NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

terça-feira, 14 de junho de 2016

COMPARANDO O REINO

"E disse outra vez: A que compararei o Reino de Deus? É semelhante ao fermento que uma mulher, tomando-o, escondeu em três medidas de farinha, até que tudo levedou." (Lucas 13:20-21)

 Jesus estava sempre pregando, exortando, alertando para que ninguém ficasse enganado pelas falsas doutrinas, muito comum hoje nos templos denominacionais. Jesus constantemente falava do Reino de Deus, porque é o que todos devem buscar, e Ele falava do que conhecia e vivia. Em nenhum momento sabemos de Jesus falando de coisas materiais, de prosperidade ou de riquezas, a não ser para condená-las. O Senhor nos mostra como é o Reino de Deus e revela o seu crescimento, comparando-o a uma massa quando lhe é adicionado o fermento. São inúmeras parábolas que o Senhor contou falando sobre o crescimento do Reino e como deve a ser a busca, a procura para entrar nele. Jesus todo o tempo estava ensinando, principalmente, sobre o Reino e como as pessoas deveriam fazer para nele entrarem. "E percorria as cidades e as aldeias, ensinando, e caminhando para Jerusalém." (Lucas 13:22). Assim, quando se dirigia a uma cidade, a uma localidade, Ele o fazia ensinando a seus discípulos e a todos os que o acompanhavam. Curava enfermos, libertava os oprimidos que encontrava pelo caminho e tudo usava para ensinar e mostrar o Poder de Deus. Desta vez estava se dirigindo a Jerusalém, mas foi parando de cidade em cidade, pregando o Evangelho, libertando todos os oprimidos e curando os enfermos que encontrava. Jesus falava constantemente do Reino, falava do Pai, falava daquilo que Ele representava, e não tinha outro assunto que não fosse relacionado à salvação. Durante as visitas que fazia, ou quando almoçava em alguma casa, Ele usava aqueles momentos para ensinar a Palavra de Deus, mostrar o caminho do Reino. Quando comparecia a uma festa, como em Caná da Galileia, mostrava o Poder transformador, quando transformou água em vinho. Ia a sinagogas para pregar sobre o Reino. Quando meditamos no Evangelho, percebemos que em nenhum momento o Senhor deixou de apresentar o caminho da salvação. Como Ele mesmo disse: "Meu Pai trabalha até agora e eu também". Jesus esteve durante três anos ininterruptos ensinando o Caminho, mostrando o Reino e alertando para que não escolhêssemos a porta larga.
 "E disse-lhe um: Senhor, são poucos os que se salvam? E Ele lhe respondeu:"((Lucas 13:23). Nessa caminhada em direção a Jerusalém, pregava e ensinava sobre salvação, sobre o Reino a todos os que o ouviam, e um dos ouvintes lhe pergunta se seriam muitos os que se salvariam. Observamos que é uma pergunta curiosa, sim, curiosa, porque ele não lhe pergunta sobre a sua salvação, mas sobre a de todos. Assim, observamos que possivelmente essa pessoa não estava preocupada com a sua salvação, era somente uma curiosidade a respeito do que aconteceria a todos, ou do que estava por vir. Talvez por saber que ele mesmo não conseguiria, ou ele não estava preocupado com a sua salvação, porque, se estivesse, falaria de forma pessoal e buscaria aprender mais com o Mestre que ali estava. Assim também vemos isso com muita frequência nos templos, porque as pessoas querem saber se muitos serão salvos, se muitos ficarão, se muitos se perderão. Querem saber talvez com medo de ficarem sós ou com poucos, e geralmente quem faz esse tipo de pergunta não tem certeza da sua salvação, ou sabe que a salvação está longe dela. "Porfiai por entrar pela porta estreita; porque eu vos digo que muitos procurarão entrar, e não poderão." (Lucas 13:24). Jesus lhe responde de maneira direta, falando para ele lutar, batalhar para entrar pela porta estreita. Antes de falar dos outros, Jesus fala desse interlocutor, manda ele porfiar, combater para passar pela porta estreita, e acrescenta que muitos tentarão entrar e não serão bem-sucedidos. Vemos muitas pessoas tentando entrar e não conseguindo, porque estão porfiando, lutando de maneira errada. Estão lutando através de santos, santas, imagens quaisquer, buscando intercessores, ou tentando entrar através de obras, de religião. Muitos tentam de todas as maneiras, como se todos os caminhos conduzissem à salvação, e não percebem que só existe um Caminho que nos dá a salvação, e esse Caminho é Jesus. Muitos falam em salvação e acham que é algo fácil, e não percebem que, para alcançar a salvação, é necessário combater, lutar, porfiar. Antes de nos preocupar com o que vai acontecer aos outros, é necessário nos examinar, para ver se realmente estamos no Caminho certo, se estamos lutando de maneira correta, se sabemos o porquê de estarmos porfiando, porque, como o Senhor disse, a porta é estreita, e por ela não conseguiremos passar com bagagens deste mundo.
 "Quando o pai de família se levantar e cerrar a porta, e começardes, de fora, a bater à porta, dizendo: Senhor, Senhor, abre-nos; e, respondendo ele, vos disser: Não sei de onde vós sois; Então começareis a dizer: Temos comido e bebido na tua presença, e tu tens ensinado nas nossas ruas." (Lucas 13:25-26). Não sabemos a hora em que a trombeta irar tocar, não sabemos a hora em que partiremos daqui. O fato é que o Senhor pode voltar a qualquer momento para todos nós de maneira geral, e também de maneira individual, porque, se falecermos, então chegou a nossa vez, porque não teremos mais chance de nos arrepender, e nada que alguém fizer poderá mudar a nossa trajetória. Vida ou morte, porta estreita ou larga, a escolha é nossa, e ninguém tem o poder de mudar isso para uma outra pessoa. Assim, quando Jesus voltar, quando formos ao seu encontro, se não tivermos porfiado, lutado de acordo com o seu Evangelho, se não o tivermos praticado, não entraremos no seu Reino. Podemos ter vivido em templos, podemos ter evangelizado, pulado, jejuado, ido a montes, feito um monte de coisas, mas, se não vivermos o Evangelho de Jesus Cristo, não entraremos no Reino. Ouviremos no dia: "afastai porque não vos conheço". Não importa se fomos a templos religiosos, se oramos ou cantamos louvores, o que importa é se lutamos realmente para entrar no Reino, porque, lutar por este mundo aqui, as pessoas lutam com todo afinco, lutam por dinheiro, por casa, por carro, por bens materiais, o que é totalmente o oposto do Reino. Quem luta pelo mundo não luta para entrar no Reino. "E Ele vos responderá: Digo-vos que não vos conheço nem sei de onde vós sois; apartai-vos de mim, vós todos os que praticais a iniquidade." (Lucas 13:27). Muitos que estão lotando os templos denominacionais, as igrejas físicas, que são religiosos, acham que estão salvos, mas ouvirão uma dura resposta no grande dia. Ouvirão que não têm parte no Reino, ouvirão que devem se afastar, porque viviam cometendo iniquidades. Essas pessoas são somente religiosas, porque a prioridades delas são coisas materiais, são pessoas comprometidas com o bem-estar aqui. São pessoas que acham que uma mentirinha não tem problema, que aceitam e concordam com a fornicação, com o adultério, com o erro, acham que Deus quer que todos sejam felizes aqui. Os que pensam que o Senhor é somente amor e sempre vai desfrutar da sua misericórdia e seu perdão descobrirão que foram enganados. "Ali haverá choro e ranger de dentes, quando virdes Abraão, e Isaque, e Jacó, e todos os profetas no Reino de Deus, e vós lançados fora. E virão do oriente, e do ocidente, e do norte, e do sul, e assentar-se-ão à mesa no Reino de Deus." (Lucas 13:28-29). Muitos serão surpreendidos naquele dia, portanto o Senhor nos alerta para lutarmos para entrarmos pela porta estreita. Somos ensinados a combater, a caminhar de forma digna e correta em direção ao Senhor, sabendo que sem santidade ninguém verá Deus. "E eis que derradeiros há que serão os primeiros; e primeiros há que serão os derradeiros." (Lucas 13:30). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário