NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 16 de março de 2015

AGIR DE FORMA VOLUNTARIA

"Também, irmãos, vos fazemos conhecer a graça de Deus dada às igrejas da Macedônia;
Como em muita prova de tribulação houve abundância do seu gozo, e como a sua profunda pobreza abundou em riquezas da sua generosidade." (2 Coríntios 8:1-2)

   Paulo trata da questão da arrecadação de fundos para os cristãos necessitados de Jerusalém, coleta que os coríntios tinham iniciado, mas não tinham concluído. A graça, o privilégio de dar por parte dos crentes nem se compara à "Graça do nosso Senhor Jesus Cristo", que se entregou a si mesmo por todos nós pecadores. Devemos observar que esse pedido de oferta não é para a igreja ou para os seus dirigentes, e sim para socorrer os irmãos necessitados de Jerusalém. Mesmo na pobreza, os irmãos sentiram alegria em socorrer os necessitados, os irmãos que estavam passando por dificuldades. Temos que observar que nos vários escritos de Paulo ou de outro evangelista qualquer, melhor dizendo, em nenhum dos escritores da Bíblia, mais especialmente do Novo Testamento, sabemos de se pedir ofertas para eles ou para a igreja, porque a oferta é espontânea e voluntária durante as reuniões, os cultos. Não há necessidade de pregadores ficarem pedindo e ainda estipulando valores, uma vez que a igreja se mantém e também mantém os que necessitam com os dízimos e ofertas voluntárias. "Porque, segundo o seu poder (o que eu mesmo testifico) e ainda acima do seu poder, deram voluntariamente." (2 Coríntios 8:3). Esses irmãos sentiram alegria em ofertar, socorrer, porque, como está esclarecido, eles o fizeram de boa vontade, de maneira VOLUNTÁRIA, e muito mais do que se esperava, pois, praticando a Palavra de Deus, deram muito mais do que aos olhos dos homens poderiam dar. Sendo cristãos, se preocuparam em socorrer os necessitados e deram muito mais do que podiam como vemos. "Pedindo-nos com muitos rogos que aceitássemos a graça e a comunicação deste serviço, que se fazia para com os santos." (2 Coríntios 8:4). Veja que esses irmãos pediram, imploraram para deixá-los ajudar, não queriam ficar de fora daquela missão. Apesar de não estarem em condições materiais tão favoráveis, eles se propuseram em seus corações a ajudar.
   "E não somente fizeram como nós esperávamos, mas a si mesmos se deram primeiramente ao Senhor, e depois a nós, pela vontade de Deus." (2 Coríntios 8:5). Esses irmãos entregaram-se primeiramente ao Senhor. O verdadeiro princípio de toda a contribuição cristã. Esses cristãos macedônios são um exemplo notável para os crentes de Corinto e para a igreja de todos os tempos no tocante à diferença dinâmica que a graça de Deus faz na vida e nas atitudes do seu povo. Líderes, pastores e ovelhas devem seguir esse exemplo, procurar viver e desfrutar da graça de Deus socorrendo a tantos necessitados que há nos templos e em várias outras partes. Infelizmente, a nossa realidade é outra, são pedidos e mais pedidos de ofertas que as igrejas, os pastores gastam ao seu bel prazer. "De maneira que exortamos a Tito que, assim como antes tinha começado, assim também acabasse esta graça entre vós." (2 Coríntios 8:6). A coleta tinha sido iniciada em Corinto sob a orientação de Tito, no ano anterior. Mas, por problemas, a igreja tinha perdido o ímpeto ou talvez ficasse paralisada. Mas agora Paulo está enviando Tito de volta a eles, levando consigo essa carta, com o propósito de concluir essa obra que apresenta como "ato de graça": associação entre a Graça de Deus e a generosidade altruísta das igrejas da Macedônia. Os crentes da atualidade deveriam tomar por exemplo estes e também aprenderem a socorrer tantos irmãos em regiões difíceis que passam por todo tipo de privações; socorrer os irmãos que muitas vezes estão dentro do mesmo templo."Portanto, assim como em tudo abundais em fé, e em palavra, e em ciência, e em toda a diligência, e em vosso amor para conosco, assim também abundeis nesta graça." (2 Coríntios 8:7). Assim como gostamos de nos identificar como espirituais, como cristãos, então que o sejamos na prática, não somente frequentar uma denominação, um templo, mas praticar a misericórdia e o amor ao próximo. Assim como falamos que somos pessoas de fé, então apliquemos a nossa fé em socorrer a quem necessita, crendo que não nos fará falta alguma o que lhe disponibilizamos. E, mesmo se abrirmos mão do que temos em prol de alguém que realmente necessita, o Senhor com certeza suprirá as nossas necessidades. "Não digo isto como quem manda, mas para provar, pela diligência dos outros, a sinceridade de vosso amor." (2 Coríntios 8:8). Paulo faz questão de deixar bem claro que não está mandando, somente quer ver a sinceridade deles. Ao contrário dos pregadores de hoje que mandam, exigem, determinam que as ovelhas peguem envelopes e ofertem valores para não se sabe qual fim. Esses pregadores de hoje coagem, ameaçam, tudo fazem para arrancar ofertas das ovelhas, para eles gastarem com conforto e luxo próprio.
   "Porque já sabeis a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, por amor de vós se fez pobre; para que pela sua pobreza enriquecêsseis." (2 Coríntios 8:9). A verdadeira caridade e generosidade não é questão de imposição. A sinceridade do amor dos cristãos pode ser comprovada ao contribuírem com altruísmo e espontaneidade, dedicação aos outros. Exemplo notável das igrejas da Macedônia. Jesus, sendo o Filho de Deus e tendo tudo, uma vez que tudo é Criação sua, veio a este mundo pobre, nascendo em uma manjedoura, entregando a vida em uma cruz e nada deixando de bens materiais. O Filho de Deus, na sua encarnação e na sua morte expiatória na cruz, em nosso lugar, esvaziou-se das suas riquezas para que, por meio da sua pobreza, nos tornássemos ricos. O incentivo supremo e inescapável de toda generosidade cristã. Se somos cristãos, discípulos de Jesus, aprendizes Dele, então que o sigamos em amor e generosidade, amando o próximo como a nós mesmos. "E nisto dou o meu parecer; pois isto convém a vós que, desde o ano passado, começastes; e não foi só praticar, mas também querer. Agora, porém, completai também o já começado, para que, assim como houve a prontidão de vontade, haja também o cumprimento, segundo o que tendes." (2 Coríntios 8:10-11). Paulo exorta, dá o parecer, aconselha, orienta esses irmãos de Coríntios para que, assim como começaram a obra, essa coleta no ano anterior, que agora a concluam, porque, assim como se animaram em iniciar essa coleta, que também a finalizem com a contribuição de cada um segundo as suas posses e a sua generosidade. Nós, assim que também decidimos andar com Cristo, então que sejamos atentos aos irmãos que estão passando por lutas e dificuldades e procuremos socorrê-los; que os líderes de ministérios, igrejas tenham a preocupação com esses irmãos desfavorecidos de perto e de longe, enviando-lhes recursos que se coletam nos seus templos. Que a captação de recursos, os pedidos de ofertas sejampara socorrer quem precisa. "Porque, se há prontidão de vontade, será aceita segundo o que qualquer tem, e não segundo o que não tem". (2 Coríntios 8:12). Os que tenham condições que socorram os que nada têm, mas que a ajuda venha de quem tem condições, e não como os pregadores andam fazendo, explorando até os que nada têm em benefício próprio. "Criando desafios, fogueiras santas e outras tantas campanhas para tirar ofertas para si mesmo. Mas, não digo isto para que os outros tenham alívio, e vós opressão, Mas para igualdade; neste tempo presente, a vossa abundância supra a falta dos outros, para que também a sua abundância supra a vossa falta, e haja igualdade; Como está escrito: O que muito colheu não teve demais; e o que pouco, não teve de menos." (2 Coríntios 8:13-15).

Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço.
Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. 
Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário