NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

terça-feira, 26 de setembro de 2017

ÉS TU.

"E os discípulos de João anunciaram-lhe todas estas coisas. E João, chamando dois dos seus discípulos, enviou-os a Jesus, dizendo: És tu aquele que havia de vir, ou esperamos outro?" (Lucas 7:18-19) 
         João Batista foi o enviado para preparar o caminho do Senhor. Era filho do sacerdote Zacarias e de Isabel, e somente seis meses mais velho do que Jesus. João Batista começou o seu ministério cedo. Pregava o arrependimento e batizava todos os que o buscavam ali próximo ao rio Jordão. João Batista tinha por missão avisar que o Reino estava chegando e avisar que Cristo, o Messias, estava chegando, o Salvador. Esse homem de Deus, esse profeta morava no deserto e se vestia de pelos de camelos. Tinha uma alimentação peculiar: mel e gafanhotos. Era um homem dedicado exclusivamente à obra de Deus, e inclusive o próprio Jesus disse que nascido de mulher não tinha homem ou profeta maior do que ele. Esse homem morreu por defender a família, porque ele exortava o rei Herodes para deixar o pecado, o adultério, uma vez que ele estava no segundo casamento, pois Herodias, mulher do seu irmão Felipe, tinha deixado o marido e se casado com Herodes. No dia do aniversário de Salomé, filha de Felipe com Herodias, ela dançou para os convidados e agradou a Herodes, e este prometeu dar-lhe o que ela pedisse. Então, orientada por sua mãe Herodias, ela pediu a cabeça de João Batista, e como a palavra de rei não pode voltar atrás, ele teve que mandar degolar João Batista, que se encontrava preso. As pessoas vivem na prostituição, isto porque todos os pecados sexuais estão catalogados no que a Bíblia, a Palavra de Deus chama de prostituição. Assim, todos os que se divorciaram e se aventuraram em outros relacionamentos estão incluídos no pecado de prostituição, e se não se arrependerem, com certeza, padecerão por toda a eternidade. Muitos crentes ou pessoas que se dizem crentes evangélicas ainda não tiveram consciência de que o primeiro Mártir do Novo Testamento foi João Batista, que morreu por defender o casamento, por condenar esse pecado, morreu por mostrar a todos que recasamento é pecado de prostituição. Mas mesmo esse homem de Deus teve momento de dúvidas, o que não é anormal, porque todos nós temos momentos de dúvidas, uma vez que ainda estamos na carne. João Batista sabia quem era Jesus, e quando o viu pela primeira vez, disse: "Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo". Isto falou porque o Senhor já lhe tinha revelado quem era Jesus. Não podemos esquecer que foi João Batista quem batizou Jesus nas águas do rio Jordão, e que na hora do batismo ele viu o Espírito Santo descer sobre Ele em forma corpórea de uma pomba, e ouviu a voz de Deus no céu dizendo: "Este é o meu Filho amado em quem me comprazo".
         "E, quando aqueles homens chegaram junto Dele, disseram: João o Batista enviou-nos a perguntar-te: És tu aquele que havia de vir, ou esperamos outro? " (Lucas 7:20). João Batista, preso ali no cárcere, já sabendo que possivelmente dali não sairia, que iria morrer ali, teve dúvidas se tinha cumprido corretamente a sua missão. Ele queria saber, ter a certeza de que Jesus era o Messias, o Filho de Deus, pois assim ele poderia descansar em paz sabendo que tinha cumprido a sua missão. Temos que compreender que João Batista estava preocupado se tinha feito tudo o que deveria, se tinha obedecido ao Pai, por isso a sua preocupação e dúvida. Nós somos sobressaltados por dúvidas em diversos momentos de nossas vidas, principalmente quando estamos no meio do deserto, de uma luta, de uma tempestade. Duvidamos até mesmo das providências de Deus, temos dúvidas se Ele está ouvindo a nossa oração, nosso clamor, temos dúvidas e, é claro que, como cristãos verdadeiros, lutamos contra e rejeitamos esses pensamentos. Assim, João Batista envia seus discípulos até Jesus para perguntar se Ele era o Messias, o esperado, ou se ainda viria outro, ou se Ele era o Salvador. "E, na mesma hora, curou muitos de enfermidades, e males, e espíritos maus, e deu vista a muitos cegos. Respondendo, então, Jesus, disse-lhes: Ide, e anunciai a João o que tendes visto e ouvido: que os cegos veem, os coxos andam, os leprosos são purificados, os surdos ouvem, os mortos ressuscitam e aos pobres anuncia-se o evangelho. E bem-aventurado é aquele que em mim se não escandalizar." (Lucas 7:21-23). Jesus mostra para os discípulos de João o Poder de Deus em ação através Dele, libertando e curando, pregando, e manda dizer a João que o Reino chegou, que Ele era o Salvador e que não deveria ter dúvidas. Jesus não respondeu com palavras, mas apresentou o Poder de Deus e mandou uma Palavra para João. Observamos que Jesus não recriminou João, só mandou que ele se fortalecesse, que não se escandalizasse. "E, tendo-se retirados os mensageiros de João, começou a dizer à multidão acerca de João: Que saístes a ver no deserto? Uma cana abalada pelo vento? Mas que saístes a ver? Um homem trajado de vestes delicadas? Eis que os que andam com preciosas vestiduras, e em delícias, estão nos paços reais. Mas que saístes a ver? Um profeta? Sim, vos digo, e muito mais do que profeta." (Lucas 7:24-26). Jesus, depois que os discípulos de João foram levar a resposta para ele no cárcere, passou a falar sobre João. João Batista foi a única pessoa que Jesus enalteceu. Esse homem que morreu por condenar o adultério foi o único de quem Jesus falou muito bem, e disse que nascido de mulher não existia maior do que ele, falou que ele foi grande, muito mais do que qualquer profeta. Esse homem de Deus, esse profeta que em um momento teve dúvidas, Jesus disse que foi maior do que os profetas. "Este é aquele de quem está escrito: Eis que envio o meu anjo diante da tua face, O qual preparará diante de ti o teu caminho. E eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há maior profeta do que João o Batista; mas o menor no Reino de Deus é maior do que ele. E todo o povo que o ouviu e os publicanos, tendo sido batizados com o batismo de João, justificaram a Deus. Mas os fariseus e os doutores da lei rejeitaram o conselho de Deus contra si mesmos, não tendo sido batizados por ele. E disse o Senhor: A quem, pois, compararei os homens desta geração, e a quem são semelhantes? São semelhantes aos meninos que, assentados nas praças, clamam uns aos outros, e dizem: Tocamos-vos flauta, e não dançastes; cantamos-vos lamentações, e não chorastes. Porque veio João o Batista, que não comia pão nem bebia vinho, e dizeis: Tem demônio; Veio o Filho do homem, que come e bebe, e dizeis: Eis aí um homem comilão e bebedor de vinho, amigo dos publicanos e pecadores. Mas a sabedoria é justificada por todos os seus filhos."(Lucas 7:27-35). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário