NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 7 de junho de 2017

SUJEIÇÃO

"Semelhantemente, vós, mulheres, sede sujeitas aos vossos próprios maridos; para que também, se alguns não obedecem à Palavra, pelo porte de suas mulheres sejam ganhos sem palavra; considerando a vossa vida casta, em temor." (1 Pedro 3:1-2)

         Vivemos uma geração, uma época em que as mulheres, mesmo as que se dizem ou se identificam como mulheres cristãs, crentes, evangélicas, religiosas se portam de uma maneira totalmente contrária à Palavra de Deus. Por tal motivo, muitos casamentos, famílias são desfeitas, e maridos e mulheres vão para o pecado, o adultério continuado, perdendo assim a salvação. Tudo isso por orgulho, por vaidade, uma vez que as esposas não agem como esposas, mas querem disputar autoridade com os seus cônjuges. Em primeiro lugar, todos os homens e mulheres devem se submeter ao Senhor, devem obedecer aos seus preceitos, e Ele diz que as esposas devem ser submissas aos seus maridos, e se as esposas obedecerem ao Senhor, com certeza agirão como Ele determina. Mas, se não obedecem, agem de maneira contrária, infalivelmente seu lar e seu casamento são destruídos. Mas também devemos analisar e falar sobre essa submissão, porque, como o primeiro sempre será o Senhor, é evidente que a esposa não pode concordar, aceitar qualquer acordo com o marido quando Ele está indo contra a Palavra de Deus. Para se submeter ao marido, deve primeiro submeter-se a Deus, assim a esposa jamais pode concordar com ou tolerar adultérios, traições do marido, não pode apoiar vícios, ou qualquer tipo de violência. Isto não é se rebelar, ao contrário, é agir em submissão ao Senhor, porque devemos primeiramente obedecer ao Senhor em qualquer situação. Mas quando a esposa, sabendo que o seu marido está em adultério, a está traindo, concorda e se cala, ela está apoiando o pecado, está involuntariamente incentivando o marido a continuar nessa prática, está induzindo para que ele continue, e por esse motivo, diante do Senhor, ela é culpada. Que as esposas sejam mulheres voltadas para o Evangelho, para serem praticantes da Palavra de Deus, porque, se o forem, serão submissas aos seus maridos, como o Senhor ordena. As mulheres cristãs devem viver como tal, ou seja, cuidar das suas casas, dos filhos, cuidar das coisas do marido, ser uma boa esposa. Mulheres cristãs não devem trabalhar fora com objetivo de ganhar dinheiro para manter a casa, porque essa obrigação é do homem. Não que a mulher não possa trabalhar fora, mas, mesmo que ganhe mais do que o esposo, tem de saber que a obrigação, o dever de sustentar e manter a casa é dele. Não se pode tirar esse privilégio do marido, porque assim estará aniquilando o marido, destruindo o casamento.
 "O enfeite delas não seja o exterior, no frisado dos cabelos, no uso de joias de ouro, na compostura dos vestidos; Mas o homem encoberto no coração; no incorruptível traje de um espírito manso e quieto, que é precioso diante de Deus." (1 Pedro 3:3-4). Esposas cristãs, apesar de que deveriam ser todas as esposas sérias, deveriam se vestir com decência, digo isto porque o que vemos hoje na rua, para não falar dentro dos templos, é uma exposição de carne. Sim, mulheres casadas usam decotes enormes, que mal cobrem o bico dos peitos, saias curtíssimas, quando elas sentam, ficam tentando fazer milagre para cobrir a calcinha. Mulheres que se dizem cristãs muitas usam títulos como missionárias, pastoras, evangelistas, mas usam roupas justíssimas, delineando o corpo. Muitas mulheres estão envergonhando o Evangelho ao se afirmarem como cristãs, porque a maneira como se vestem fala o contrário, elas estão pecando e fazendo muitos irem ao pecado, e com certeza prestarão contas dessas pessoas. Isto porque, quando usam essas roupas imorais dentro do templo e homens ficam olhando, desejando, estão pecando, e elas são objeto de tropeços, além de fazerem com que outras mulheres as olhem com raiva, porque estão fazendo, inclusive, os maridos das outras olharem para elas. Muitas fazem questão de usar vários babilaques, muitas bijuterias, brincos enormes, batons com cores bem chamativas, esmaltes com cores vivas, tudo fazem para chamar atenção para elas, não pelas boas obras, mas como objetos sexuais. Exatamente isto porque essas esposas "Jezabel", mesmo com aliança no dedo, estando ao lado de algum homem como seu marido, na verdade, estão na feira vendendo carne. As mulheres não precisam e nem devem andar como árvores de natal, enfeitadas, porque são naturalmente belas, e não são esses enfeites que enaltecem, muito pelo contrário, as vulgarizam. "Porque assim se adornavam também antigamente as santas mulheres que esperavam em Deus, e estavam sujeitas aos seus próprios maridos; Como Sara obedecia a Abraão, chamando-lhe senhor; da qual vós sois filhas, fazendo o bem, e não temendo nenhum espanto." (1 Pedro 3:5-6). Paulo aqui cita o exemplo de Sara, que chamava o seu marido de senhor, meu senhor, isto não por medo, mas por respeito. As esposas devem sim respeitar os seus maridos tanto na presença como na ausência. Mas os maridos também devem respeitar as suas esposas, devem ser fiéis, devem amá-las, protegê-las, cuidar delas e, principalmente, entendê-las. "Igualmente vós, maridos, coabitai com elas com entendimento, dando honra à mulher, como vaso mais fraco; como sendo vós os seus co-herdeiros da graça da vida; para que não sejam impedidas as vossas orações." (1 Pedro 3:7). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário