eternidade que desconhecemos, mas Pedro nos fala que um dia é como mil anos, e mil anos são como um dia, por isto o que para alguns é muito tempo para Deus é questão de segundos. Assim sabemos que a Promessa da vinda de Jesus não está demorando, que no tempo certo virá, mas nós temos que vigiar, pois, quando menos esperarmos, acontecerá, e temos que nos encontrar preparados, caso contrário, iremos padecer e sofrer a destruição pelo fogo. Jesus está voltando, por isto é tempo de conversão, de mudança, pois temos que ser encontrados puros para não padecermos, não sermos deixados para trás. “Mas o dia do Senhor virá como o ladrão de noite; no qual os céus passarão com grande estrondo, e os elementos, ardendo, se desfarão, e a terra, e as obras que nela há, se queimarão. Havendo, pois, de perecer todas estas coisas, que pessoas vos convém ser em santo trato, e piedade, Aguardando, e apressando-vos para a vinda do dia de Deus, em que os céus, em fogo se desfarão, e os elementos, ardendo, se fundirão? Mas nós, segundo a sua promessa, aguardamos novos céus e nova terra, em que habita a justiça.”(2 Pedro 3:10-13). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração.

Comentários

Postagens Mais Acessadas

RAÇA DE VÍBORAS? QUEM SÃO?

E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?(Mateus 3. 7)
           Aqui vemos como João Batista pregava, como ele falava e exortava para que os mesmos abandonassem os pecados e a religiosidade, muitos não gostavam porque achavam a pregação dura, mas João é aquele que foi enviado para preparar o caminho para Jesus, é o qual o Senhor testemunhou dele. “E eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há maior profeta do que João o Batista; mas o menor no Reino de Deus é maior do que ele.” (Lucas 7.28) João Batista não ficava alisando ego, não prometia bênçãos sem fim, nem mesmo prosperidade, mas chamava ao arrependimento. Ele não concordava com o fato de pecadores contumazes irem buscar somente o batismo com ele, ouvir a pregaçã o curta e direta dele, porém continuarem nos erros, nos pecados. Da mesma maneira existem hoje milhares de pessoas que gostam de ir à igrejas, de falarem o n…

A DIFERENÇA ENTRE O JUSTO E O ÍMPIO

Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não serve. (Malaquias 4.1)
                 Veja que a palavra de Deus chama a nossa atenção para que observemos as pessoas, que teme ao Senhor e as que não temem; devemos observá-las pela forma como vivem como enfrenta os problemas quando surgem, como educa e trata os seus familiares, e principalmente como reage diante do inesperado. Pois o mal vem sobre os justos e injustos, sobre bons e mal. “Para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos.”(Mateus 5.45) Mas a diferença é exatamente como encaramos, pois se somos Justos, somos tementes e praticante da palavra, usaremos o nome e o poder do nome de Jesus e mandaremos o mal embora; e  também por maior que sej a o problema que estamos atravessando,   sabemos que vai passar logo, e temos paz, não perdemos a paz, e não nos desesperamos, pois a nossa confi…

FOME DA PALAVRA.

Eis que vêm dias, diz o Senhor Jeová, em que enviarei fome sobre a terra, não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor. (Amós 8.11)
Temos um grande número de pessoas que buscam as igrejas somente para ouvir palavras de consolo, incentivo, ou bênçãos, pessoas estas que decoram alguns versículos e se pauta por eles, e exigem as suas bênçãos, e isto com respaldo, uma vez que pregadores estão distribuindo, ou vendendo bênçãos, prosperidade e tranqüilidade. Estas pessoas não querem saber de ouvir a verdade, não querem saber de obediência, querem salvação, e bênçãos somente por ir a igrejas. Chegará o dia que irão querer ouvir a palavra verdadeira e não acharão, não encontrarão a verdade, somente as mentiras, e engano como já existem muitos por ai. “E irão errantes de um mar até outro mar e do Norte até o Oriente; correrão por toda parte, buscando a Palavra do Senhor, e não acharão.” (Amós 8.12) As pessoas viajarão de um país a outro tentando encontrar pregadores da …