NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

terça-feira, 8 de novembro de 2016

CUIDADO COM A LÁBIA DO DIABO

"Também, irmãos, vos fazemos conhecer a graça de Deus dada às igrejas da macedônia; Como em muita prova de tribulação houve abundância do seu gozo, e como a sua profunda pobreza abundou em riquezas da sua generosidade." (2 Coríntios 8:1-2)

 Assistimos aos pedidos, às exigências desesperadas de pregadores em templos pedindo ofertas, e, para isso, criam as mais diferentes histórias, fazem questão de apresentarem histórias de Israel como exemplo. Mas, claro, apresentam-nas de maneira distorcida, tiram textos de contextos, apresentam contas e criam eventos no intuito de aumentarem a arrecadação. Não que a oferta, ou melhor, o seu pedido seja errado, mas que seja para um fim específico e comprovado, e que exista uma prestação de contas, porque oferta não pode ser usada para aumentar o patrimônio de templos denominacionais ou de pastores. Observamos, atualmente, as inúmeras campanhas criadas com o único objetivo de entregar envelopes pedindo ofertas; na verdade, não é pedido e sim uma exigência, e as pessoas são constrangidas a ofertarem. Isso quando não existe a ameaça de que Deus não vai abençoar, não vai atender ao pedido, porque a pessoa não está ofertando, e isso quando não dizem que, se não ofertarem, receberão maldições. A função da oferta nos templos é somente para casos especiais, excepcionais, quando realmente é preciso suprir uma necessidade, e a igreja não tem o valor em caixa. O dízimo, que é dez por cento de tudo o que ganhamos, é mandamento do Senhor, e todos devem devolver, todos devem entregar o dízimo na igreja. E esse dinheiro é usado para custear todas as despesas do templo, para ajudar e socorrer os irmãos necessitados, além de manter o pastor - eu disse manter, não enriquecer. Vemos um exemplo da função das ofertas em que os irmãos da Macedônia tudo fizeram, imploraram para poderem participar da ajuda que era enviada para os necessitados de Jerusalém. "Porque, segundo o seu poder (o que eu mesmo testifico) e ainda acima do seu poder, deram voluntariamente. Pedindo-nos com muitos rogos que aceitássemos a graça e a comunicação deste serviço, que se fazia para com os santos." (2 Coríntios 8:3-4). Os irmãos em Jerusalém estavam passando por necessidade, e muitos, inclusive, passando fome, e esse fato foi levado ao conhecimento dos irmãos da Macedônia, e estes, ao ficarem sabendo, se propuseram a ajudar, socorrer e imploraram para participar. Mesmos os que tinham pouco fizeram questão de ajudar, isso porque sabiam para onde iam os recursos, e assim de boa vontade todos participaram.
 "E não somente fizeram como nós esperávamos, mas a si mesmos se deram primeiramente ao Senhor, e depois a nós, pela vontade de Deus. De maneira que exortamos a Tito que, assim como antes tinha começado, assim também acabasse esta graça entre vós." (2 Coríntios 8:5-6). A oferta na igreja só deve ser pedida quando existir uma necessidade real em benefício de alguém, e não para que a igreja denominacional se enriqueça mais, porque é uma vergonha as grandes denominações terem fundos de pensão, grandes investimentos, aplicações, investimentos em várias áreas, e as ovelhas, muitas delas, não terem sequer o necessário para viver, não terem dinheiro para comprar um medicamento de que necessitam. A função da oferta é somente para socorrer, e não existem desafios, ou fogueira santa, nem mesmo um propósito qualquer que possa fazer Deus agir ou abençoar alguém. Nosso Deus não é corrupto, Ele não negocia, e nem aceita qualquer comércio. Ele é abençoador, e, para recebermos qualquer coisa Dele, basta nos unirmos a Ele em santidade e oração, porque sem obediência nada conseguiremos, e temos que ser obedientes ao nosso Pastor, que é Jesus, e assim ofertar, mas somente quando sentirmos no coração, e jamais atender a pedido de pastor quando não existe uma necessidade real e clara para justificar esse pedido de oferta. "Portanto, assim como em tudo abundais em fé, e em palavra, e em ciência, e em toda a diligência, e em vosso amor para conosco, assim também abundeis nesta graça. Não digo isto como quem manda, mas para provar, pela diligência dos outros, a sinceridade de vosso amor." (2 Coríntios 8:7-8). Portanto, devemos ser sábios, ser generosos, e sempre, quando alguém precisar, quando no templo houver uma necessidade, devemos nos oferecer para ajudar e ofertar o que pudermos. Sou a favor de que todas as vezes em que uma pessoa for ao templo leve alguma coisa, não importa se é 1 real ou se são 100 ou 1000 reais, mas que seja o que Deus colocou em seu coração para ofertar, e não o que pastor ou alguém esteja pedindo. Nunca participar dessas campanhas desonestas e dinheiristas, nem mesmo do que chamam de oferta alçada, mas ofertar de acordo com a Palavra de Deus, e o dízimo devolver porque é mandamento. Quando ofertamos, ajudamos, socorremos, Deus também nos ajuda, nos socorre, mas isso quando Ele vê que estamos fazendo isso não com o intuito de receber algo em troca, mas somente por querer abençoar. Quando procuramos ajudar, socorrer, atender a quem tem necessidade, somos recompensados pelo nosso Deus que tudo vê. "Porque já sabeis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre; para que pela sua pobreza enriquecêsseis. E nisto dou o meu parecer; pois isto convém a vós que, desde o ano passado, começastes; e não foi só praticar, mas também querer." (2 Coríntios 8:9-10). Temos o nosso exemplo em Jesus, que é o nosso eterno Mestre, portanto, sabemos que devemos ajudar, socorrer os necessitados e todos os que precisam. Temos que tudo fazer para ajudar os irmãos que estão passando por necessidade, mas não enriquecer denominações, e nem pastores. Devemos ser sábios, porque muitas vezes estamos pecando por desconhecermos a Palavra de Deus. "Agora, porém, completai também o já começado, para que, assim como houve a prontidão de vontade, haja também o cumprimento, segundo o que tendes. Porque, se há prontidão de vontade, será aceita segundo o que qualquer tem, e não segundo o que não tem. Mas, não digo isto para que os outros tenham alívio, e vós opressão, Mas para igualdade; neste tempo presente, a vossa abundância supra a falta dos outros, para que também a sua abundância supra a vossa falta, e haja igualdade; Como está escrito: O que muito colheu não teve demais; e o que pouco, não teve de menos."(2 Coríntios 8:11-15). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário