NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

domingo, 6 de dezembro de 2015

NÃO SOU INFERIOR

"Fui néscio em gloriar-me; vós me constrangestes. Eu devia ter sido louvado por vós, visto que em nada fui inferior aos mais excelentes apóstolos, ainda que nada sou." (2 Coríntios 12:11)

 Infelizmente, vivemos em uma época em que as pessoas só valorizam o que é chamativo e desprezam o que é importante. Vemos grandes templos denominacionais cheios, lotados de pessoas, mas vazios da Palavra, do Evangelho, do Poder de Deus. Também vemos templos pequenos vazios, mas cheios do Poder de Deus, da Palavra e do Evangelho. Vemos pregadores famosos, mas mentirosos, mágicos, enganadores, sendo adulados, imitados, copiados, e também pequenos e desconhecidos pregadores sendo rejeitados e escarnecidos. É difícil entender o que as pessoas buscam, porque, apesar de citarem o Nome do Senhor, buscam o engano, a mentira e rejeitam o seu Filho Jesus Cristo, porque existem verdadeiros homens de Deus, comprometidos com o Evangelho, que pregam a Verdade, ensinam o Caminho, e fazem isso com o Poder de Deus. Mas eles são desprezados, por não apresentarem poder econômico, por não buscarem fama, nem recompensas financeiras, e por não tratarem o povo de Deus como mercadoria. Esses homens de Deus que têm preocupação com as almas, em conduzir o rebanho ao Senhor, são os mais desprezados, criticados e acusados. Os famosos, os grandes, que mostram o poder econômico, as riquezas, são invejados, admirados, seguidos e até idolatrados. Agindo assim, as pessoas estão mostrando que não buscam o Senhor, mas simplesmente citam o seu Nome, e o propósito é um outro bem diferente. "Os sinais do meu apostolado foram manifestados entre vós com toda a paciência, por sinais, prodígios e maravilhas." (2 Coríntios 12:12). Vivemos uma geração em que se busca não o Senhor, não conhecer ou reconhecer o Poder de Deus, mas o dinheiro, a fama, e imperam a soberba e o orgulho. Vemos verdadeiros servos de Deus agindo e operando com Poder de Deus, mas não são reconhecidos, enquanto o bando de cantores profissionais, de pregadores manipuladores são imitados e transformados em ídolos. A Palavra de Deus, o Evangelho é abandonado, em prol de satisfação carnal, em busca de realizações mundanas. A emoção tem predominado no meio chamado evangélico, por tal motivo, vemos tantos sofrendo e sendo destruídos.
 "Pois, em que tendes vós sido inferiores às outras igrejas, a não ser que eu mesmo vos não fui pesado? Perdoai-me este agravo." (2 Coríntios 12:13). Os pastores legítimos, os homens comprometidos com o Evangelho, não fazem campanhas extorsivas, não criam eventos com fins de arrecadar verbas, não fazem shows com cantores ou pregadores famosos, não inventam desafios, nem fogueiras santas, não vivem pedindo ofertas, nem comercializando produtos - nem de maneira clara como bíblias, CDs, DVDs, livros, viagens para Israel, perfumes, ou disfarçada, como a venda de água, fita, lençol, toalhinhas, palitos, rosas, sal e outros. Esses que não procedem assim são considerados inferiores, porque não extorquem o povo, não tiram a lã das ovelhas. São homens cheios de Poder de Deus, mas são abandonados, por pregarem e ensinarem a Verdade e o Caminho da Salvação, por não serem comerciantes, não extorquirem, enquanto os que ensinam ou pregam o que o povo quer ouvir são exaltados. "Eis aqui estou pronto para pela terceira vez ir ter convosco, e não vos serei pesado, pois que não busco o que é vosso, mas sim a vós: porque não devem os filhos entesourar para os pais, mas os pais para os filhos." (2 Coríntios 12:14). A bem da verdade, a lógica, o normal é os pais cuidarem dos filhos, os pais darem e manterem os filhos, e não o contrário. Ovelhas, assim como filhos na fé, devem receber o verdadeiro alimento espiritual de maneira gratuita, sem terem que se sacrificar para recebê-lo, porque a função dos verdadeiros, autênticos homens de Deus é cuidar, conduzir as ovelhas, os filhos na fé, à presença do Senhor. Essa é a maior recompensa: saber que estão na presença do Senhor, que alcançaram a Salvação em Cristo. Mas se para pregar, ensinar têm que cobrar, exigir dinheiro, recompensa, então a única recompensa que terão é essa aqui. Temos que buscar, querer, desejar não o que as pessoas têm, mas o que elas são; temos que desejá-las para conduzi-las ao Senhor. Os homens que são legítimos servos do Senhor não se preocupam com bens materiais, pois sabem que o cuidado do Senhor, o seu Maná, é constante e sem fim. A função dos que têm como ofício o ministério de cuidar de ovelhas é fazer isso de maneira gratuita, e não cobrando de maneira clara ou disfarçada. Os que foram chamados para o ministério de ensino da Palavra não podem ter compromisso com negócios deste mundo, pois, se o tiverem, se tornarão infiéis ao seu chamado.
 "Eu de muito boa vontade gastarei, e me deixarei gastar pelas vossas almas, ainda que, amando-vos cada vez mais, seja menos amado." (2 Coríntios 12:15).Temos que permitir sermos usados pela ovelhas para o seu engrandecimento. Não se pode falar em ser obreiro de Deus sendo mesquinho, avarento, soberbo; não se pode ir contra o Evangelho em benefício próprio. Atualmente, vemos muitas discrepâncias, porque pessoas, famílias, que estão precisando de ajuda, de socorro, são intimadas a dar, contribuir, ofertar com o que não têm para igrejas e pregadores; são obrigadas a participar de campanhas; obrigadas a pegar envelopes para colocarem valores. Pessoas são obrigadas a conseguirem fundos para igrejas, para pregadores. Enquanto essas pessoas passam necessidades, esses pastores desfilam em seus luxuosíssimos carros, aviões. Enquanto muitos não têm onde dormir, estão sendo despejados por não poderem pagar aluguel, os seus líderes estão adquirindo novas mansões e fazendas. A bem da verdade, deveria ser o contrário, deveriam esses templos, esses pregadores estar ajudando essas ovelhas, socorrendo-as, e não criando mentira, dizendo que devem ofertar, que Deus dará em dobro, triplo, pois é mentira, e o Senhor não se comprometeu com isso. "Mas seja assim; eu não vos fui pesado mas, sendo astuto, vos tomei com dolo. Porventura aproveitei-me de vós por algum daqueles que vos enviei?"(2 Coríntios 12:16-17). Temos que seguir a Bíblia, a Palavra de Deus, e sabemos que a igreja dos primogênitos socorria o seu povo. Assim, nós, que temos por oficio este ministério, temos obrigação de socorrer, ajudar, e não tirar, extorquir. Não fomos chamados para arrecadar bens materiais para nós, e sim para juntar e salvar o rebanho do Senhor. Há uma grande discrepância entre falar que é do Senhor e servir as riquezas, pois a Bíblia nos mostra que não existe nenhuma promessa de Deus de dar riqueza aos seus ministros. Desde o início, eles não teriam herança, pois a sua herança é o Senhor. "Roguei a Tito, e enviei com ele um irmão. Porventura Tito se aproveitou de vós? Não andamos porventura no mesmo espírito, sobre as mesmas pisadas? Cuidais que ainda nos desculpamos convosco? Falamos em Cristo perante Deus, e tudo isto, ó amados, para vossa edificação." (2 Coríntios 12:18-19). Os ministros de Deus têm que ser os primeiros a dar exemplo de ajuda, de socorro, e se deixarem gastar pelas suas ovelhas. Não somos empresários nem comerciantes, mas pastores, somos cuidadores do povo de Deus e somos cuidados diretamente pelo Senhor. Por isso nada nos falta, e sempre recebemos o suficiente para nós e para socorrer os que necessitam. Por isso, desejamos que todos venham a ter conhecimento do verdadeiro Evangelho, que venham praticá-lo e que sejam dignos de alcançarem a vida vindoura. Que tenham entendimento de que não é por comercializar, negociar que serão salvos. "Porque receio que, quando chegar, não vos ache como eu quereria, e eu seja achado de vós como não quereríeis; que de alguma maneira haja pendências, invejas, iras, porfias, detrações, mexericos, orgulhos, tumultos; Que, quando for outra vez, o meu Deus me humilhe para convosco, e chore por muitos daqueles que dantes pecaram, e não se arrependeram da imundícia, e fornicação, e desonestidade que cometeram." (2 Coríntios 12:20-21). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário