NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sexta-feira, 6 de novembro de 2015

PALAVRA FIEL

"Esta é uma palavra fiel: se alguém deseja o episcopado, excelente obra deseja." (1 Timóteo 3;1)

 Quando alguém deseja servir ao Senhor, trabalhar na obra, ser um pastor, evangelista, missionário, obreiro, está desejando algo maravilhoso. Quando não é por outros motivos interesseiros, e sim um chamado real, quando sente o coração arder, deve sim atender à voz do Senhor, mas é necessário se capacitar. E a capacitação vem do Senhor, é necessário nos moldarmos às exigências que o ministério exige de todos os que servem o Senhor, porque, para nossa tristeza, hoje vemos pessoas que se identificam como obreiras do Senhor, mas, se o são, com certeza são obreiras fraudulentas, uma vez que muitas que são mau caráter, mentirosas, adúlteras e violentas estão se passando por obreiras. São os servos do nosso adversário; são somente pedras de tropeço. Os que fazem errar o povo do Senhor são os que ensinam e apoiam o erro, os que dão mau exemplos, mas não é novidade, porque o diabo se disfarça de anjo de luz. Devemos nos atentar à Palavra e procurar vivê-la, e sempre observar os que se dizem servos do Senhor. "Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar." (1 Timóteo 3:2).Na cultura grega, a palavra bispo era usada em referência ao dirigente de uma organização pública ou religiosa. Aqui, refere-se ao supervisor de uma congregação. A palavra equivalente nos antecedentes judaicos do cristianismo é "ancião"; os termos "bispos" (ou "supervisor") e "presbítero" (ou "ancião") são empregados de modo intercambiável nos livros de Atos, Tito e 1 Pedro. Marido de uma só mulher. Princípio geral aplicável a qualquer violação às leis de Deus, o casamento quer na forma de poligamia, quer na infidelidade conjugal, ou divórcio e recasamentos. Os deveres do supervisor eram ensinar e pregar, dirigir a congregação, pastorear o rebanho de Deus, e, principalmente, preservar a igreja das heresias. Assim, os que se autoqualificam bispos estão simplesmente se declarando pastores, e não que ocupam uma posição ou cargo superior. O mais importante dessa função é cuidar do rebanho do Senhor, ensinar o Evangelho, a Verdade, a Palavra de Deus. Preservar a igreja das heresias, ou seja, todo ensino ou práticas contrárias à Palavra de Deus. Apesar de não citar, todas as ovelhas do Senhor têm a obrigação de zelar pelo Evangelho, ficarem atentas ao que os pastores estão ensinando e ministrando, e jamais concordar com o erro, porque, antes de alguém ser bispo, pastor ou simplesmente supervisor de igreja, é necessário ser ovelha do pasto do Senhor.
 "Não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento;Que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia." (1 Timóteo 3:3-4). Para alguém ser um obreiro do Senhor, não pode, em hipótese alguma, fazer uso de bebida alcoólica, mesmo que seja controlado. Melhor dizendo, não pode fazer uso de nenhuma quantidade de bebida, mesmo que seja a menor quantidade possível. E que seja uma pessoa voltada para o Senhor e para o Reino e não para os negócios deste mundo, que não tenha preocupação em ganhar dinheiro, em progredir financeiramente, porque quem vive preocupado com os negócios deste mundo, em crescer materialmente falando, não tem condições de se preocupar com o crescimento espiritual das ovelhas do rebanho do Senhor. Não pode jamais estar envolvido com negócios deste mundo, porque geram preocupação e ganância, por tal motivo a congregação tem a obrigação de manter o obreiro e sua família. Não se pode falar em ser obreiro do Senhor e viver em contendas e lutas dentro da sua própria casa. O pastor tem que dar um bom testemunho, tem que cuidar bem da sua casa, da sua família. Tem que educar os seus filhos no caminho do Senhor. "(Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus?); Não neófito, para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo." (1 Timóteo 3;5-6). É impossível alguém não cuidar, zelar, educar os seus e querer, ter a pretensão de ensinar os de fora. Assim como não se pode ser um pastor alguém recém-convertido, mesmo porque não conhece nada ainda do Evangelho e não está preparado para dar as respostas necessárias aos que o questionarem. Também não está pronto para combater as heresias e é facilmente enganado pelas sutis ardilezas do nosso adversário. Infelizmente, vemos pessoas que se levantam como pastores, ou melhor, supervisores de congregação, mas cuja família está totalmente destruída, com filhos que não o respeitam e vivem no mundo de pecados. Familiares, os seus, riem da sua fé, principalmente se ele se comportar como duas pessoas diferentes, uma na igreja, no altar, e outra em casa. Pessoas se fazem obreiras, mas em seu lar não conseguem convencer ninguém da sua fé, e muito menos não se fazem respeitar. Como que uma pessoa que não tem domínio da sua família, da sua casa pode cuidar de uma congregação do Senhor?
 "Convém também que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta, e no laço do diabo." (1 Timóteo 3:7). É fundamental que todos conheçam o pastor, ou supervisor da congregação, como um homem bom, honrado, misericordioso, honesto, pacífico. Que seja uma pessoa que todos saibam que nele podem confiar para pedir conselhos, orientações, ajuda. Que o pastor seja admirado como um homem de Deus, um homem temente, e não por ter posses, e que seja uma pessoa na qual todos possam confiar. Mas o que vemos na nossa atualidade é algo terrível, pois os pastores são os primeiros a darem um mau exemplo; nas suas comunidades, são caloteiros, passadores de cheques sem fundos, maus pagadores, violentos, soberbos, julgam-se mais do que são. Pelo comportamento de pessoas que se dizem pastores muitos não querem se converter, porque veem os que dizem zelar pela Palavra de Deus se prostituindo, roubando, adulterando, divorciando e recasando. Esses com certeza não são os bispos do Senhor, porque os verdadeiros homens de Deus são íntegros e vivem o Evangelho e estão disponíveis para o rebanho todo o tempo. "Da mesma sorte os diáconos sejam honestos, não de língua dobre, não dados a muito vinho, não cobiçosos de torpe ganância; Guardando o mistério da fé numa consciência pura. E também estes sejam primeiro provados, depois sirvam, se forem irrepreensíveis"(1 Timóteo 3:8-10). Diáconos. A palavra grega assim traduzida, no uso não técnico, significa simplesmente "alguém que serve" Os homens escolhidos em atos 6 foram, provavelmente, não somente os primeiros diáconos a serem mencionados no Novo Testamento, mas também os primeiros nomeados na igreja. De modo geral, o serviço deles visava a deixar os presbíteros (pastores) livres para dedicar plena atenção à oração e ao ministério da Palavra. Os dois únicos cargos eclesiásticos locais mencionados no Novo Testamento são os de supervisor (também chamado presbíteros, bispos). Portanto, vemos que a qualificação dos diáconos é similar à do pastor, porque tem como função servir o rebanho do Senhor. Assim, o pastor tem que ter muito cuidado para estar levantando obreiros, pois é necessário saber se realmente são pessoas zelosas da Palavra de Deus. "Da mesma sorte as esposas sejam honestas, não maldizentes, sóbrias e fiéis em tudo." (1 Timóteo 3:11). As mulheres. Como os diáconos voltam a ser mencionados logo a seguir nos versículos 12 e 13, isso exclui completamente o cargo de diaconisa, apesar de várias denominações as incluírem em seus quadros, o que é uma heresia. "Os diáconos sejam maridos de uma só mulher, e governem bem a seus filhos e suas próprias casas. Porque os que servirem bem como diáconos, adquirirão para si uma boa posição e muita confiança na fé que há em Cristo Jesus. Escrevo-te estas coisas, esperando ir ver-te bem depressa; Mas, se tardar, para que saibas como convém andar na casa de Deus, que é a igreja do Deus vivo, a coluna e firmeza da verdade. E, sem dúvida alguma, grande é o mistério da piedade: Deus se manifestou em carne, foi justificado no Espírito, visto dos anjos, pregado aos gentios, crido no mundo, recebido acima na glória."(1 Timóteo 3;12-16). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário