Pular para o conteúdo principal

ORAÇÕES DE JESUS

“Jesus falou assim e, levantando seus olhos ao céu, e disse: Pai, é chegada a hora; glorifica a teu Filho, para que também o teu Filho te glorifique a ti; Assim como lhe deste Poder sobre toda a carne, para que dê a vida eterna a todos quantos lhe deste.” (João 17:1-2)

          Jesus fez inúmeras orações ao Pai, ou seja, conversou com o Pai de uma maneira que todos pudessem ouvir e aprender com as suas orações, mas também fez várias orações ao Pai em segredo, quando conseguia fugir para algum lugar e ficar só. Nessa oração, Ele está se apresentando ao Pai sabendo que chegou a sua hora, chegou a hora de ser sacrificado como Cordeiro que foi. Vemos a obediência de Jesus ao Pai, mesmo sabendo que tudo ia acontecer logo, que iria passar pelo mais duro sacrifício e luta, Ele não está choramingando e pedindo clemência, e sim está pedindo ao Pai que o Glorifique para que Ele também possa Glorificar o Pai. Deus já tinha entregue todos em suas mãos, toda a humanidade, para que pudesse ser salva por Ele, logo, tudo dependia exclusivamente Dele. Devíamos prestar mais atenção nas orações que Jesus fez, porque nunca soubemos de Ele pedir nada material ou físico ao Senhor, e não podemos esquecer que Ele estava aqui em carne, ou seja, tinha as mesmas necessidades e fraquezas que nós temos, mas Ele superou tudo e não pecou. Ele sabia como falar e o que pedir ao Pai. “E a vida eterna é esta: que te conheçam, a ti só, por único Deus verdadeiro, e a Jesus Cristo, a quem enviaste. Eu glorifiquei-te na terra, tendo consumado a obra que me deste a fazer.” (João 17:3-4). A sua oração é essencialmente espiritual. Ele fala de vida eterna, fala de viver com o Pai e de como Ele intercede pelos cristãos. Faz um relatório mostrando que Ele, como Filho obediente, cumpriu a sua missão e agora esperava ser Glorificado no Pai. Em nenhuma oração Jesus fala exclusivamente sobre coisas espirituais, mas em bênçãos para os cristãos. Portanto, se realmente somos cristãos, devemos agir como tal, como discípulos Dele, e orarmos por coisas espirituais e não físicas, ou materiais, temos que aprender a buscar o Reino de Deus em primeiro lugar sabendo que as outras coisas serão acrescentadas. Aprender a não ficar pedindo coisas, mas buscando o que precisamos para a nossa vida em Cristo.
      “E agora glorifica-me tu, ó Pai, junto de ti mesmo, com aquela Glória que tinha contigo antes que o mundo existisse. Manifestei o teu Nome aos homens que do mundo me deste; eram teus, e tu mos deste, e guardaram a tua Palavra.” (João 17:5-7). Nessa oração, Jesus clama ao Pai para o glorificar junto Dele, com a mesma glória que tinha antes da fundação do mundo. Ainda fala que Ele tinha feito o que deveria, pois tinha honrado, apresentado o Nome do Senhor como Ele deveria. Fala que tinha manifestado o Nome do Senhor para aqueles que o Pai lhe tinha dado, ou seja, não foi para o mundo todo, somente para aqueles que o Pai lhe tinha dado. Isto quer dizer que a fé não é de todos, somente os que têm fé, os que buscam o Senhor recebem a manifestação do Nome Dele. Aos que são da fé, aos que realmente buscam o Senhor Ele se deixa achar, aos que guardam a sua Palavra, isto é, praticam o Evangelho de Jesus Cristo. “Agora já têm conhecido que tudo quanto me deste provém de ti; porque lhes dei as palavras que tu me deste; e eles as receberam, e têm verdadeiramente conhecido que saí de ti, e creram que me enviaste.” (João 17:7-8). Quando vamos ao Senhor e o buscamos, com certeza não estamos indo por acaso, e sim porque o Senhor nos chamou, nos convocou, fomos escolhidos para sermos santos e irrepreensíveis Nele. Deus Pai nos chamou e nos entregou a Cristo para sermos salvos por Ele e termos vida Nele, mas, como temos o livre arbítrio, temos opção de escolha, podemos rejeitar, podemos não aceitar, e, não aceitando, estamos escolhendo desobedecer-lhe e, consequentemente, estamos escolhendo a morte. Mas os que aceitam o chamado e se submetem a Ele sabem que Jesus é o Filho de Deus e que não há salvação ou vida fora Dele, por isto procuram obedecer-lhe em tudo, seguem o exemplo de Jesus, que foi obediente ao Pai até a morte, e morte de cruz. “Eu rogo por eles; não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são teus. E todas as minhas coisas são tuas, e as tuas coisas são minhas; e neles sou Glorificado.” (João 17:9-10) Olha bem o que Jesus fala em oração ao Pai. Ele diz que está orando, clamando, intercedendo por aqueles que o Pai lhe deu, isto é, as pessoas que o buscam, as pessoas que sabem quem Ele é e procuram obedecer-lhe, as pessoas que querem a salvação. Somente por essas que Cristo orou. Ele não orou pelas pessoas que estão no mundo, que estão em pecado, que não o conhecem, e sim pelos que o buscam. “E eu já não estou mais no mundo, mas eles estão no mundo, e eu vou para ti. Pai Santo, guarda em teu Nome aqueles que me deste, para que sejam um, assim como nós. Estando eu com eles no mundo, guardava-os em teu Nome. Tenho guardado aqueles que tu me deste, e nenhum deles se perdeu, senão o filho da perdição, para que a Escritura se cumprisse. Mas agora vou para ti, e digo isto no mundo, para que tenham a minha alegria completa em si mesmos. Dei-lhes a tua Palavra, e o mundo os odiou, porque não são do mundo, assim como eu não sou do mundo. Não peço que os tires do mundo, mas que os livres do mal. Não são do mundo, como eu do mundo não sou. Santifica-os na tua Verdade; a tua Palavra é a Verdade.”(João 17:11-17).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
Pr. Henrique Lino


Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Comentários

Postagens Mais Acessadas

RAÇA DE VÍBORAS? QUEM SÃO?

E, vendo ele muitos dos fariseus e dos saduceus que vinham ao seu batismo, dizia-lhes: Raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira futura?(Mateus 3. 7)
           Aqui vemos como João Batista pregava, como ele falava e exortava para que os mesmos abandonassem os pecados e a religiosidade, muitos não gostavam porque achavam a pregação dura, mas João é aquele que foi enviado para preparar o caminho para Jesus, é o qual o Senhor testemunhou dele. “E eu vos digo que, entre os nascidos de mulheres, não há maior profeta do que João o Batista; mas o menor no Reino de Deus é maior do que ele.” (Lucas 7.28) João Batista não ficava alisando ego, não prometia bênçãos sem fim, nem mesmo prosperidade, mas chamava ao arrependimento. Ele não concordava com o fato de pecadores contumazes irem buscar somente o batismo com ele, ouvir a pregaçã o curta e direta dele, porém continuarem nos erros, nos pecados. Da mesma maneira existem hoje milhares de pessoas que gostam de ir à igrejas, de falarem o n…

A DIFERENÇA ENTRE O JUSTO E O ÍMPIO

Então vereis outra vez a diferença entre o justo e o ímpio; entre o que serve a Deus e o que não serve. (Malaquias 4.1)
                 Veja que a palavra de Deus chama a nossa atenção para que observemos as pessoas, que teme ao Senhor e as que não temem; devemos observá-las pela forma como vivem como enfrenta os problemas quando surgem, como educa e trata os seus familiares, e principalmente como reage diante do inesperado. Pois o mal vem sobre os justos e injustos, sobre bons e mal. “Para que sejais filhos do Pai que está nos céus; porque faz que o seu sol se levante sobre maus e bons e a chuva desça sobre justos e injustos.”(Mateus 5.45) Mas a diferença é exatamente como encaramos, pois se somos Justos, somos tementes e praticante da palavra, usaremos o nome e o poder do nome de Jesus e mandaremos o mal embora; e  também por maior que sej a o problema que estamos atravessando,   sabemos que vai passar logo, e temos paz, não perdemos a paz, e não nos desesperamos, pois a nossa confi…

FOME DA PALAVRA.

Eis que vêm dias, diz o Senhor Jeová, em que enviarei fome sobre a terra, não fome de pão, nem sede de água, mas de ouvir as palavras do Senhor. (Amós 8.11)
Temos um grande número de pessoas que buscam as igrejas somente para ouvir palavras de consolo, incentivo, ou bênçãos, pessoas estas que decoram alguns versículos e se pauta por eles, e exigem as suas bênçãos, e isto com respaldo, uma vez que pregadores estão distribuindo, ou vendendo bênçãos, prosperidade e tranqüilidade. Estas pessoas não querem saber de ouvir a verdade, não querem saber de obediência, querem salvação, e bênçãos somente por ir a igrejas. Chegará o dia que irão querer ouvir a palavra verdadeira e não acharão, não encontrarão a verdade, somente as mentiras, e engano como já existem muitos por ai. “E irão errantes de um mar até outro mar e do Norte até o Oriente; correrão por toda parte, buscando a Palavra do Senhor, e não acharão.” (Amós 8.12) As pessoas viajarão de um país a outro tentando encontrar pregadores da …