NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

JESUS INTERCEDENDO

"Manifestei o teu nome aos homens que do mundo me deste; eram teus, e tu mos deste, e guardaram a tua Palavra." (João 17:6)

 Esta oração de Jesus é algo em que devemos pensar com muito carinho, pois expressa sua vontade e missão. Jesus veio em Nome do Pai e apresentou o Pai a todos, e essa apresentação foi com poder e intrepidez. Os discípulos de Jesus, os que creram Nele, sabemos que foram poucos, apesar de que muitos andaram com Ele, mas também o abandonaram. Vemos isto em João 6:66, em que a maioria dos discípulos o deixou, ficando somente os doze. E o abandonaram quando Ele mostrou que Ele era o Pão que tinha descido do Céu, que, para entrarem no Reino, deveriam comer da sua carne e beber do seu sangue, ou seja, praticar o Evangelho. Mas os que permaneceram e aceitaram a Palavra foram os que ficaram, e sabemos que foram doze. Vemos milhares de pessoas que receberam milagres vários, que foram alimentados nas multiplicações de pães e peixes, mas discípulos mesmo só ouvimos falar de doze. O Senhor ora a Deus, clama pelos seus discípulos, pois sabe que foi o Senhor quem os enviou, uma vez que são de Deus. "Agora já têm conhecido que tudo quanto me deste provém de ti; Porque lhes dei as palavras que tu me deste; e eles as receberam, e têm verdadeiramente conhecido que saí de ti, e creram que me enviaste." (João 17:7-8). Jesus está agradecendo ao Pai, porque Ele apresentou o Nome Dele, e todos os discípulos sabiam que tudo vem Dele, que o Pai lhe deu e entregou a Palavra, os mandamentos de Deus, e eles receberam. Jesus lembra que não falou Dele mesmo, nem por Ele, mas falou do Pai, apresentou o Pai e mostrou que Ele e o Pai são um. Os discípulos sabiam agora que Jesus era o Messias, era o enviado de Deus, e o amavam como ao Pai. "Eu rogo por eles; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus." (João 17:9). Jesus, em sua oração a Deus, faz questão de esclarecer que está rogando não pelo mundo, mas somente por aqueles que receberam a Palavra. Está rogando pelos seus discípulos, porque são de Deus, e o Senhor os deu a seu Filho. Discípulos são todos os que andam nos mesmos passos que Ele, não os que buscam somente bênçãos. Centenas foram até Ele para receberem milagres e tudo o mais, mas não eram discípulos. Os discípulos do Senhor são os que o seguem todo o tempo, esses sempre estarão onde o Senhor estiver.
 "E todas as minhas coisas são tuas, e as tuas coisas são minhas; e neles sou glorificado." (João 17:10), Jesus nessa oração audível lembra que tudo é do Pai, e por ser do Pai é do Filho também, pois o Pai entregou tudo em suas mãos. Os discípulos de Jesus eram os que, mesmo antes de Jesus vir, ou melhor, se revelar ao mundo, eles já temiam o Pai, os que eram sinceros diante do Senhor e buscavam viver segundo os seus mandamentos. Por isso é que se tornaram discípulos de Jesus, pois identificaram o Messias, o Filho de Deus. Jesus é glorificado nos seus discípulos, e Deus é glorificado em Jesus. "E eu já não estou mais no mundo, mas eles estão no mundo, e eu vou para ti. Pai Santo, guarda em teu Nome aqueles que me deste, para que sejam um, assim como nós."(João 17:11). Jesus clama por proteção aos seus discípulos que estão no mundo, para que permaneçam firmes e unidos, pois são o corpo de Cristo, e essa união é que é a igreja Dele, porque, assim como Ele e o Pai estão unidos, os discípulos também devem estar unidos, e essa união se dá por viverem com o mesmo objetivo, que é adorar e obedecer ao Pai. Os discípulos de Jesus estão no mundo, Jesus não, mas, mesmo assim, temos a sua proteção, o seu cuidado, se realmente formos seus discípulos, se formos do seu Pai. Devemos observar que Jesus não está rogando por todo o mundo, mas somente pelos seus discípulos, somente por quem o segue. "Estando eu com eles no mundo, guardava-os em teu Nome. Tenho guardado aqueles que tu me deste, e nenhum deles se perdeu, senão o filho da perdição, para que a Escritura se cumprisse." (João 17:12).Nessa oração o Senhor cita que, quando estava com os discípulos no mundo, nenhum se perdeu, porque Ele cuidou de todos, e o que se perdeu era porque, apesar de andar com Ele, não era seu discípulo. O único que se perdeu foi Judas Iscariotes, que, apesar de estar com eles, não era discípulo, não obedecia, não praticava a Palavra. Judas era ladrão, inclusive roubava do ministério, e foi quem o diabo usou para trair Jesus. A Palavra de Deus se cumpre sempre, e até nos filhos da perdição. Não é por estar no meio dos filhos de Deus que alguém se transforma em filho, por tal motivo que vemos muita coisa acontecer no meio do povo que se diz crente, discípulo de Jesus. Quando somos crentes em Jesus, somos discípulos, temos a proteção, o cuidado do Senhor, mas não podemos ser como Judas, que orava, expulsava demônios, mas era ladrão, era um traidor.
 "Mas agora vou para ti, e digo isto no mundo, para que tenham a minha alegria completa em si mesmos.
Dei-lhes a tua Palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo." (João 17:13-14).
 Jesus orou ao Pai diante dos discípulos para que eles também ouvissem e entendessem o propósito de tudo. Jesus estava indo para o Pai, o que para o mundo seria motivo de tristeza para os discípulos tinha que ser de alegria, pois o Filho estava voltando para o Pai e para ocupar o lugar de mais alta honra. E somente Ele indo é que poderia enviar o Espírito Santo para completar a alegria dos seus discípulos. Mas, assim como os discípulos daquela época foram odiados e em quase toda a sua totalidade foram mortos, assassinados, presos, além de passarem por todos os tipos de humilhações, assim também o são hoje. Devemos observar realmente quais são os discípulos, porque falar, citar o Nome do Senhor todos citam, assim como os fariseus daquela época que o mataram. Mas os discípulos não são deste mundo, porque não têm compromisso com o mundo nem almejam as coisas do mundo. Exatamente por desprezarem as coisas do mundo e viverem para o Reino, por pregarem contra o pecado, por não terem comunhão com as trevas, são perseguidos por elas. "Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal. Não são do mundo, como eu do mundo não sou. Santifica-os na tua Verdade; a tua Palavra é a verdade." (João 17:15-17). Jesus fala com o Pai não para tirar os seus discípulos do mundo, para os proteger, porque os discípulos não são do mundo; apesar de estarem no mundo, vivem no Reino. Apesar de estarem no mundo, vivem sob as leis do Reino de Deus, onde o governo é o Senhor. Assim como uma embaixada estrangeira vive e representa o seu país, estando em outro país, assim têm que ser os discípulos, têm que saber que são estrangeiros aqui. Aqui estamos somente de passagem, eles têm de saber que não pertencemos a este mundo, mas ao vindouro, e assim nos santificarmos na Verdade que é Jesus. Saber que a Palavra do Senhor é a única Verdade, e que devemos viver por ela, nos santificar nela. Discípulos não buscam outra verdade, pois sabem que só existe uma, e vivem no Evangelho e o praticam, não somente falam, mas vivem o Evangelho de Jesus Cristo, que está entranhado nele. "Assim como tu me enviaste ao mundo, também eu os enviei ao mundo. E por eles me santifico a mim mesmo, para que também eles sejam santificados na Verdade." (João 17:18-19). Assim como Jesus veio ao mundo enviado pelo Pai e cumpriu a sua missão, Ele também nos enviou, e temos que cumprir a nossa missão. Sendo obedientes e vivendo sob os preceitos do Senhor, somos santificados Nele e por Ele. Somos discípulos de Jesus, somos enviados por Ele, assim não nos preocupemos em agradar ao mundo, mas a Ele, porque somos um com Ele. O Senhor é quem nos protege e cuida de nós, assim nada tememos. "E não rogo somente por estes, mas também por aqueles que pela tua Palavra hão de crer em mim; Para que todos sejam um, como tu, ó Pai, o és em mim, e eu em ti; que também eles sejam um em nós, para que o mundo creia que tu me enviaste." (João 17:20-21).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário