NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 9 de março de 2016

SOMOS LAVRADORES

"E começou a dizer ao povo esta parábola: Certo homem plantou uma vinha, e arrendou-a a uns lavradores, e partiu para fora da terra por muito tempo." (Lucas 20:9)

 Sabemos que o Senhor Jesus gostava, ou melhor, tinha o hábito de falar por parábolas, que é uma maneira ilustrativa de abordar determinado assunto. Nesse caso especifico, Ele conta uma parábola para mostrar a ingratidão do povo, a maldade e soberba e desonestidade daquele povo que se identificava como povo de Deus. O Senhor nessa parábola fala de uma plantação de uva. Uma pessoa plantou uva e arrendou a terra, alugou-a para outras pessoas, e viajou para longe. Essa plantação são os judeus, os israelitas, que o Senhor tirou da escravidão do Egito e os colocou em uma terra boa. Tirou da escravidão e deu propriedade e liberdade para prosseguirem, progredirem, tendo como líder o Senhor nosso Deus. Assim também o Senhor fez este universo, fez este planeta e nos colocou para vivermos, cuidarmos dele, sabendo que nada é nosso, que tudo é do Senhor. Deu-nos o que temos: nossa casa, nossa família e nos fez ser o que somos, mas sabendo que não somos de nós mesmos, e sim Dele. Temos que entender que somos a vinha do Senhor, e, tendo esse conhecimento, agimos como tal, porque não nos pertencemos, já que fomos comprados com o precioso sangue de Jesus. O Senhor inicialmente construiu, fez o Paraíso e colocou Adão para nele viver, mas por sua desobediência ele foi expulso. O Senhor nos enviou Jesus para nos libertar e para que pudéssemos ter vida, mas jogamos a nossa vida fora. Não queremos pagar o preço correspondente ao arrendamento, ao aluguel, e por esse motivo cometemos inúmeros crimes que nos conduzem à morte. Não temos nada, não conquistamos nada com os nossos esforços, tudo o que temos foi-nos entregue para administrarmos em Nome do Senhor. Nossos filhos não são propriedade nossa, e nem nossos brinquedos, mas pequeninos aos quais devemos ensinar de acordo com a Palavra de Deus, temos que prepará-los para que no futuro venham a ser verdadeiros homens e mulheres de Deus. Nosso corpo não é algo que podemos tratar de qualquer maneira, porque na verdade é do Senhor, é morada e templo do Espírito de Deus, assim não podemos tratar de qualquer maneira a casa de Deus.
 "E no tempo próprio mandou um servo aos lavradores, para que lhe dessem dos frutos da vinha; mas os lavradores, espancando-o, mandaram-no vazio." (Lucas 20:10). Tudo o que temos pertence ao Senhor, Ele nos arrendou para cuidarmos, protegermos e progredirmos, e no tempo certo temos que apresentar os lucros, os rendimentos. A nossa casa não é algo exclusivo nosso, mas também lugar para falar e ensinar a Palavra de Deus; é lugar também para receber os que estão desabrigados, os que precisam de se aquecer. A nossa comida não é somente nossa, mas para dividir com todos os que precisam, que têm fome, os que clamam por alimento. O nosso dinheiro não é para somente comprar o que desejamos, ou para gastarmos com luxo e supérfluos, mas para atender, ajudar, socorrer os que precisam. A nossa sabedoria, nosso conhecimento é para que possamos ensinar a todos a maneira correta de adorar o Senhor, e viver sempre de acordo com o Evangelho de Jesus Cristo. Temos que entender que somos os vinhateiros, os que alugaram a vinha do Senhor, e temos que apresentar os seus rendimentos. Mas o nosso comportamento tem sido o contrário, pois não apresentamos nada disso e ainda perseguimos, espancamos quem fala isso. Perseguimos e criticamos os servos do Senhor. "E tornou ainda a mandar outro servo; mas eles, espancando também a este, e afrontando-o, mandaram-no vazio." (Lucas 20:11). O Senhor não cansa de nos mandar os seus servos para virem buscar os seus rendimentos, mas somos cruéis, somos maus e negamos todas as vezes em que negamos socorrer alguém que nos pede uma ajuda, ou que nos recusamos a educar os nossos filhos de acordo com a Palavra de Deus, ou quando ferimos os nossos corpos de alguma maneira, quando usamos membros do nosso corpo para ferir, magoar, espancar alguém que também é templo do Senhor, todas as vezes em que nos calamos diante do pecado, quando somos coniventes. "E tornou ainda a mandar um terceiro; mas eles, ferindo também a este, o expulsaram." (Lucas 20:12). O tempo todo o Senhor está nos enviando os seus servos para receber os seus rendimentos, mas sempre estamos negando, quando nos preocupamos em cuidar, tratar de um animal qualquer, mas negamos pão, comida a um pedinte. Quando amamos mais um animal do que o nosso próximo, quando falamos que somos cristãos, mas mantemos os nossos corações duros e queremos somente receber do Senhor e não devolver.
 "E disse o senhor da vinha: Que farei? Mandarei o meu filho amado; talvez que, vendo, o respeitem." (Lucas 20:13). Deus nos entregou o universo, a terra, para que pudéssemos agir de acordo com a sua vontade e apresentar no momento certo os seus lucros. O Senhor trouxe os judeus, os israelitas de Egito e os colocou em uma terra da qual manam leite e mel, mas esse povo o abandonou, não respeitou a sua Palavra, e praticou atos semelhantes aos que praticavam os antigos moradores que o Senhor tinha expulsado. Assim o Senhor foi obrigado a enviá-los para o cativeiro, para a prisão, para a enfermidade e morte, os enviou para a Babilônia. Também o Senhor tem nos dado tudo de que precisamos, não o que queremos, mas o que realmente necessitamos, mas temos desprezado e não apresentado os rendimentos, temos sonegado, furtado, apossado do que não nos pertence, e o Senhor tem enviado os seus servos para nos alertar, mas não estamos ouvindo. Assim Ele também enviou o seu Filho amado, enviou Jesus para ver se ouviríamos o seu Filho amado. "Mas, vendo-o os lavradores, arrazoaram entre si, dizendo: Este é o herdeiro; vinde, matemo-lo, para que a herança seja nossa." (Lucas 20:14). Mas assim como os hebreus, os israelitas, os judeus mataram Jesus, nós também estamos diariamente matando-o para nos apossarmos da herança e fazermos tudo o que quisermos. Constantemente matam Jesus, o Verbo, a Palavra, o Filho de Deus, nas casas, nos templos, em corações, as pessoas não querem devolver ou pagar os dividendos. Nos templos mudaram a pregação, ensinam uma negociata, ensinam como comprar bênção, ensinam sobre sacrifícios, sobre campanhas, sobre idolatrias, mas não ensinam sobre Jesus. Estão matando Jesus, querem silenciá-lo, não querem ouvir sobre devolver o lucro ao Senhor, não querem cumprir com o acordo, não querem obedecer. "E, lançando-o fora da vinha, o mataram. Que lhes fará, pois, o senhor da vinha? Irá, e destruirá estes lavradores, e dará a outros a vinha. E, ouvindo eles isto, disseram: Não seja assim!" (Lucas 20:15-16). Os israelitas prenderam, humilharam e crucificaram o Filho de Deus, e nós que não somos melhores o fazemos diariamente em nossos templos. Recusamo-nos a praticar a sua Palavra, que é o Verbo, que é Jesus, nós simplesmente os exterminamos. Queremos fazer o que nos apraz e não cumprir com a nossa obrigação, e por esse motivo sofremos as consequências de nossos atos. Por isso tanto sofrimento, dor, miséria, por esse motivo vemos pessoas que se dizem cristãs enfrentarem tantas lutas, porque a morte impera, as enfermidades comandam, as necessidades e miséria são rotina na vida de tantos. Simplesmente estão se recusando a devolver o que é do Senhor, estão matando o seu Filho, e por isso receberão a devida punição aqui e a morte por toda a eternidade. "Mas ele, olhando para eles, disse: Que é isto, pois, que está escrito? A pedra, que os edificadores reprovaram, Essa foi feita cabeça da esquina. Qualquer que cair sobre aquela pedra ficará em pedaços, e aquele sobre quem ela cair será feito em pó."(Lucas 20:17-18). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário