NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 18 de maio de 2011

DEIXAR JESUS NASCER.


Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo. (Mateus 1.18)

            Este versículo nos fala do nascimento de Jesus, nos mostra a sua origem terrena, nos mostra a sua origem divina, e de forma clara para que não tenhamos questionamento. Vemos que Ele nasceu de uma mulher comum, a Maria, e a sua natureza divina, pois foi gerado pelo Espírito Santo, uma vez que a Maria ainda não tinha tido contato com homem algum, nem mesmo com José. A palavra desposada pode ser entendida como noiva, e esta espécie de noivado era obrigatório e só poderia ser rompido com um tipo semelhante ao divórcio. Mas, José, sem ter tido contato íntimo com Maria, percebe a gravidez dela. “Então José, seu marido, como era justo e a não queria infamar, intentou deixá-la secretamente.” (Mateus 1.19)& nbsp;Mas a Bíblia nos relata que José era justo, e não queria difamar, não queria que a Maria caísse em más línguas, não queria expor, e ele planejou abandoná-la sem ninguém saber o motivo, ou seja, depois todos o acusariam de ter abandonado a esposa, ainda com um filho e ele seria o culpado. Veja que ele acreditando que ela estivesse adulterado queria mesmo assim defendê-la, levar a culpa pelo seu suposto erro.

            “E, projetando ele isso, eis que em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: José, filho de Davi, não temas receber a Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito santo.” (Mateus 1.20)Veja que Deus, manda o recado para José e fala o que está acontecendo, e a Bíblia não fala que Ele tenha questionado, ou seja, ele não discutiu. Ao contrário de nós que somente por desconfiar da nossa mulher ou marido já queremos brigar, queremos nos separar, e além de falarmos com os familiares, com os amigos e fazermos escândalos. Somos maus mesmo porque não damos chance, não perdoamos. Se houve um deslize do nosso cônjuge a bem da verdade deveríamos perdoar, deverí ;amos entender e procurar saber qual é o propósito de tudo, mesmo porque o divórcio pode acontecer em caso de adultério, mas não é está a vontade de Deus e Jesus deixou isto bem claro. “Disse-lhes Ele: Moisés, por causa da dureza do vosso coração, vos permitiu repudiar vossa mulher; mas, ao princípio, não foi assim.” (Mateus 19.8) O divórcio é uma permissão, não mandamento, mas deveríamos em todo tempo perdoar e entender o porquê aconteceu, e deveríamos buscar sermos justos. Na verdade não é correto o adultério, mas perdoar é o conselho do Senhor.

            “E dará à luz um filho, e lhe porás o nome de JESUS, porque ele salvará o seu povo dos seus pecados. Tudo isto aconteceu para que se cumprisse o que foi dito da parte do Senhor pelo profeta que diz.” (Mateus 1.21,22) Veja que Ele ainda ouve que a sua amada teria um filho que não era dele, e ainda ouve até o nome que deverá dar a esta Criança, e descobre que é um plano de Deus para salvar a humanidade, e que tudo já estava previsto há muito tempo. “Eis que a virgem conceberá e dará à luz um filho, e ele será chamado pelo nome de EMANUEL. (Emanuel traduzido é: Deus conosco). E José, despertando do sonho, fez como o anjo do Senhor lhe orde nara, e recebeu a sua mulher, e não a conheceu até que deu à luz seu filho, o primogênito; e pôs-lhe o nome de Jesus. ” (Mateus 1.23,25) Portanto, deveríamos seguir o exemplo de José e perdoarmos sempre, mesmo que nesse caso a Maria não pecou. Vemos aqui que ele mesmo casado não exerceu o seu direito de marido até Jesus ter nascido. A verdade é que muitos relacionamentos está precisando deixar Jesus nascer. Leia e pratique a Bíblia. Que Deus te abençoe.              
                        Um abraço
                             Pr.Henrique Lino                                                              
                              
Se você está passando por algum problema na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo,possessão demoníaca, ou até mesmo preso, entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição 24 horas por dia para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual.
Fale Conosco TEL: (31) 3568.1077
CEL tim: (31) 93428855  oi 31-88172771vivo 31-98004621 claro 31-82134027 FAX (31) 2565.4577
E-MAILS, MSN E Orkut: (
ministerioatalaiadedeus@hotmail.com) BLOG http://ministerioatalaiadedeus.blogspot.com/
Visitem nosso site(WWW.ATALAIADEDEUS.COM.BR) - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo divulgar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência jurídica aos detentos e seus familiares, oração e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração e oferta de amor. “Cada um contribua segundo propôs no seu coração; não com tristeza, ou por necessidade; porque Deus ama ao que dá com alegria.” II Co 9:7 Ofertar é um privilegio. Semeando qualquer valor você estará contribuindo com a expansão do Reino de Deus. Qualquer oferta acima de R$ 10, 00 você receberá um livro do pastor Henrique Lino, como forma de agradecimento. Envie sua oferta em nome de
MINISTERIO ATALAIA DO EVANGELHO DE DEUS
BANCO ITAU
AGENCIA: 1639 CONTA CORRENTE: 61520-0
Banco: CAIXA ECONOMICA
AGENÇIA: 1529 OPERAÇÃO: 022 CONTA POUPANÇA NÚMERO: 230-5

Você será um agente evangelizador deste Ministério.
Sua colaboração é muito importante para nós.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário