Pular para o conteúdo principal

JUÍZO ETERNO.

"Por isso, deixando os rudimentos da doutrina de Cristo, prossigamos até à perfeição, não lançando de novo o fundamento do arrependimento de obras mortas e de fé em Deus, E da doutrina dos batismos, e da imposição das mãos, e da ressurreição dos mortos, e do juízo eterno. E isto faremos, se Deus o permitir." (Hebreus 6:1-3)

         Jesus veio, sofreu, foi humilhado, crucificado, e morreu levando todos os nossos pecados, mas ressuscitou e está vivo para todo o sempre. E deixou a todos a oportunidade de serem salvos Nele, a herança Dele é para todos os que reconhecem o sacrifício da Cruz, para todos os que são filhos de Deus, e não mais somente criatura ou feitura. Os filhos são os que assumem o Evangelho, são os que assumem Jesus como seu único e suficiente Salvador, e isto se dá pela obediência aos seus preceitos, são os que passam pelo batismo nas águas, isto por imersão, porque não existe batismo por aspersão, sabendo que devem se entregar de corpo e alma ao Evangelho, que é o próprio Senhor Jesus. São os que rompem com o mundo e não permitem habitar em si os prazeres mundanos, vivendo para Jesus e não mais para eles mesmos. Entendem que Jesus foi o primogênito, o primeiro a ser ressuscitado por Deus Pai, e que todos nós que estivermos vivendo em Jesus também seremos ressuscitados, teremos vida Nele. Assim como Jesus vive para sempre, nós também viveremos se aqui já estivermos vivendo Nele, se estivermos praticando a sua Palavra. Temos que entender que o Senhor Jesus nos dá oportunidade, a chance de sermos salvos Nele, e, para recebermos essa salvação, temos que aceitar e viver Nele, viver na prática do Evangelho, caso contrário, iremos para o sofrimento, vergonha e morte eterna. Jesus hoje é o Evangelho, é a Palavra; se estivermos vivendo de acordo com a Palavra, estaremos Nele, e andaremos em Espírito e seremos salvos; mas, se desobedecermos a Ele, com certeza padeceremos por toda a eternidade. Assim, sabemos que, uma vez que conhecemos o Senhor, conhecemos a Verdade, temos que viver por ela, caso contrário, sofreremos para sempre. Não podemos confundir o direito, a oportunidade de ser salvos como a salvação concretizada, caso contrário, não existiria um Evangelho para ser obedecido. A salvação está disponível a todos; para recebê-la, devemos andar, passar pelo Caminho chamado Jesus. Se não formos por esse Caminho, iremos para a morte, porque somente esse Caminho é que nos conduz à vida. Assim, temos que tomar muito cuidado com as heresias, apostasias, as mentiras ensinadas, porque a salvação se conquista diariamente.
 "Porque é impossível que os que já uma vez foram iluminados, e provaram o dom celestial, e se fizeram participantes do Espírito Santo, E provaram a boa Palavra de Deus, e as virtudes do século futuro, E recaíram, sejam outra vez renovados para arrependimento; pois assim, quanto a eles, de novo crucificam o Filho de Deus, e o expõem ao vitupério." (Hebreus 6:4-6). Temos que estar sempre atentos à Palavra de Deus, e não tentarmos amenizar a Verdade ou escondê-la. Vejamos o que a Palavra nos diz de maneira clara e sem a menor possibilidade de outra interpretação. Todos os que conheceram a Verdade, a Palavra de Deus, os que receberam o batismo com o Espírito Santo, e foram para o mundo, pecaram sabendo que não deveriam assim proceder. Todos os que se permitiram ser seduzidos pelo pecado, que erraram quando sabiam que não deveriam, todos os que desobedeceram ao Senhor, mesmo que tentem depois se arrepender, não há mais salvação. Assim, sabemos que não existem pastores que se desviaram e retornaram, ou homens e mulheres de Deus que se desviaram e voltaram para o Senhor, porque, na verdade, hoje são simplesmente pessoas mortas espiritualmente falando. A Palavra fala impossível, mostrando a impossibilidade de eles se arrependerem realmente. O que acontece com essas pessoas é que elas voltam para uma denominação, um templo, mas são mortas espiritualmente. Podem orar bonito, pregar, sapatear, mas já não têm mais temor pelo Senhor. Por tal motivo, exortamos sempre, para que jamais se deixem seduzir pelo pecado, porque todos os que conhecem o Senhor, a Graça, e vão cometer pecado sabendo que não podem, estão abrindo mão da salvação, pois estão crucificando novamente o Filho de Deus, assim estão abrindo mão da salvação, e o máximo que conseguem é ser pessoas religiosas. "Porque a terra que embebe a chuva, que muitas vezes cai sobre ela, e produz erva proveitosa para aqueles por quem é lavrada, recebe a bênção de Deus; Mas a que produz espinhos e abrolhos, é reprovada, e perto está da maldição; o seu fim é ser queimada." (Hebreus 6:7-8). Todos os que desprezam os preceitos do Senhor, os que acham que podem errar que Deus irá entender e compreender as suas fraquezas e desejos estão enganados. Os que acham que podem descansar nas misericórdias do Senhor, e assim proceder de maneira leviana, estão simplesmente jogando fora as suas vidas. Graças à misericórdia do Senhor é que temos vida, mas, se a desprezarmos, estaremos assumindo a morte e desprezando a misericórdia de Deus, porque foi por misericórdia que Ele enviou o seu Filho para sofrer e morrer em nosso lugar, mas Ele não permite que desprezemos esse sacrifício. "Mas de vós, ó amados, esperamos coisas melhores, e coisas que acompanham a salvação, ainda que assim falamos. Porque Deus não é injusto para se esquecer da vossa obra, e do trabalho do amor que para com o seu Nome mostrastes, enquanto servistes aos santos; e ainda servis. Mas desejamos que cada um de vós mostre o mesmo cuidado até ao fim, para completa certeza da esperança; Para que vos não façais negligentes, mas sejais imitadores dos que pela fé e paciência herdam as promessas. Porque, quando Deus fez a promessa a Abraão, como não tinha outro maior por quem jurasse, jurou por si mesmo, Dizendo: Certamente, abençoando te abençoarei, e multiplicando te multiplicarei. E assim, esperando com paciência, alcançou a promessa. Porque os homens certamente juram por alguém superior a eles, e o juramento para confirmação é, para eles, o fim de toda a contenda. Por isso, querendo Deus mostrar mais abundantemente a imutabilidade do seu conselho aos herdeiros da promessa, se interpôs com juramento; Para que por duas coisas imutáveis, nas quais é impossível que Deus minta, tenhamos a firme consolação, nós, os que pomos o nosso refúgio em reter a esperança proposta; A qual temos como âncora da alma, segura e firme, e que penetra até ao interior do véu, Onde Jesus, nosso precursor, entrou por nós, feito eternamente sumo sacerdote, segundo a ordem de Melquisedeque."(Hebreus 6:9-20). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Comentários

Postagens Mais Acessadas

RAÇA DE VÍBORAS? QUEM SÃO?

E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?(Mateus 3. 7)
           Aqui vemos como João Batista pregava, como ele falava e exortava para que os mesmos abandonassem os pecados e a religiosidade, muitos não gostavam porque achavam a pregação dura, mas João é aquele que foi enviado para preparar o caminho para Jesus, é o qual o Senhor testemunhou dele. “E eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há maior profeta do que João o Batista; mas o menor no Reino de Deus é maior do que ele.” (Lucas 7.28) João Batista não ficava alisando ego, não prometia bênçãos sem fim, nem mesmo prosperidade, mas chamava ao arrependimento. Ele não concordava com o fato de pecadores contumazes irem buscar somente o batismo com ele, ouvir a pregaçã o curta e direta dele, porém continuarem nos erros, nos pecados. Da mesma maneira existem hoje milhares de pessoas que gostam de ir à igrejas, de falarem o n…

A DIFERENÇA ENTRE O JUSTO E O ÍMPIO

Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não serve. (Malaquias 4.1)
                 Veja que a palavra de Deus chama a nossa atenção para que observemos as pessoas, que teme ao Senhor e as que não temem; devemos observá-las pela forma como vivem como enfrenta os problemas quando surgem, como educa e trata os seus familiares, e principalmente como reage diante do inesperado. Pois o mal vem sobre os justos e injustos, sobre bons e mal. “Para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos.”(Mateus 5.45) Mas a diferença é exatamente como encaramos, pois se somos Justos, somos tementes e praticante da palavra, usaremos o nome e o poder do nome de Jesus e mandaremos o mal embora; e  também por maior que sej a o problema que estamos atravessando,   sabemos que vai passar logo, e temos paz, não perdemos a paz, e não nos desesperamos, pois a nossa confi…

FOME DA PALAVRA.

Eis que vêm dias, diz o Senhor Jeová, em que enviarei fome sobre a terra, não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor. (Amós 8.11)
Temos um grande número de pessoas que buscam as igrejas somente para ouvir palavras de consolo, incentivo, ou bênçãos, pessoas estas que decoram alguns versículos e se pauta por eles, e exigem as suas bênçãos, e isto com respaldo, uma vez que pregadores estão distribuindo, ou vendendo bênçãos, prosperidade e tranqüilidade. Estas pessoas não querem saber de ouvir a verdade, não querem saber de obediência, querem salvação, e bênçãos somente por ir a igrejas. Chegará o dia que irão querer ouvir a palavra verdadeira e não acharão, não encontrarão a verdade, somente as mentiras, e engano como já existem muitos por ai. “E irão errantes de um mar até outro mar e do Norte até o Oriente; correrão por toda parte, buscando a Palavra do Senhor, e não acharão.” (Amós 8.12) As pessoas viajarão de um país a outro tentando encontrar pregadores da …