Pular para o conteúdo principal

SABENDO

“E quero, irmãos, que saibais que as coisas que me aconteceram contribuíram para maior proveito do Evangelho; de maneira que as minhas prisões em Cristo foram manifestas por toda a guarda pretoriana, e por todos os demais lugares; e muitos dos irmãos no Senhor, tomando ânimo com as minhas prisões, ousam falar a Palavra mais confiadamente, sem temor.” (Filipenses 1:12-14)
 

          O apóstolo Paulo foi um abnegado servo fiel do Senhor, e desde que se converteu viveu no Evangelho para o Evangelho, e por tal motivo sofreu muito, sofreu horrores, em toda parte e de todas maneiras. Mas Paulo usava as suas lutas, as perseguições, o seu sofrimento para pregar, divulgar cada vez mais o Evangelho de Jesus Cristo. Paulo foi o apóstolo que mais apanhou, que mais foi apedrejado, que mais vezes foi preso e que mais surras levou, e em tudo ele procurava glorificar o Nome do Senhor. Todas as vezes que Paulo, estando preso, era chamado para depor, o seu depoimento era simplesmente uma pregação, ele falava do Senhor Jesus, do seu Poder e convocava as pessoas a se converterem. E isto ele fez para reis, governadores, para os soldados, as guardas por onde passou. Até em seu último momento de vida estava pregando, levando a mensagem da cruz. Esse apóstolo se alegrava quando sabia que outras pessoas também estavam pregando o Evangelho de Jesus Cristo, que outras pessoas procuravam imitá-lo, mesmo que não fosse com sinceridade. Deveríamos ter como exemplo a fé e a maneira de viver desse apóstolo que dedicou sua vida a levar a mensagem da vida a todos e ainda continua, pois meditamos em seus escritos. Paulo pregava o Evangelho de Jesus Cristo, a Verdade Bíblica, e não esses outros muito em moda nos dias de hoje, porque os pregadores da atualidade não sabem chamar as pessoas à conversão sem mentir, sem enganar, porque os que estão pregando prosperidade como se fosse a vontade do Senhor estão mentindo. Os que precisam de shows, de campanhas, de espetáculos e de outros atrativos para conduzir as pessoas até eles, ou até seus templos, não estão pregando o Evangelho de Jesus Cristo, mas um ensino herético, que não conduz ninguém à salvação, mas ao contrário, ao sofrimento e morte eterna, se não se converterem urgentemente ao Evangelho de Jesus Cristo.
      “Verdade é que também alguns pregam a Cristo por inveja e porfia, mas outros de boa vontade; uns, na verdade, anunciam a Cristo por contenção, não puramente, julgando acrescentar aflição às minhas prisões. Mas outros, por amor, sabendo que fui posto para defesa do Evangelho.” (Filipenses 1:15-17). Quando viram como Paulo estava pregando, sofrendo, mas tinha adquirido o respeito de todos, inclusive dos próprios adversários, muitos também quiseram seguir o seu caminho, mesmo que não fizessem isso com sinceridade. Eles procuravam pregar o Evangelho para ficarem conhecidos, serem respeitados, além de vários outros motivos. Paulo se alegrava, porque não importava o motivo pelo qual eles estavam levando a mensagem do Evangelho, o que importava era que estava fazendo isso. Muitos pregavam com o objetivo de fazer Paulo ainda sofrer mais, uma vez que ele estava em prisão, mas na verdade ele se alegrava, porque viu que o Evangelho estava sendo propagado. O apóstolo Paulo tinha conhecimento do seu chamado, sabia da sua responsabilidade, pois, quando o Senhor o convocou, o chamou, disse que ele saberia o que era sofrer pelo seu Nome. Assim como naquela época, hoje ainda muito mais, existem pessoas mal intencionadas, pois não pregam a verdade, e sim outras coisas, distorcem o Evangelho com uma infinidade de motivos, mas nenhum é o verdadeiro. Porém o Senhor sabe usá-las, e mesmo sem querer elas acabam difundindo o Evangelho. “Mas que importa? Contanto que Cristo seja anunciado de toda a maneira, ou com fingimento ou em verdade, nisto me regozijo, e me regozijarei ainda.” (Filipenses 1:18) Paulo não se importava com o que levava as pessoas a pregarem o Evangelho, ele se alegrava porque isso estava acontecendo. Vemos hoje muitos que se levantam como pregadores. Muitas são as pessoas que estão abrindo igrejas, templos, se autoqualificando como pastores. São muitos os que estão pregando, ensinando um evangelho diferente, e fazem isso sem ter conhecimento da Verdade, mas nos alegramos, porque são muitas as pessoas que iniciam nesses templos e depois passam para outros em busca da Verdade, e acabam se convertendo ao Evangelho de Jesus Cristo. Por isto nos alegramos como Paulo, porque como Ele também temos um objetivo, uma meta, que é alcançarmos a salvação, receber a nossa recompensa, a Promessa do Senhor em nossas vidas. “Porque sei que disto me resultará salvação, pela vossa oração e pelo socorro do Espírito de Jesus Cristo, Segundo a minha intensa expectação e esperança, de que em nada serei confundido; antes, com toda a confiança, Cristo será, tanto agora como sempre, engrandecido no meu corpo, seja pela vida, seja pela morte. Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho. Mas, se o viver na carne me der fruto da minha obra, não sei então o que deva escolher. Mas de ambos os lados estou em aperto, tendo desejo de partir, e estar com Cristo, porque isto é ainda muito melhor. Mas julgo mais necessário, por amor de vós, ficar na carne. E, tendo esta confiança, sei que ficarei, e permanecerei com todos vós para proveito vosso e gozo da fé, Para que a vossa glória cresça por mim em Cristo Jesus, pela minha nova ida a vós. Somente deveis portar-vos dignamente conforme o Evangelho de Cristo, para que, quer vá e vos veja, quer esteja ausente, ouça acerca de vós que estais num mesmo espírito, combatendo juntamente com o mesmo ânimo pela fé do Evangelho. E em nada vos espanteis dos que resistem, o que para eles, na verdade, é indício de perdição, mas para vós de salvação, e isto de Deus. Porque a vós vos foi concedido, em relação a Cristo, não somente crer Nele, como também padecer por Ele, tendo o mesmo combate que já em mim tendes visto e agora ouvis estar em mim.” (Filipenses 1:19-30).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Comentários

Postagens Mais Acessadas

RAÇA DE VÍBORAS? QUEM SÃO?

E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?(Mateus 3. 7)
           Aqui vemos como João Batista pregava, como ele falava e exortava para que os mesmos abandonassem os pecados e a religiosidade, muitos não gostavam porque achavam a pregação dura, mas João é aquele que foi enviado para preparar o caminho para Jesus, é o qual o Senhor testemunhou dele. “E eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há maior profeta do que João o Batista; mas o menor no Reino de Deus é maior do que ele.” (Lucas 7.28) João Batista não ficava alisando ego, não prometia bênçãos sem fim, nem mesmo prosperidade, mas chamava ao arrependimento. Ele não concordava com o fato de pecadores contumazes irem buscar somente o batismo com ele, ouvir a pregaçã o curta e direta dele, porém continuarem nos erros, nos pecados. Da mesma maneira existem hoje milhares de pessoas que gostam de ir à igrejas, de falarem o n…

A DIFERENÇA ENTRE O JUSTO E O ÍMPIO

Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não serve. (Malaquias 4.1)
                 Veja que a palavra de Deus chama a nossa atenção para que observemos as pessoas, que teme ao Senhor e as que não temem; devemos observá-las pela forma como vivem como enfrenta os problemas quando surgem, como educa e trata os seus familiares, e principalmente como reage diante do inesperado. Pois o mal vem sobre os justos e injustos, sobre bons e mal. “Para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos.”(Mateus 5.45) Mas a diferença é exatamente como encaramos, pois se somos Justos, somos tementes e praticante da palavra, usaremos o nome e o poder do nome de Jesus e mandaremos o mal embora; e  também por maior que sej a o problema que estamos atravessando,   sabemos que vai passar logo, e temos paz, não perdemos a paz, e não nos desesperamos, pois a nossa confi…

FOME DA PALAVRA.

Eis que vêm dias, diz o Senhor Jeová, em que enviarei fome sobre a terra, não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor. (Amós 8.11)
Temos um grande número de pessoas que buscam as igrejas somente para ouvir palavras de consolo, incentivo, ou bênçãos, pessoas estas que decoram alguns versículos e se pauta por eles, e exigem as suas bênçãos, e isto com respaldo, uma vez que pregadores estão distribuindo, ou vendendo bênçãos, prosperidade e tranqüilidade. Estas pessoas não querem saber de ouvir a verdade, não querem saber de obediência, querem salvação, e bênçãos somente por ir a igrejas. Chegará o dia que irão querer ouvir a palavra verdadeira e não acharão, não encontrarão a verdade, somente as mentiras, e engano como já existem muitos por ai. “E irão errantes de um mar até outro mar e do Norte até o Oriente; correrão por toda parte, buscando a Palavra do Senhor, e não acharão.” (Amós 8.12) As pessoas viajarão de um país a outro tentando encontrar pregadores da …