Pular para o conteúdo principal

DEIXANDO A MALÍCIA

“Deixando, pois, toda a malícia, e todo o engano, e fingimentos, e invejas, e todas as murmurações, desejai afetuosamente, como meninos novamente nascidos, o leite racional, não falsificado, para que por ele vades crescendo; se é que já provastes que o Senhor é benigno.” (1 Pedro 2:1-3)

 
        Não basta falarmos que somos cristãos, evangélicos, religiosos, frequentarmos templos, denominações nem orarmos ou rezarmos muito se não mudarmos o nosso comportamento, se não existir uma mudança completa. Temos que deixar a malicia, procurar sermos simples e inocentes diante do Senhor. Devemos parar de esperar maldade nas pessoas, mas, ao contrário, aguardarmos sempre coisas boas, mesmo porque Deus usará qualquer uma para nos abençoar, nos ajudar, orientar, aconselhar. Vemos pessoas que se autodefinem cristãs, mas vivem em malícias, porque não confiam, não creem em Jesus. Pessoas dizem ser de Jesus, mas são falsas, são hipócritas, mentirosas, invejosas, e mesmo assim usam jargões evangélicos, citam versículos bíblicos, vão a templos. Essas são as pessoas mais difíceis de lidar, pois se acham convertidas e não pretendem abrir mão da condição religiosa em que vivem. Temos que tomar muito cuidado, porque os que são verdadeiros discípulos de Jesus têm um caráter diferenciado, vivem segundo os preceitos do Senhor, praticam a verdade e não vivem em murmuração. Sim, porque são muitos os que vivem reclamando de uma coisa ou de outra, esquecendo que essas lamentações são contra o Senhor, uma vez que devemos agradecer, louvar, exaltar o Nome do Senhor todo o tempo e não só em situação de fartura e abundância, porque devemos nos despir de toda maldade, de todo mundanismo, de toda lógica humana e nos entregar ao Senhor, isto é, viver de acordo com o Evangelho de Jesus Cristo. Temos que nos despir do nosso conhecimento e nos tornarmos crianças, sermos inocentes confiando, crendo somente em nosso Pai Celestial. Não basta falarmos que Deus é bom, devemos mostrar a bondade de Deus refletida em nós, temos que mostrar o amor de Deus através das nossas atitudes. Se confiamos em Cristo, se cremos em sua Palavra, vamos simplesmente viver um comportamento adequado ao Evangelho, e mesmo estando bem ou mal na situação em que estivermos vivendo, estaremos sempre confiando no Senhor.
        “E, chegando-vos para Ele, pedra viva, reprovada, na verdade, pelos homens, mas para com Deus eleita e preciosa, Vós também, como pedras vivas, sois edificados casa espiritual e sacerdócio santo, para oferecer sacrifícios espirituais agradáveis a Deus por Jesus Cristo.” (1 Pedro 2:4-5). Não importa o julgamento do mundo, não importa o que o mundo, as pessoas pensam a nosso respeito por causa do nosso comportamento, por sermos pessoas sem maldades, temos que nos preocupar com o que Deus pensa a nosso respeito, porque é a Ele que devemos satisfação, é Ele que tem Poder sobre nossas vidas, tem poder de nos salvar ou de lançar nossas almas no inferno. Na verdade, sabemos que, se quisermos agradar o mundo, as pessoas, com certeza estaremos desagradando a Deus, mas, como queremos agradar a Deus, desagradamos o mundo. Temos um Mestre que desagradou o mundo e por isto foi perseguido, humilhado, crucificado e morreu em nosso lugar. Como seus seguidores, devemos percorrer o mesmo caminho, pois, assim como Ele venceu, nós também venceremos se o estivermos seguindo. Temos que ser luzes, temos que iluminar, fazer a diferença, trazer conhecimento, temos que ser sal, temperar, dar gosto, uma vez que somos cidadãos e cidadãs do Reino, e não cidadãos deste mundo que jaz, está morto no maligno. Fomos chamados, escolhidos para vivermos de maneira santa e separada para o Senhor, assim, deixamos a religião de lado e caminhamos em direção ao nosso alvo, que é Jesus Cristo. “Por isso também na Escritura se contém: Eis que ponho em Sião a pedra principal da esquina, eleita e preciosa; e quem nela crer não será confundido.” (1 Pedro 2:6). Quem crê em Jesus Cristo não é confundido, porque sabe que não tem outra alternativa a não ser segui-lo. Quem crê em Jesus lhe obedece, porque sabe o preço da desobediência, do castigo, mas os incrédulos lhe desobedecem porque não creem em Jesus e acham que tudo se resolverá aqui, não acreditam que exista uma vida para ser vivida, ou uma morte para ser sentida, sofrida. Como irão obedecer a Cristo se não creem Nele? E como irão crer se os que dizem conhecer e temê-lo levam uma vida totalmente contrária aos seus ensinamentos? Infelizmente, os culpados de muitas almas estarem se perdendo são exatamente os religiosos, os falsos crentes, pois falam uma coisa e fazem outra. Citam o Nome do Senhor (que é Santo para sempre Amém), mas vivem de maneira contrária, e então os ímpios, vendo esse comportamento, não acreditam e não querem viver no Senhor. Façamos a diferença e sejamos autênticos e verdadeiros, sejamos homens e mulheres de Deus assim como somos chamados, para que possamos estar influenciando as pessoas, o mundo, pois é somente a nossa obrigação. “E assim para vós, os que credes, é preciosa, mas, para os rebeldes, a pedra que os edificadores reprovaram, essa foi a principal da esquina, e uma pedra de tropeço e rocha de escândalo, para aqueles que tropeçam na Palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados. Mas vós sois a geração eleita, o sacerdócio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; Vós, que em outro tempo não éreis povo, mas agora sois povo de Deus; que não tínheis alcançado misericórdia, mas agora alcançastes misericórdia. Amados, peço-vos, como a peregrinos e forasteiros, que vos abstenhais das concupiscências carnais, que combatem contra a alma; Tendo o vosso viver honesto entre os gentios; para que, naquilo em que falam mal de vós, como de malfeitores, glorifiquem a Deus no dia da visitação, pelas boas obras que em vós observem.”(1 Pedro 2:7-12).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Comentários

Postagens Mais Acessadas

RAÇA DE VÍBORAS? QUEM SÃO?

E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?(Mateus 3. 7)
           Aqui vemos como João Batista pregava, como ele falava e exortava para que os mesmos abandonassem os pecados e a religiosidade, muitos não gostavam porque achavam a pregação dura, mas João é aquele que foi enviado para preparar o caminho para Jesus, é o qual o Senhor testemunhou dele. “E eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há maior profeta do que João o Batista; mas o menor no Reino de Deus é maior do que ele.” (Lucas 7.28) João Batista não ficava alisando ego, não prometia bênçãos sem fim, nem mesmo prosperidade, mas chamava ao arrependimento. Ele não concordava com o fato de pecadores contumazes irem buscar somente o batismo com ele, ouvir a pregaçã o curta e direta dele, porém continuarem nos erros, nos pecados. Da mesma maneira existem hoje milhares de pessoas que gostam de ir à igrejas, de falarem o n…

A DIFERENÇA ENTRE O JUSTO E O ÍMPIO

Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não serve. (Malaquias 4.1)
                 Veja que a palavra de Deus chama a nossa atenção para que observemos as pessoas, que teme ao Senhor e as que não temem; devemos observá-las pela forma como vivem como enfrenta os problemas quando surgem, como educa e trata os seus familiares, e principalmente como reage diante do inesperado. Pois o mal vem sobre os justos e injustos, sobre bons e mal. “Para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos.”(Mateus 5.45) Mas a diferença é exatamente como encaramos, pois se somos Justos, somos tementes e praticante da palavra, usaremos o nome e o poder do nome de Jesus e mandaremos o mal embora; e  também por maior que sej a o problema que estamos atravessando,   sabemos que vai passar logo, e temos paz, não perdemos a paz, e não nos desesperamos, pois a nossa confi…

FOME DA PALAVRA.

Eis que vêm dias, diz o Senhor Jeová, em que enviarei fome sobre a terra, não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor. (Amós 8.11)
Temos um grande número de pessoas que buscam as igrejas somente para ouvir palavras de consolo, incentivo, ou bênçãos, pessoas estas que decoram alguns versículos e se pauta por eles, e exigem as suas bênçãos, e isto com respaldo, uma vez que pregadores estão distribuindo, ou vendendo bênçãos, prosperidade e tranqüilidade. Estas pessoas não querem saber de ouvir a verdade, não querem saber de obediência, querem salvação, e bênçãos somente por ir a igrejas. Chegará o dia que irão querer ouvir a palavra verdadeira e não acharão, não encontrarão a verdade, somente as mentiras, e engano como já existem muitos por ai. “E irão errantes de um mar até outro mar e do Norte até o Oriente; correrão por toda parte, buscando a Palavra do Senhor, e não acharão.” (Amós 8.12) As pessoas viajarão de um país a outro tentando encontrar pregadores da …