EVANGELIZAR.

NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 4 de julho de 2018

PROCURANDO COM ZELO

“Segui o amor, e procurai com zelo os dons espirituais, mas principalmente o de profetizar.” (1 Coríntios 14:1)

          Seguir o Amor é seguir Jesus, porque Ele é o verdadeiro Amor. Seguir Jesus é viver de acordo com a sua Palavra, seus ensinamentos, e não vivermos de acordo com emoções humanas, carnais, porque a Palavra nos fala que enganoso é o nosso coração. Primeiro falando de amor, temos que compreender bem o que é o amor, porque muitos falam que amam, mas concordam com erros do próximo dizendo ser por amor. Acham que por amar não podem contrariar o outro e sim atender as suas vontades e exigências; na verdade isto não é amor e sim ódio. Temos sim que amar condenando os erros, os pecados, e sempre exigindo santidade, sempre exigindo arrependimento dos que amamos. Mas agora falando de dons, amor é um dom de Deus que tem que ser praticado, exercido, não somente por palavras, mas principalmente por ações. São vários os dons de Deus, mas é necessário sabermos usar os dons que o Senhor nos dá, exemplo é o falar em línguas. Devemos nos vigiar para que não sejamos autores de confusão muito comum nos templos modernos. Falar em línguas só edifica a pessoa, por isto devemos buscar outros dons, como o de profetizar, porque a profecia é para todos e serve para edificar a todos, para exortar, admoestar e também consolar. Mas devemos agir de acordo com a Palavra de Deus, porque a profecia tem sempre que ser julgada por outros profetas, assim, se não existe outro profeta, então um sozinho se cala. “Porque o que fala em língua desconhecida não fala aos homens, senão a Deus; porque ninguém o entende, e em espírito fala mistérios. Mas o que profetiza fala aos homens, para edificação, exortação e consolação. O que fala em língua desconhecida edifica-se a si mesmo, mas o que profetiza edifica a igreja.” (1 Coríntios 14:2-4). Quando uma pessoa está falando em línguas, ela está falando com Deus, mesmo porque nem ela mesmo entende o que está falando. Portanto, não pode estar em público, ou no altar falando em línguas, a menos que tenha um intérprete. O falar em línguas serve somente para edificação própria, e não pode ser falado em público, no altar, no púlpito, se não tiver quem o interprete. Já a profecia é para todos, uma vez que é para comunicar, avisar, exortar alguém de maneira individual ou vários de maneira coletiva, mas toda profecia tem que estar de acordo com a Palavra de Deus, de acordo com a lei da Graça, de acordo com o Novo Testamento.
 “E eu quero que todos vós faleis em línguas, mas muito mais que profetizeis; porque o que profetiza é maior do que o que fala em línguas, a não ser que também interprete para que a igreja receba edificação.” (1 Coríntios 14:5). Falar em línguas é algo natural que quase todos os cristãos batizados no Espírito Santo recebem, digo quase porque também existem cristãos que foram batizados no Espírito Santo e não receberam o dom de falar em línguas, e sim outros dons. Muitos afirmam que o falar em línguas é o sinal externo do batismo, mas não é verdade, mesmo porque Deus não exige que uma pessoa mostre ou demonstre através de sinais que recebeu o Batismo, o que o Senhor exige de todos é o arrependimento e a conversão legítima. Temos que tomar muito cuidado com a questão de falar em línguas, porque muitos são os falsificadores da Palavra de Deus, muitos simplesmente fazem um repeteco, uma decoreba, outros estão falando até a língua dos demônios, e como não há intérprete, as pessoas estão dizendo amém para o que não sabem. Já a profecia é falada em língua clara a todos, são mensagens do Senhor para o seu povo, e, portanto, sendo exortadas, ou consoladas, as pessoas sabem que a mensagem é para elas. Portanto não existe base bíblica para alguém que, se dizendo profeta, vá até outra falando em línguas estranhas, mesmo porque quando se está falando em línguas estamos falando com Deus e não Deus falando conosco. Temos que tomar muito cuidado em dizer amém, assim seja, ou concordar com o que não sabemos. “E agora, irmãos, se eu for ter convosco falando em línguas, que vos aproveitaria, se não vos falasse ou por meio da revelação, ou da ciência, ou da profecia, ou da doutrina?” (1 Coríntios 14:6). Quando alguém se dirige até nós falando em línguas, e não tendo tradutor, nós nada entendemos e nada aprendemos com isto, mas, quando estamos em um templo e o pregador traz uma mensagem inspirada pelo Espírito, nós aprendemos e nos enriquecemos espiritualmente, quando alguém de maneira direta nos entrega uma mensagem, e sabemos que é o Senhor nos avisando, nos mandando consertar, quando recebemos uma revelação de algo que ainda vai acontecer, sabemos que é o Senhor. Temos que ficar atentos também com os profetas, pois muitos são os falsos profetas que chegam falando, revelando o passado, falando de algo, de fatos acontecidos. Devemos atentar para esse fato, porque Deus não está preocupado em falar sobre o que passou, pois nós sabemos, temos consciência do que fizemos ou vivemos, mas o Senhor revela, fala sobre o presente, e principalmente o futuro. Já os demônios sabem tudo o que já aconteceu, pois, como estão ao nosso derredor, usam essa artimanha de engano, e muitos caem nessa cilada. Temos que andar em espírito, estarmos sempre atentos ao Evangelho, e não vivermos em emoção, pois o diabo vence através da nossa carne. “Da mesma sorte, se as coisas inanimadas, que fazem som, seja flauta, seja cítara, não formarem sons distintos, como se conhecerá o que se toca com a flauta ou com a cítara? Porque, se a trombeta der sonido incerto, quem se preparará para a batalha? Assim também vós, se com a língua não pronunciardes palavras bem inteligíveis, como se entenderá o que se diz? Porque estareis como que falando ao ar. Há, por exemplo, tanta espécie de vozes no mundo, e nenhuma delas é sem significação. Mas, se eu ignorar o sentido da voz, serei bárbaro para aquele a quem falo, e o que fala será bárbaro para mim. Assim também vós, como desejais dons espirituais, procurai abundar neles, para edificação da igreja. Por isso, o que fala em língua desconhecida, ore para que a possa interpretar. Porque, se eu orar em língua desconhecida, o meu espírito ora bem, mas o meu entendimento fica sem fruto. Que farei, pois? Orarei com o espírito, mas também orarei com o entendimento; cantarei com o espírito, mas também cantarei com o entendimento. De outra maneira, se tu bendisseres com o espírito, como dirá o que ocupa o lugar de indouto, o Amém, sobre a tua ação de graças, visto que não sabe o que dizes?” (1 Coríntios 14:7-16).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário