NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

TOMANDO CONHECIMENTO

"Então Félix, havendo ouvido estas coisas, lhes pôs dilação, dizendo: Havendo-me informado melhor deste Caminho, quando o tribuno Lísias tiver descido, então tomarei inteiro conhecimento dos vossos negócios." (Atos 24:22)

 Paulo tinha sido preso em Jerusalém; tinha sido espancado, e, para não ser morto, o comandante o transferiu. Isto porque os judeus tinham feito um juramento de que não comeriam e nem beberiam nada enquanto não matassem Paulo, e para isso criaram ardil dizendo que deveriam levá-lo novamente para ser ouvido. Mas graças a um sobrinho de Paulo, que ouviu essa jura e comunicou ao comandante, este ainda à noite tomou providências para transferir o prisioneiro. Assim, Paulo foi transferido para Cesaréia, para que não morresse, e sabemos que dali ele foi transferido preso para Roma, onde depois veio a ser executado. O ponto principal é que tudo o que aconteceu com Paulo, as perseguições, os inúmeros espancamentos que sofreu, as enfermidades, os apedrejamentos, as prisões, tudo isso não foi porque ele estava em pecado ou em desobediências. Muito pelo contrário, era por pregar, ensinar o Evangelho, era por viver a Palavra de Deus e exigir que os convertidos realmente fossem discípulos de Jesus. Paulo em nenhum momento parou para se lamentar, ou se defender clamando misericórdias, dizendo que era inocente e o que ele estava sofrendo era injusto; ele praticava o mesmo que o Mestre, que foi um Cordeiro mudo. Tudo aconteceu com Paulo com permissão de Deus, mesmo porque, quando Paulo se converteu, quando Jesus apareceu para ele a caminho de Damasco e o convocou, foi para o sofrimento. Jesus o chamou para viver, pregar o Evangelho e sofrer por causa do Evangelho. "Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis e dos filhos de Israel. E eu lhe mostrarei quanto deve padecer pelo meu Nome." (Atos 9:15-16). Paulo recebeu o seu chamado e foi um fiel discípulo do Senhor, assim também Pedro, juntamente com os irmãos, quando foram espancados por causa do Evangelho, ficaram felizes por terem sofrido por causa do Nome de Jesus. "E concordaram com ele. E, chamando os apóstolos, e tendo-os açoitado, mandaram que não falassem no Nome de Jesus, e os deixaram ir. Retiraram-se, pois, da presença do conselho, regozijando-se de terem sido julgados dignos de padecer afronta pelo Nome de Jesus. E todos os dias, no templo e nas casas, não cessavam de ensinar, e de anunciar a Jesus Cristo." (Atos 5:40-42). Ao contrário, a pregação moderna diz que o crente tem que desfrutar de todos os tipos de vitórias, que Jesus os quer felizes. Criaram evangelhos diferentes, abandonaram Cristo e somente citam o seu Nome e vivem de maneira contrária a sua Palavra. Deveriam olhar mais para a vida dos fiéis apóstolos de Cristo.
 "E mandou ao centurião que o guardasse em prisão, tratando-o com brandura, e que a ninguém dos seus proibisse servi-lo ou vir ter com ele." (Atos 24:23). Paulo não ficou pedindo para ser solto alegando inocência, não pediu privilégios e nem ofereceu dinheiro para que fosse favorecido em alguma coisa, apesar de que naquela época a corrupção imperava na corte de Cesar. Mas Deus Nosso Pai providenciou para que tudo acontecesse de acordo com a sua vontade, como Ele tinha planejado, porque Paulo tinha sido escolhido para levar a Palavra, o Evangelho aos reis e autoridades. Mas a maneira de Paulo pregar para eles não foi em festas ou reuniões sociais nem no templo, mas algemado, acorrentado como prisioneiro diante deles. Ele não ficava falando nada para agradar, nem pedindo brandura em relação ao seu caso ou julgamento, e sim dava testemunho de Jesus Cristo, pregava a Palavra a todos, e assim o Evangelho foi levado às autoridades de César. Devemos atentar para o tipo de Evangelho que estamos vivendo, se realmente somos cristãos, porque, se somos, não ficamos cobrando felicidade plena aqui e nem exigindo vitórias aqui, porque sabemos que não é essa a promessa de Cristo. Mas a sua Promessa para todos nós foi Vida Eterna e abundante. Ele sofreu e morreu na Cruz não foi para nos dar bens materiais aqui, mas para que tivéssemos vida. Aqui é lugar de peregrinação, da nossa caminhada, somos estrangeiros, estamos de passagem, e aqui é lugar de sofrimento. Se somos discípulos de Jesus, falamos somente de acordo com a sua vontade. Essa bobagem de ficar somente pedindo bênçãos e mais bênçãos, ou ficar alegando que sofrem, que são injustiçados serve somente para mostrar que não conhecem Cristo, porque, quando as lutas, os sofrimentos nos sobrevêm por causa do Evangelho, devemos nos alegrar e glorificar o Nome do Senhor. "E alguns dias depois, vindo Félix com sua mulher Drusila, que era judia, mandou chamar a Paulo, e ouviu-o acerca da fé em Cristo. E, tratando ele da justiça, e da temperança, e do juízo vindouro, Félix, espavorido, respondeu: Por agora vai-te, e em tendo oportunidade te chamarei." (Atos 24:24-25). Quando Felix com a sua esposa e corte foram ouvir Paulo, ele simplesmente pregou, falou sobre conversão, deu testemunho do Evangelho. Quando ouviu a pregação de Paulo sobre justiça, domínio próprio e o juízo vindouro, Felix ficou apavorado e disse: "Basta", e adiou, e deixando para ouvi-lo em outra época e circunstâncias. Paulo, preso, mesmo sabendo o que poderia lhe acontecer, não parou de pregar e mostrar quão maravilhoso é o Senhor. Esse é o Evangelho que devemos imitar, pregar, simplesmente ser comprometidos com Jesus Cristo, e não com mentiras, enganos, não ser comprometido com o mundo. Temos que assumir a morte de Cristo, temos que mortificar a nossa carne, nossa vontade e viver a vida de Cristo. "Esperando ao mesmo tempo que Paulo lhe desse dinheiro, para que o soltasse; pelo que também muitas vezes o mandava chamar, e falava com ele.27 Mas, passados dois anos, Félix teve por sucessor a Pórcio Festo; e, querendo Félix comprazer aos judeus, deixou a Paulo preso." (Atos 24:26-27). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário