NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

HEREGES.


E também houve entre o povo falsos profetas, como entre vós haverá também falsos doutores, que introduzirão encobertamente heresias de perdição e negarão o Senhor que os resgatou, trazendo sobre si mesmos repentina perdição.(2 Pedro 2:1).

            Pedro aqui já alertava sobre o que naquela época acontecia nas igrejas, falsos pastores, falsos líderes de igrejas, falsos pregadores, digo falsos, porque todos os que  não agem segundo os preceitos estabelecidos pelo Senhor, ou que trazem novidades para o Evangelho, que criam doutrinas não prescrita na Bíblia estão adulterando, falsificando e são hereses. Sobre estes assim como naquela época, vemos muito mais agora, onde uma quantidade enorme de pessoas que se intitulam pregadores, mas com objetivos outros que não é o de ensinar a Verdade única, se levantam e conduzem muitos a perdição. “E muitos seguirão as suas dissoluções, pelos quais será blasfemado o caminho da verdade.” (2 Pedro 2:2). Temos acompanhado uma série de doutrinas em igrejas  que nada tem a ver com o Evangelho, são muitas as proibições e sacrifícios que se exigem, esquecendo do sacrifício da cruz, outras já um liberalismo as raias de vandalismo, pois são permissivos com adultérios, fornicações, mentiras e homossexualismo procurando justificar tais condutas com o modernismo e  taxando a Escritura Sagrada como antiquada, esquecendo, e não observando que ela se atualiza cotidianamente.
            “E, por avareza, farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita.” (2 Pedro2:3). Avareza, cobiça, ganância os fazem com que se intitulem pregadores onde pregam  discursos emotivos, planejados,  levando as pessoas a se emocionarem e assim ofertarem, darem quantias ou comprarem produtos  como se fosse a vontade do Senhor; transformam igrejas em  centro comerciais onde se vende de tudo esquecendo que o Senhor Jesus proibiu  qualquer tipo de comércio no  templo, não importa se é Bíblia ou CDS, existe lugares apropriados para tal comércio que não é a igreja. “Porque se Deus não perdoou aos anjos que pecaram, mas havendo-os lançado no inferno, os entregou às cadeias da escuridão, ficando reservados para o Juízo.” (2 Pedro 2:4).  Não pense estes tais que serão perdoados por quaisquer motivos, talvez pelo fato de mesmo estando no erros, nas heresias e ainda acontecer algumas bençãos, milagres, ou serem usados pelo Senhor; não se esqueçam que o Senhor usou um animal, portanto Ele usa quem quer na hora que quer, mas a justiça  será feita, se os anjos não foram perdoados como Lúcifer (diabo), e seus demônios, que eram anjos e foram punidos atirados para baixo, para o castigo e sofrimento eterno.
            “E não perdoou ao mundo antigo, mas guardou a Noé pregoeiro da justiça, com mais sete pessoas, ao trazer o dilúvio sobre o mundo dos ímpios.” (2 Pedro 2:5). A justiça de Deus acontece sobre todos, pois o Senhor não tem nenhum preferido, não tem nenhum  que  Ele ame mais e  encobre os seus erros, prova tal que  na Bíblia estão relatados os erros  de todos, inclusive Davi que foi um homem segundo o coração de Deus, mas  errou e os seus erros são mostrados e ele recebeu as devidas punições por eles. Deus salvou Noé e seus filhos, por ele ser justo e temente a Deus,  matou todo o resto, por ignorarem e desobedecerem a sua Palavra. “E condenou a subversão as cidades de Sodoma e Gomorra, reduzindo-as a cinza e pondo-as para exemplo aos que vivessem impiamente; e livrou o justo Ló, enfadado da vida dissoluta dos homens abomináveis (porque este justo, habitando entre eles, afligia todos os dias a sua alma justa, pelo que via e ouvia sobre as suas obras injustas). Assim, sabe o Senhor livrar da tentação os piedosos e reservar os injustos para o Dia de Juízo, para serem castigados.” (2 Pedro 2:6,9). Leia e pratique a Bíblia. Que Deus abençoe.
Um abraço.
                                               Pr.Henrique Lino

Nenhum comentário:

Postar um comentário