NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 17 de dezembro de 2015

OS QUE SEGUIAM JESUS

"E Simão Pedro e outro discípulo seguiam a Jesus. E este discípulo era conhecido do sumo sacerdote, e entrou com Jesus na sala do sumo sacerdote." (João 18:15)

 Jesus foi preso e entregue pelos judeus à autoridade romana para condená-lo e executá-lo. A maioria dos seus discípulos tinha demandado, pois, na hora da sua prisão, todos tinham corrido, fugido, como Ele tinha dito que aconteceria. Os seus discípulos tinham-no deixado só, mas agora Pedro o seguia de longe, estava somente observando o que aconteceria. Observando de longe, mas sem se envolver, sem se comprometer. Temos que entender que esses discípulos, especialmente Pedro, viveram com Ele durante três anos, receberam Poder Dele e operaram no seu Nome, viram tudo o que Ele fez e sabiam que Ele era o Filho de Deus. Sabiam também que as coisas tinham que acontecer assim, pois Jesus mesmo tinha lhes avisado que Ele seria preso, julgado e morreria, mas que ressuscitaria ao terceiro dia. Assim somos nós, porque gostamos de condenar os atos, as ações de Pedro, entretanto, inúmeras vezes procedemos pior do que ele. Tenho visto pessoas pregarem sobre esse tema, condenando a atitude de Pedro, mas, quando analisamos a vida delas, observamos que são piores, pois as suas atitudes diárias são uma sucessão de negativas de Cristo. Pessoas que são crentes, cristãs somente dentro dos templos, e isso quando são fiéis naqueles momentos, mas na vida social, no trabalho, nos negócios, no colégio, junto com amigos, amigas, são outra pessoa e nem mesmo permitem falar em Jesus. Pessoas que, para ganharem dinheiro, nada é pecado, pois há muitos que se dizem crentes, mas são donos de bares, motéis, boates e outros comércios que são totalmente incompatíveis com a vida em santidade. Pessoas que são donos de comércios que vendem bebidas alcoólicas, cigarros. Ou pessoas que mentem, enganam, ludibriam, dizem que são cristãos, mas são desonestos e não permitem que se fale em Jesus quando estão fazendo negócios, pois são desonestos. Pessoas que dizem que amam Cristo, mas, para conseguirem um emprego, mentem, adulteram um currículo, fazem fofocas, puxam o tapete de um colega para subirem de cargo. Todas essas pessoas estão negando Jesus, na verdade nem de longe estão seguindo Jesus. São pastores, pregadores que usam da igreja, da congregação para ganharem dinheiro, para extorquirem as ovelhas.
 "E Pedro estava da parte de fora, à porta. Saiu então o outro discípulo que era conhecido do sumo sacerdote, e falou à porteira, levando Pedro para dentro." (João 18:16).Pedro estava olhando à distância e nem mesmo podia se aproximar por não ser conhecido ali, naquela casa. Mas João, o autor desse livro, o que escreveu este Evangelho, por ser conhecido do sumo sacerdote, mandou a escrava que estava na portaria deixá-lo entrar. João colocou Pedro para dentro, portanto sabemos que ele também estava lá, mas não vemos nem comentário a esse respeito nesse episódio. Pedro antes tinha afirmado que morreria se necessário fosse, mas não negaria Jesus, mas o Senhor tinha-lhe dito que, antes de o galo cantar, ele lhe negaria. Pedro e todos os discípulos tinham sido avisados de que Jesus seria preso, inclusive, quando Jesus estava falando isso com Ele, o diabo o usou para tentar fazer o Senhor desistir, mas foi repreendido na hora. Portanto, não podemos falar de desconhecimento, e nem de decepção, frustrações, porque era esperado tudo o que estava acontecendo. Sabemos tudo o que vai ou pode acontecer diante de cada situação que enfrentamos e vivemos, porque Jesus, através da sua Palavra, já nos falou, mas preferimos ignorar e queremos uma solução alternativa e, quando não acontece, nos decepcionamos."Então a porteira disse a Pedro: Não és tu também dos discípulos deste homem? Disse ele: Não sou." (João 18:17).O primeiro desafio de Pedro não foi com uma autoridade nem com ninguém de alguma importância política ou religiosa, mas uma simples escrava. Uma escrava o questiona, e vemos que aí começa a negativa verbal desse que andava com Jesus. Muitas vezes nos julgamos superiores e negamos o Senhor diante dos que julgamos inferiores a nós; negamos diante de pessoas simples, mas, na verdade, estamos negando a nossa fé. "Ora, estavam ali os servos e os servidores, que tinham feito brasas, e se aquentavam, porque fazia frio; e com eles estava Pedro, aquentando-se também." (João 18:18). Pedro agora foi se sentar, se aquecer junto com os servos do sumo sacerdote, foi para o lado oposto ao de Jesus, estava sentado, participando do fogo dos escarnecedores. Assim também, muitas vezes, são pessoas que se dizem crentes, cristãs, mas negam Jesus sentando, participando de rodas de piadas imorais, obscenas, de fofocas, bebidas, e outras coisas condenadas pelo Senhor.
 "E o sumo sacerdote interrogou Jesus acerca dos seus discípulos e da sua doutrina." (João 18:19). Jesus estava sendo submetido a interrogatório mentiroso, pois, a bem da verdade, a sua sentença já estava decidida. Queriam simplesmente se justificar diante das pessoas para cometerem um assassinato. Jesus já estava condenado por eles, pelos judeus, e buscavam somente um jeito de executar essa sentença, assim estavam formalizando algo, sustentando uma mentira. Todos sabiam quem era Jesus e o que Ele falava e ensinava, porque foram milhares os que receberam milagres Dele. Nós também sabemos quem é Jesus, mas também o negamos e o condenamos quando achamos que a sua Palavra vai contra os nossos interesses. Não permitimos que Jesus nos atrapalhe a obter lucros, ou a nos divertir, não permitimos que Ele condene as nossas ações, ou nossas decisões. Traçamos a morte de Cristo quando decidimos viver na prostituição, no adultério, na desonestidade, no engano, na mentira. "Jesus lhe respondeu: Eu falei abertamente ao mundo; eu sempre ensinei na sinagoga e no templo, onde os judeus sempre se ajuntam, e nada disse em oculto." (João 18:20). Jesus nunca ocultou quem era e sempre pregava em público para todos, e não falava às escondidas, mesmo porque Ele é Luz. Portanto, o que os judeus queriam era simplesmente criar situações mentirosas para justificar a sentença de morte. A mesma coisa que as pessoas fazem quando querem justificar uma mentira, uma desonestidade, quando dizem que mentiram por uma boa causa, quando roubaram, afanaram algo por necessidade, quando traem o marido, a esposa, e dizem que elas ou eles estavam falhando nos seus deveres conjugais. Sempre criam mentiras, e vão acrescentando pecados sobre pecados, e correndo para a morte. "Para que me perguntas a mim? Pergunta aos que ouviram o que é que lhes ensinei; eis que eles sabem o que eu lhes tenho dito." (João 18:21). Sabem a resposta a todas essas indagações, mas querem uma justificativa, querem silenciar o Senhor, para se sentirem à vontade para cometerem os pecados. Querem que Jesus seja silenciado, não querem ouvi-lo, muitos clamam pela sua morte. Outros o seguem de longe e depois o negam veementemente. As pessoas condenam a atitude de Pedro, condenam Judas, mas agem pior do que eles, pois, tendo conhecimento da verdade e tendo todos esses testemunhos, ainda teimam nas desobediências. Mas o galo vai cantar, e aí será tarde demais para muitos. "E, tendo dito isto, um dos servidores que ali estavam, deu uma bofetada em Jesus, dizendo: Assim respondes ao sumo sacerdote? Respondeu-lhe Jesus: Se falei mal, dá testemunho do mal; e, se bem, por que me feres? E Anás mandou-o, maniatado, ao sumo sacerdote Caifás. E Simão Pedro estava ali, e aquentava-se. Disseram-lhe, pois: Não és também tu um dos seus discípulos? Ele negou, e disse: Não sou. E um dos servos do sumo sacerdote, parente daquele a quem Pedro cortara a orelha, disse: Não te vi eu no horto com Ele? E Pedro negou outra vez, e logo o galo cantou."(João 18:22-27).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário