NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

OUVINDO O ESPÍRITO

"E de Mileto mandou a Éfeso, a chamar os anciãos da igreja. E, logo que chegaram junto dele, disse-lhes: Vós bem sabeis, desde o primeiro dia em que entrei na Ásia, como em todo esse tempo me portei no meio de vós." (Atos 20:17-18)

 Paulo mandou chamar os pastores de Éfeso para se despedir e também para apresentar a prestação de contas. Esse apóstolo de Cristo teve a tranquilidade de conversar com os pastores e mostrar a maneira como ele viveu e ensinou durante o tempo em que esteve com eles. Paulo, como um legítimo servo do Senhor, tinha a tranquilidade de poder questionar a seu respeito sabendo que nada teriam do que o acusar, porque ele não só ensinava a Palavra, o Evangelho de Jesus, como vivia de maneira intensa Nele. Por esse motivo, sem nenhum medo, convocou os líderes da igreja para se encontrarem com ele e se despedirem, pois ele era consciente de que não mais voltaria por ali. Paulo recebeu acusações de falsos irmãos, todas falsas e ilegítimas, perseguições dos judeus, exatamente por ele ser fiel a Jesus. Perseguições, prisões, açoites, por pregar e ensinar o Evangelho de Jesus Cristo, mas podia se declarar fiel à Palavra de Deus diante dos irmãos. "Servindo ao Senhor com toda a humildade, e com muitas lágrimas e tentações, que pelas ciladas dos judeus me sobrevieram; Como nada, que útil seja, deixei de vos anunciar, e ensinar publicamente e pelas casas, Testificando, tanto aos judeus como aos gregos, a conversão a Deus, e a fé em nosso Senhor Jesus Cristo." (Atos 20:19-210). Paulo, durante o tempo em que esteve na Ásia, não deixou de ensinar o Evangelho de Jesus Cristo, não deixou de mostrar a face do Senhor, e, principalmente, de mostrar o caminho da salvação. Em meio a muitas lutas e sofrimentos, não mudou a sua fala, seu discurso, manteve-se firme, e várias almas foram alcançadas, igrejas foram abertas. Ele não fazia isso com qualquer outro interesse a não ser obedecer ao Senhor, ele cumpria a sua missão, e agora podia com tranquilidade apresentar o inventário. Esse abnegado servo do Senhor não buscava luxo nem mesmo conforto, mesmo porque ele sabia de antemão o que lhe aguardava: perseguição e sofrimento. Esse exemplo de pastor sabia ensinar o caminho do Reino sem buscar nada em troca, sabia que era seu dever levar o Evangelho de Jesus Cristo a toda criatura.
 "E agora, eis que, ligado eu pelo espírito, vou para Jerusalém, não sabendo o que lá me há de acontecer, Senão o que o Espírito Santo de cidade em cidade me revela, dizendo que me esperam prisões e tribulações." (Atos 20:22-23). Paulo sabia que o sofrimento, as prisões, as surras e até a morte o esperavam por pregar o Evangelho. Ele sabia porque Deus, o Espírito Santo, não deixa ninguém enganado. Paulo sabia o que o esperava, mas por amor se sentia compelido a continuar cada vez mais. Esse pregador não era enganado e nem enganava, como os pregadores de hoje que enganam e são enganados. Chamam o povo para a igreja, para seu templo, e não para Jesus, oferecendo prosperidade, luxo, oferecendo tudo o que o Senhor nunca ofereceu. Esses que enganam o povo com mentiras para os conduzir aos seus templos não estão agindo em nome do Senhor, pois fazem uso da mentira, e o pai da mentira é o diabo. Muitos são enganados para serem conduzidos a esses templos esperando mágicas, milagres que não são bíblicos. Não pregam correção, conversão, santificação e salvação, mas se esmeram em pregações sobre o aspecto material, oferecendo o mundo. O Senhor quer que o sigamos, mas mostra que o caminho é apertado, que a porta é estreita, que as lutas, as batalhas nos esperam, que a perseguição por causa do seu nome é normal. Paulo foi convocado para levar o Evangelho no meio do sofrimento. "Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido, para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis e dos filhos de Israel. E eu lhe mostrarei quanto deve padecer pelo meu Nome." (Atos 9:15-16). Jesus chamou avisando que mostraria a Paulo como se deveria sofrer pelo seu nome. Mas as mentiras abundam as bocas dos pregadores, dizem que crentes não podem sofrer perseguições, não podem passar por lutas. As pessoas são enganadas, e, quando as lutas vêm, acham que estão em pecado e clamam ao Senhor, e como as lutas muitas vezes aumentam, elas se desesperam e, não raro, abandonam a igreja. Jesus não prometeu felicidade plena aqui a ninguém e todos os que pregam e ensinam isso são mentirosos, porque o Senhor disse que aqui teríamos lutas, e que tivéssemos bom ânimo porque as venceríamos. Se perseverarmos, teremos vitória, assim como Paulo teve, e hoje se encontra com o Senhor. A nossa vitória é alcançar a salvação e desfrutar de paz, alegria para sempre ao lado do Pai.
 "Mas de nada faço questão, nem tenho a minha vida por preciosa, contanto que cumpra com alegria a minha carreira, e o ministério que recebi do Senhor Jesus, para dar testemunho do Evangelho da graça de Deus." (Atos 20:24). Que afirmação maravilhosa, e sabemos que é verdadeira pelo seu comportamento. Não como muitos que falam que não negam o Nome do Senhor, mas na primeira dificuldade não somente o negam como até blasfemam. Dizem que o amam, mas na hora da luta mentem, fogem, escondem-se e não falam do Evangelho, não falam de Jesus e do seu amor. Bens materiais, conforto, luxo, nem mesmo a nossa vida pode ser preciosa para nós, o que é precioso é o Senhor. É cumprir a missão que Ele nos deu, portanto devemos convidar as pessoas para conhecer Jesus, vir a Ele, porque Ele é amor e quer salvar todos. Não podemos ficar criando eventos para atrair as pessoas, pois isso é engano e é coisa do diabo. Devemos simplesmente agir segundo as determinações do Senhor, sabendo que o resto Ele fará, temos que confiar Nele, pois, se Ele quiser nos salvar, seremos salvos, caso contrário, perecemos, mas não o negaremos com os nossos atos. Praticar o Evangelho é estar em luta contra o mundo sabendo que o mundo jaz no maligno, portanto estamos em território inimigo resgatando almas, e é natural sermos atacados. O que não podemos é nos unir ao mundo, é usar as mesmas armas do mundo com a desculpa de ganhar almas. "E agora, na verdade, sei que todos vós, por quem passei pregando o Reino de Deus, não vereis mais o meu rosto. Portanto, no dia de hoje, vos protesto que estou limpo do sangue de todos. Porque nunca deixei de vos anunciar todo o conselho de Deus." (Atos 20:25-27). Paulo se despede sabendo que não voltará mais porque o Espírito de Deus já tinha lhe mostrado isso, mas Ele não estava triste, muito pelo contrário, fez questão de se despedir e apresentar o inventário. Mostra que durante o tempo em que esteve com eles o que fez foi apresentar o Evangelho de Jesus Cristo, que cumpriu a missão no meio deles, mesmo porque ele foi comissionado pelo Senhor para isso. Mas, além de se despedir, alerta sobre o que acontecerá, que a igreja seria corrompida como se vê hoje."Olhai, pois, por vós, e por todo o rebanho sobre que o Espírito Santo vos constituiu bispos, para apascentardes a igreja de Deus, que ele resgatou com seu próprio sangue." (Atos 20-28). Manda que os pastores vigiem e tomem conta do rebanho, que preguem o Evangelho verdadeiro. "Porque eu sei isto que, depois da minha partida, entrarão no meio de vós lobos cruéis, que não pouparão ao rebanho; E que de entre vós mesmos se levantarão homens que falarão coisas perversas, para atraírem os discípulos após si. Portanto, vigiai, lembrando-vos de que durante três anos, não cessei, noite e dia, de admoestar com lágrimas a cada um de vós. Agora, pois, irmãos, encomendo-vos a Deus e à palavra da sua graça; a ele que é poderoso para vos edificar e dar herança entre todos os santificados. De ninguém cobicei a prata, nem o ouro, nem o vestuário."(Atos 20:29-33). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário