NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

terça-feira, 21 de julho de 2015

COMO TER O CORPO GLORIOFICADO

"Chegada, pois, a tarde daquele dia, o primeiro da semana, e cerradas as portas onde os discípulos, com medo dos judeus, se tinham ajuntado, chegou Jesus, e pôs-se no meio, e disse-lhes: Paz seja convosco." (João 20:19)

 Após a morte de Jesus, os discípulos ficaram com medo dos judeus, pois a perseguição se acirrou, uma vez que antes eles tinham confiança em Jesus e agora, com Ele morto, viviam amedrontados. E estando eles trancados em um ambiente com medo dos judeus, de repente Jesus aparece no meio deles e os saúda como Ele determinou que saudássemos em todas as casas em que entrássemos, a saudação que trazia a paz. Ele mandou e Ele mesmo fazia essa saudação. Vemos Jesus em um corpo ressurreto, pois tinha morrido e agora aparece no meio de um ambiente totalmente fechado. Portanto, sabemos que o corpo glorificado pode atravessar paredes, mas não é um fantasma, porque fantasmas não falam e não são sólidos. "E, dizendo isto, mostrou-lhes as suas mãos e o lado. De sorte que os discípulos se alegraram, vendo o Senhor."(João 20:20). Jesus mostra as mãos onde tinha sido cravados os pregos para o fixar na cruz. Assim fica bem claro que Jesus foi pregado na cruz e não amarrado, como muitos fazem crer. Jesus mostra as feridas dos pregos, e também no seu lado, onde um soldado o feriu para ver se ainda estava vivo, onde o feriu para comprovar a sua morte, porque, se ainda estivesse vivo, teriam que quebrar a suas pernas, como fizeram com os ladrões que com Ele foram crucificados, e assim morrerem logo por sufocação. Quando o feriram para terem a comprovação, saiu água e sangue, mas nenhuma reação de Jesus, comprovando assim que estava morto. Jesus mostra os seus ferimentos, provando que era o Senhor que tinha sido pregado na cruz e tinha morrido, mas agora estava vivo para todo o sempre. "Disse-lhes, pois, Jesus outra vez: Paz seja convosco; assim como o Pai me enviou, também eu vos envio a vós." (João 20:21). Jesus, após mostrar os ferimentos e provar que era mesmo o Senhor, novamente Ele os saúda com a Paz, Ele lhes entrega a paz. E os convoca da mesma maneira como Ele foi convocado e enviado por Deus. Ele também fazia o mesmo com os discípulos, Jesus estava enviando os seus discípulos para proclamarem o seu Evangelho. Portanto, sabemos que a convocação dos discípulos de Jesus aconteceu da mesma maneira como Ele foi enviado, e não de maneira confortável ou luxuosa.
 "E, havendo dito isto, assoprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo. «aqueles a quem perdoardes os pecados lhes são perdoados; e àqueles a quem os retiverdes lhes são retidos." (João 20:22-23). Jesus assoprou sobre eles o Espírito Santo, não que eles estivessem recebendo o batismo naquela hora, mesmo porque o batismo só veio acontecer 50 dias depois, no dia de Pentecostes. Jesus estava dando uma missão para os discípulos cumprirem, e por isso os estava capacitando para tal. Deus não perdoa os pecados das pessoas porque o perdoamos, nem recusa o perdão porque o recusamos. Pelo contrário, os que proclamam o Evangelho estão, com efeito, perdoando os pecados, de acordo com a aceitação ou rejeição de Jesus Cristo por parte dos ouvintes. Aqueles que perdoamos já foram perdoados, e os que não perdoamos, se houve arrependimento verdadeiro, também já o foram, porque o domínio e o poder são do Senhor. Mas, ao negar o perdão para alguém, estaremos pecando. "Ora, Tomé, um dos doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus." (João 20:24). Quando Jesus apareceu naquele ambiente para os discípulos, Dídimo - que era discípulo Dele também e andou com Ele nos três anos de seu Ministério terreno, inclusive operou milagres e prodígios no nome do Senhor - não estava naquele momento junto com eles. Isso mostra certa desobediência, pois o Senhor tinha determinado que ficassem juntos aguardando-o. Devemos sempre nos ater à Palavra e observar, pois o Senhor tudo revela por ela, assim é nos detalhes que nos são revelados. "Disseram-lhe, pois, os outros discípulos: Vimos o Senhor. Mas ele disse-lhes: Se eu não vir o sinal dos cravos em suas mãos, e não puser o meu dedo no lugar dos cravos, e não puser a minha mão no seu lado, de maneira nenhuma o crerei." (João 20:25).Observamos que mesmo esse discípulo que tinha andado com Jesus e operado milagres e prodígios em seu Nome, que tinha visto o que nunca ninguém tinha visto ainda era incrédulo, porque não acreditou na Palavra que dizia o que o Senhor tinha dito: que ressuscitaria ao terceiro dia, e, quando aconteceu, só por não estar presente, ele não acreditou na aparição do Senhor. Esse discípulo fez questão de dizer que só acreditaria se o visse e tocasse nas suas feridas. Os que desobedecem aos preceitos do Senhor são os incrédulos, porque, quando cremos, simplesmente obedecemos, porque sabemos que é real e que Ele é a Única Verdade.
 "E oito dias depois estavam outra vez os seus discípulos dentro, e com eles Tomé. Chegou Jesus, estando as portas fechadas, e apresentou-se no meio, e disse: Paz seja convosco." João 20:26). Uma semana depois, Jesus aparece novamente aos seus discípulos, e, como sempre, chega cumprimentando, entregando-lhes a Paz. Afinal, um dos nomes do Senhor é Príncipe da Paz. Mas dessa vez Dídimo está presente, e Jesus novamente apareceu em um ambiente totalmente fechado, ficando bem claro que não são paredes que o seguram, retêm, que Ele é solido, porque Ele manda que Dídimo o toque, coloque a mão em suas feridas. "Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo, e vê as minhas mãos; e chega a tua mão, e põe-na no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente." (João 20:27). Jesus manda que esse discípulo incrédulo coloque a mão em suas feridas, Jesus no corpo glorificado, ressurreto, que passa através das paredes, mas que é solido e se pode tocar e que também se alimenta normalmente como vemos em outras aparições Dele quando comeu com os discípulos. Por isso sabemos que não é um fantasma, mesmo porque fantasma não é solido nem pode agir assim, mas somente no corpo glorificado, e todos os salvos em Jesus também terão um corpo semelhante ao Dele. O Senhor chama atenção de Dídimo e disse para ele ser crente e não incrédulo. Assim são muitos os que se dizem crentes, mas são incrédulos, porque não acreditam no Poder de Deus. Muitos veem milagres constantemente nas igrejas, e em vários lugares, veem Deus agindo na vida das pessoas, mas, como não acontece com elas do jeito que querem, e na hora que desejam, não acreditam, são incrédulos, e sempre vão receber do Senhor somente repreensão. "E Tomé respondeu, e disse-lhe: Senhor meu, e Deus meu!" (João 20:28). Agora, ao ver o Senhor, Dídimo fica com medo e tenta justificar, na verdade a intenção seria modificar as suas palavras, com certeza, além de medo também estava com vergonha das suas palavras e da incredulidade. Temos que saber que tudo o que falamos ou pensamos é do conhecimento do Senhor que tudo vê, e se tivermos palavras, ações repreensivas, com certeza receberemos a repreensão do Senhor. "Disse-lhe Jesus: Porque me viste, Tomé, creste; bem-aventurados os que não viram e creram."((João 20:29). Jesus fala com esse discípulo de nome Dídimo, também conhecido por Tomé, que, agora, só porque o viu ressuscitado é que acredita, mas que deveria praticar a fé que Ele ensinou, ou seja, crer para ver. Temos que crer sem ver para que possamos ver. Não somente esse discípulo, mas todos nós devemos crer no Senhor, e, vendo somente a sua Palavra, não precisamos ver primeiro, pois, se esperarmos antes ver, jamais veremos coisa alguma. A Graça do Evangelho é crer para ver. "Jesus, pois, operou também em presença de seus discípulos muitos outros sinais, que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram escritos para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu Nome."(João 20:30-31). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário