Pular para o conteúdo principal

CHORAI, PRANTEAI

“Eia, pois, agora vós, ricos, chorai e pranteai, por vossas misérias, que sobre vós hão de vir.” (Tiago 5:1)

          Eu não defendo o comunismo, muito pelo contrário, sou definitivamente contra, uma vez que sua prática exige muita injustiça. Sou a favor de praticar o Evangelho de Jesus Cristo, só concordo com Jesus, e de todo o resto eu discordo, uma vez que Ele é a única Verdade neste mundo de mentiras e hipocrisias. A Palavra de Deus nos fala sobre os ricos, os milionários, sobre riquezas mal adquiridas, e nos mostra que elas serão o condutor de muitos à desonra e ao sofrimento eterno. Sabemos que são muitos os pregadores, pastores, denominações que baseiam todos os seus ensinos e pregações em prosperidade, mas já falamos, mostramos e provamos que isso é totalmente contrário à Palavra de Deus. Inúmeras vezes Jesus deixou clara a incompatibilidade das riquezas terrenas, a salvação e a vida no Reino, chegando ao ponto de fazer comparação entre um camelo, não o animal, mas aquela espécie de cinto que as pessoas usavam naquela época, e o fundo de agulha. Temos exemplo quando um jovem rico o procurou e Ele mandou que ele vendesse tudo o que tinha, desse aos pobres, que viesse e o seguisse, mas o jovem se recusou a abrir mão, e, claro, por isso perdeu a sua salvação. E mais: Jesus nos manda reunir riquezas no céu onde não há ladrões e nem traças ou ferrugem para consumir. Apesar de Jesus deixar isto bem claro, os pregadores se especializam em pregar mentiras para atrair as pessoas aos seus templos e eles ficarem mais ricos, pois as exploram, pedem, exigem ofertas, participação em campanhas milionárias, ou vendem os seus óleos supostamente ungidos. Mas a Palavra de Deus nos mostra que esses que assim procedem irão se definhar gradualmente até padecerem definitivamente e eternamente, porque o Senhor deseja que sejamos sinceros diante Dele, deseja que vivamos o Evangelho sabendo que não é aqui o Paraíso, aqui é lugar de peregrinação, de luta e sofrimento. Por isto devemos aprender a viver o Evangelho de Jesus Cristo e buscar em primeiro lugar o Reino de Deus sabendo que as demais coisas serão acrescentadas, isto quer dizer que o Senhor conhece as nossas necessidades e as suprirá, mas não promete riqueza a ninguém. A promessa é o Maná do Senhor, o seu sustento, por isto não devemos nos preocupar com coisas materiais ou realizações aqui, porque temos que juntar riquezas no céu. Se assim procedermos, iremos para lá, caso contrário, o que juntarmos aqui, aqui ficará, e iremos para um lugar de sofrimentos e sem nada, pois daqui nada levaremos.
      “As vossas riquezas estão apodrecidas, e as vossas vestes estão comidas de traça. O vosso ouro e a vossa prata se enferrujaram; e a sua ferrugem dará testemunho contra vós, e comerá como fogo a vossa carne. Entesourastes para os últimos dias.” (Tiago 5:2-3). Vemos pessoas que passam toda a sua existência preocupadas em ganhar dinheiro, e por mais que tenham nunca é o suficiente, sempre querem mais e mais. São muitos os que, para enriquecer, sonegam impostos, pagam mal os seus funcionários, são desonestos nos negócios e são verdadeiros idólatras, pois vivem para o dinheiro, e às vezes deixam de viver adequadamente, de dar atenção a famílias, a amigos, e nunca têm tempo nem mesmo para irem a um templo ou para meditarem na Palavra de Deus. Não percebem que o que lutam tanto para obter, para conseguir, será o condutor que as levará, as conduzirá ao sofrimento e morte eterna. Devemos atentar para a Palavra de Deus, saber que não conseguimos enganá-lo com palavras bonitas e de adulação, porque Ele conhece todo o nosso ser, conhece o nosso interior e sabe melhor do que nós os nossos pensamentos e desejos do coração. Por isto não adianta irmos a Ele em oração, quando estamos com os nossos pensamentos em bens materiais. O dinheiro, a riqueza nos afasta do Senhor, nos distancia Dele, faz com que fiquemos presos às coisas mundanas e não às espirituais. Por isto não podemos viver preocupados em ganhar dinheiro, mas em ganhar, conquistar o Reino, devemos nos preocupar em conhecer a vontade do Senhor para as nossas vidas e viver de acordo. “Eis que o jornal dos trabalhadores que ceifaram as vossas terras, e que por vós foi diminuído, clama; e os clamores dos que ceifaram entraram nos ouvidos do Senhor dos exércitos. Deliciosamente vivestes sobre a terra, e vos deleitastes; cevastes os vossos corações, como num dia de matança. Condenastes e matastes o justo; ele não vos resistiu.” (Tiago 5:4-6). Os ricos que não se preocupam com os seus funcionários, com os seus colaboradores, que não se preocupam com o próximo, com os pobres, com os miseráveis deste mundo, que não socorrem ninguém, mas, muito pelo contrário, exploram as pessoas, os que vivem achando que têm o direito de ter o melhor, de juntar riquezas, que são superiores, não percebem que na verdade são inferiores. Não se pode tentar mudar a Palavra de Deus, portanto, temos que dedicar as nossas vidas, o tempo que aqui estamos a fazer a vontade de Deus, e não a nossa, pois a nossa nos conduzirá à morte eterna. Assim, não busquemos vitórias aqui, mas busquemos a face do Senhor, porque, tendo o que comer e vestir, com isto estamos satisfeitos e felizes, porque sabemos que estamos aqui só de passagem. Os ricos que vivem de maneira nababesca aqui não percebem que serão o único prazer e alegria de que desfrutarão, pois depois terão toda a eternidade para padecer. Mas ainda dá tempo, use as riquezas deste mundo para fazer a vontade de Deus, ou seja, ajude a quem precisa, seja honesto, dedique sua vida a viver de acordo com a Palavra de Deus. Somente assim poderá ser salvo. “Sede, pois, irmãos, pacientes até à vinda do Senhor. Eis que o lavrador espera o precioso fruto da terra, aguardando-o com paciência, até que receba a chuva temporã e serôdia. Sede vós também pacientes, fortalecei os vossos corações; porque já a vinda do Senhor está próxima. Irmãos, não vos queixeis uns contra os outros, para que não sejais condenados. Eis que o juiz está à porta. Meus irmãos, tomai por exemplo de aflição e paciência os profetas que falaram em Nome do Senhor. Eis que temos por bem-aventurados os que sofreram. Ouvistes qual foi a paciência de Jó, e vistes o fim que o Senhor lhe deu; porque o Senhor é muito misericordioso e piedoso.” (Tiago 5:7-11).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Comentários

Postagens Mais Acessadas

RAÇA DE VÍBORAS? QUEM SÃO?

E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?(Mateus 3. 7)
           Aqui vemos como João Batista pregava, como ele falava e exortava para que os mesmos abandonassem os pecados e a religiosidade, muitos não gostavam porque achavam a pregação dura, mas João é aquele que foi enviado para preparar o caminho para Jesus, é o qual o Senhor testemunhou dele. “E eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há maior profeta do que João o Batista; mas o menor no Reino de Deus é maior do que ele.” (Lucas 7.28) João Batista não ficava alisando ego, não prometia bênçãos sem fim, nem mesmo prosperidade, mas chamava ao arrependimento. Ele não concordava com o fato de pecadores contumazes irem buscar somente o batismo com ele, ouvir a pregaçã o curta e direta dele, porém continuarem nos erros, nos pecados. Da mesma maneira existem hoje milhares de pessoas que gostam de ir à igrejas, de falarem o n…

A DIFERENÇA ENTRE O JUSTO E O ÍMPIO

Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não serve. (Malaquias 4.1)
                 Veja que a palavra de Deus chama a nossa atenção para que observemos as pessoas, que teme ao Senhor e as que não temem; devemos observá-las pela forma como vivem como enfrenta os problemas quando surgem, como educa e trata os seus familiares, e principalmente como reage diante do inesperado. Pois o mal vem sobre os justos e injustos, sobre bons e mal. “Para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos.”(Mateus 5.45) Mas a diferença é exatamente como encaramos, pois se somos Justos, somos tementes e praticante da palavra, usaremos o nome e o poder do nome de Jesus e mandaremos o mal embora; e  também por maior que sej a o problema que estamos atravessando,   sabemos que vai passar logo, e temos paz, não perdemos a paz, e não nos desesperamos, pois a nossa confi…

FOME DA PALAVRA.

Eis que vêm dias, diz o Senhor Jeová, em que enviarei fome sobre a terra, não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor. (Amós 8.11)
Temos um grande número de pessoas que buscam as igrejas somente para ouvir palavras de consolo, incentivo, ou bênçãos, pessoas estas que decoram alguns versículos e se pauta por eles, e exigem as suas bênçãos, e isto com respaldo, uma vez que pregadores estão distribuindo, ou vendendo bênçãos, prosperidade e tranqüilidade. Estas pessoas não querem saber de ouvir a verdade, não querem saber de obediência, querem salvação, e bênçãos somente por ir a igrejas. Chegará o dia que irão querer ouvir a palavra verdadeira e não acharão, não encontrarão a verdade, somente as mentiras, e engano como já existem muitos por ai. “E irão errantes de um mar até outro mar e do Norte até o Oriente; correrão por toda parte, buscando a Palavra do Senhor, e não acharão.” (Amós 8.12) As pessoas viajarão de um país a outro tentando encontrar pregadores da …