NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 2 de março de 2015

VOCÊ AMA JESUS?

"E, depois de terem jantado, disse Jesus a Simão Pedro: Simão, filho de Jonas, amas-me mais do que estes? E ele respondeu: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta os meus cordeiros." (João 21:15)

Nesta terceira vez Jesus aparece para os discípulos, não a terceira aparição, mas a terceira a um grupo de pessoas, pois as outras tinham sido a uma ou duas pessoas somente. Nessa aparição após a sua morte na cruz do Calvário, Jesus janta com eles e faz uma pergunta crucial a Pedro, que sempre tinha afirmado que o amava até mais do que todos. Mas mesmo afirmando isso ele tinha negado conhecê-Lo no momento da sua prisão, e, antes que isso acontecesse, ele tinha afirmado seu amor e devolução a Ele. Jesus tinha dito que ele O negaria naquele mesmo dia, e de fato isso aconteceu, e, quando o galo cantou, ele tinha caído em si e chorado muito. Agora Jesus faz a pergunta e vemos que Pedro afirma que O ama mais do que os outros. Jesus então manda que ele apascente, cuide dos seus cordeiros. Apesar das fraquezas humanas, Pedro realmente amava Cristo, nós sabemos, e isso ainda fica mais claro quando ele fala que o Senhor sabe de todas as coisas. Será que se Jesus perguntasse para nós agora se nós o amamos poderíamos dizer, afirmar que o amamos? Será que poderíamos dizer com segurança que Ele sabe o nosso interior, nossos pensamentos e que são condizentes com as nossas palavras? Porque às vezes amamos somente de boca, porque o nosso amor verdadeiro está voltado para pessoas ou bens materiais. Às vezes amamos maridos, esposas, filhos, pai mãe, dinheiro, carro, casa, trabalho e outras coisas, e Jesus ocupa um segundo ou terceiro lugar em nossas vidas. Às vezes nos lembramos Dele na hora do aperto, quando precisamos Dele, quando estamos com medo de perder um objeto do nosso amor."Tornou a dizer-lhe segunda vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Disse-lhe: Sim, Senhor, tu sabes que te amo. Disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas."(João 21:16).Jesus pergunta mais uma vez, quer a confirmação, também fazendo Pedro tomar consciência da resposta e da afirmação. E também mais uma vez determina que ele cuide das suas ovelhas. Jesus também nos pergunta se o amamos, geralmente apressadamente todos afirmam que O amam, mas não vemos essas pessoas cuidando das ovelhas do Senhor, pois quem ama, cuida, protege e conduz.
"Disse-lhe terceira vez: Simão, filho de Jonas, amas-me? Simão entristeceu-se por lhe ter dito terceira vez: Amas-me? E disse-lhe: Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo. Jesus disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas." (João 21:17). Pedro tinha negado Jesus três vezes, agora o Senhor também lhe perguntou três vezes, fazendo-o lembrar-se da tríplice negativa no dia da prisão. Pedro se entristeceu, mas reafirma o seu amor e diz que o Senhor sabe de todas as coisas, e que, portanto, conhece as suas fraquezas. Jesus aqui ainda estava agindo na vida dele, conduzindo-o à conversão verdadeira, pois, apesar de ter andado com Jesus durante três anos, presenciado milagres e até mesmo operado milagres no nome de Jesus, ainda não tinha se convertido. E muito antes Jesus tinha-lhe dito que, quando se convertesse, ele se lembrasse dos seus irmãos, ou seja, que cuidasse das suas ovelhas. "Disse também o Senhor: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo; Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos."(Lucas 22:31-32). O diabo tinha pedido para tocar em Pedro, mas Jesus não tinha permitido e alertou esse discípulo, pois, se isso acontecesse, a fé de Pedro poderia enfraquecer. Jesus o alertou para que, quando se convertesse,ele se lembrasse dos irmãos. Agora Ele mais uma vez lembra a Pedro que lhe negou por três vezes e novamente o manda cuidar das suas ovelhas. Assim somos nós que nos templos, igreja, falamos que amamos o Senhor, juramos amor eterno, adoração, e tudo mais, mas no trabalho, em casa, no colégio, no meio dos amigos O negamos com atitude.Misturamo-nos aos profanos e agimos igual ou pior do que os que não conhecem o Senhor; às vezes temos vergonha de confessar a nossa fé.Para não perder um emprego, ou tomar prejuízo, ou uma amizade, uma oportunidade, negamos o Senhor. No trânsito quando ficamos nervosos e xingamos, damos fechadas, fazemos bobagens, estamos negando o Senhor. "Na verdade, na verdade te digo que, quando eras mais moço, te cingias a ti mesmo, e andavas por onde querias; mas, quando já fores velho, estenderás as tuas mãos, e outro te cingirá, e te levará para onde tu não queiras."(João 21:18). Jesus então faz uma revelação a Pedro de que ele, no final da vida, seria preso, seria algemado e conduzido para onde não queria ir.
 "E disse isto, significando com que morte havia ele de glorificar a Deus. E, dito isto, disse-lhe: Segue-me."(João 21:19). Jesus estava falando como Pedro iria morrer no final, ou seja, que seria uma espécie de mártir. Essa citação é uma profecia da crucificação de Pedro. Reza a tradição que ele foi crucificado de cabeça para baixo. Pedro agora é informado de que iria morrer pelo Evangelho, pelo nome de Jesus. O Senhor o convoca, o chama para o seguir.Sabemos que seguir Cristo é não temer passar pelas perseguições, é acima de tudo não o negar. "E Pedro, voltando-se, viu que o seguia aquele discípulo a quem Jesus amava, e que na ceia se recostara também sobre o seu peito, e que dissera: Senhor, quem é que te há de trair?" (João 21:20). O discípulo a quem Jesus amava era o próprio autor desse evangelho, ou seja, João.  Naturalmente a expressão não significa que Jesus não amava os demais, mas que havia um vínculo especial com esse homem. Aqui João estava fazendo aquilo para o qual Pedro recebera ordens por duas vezes, ou seja, seguir Jesus. João, mesmo sem receber a ordem direta de seguir Jesus, estava fazendo, e isso parece que incomodou Pedro, talvez gerando uma espécie de ciúmes. "Vendo Pedro a este, disse a Jesus: Senhor, e deste que será? Disse-lhe Jesus: Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa a ti? Segue-me tu. "(João 21:21-22). Jesus chama a atenção de Pedro pelo fato de se preocupar com os outros, de se preocupar com o fato de João o estar seguindo também, e faz a declaração falando da sua segunda vinda. Assim somos nós que muitas vezes nos preocupamos com o crescimento dos ministérios dos outros, com o crescimento espiritual, e o Senhor também nos fala. O que nos importa isso, se Ele, Jesus, quer que cresçam? "Divulgou-se, pois, entre os irmãos este dito, que aquele discípulo não havia de morrer. Jesus, porém, não lhe disse que não morreria, mas: Se eu quero que ele fique até que eu venha, que te importa a ti?" (João 21:23). Assim como houve uma interpretação diferente do que Jesus disse, entre os próprios discípulos ainda hoje existem essas interpretações diferentes da Palavra de Deus. Mas Jesus não disse que João não morreria, o Senhor estava falando da sua segunda vinda que iria ocorrer muito em breve. "Este é o discípulo que testifica destas coisas e as escreveu; e sabemos que o seu testemunho é verdadeiro." (João 21:24). Foi o próprio discípulo amado do Senhor o autor desse Evangelho, e finaliza afirmando a sua veracidade. Foi ele a testemunha ocular de tudo. Assim, se queremos viver segundo a Palavra do Senhor, se queremos seguir Jesus, senão queremos negá-Lo, devemos sempre vigiar, para que não sejamos recriminados ou negados por Ele. "Há, porém, ainda muitas outras coisas que Jesus fez; e se cada uma das quais fosse escrita, cuido que nem ainda o mundo todo poderia conter os livros que se escrevessem. Amém." (João 21:25).
 Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário