NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 18 de junho de 2015

PELA COMPAIXÃO

"Rogo-vos, pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus, que é o vosso culto racional." (Romanos 12:1)

 Paulo volta-se agora para a aplicação prática de tudo o que já dissera nessa epístola. Não se quer dizer com isso que nada tenha dito até agora acerca do viver cristão. Em outros capítulos, ele já tocou nesse aspecto, mas agora Paulo detém-se nos pormenores para demonstrar que Jesus Cristo deve ser Senhor de todas as áreas da vida. A bem da verdade, toda a epístola procura demonstrar que Deus exige a nossa atuação bem como a nossa crença e a nossa reflexão. A fé manifesta-se na obediência. Paulo faz uma inferência com base na verdade exposta nos capítulos anteriores sobre misericórdias de Deus. Boa parte dessa epístola ocupa-se da demonstração disso, em contraposição aos sacrifícios de animais mortos, ou talvez "vivos" no sentido de ter a vida nova do Espírito Santo, o culto racional, não meramente atividade ritual, mas a participação do coração, da mente e da vontade no serviço obediente. Mostra então que nós devemos apresentar, cultuar Cristo todo o tempo, uma vez que somos a igreja, o templo do Espírito Santo. O nosso andar, falar, olhar, vestir, trabalhar, estudar, tudo o que fizermos ou pensarmos tem que ser de acordo com o Senhor, dando a Ele a prioridade. É aplicar o que o próprio Paulo nos disse em outra carta: "Não mais eu vivo em mim, mas Cristo vive mim". Cultuar Deus é viver exclusivamente para Ele e de acordo com as suas ordenanças, sabendo que não nos pertencemos, mas sim a Ele, pois fomos comprados com o precioso sangue de Jesus."E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus." (Romanos 12:2). O mundo com todo o seu mal e a sua corrupção. Transformem-se, aqui se trata de um processo, não de um fato isolado. O pensamento e a vontade em sua relação com a moral, depois de acontecer a transformação espiritual que acaba de ser mencionada. A vontade de Deus; o que Deus requer do crente aqui e agora. O que leva ao crescimento espiritual e moral do cristão é agradável a Deus, não necessariamente a nós. Perfeita. A vontade de Deus está acima das melhorias humanas.
 "Porque pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um." (Romanos 12:3). A medida da fé é o poder concedido por Deus a cada crente para cumprir vários ministérios na igreja. Deus lhe concedeu. Como o poder provém de Deus, não pode haver motivo para alguém tomar atitude de superioridade ou de justiça aos próprios olhos. Cada um tem a fé necessária para exercer o seu ministério, Deus proveu de dons cada um segundo a medida de fé. Tudo isso é Graça, é favor do Pai, portanto não se pode ensoberbecer pensando que alguém pode algo por si mesmo, por recursos humanos, ou graças ao seu intelecto."Porque assim como em um corpo temos muitos membros, e nem todos os membros têm a mesma operação, Assim nós, que somos muitos, somos um só corpo em Cristo, mas individualmente somos membros uns dos outros." (Romanos 12:4-5). Paulo compara os cristãos aos membros do corpo humano. Há muitos membros, mas cada um tem a sua função, e todos são necessários para a saúde do corpo. O realce recai na unidade em meio à diversidade. Em Cristo. A chave do conceito da unidade cristã, segundo Paulo. Somente em Jesus Cristo é possível alguma união na igreja, porque a verdadeira união tem fundamento espiritual. Tendo esse entendimento, sabemos que a igreja de Cristo é pura, limpa e incorruptível, assim não é por falar ou se identificar com crentes que devemos nos unir. A união se dá entre os seus, entre pessoas com os mesmos pensamentos e propósitos; assim não se pode falar em união com falsos crentes, hipócritas, porque luz e trevas são opostos. Todos os que acrescentam ou tiram algo do Evangelho estão em trevas, porque o Evangelho é obediência e submissão a Cristo, que é o cabeça da igreja. Sendo o corpo de Cristo igreja, sendo membros do mesmo corpo, obrigatoriamente temos que andar, viver, pensar segundo a cabeça, porque o corpo sem a cabeça morre. O corpo não tem condições de se rebelar contra a cabeça e ter a sua vontade independente da cabeça, se isto acontecer, é porque não faz parte do corpo. O corpo não aceita e nem permite corpo estranho, no corpo o sangue tem que ser o mesmo, não pode ser diferente. Assim, ser parte da igreja de Cristo é andar, viver e pensar segundo o seu Evangelho, sem qualquer distorção.
  "De modo que, tendo diferentes dons, segundo a graça que nos é dada, se é profecia, seja ela segundo a medida da fé." (Romanos 12:6).  Dons aqui são os referidos a dons especiais da Graça, dados livremente por Deus a seu povo, a fim de suprir as necessidades do corpo. Não deve haver nenhuma falsa modéstia que negue a existência dos dons ou que se recuse a usá-los. Na proporção da sua fé. A igreja, para ser igreja, deve cumprir as determinações desse chamado, isso são os dons. São vários ministérios, várias as funções que devem ser exercidas pela igreja, e o Senhor capacitou todos, cada um na sua função. Assim como os membros do corpo humano tem funções específicas, nós, como igreja de Cristo, temos as nossas, e nenhuma é inferior à outra, pois todos juntos é que fazemos que seja a igreja o corpo de Cristo. "Se é ministério, seja em ministrar; se é ensinar, haja dedicação ao ensino." (Romanos 12:7). Servir. Qualquer tipo de serviço de que o corpo de Cristo ou algum dos seus membros necessite. Dar ânimo. Exortar o próximo com o convite enaltecedor, alegre, para as realizações que valem a pena. Quem ensinava muitas vezes levava a efeito essa função; no ensino mostra-se ao crente o que deve fazer; na exortação, é animado a pôr em prática o que aprendeu. Contribuir. Dar os seus bens, ou possivelmente distribuir o que foi dado por outros. Exercer liderança. Possível referência ao presbítero, supervisores de igrejas, pastores, bispos etc. Mostrar misericórdias. Cuidar dos enfermos, dos pobres e dos idosos com alegria. Servir aos necessitados em qualquer área física ou espiritual deve ser um deleite, não uma tarefa penosa. Deus capacita cada um de maneira que todos possam fazer parte do seu corpo, uns ministrando, outros louvando, ofertando, sendo colunas, cuidando da limpeza, das crianças, dos idosos, visitando presídios, hospitais, intercedendo, orientando. Enfim, são inúmeros os dons de capacitação para a saúde do corpo de Cristo. Assim não existe ministério ou função inferior a outra, pois todos são de Cristo, o que devemos fazer com zelo e alegria. O que não se pode fazer é algo fora da Palavra, pois assim é estar fora do corpo. Sejamos sábios, pratiquemos o Evangelho de Jesus Cristo, façamos parte do seu corpo, sejamos a sua igreja, que Ele virá nos buscar no momento certo. "Ou o que exorta, use esse dom em exortar; o que reparte, faça-o com liberalidade; o que preside, com cuidado; o que exercita misericórdia, com alegria." (Romanos 12:8). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário