NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 27 de julho de 2017

PERTO E LONGE DE JESUS

"E eis que no mesmo dia iam dois deles para uma aldeia, que distava de Jerusalém sessenta estádios, cujo nome era Emaús. E iam falando entre si de tudo aquilo que havia sucedido." (Lucas 24:13-14)

         Jesus tinha sido preso, acusado, humilhado, espancado, cuspido, condenado e crucificado; tinha morrido na Cruz do Calvário sem reclamar, sem se lamentar, foi o Cordeiro mudo. Jesus fez isso por cada um de nós, pois Ele ocupou o nosso lugar, sofreu e morreu em nosso lugar, assumiu nossos erros, nossos pecados, um inocente morreu em nosso lugar. No domingo, três dias após a sua morte, Ele ressuscitou e apareceu para algumas mulheres, e agora dois discípulos Dele, que estavam indo para uma cidade, um povoado a onze quilômetros de Jerusalém, vão comentando sobre tudo o que aconteceu. Esses discípulos, ou seja, esses dois que criam em Jesus, que eram seus seguidores, estavam tão preocupados com o acontecido que a visão deles estava fechada. Ficaram tão perturbados, que se desviaram da fé, se afastaram da Palavra, porque, se estivessem na fé, saberiam que com certeza Jesus tinha ressuscitado, porque o Senhor tinha garantido que com três dias ressuscitaria. Muitas vezes estamos orando, buscando a presença do Senhor, mas ficamos tão preocupados com algo que nos aconteceu ou que presenciamos na vida de outros que nossos pensamentos se afastam da Palavra. Ficamos tão envolvidos com fatos que não paramos para pensar que tudo o que aconteceu ou está acontecendo é somente o que já estava previsto pela Palavra. Se analisarmos sempre tudo à luz do Evangelho, com certeza discerniremos, entenderemos tudo e glorificaremos o Nome do Senhor, pois veremos as suas promessas se cumprirem. "E aconteceu que, indo eles falando entre si, e fazendo perguntas um ao outro, o mesmo Jesus se aproximou, e ia com eles. Mas os olhos deles estavam como que fechados, para que o não conhecessem." (Lucas 24:15-16). Esses discípulos estavam falando de Jesus, mas não perceberam que Jesus tinha se aproximado deles e estava conversando com eles, estava tirando as dúvidas, esclarecendo, mas eles não estavam ouvindo, compreendendo, identificando a voz do Senhor. Muitas vezes estamos orando, clamando ao Senhor por um socorro, uma providência, e não percebemos que o Senhor já nos ouviu e nos respondeu. Continuamos clamando, pedindo, e não ouvimos, não entendemos que o Senhor está ao nosso lado nesta caminhada, explicando que é necessário que aquilo aconteça.
 "E Ele lhes disse: Que palavras são essas que, caminhando, trocais entre vós, e por que estais tristes? E, respondendo um, cujo nome era Cléopas, disse-lhe: És tu só peregrino em Jerusalém, e não sabes as coisas que nela têm sucedido nestes dias?" (Lucas 24:17-18). Jesus chega perguntando, questionando que palavras eram aquelas, sobre o que eles estão falando, o que estavam comentando. Eles respondem ainda acusando-o da ignorância dos fatos ocorridos em Jerusalém, querem saber se Ele é um estrangeiro que estava ausente quando aconteceu a prisão e morte de Jesus. Muitas vezes estamos orando, clamando, buscando resposta do Senhor, expondo o que estamos passando, nossa luta, nosso sofrimento, ou então podemos estar intercedendo por alguém e não percebemos que Jesus está ao nosso lado questionando o que estamos falando, o que estamos pedindo, e na nossa teimosia não paramos para ouvir, continuamos fazendo a nossa exposição. Falamos de injustiça, de dor, de sofrimento, de abandono, de agonia, de enfermidades, falamos, lamentamos tudo, mas não o ouvimos. Então o Senhor nos conduz pela sua Palavra, nos faz recordar, nos lembra o que está escrito, mas isto se realmente formos sinceros e se estivermos em busca verdadeira Dele. "E Ele lhes perguntou: Quais? E eles lhe disseram: As que dizem respeito a Jesus Nazareno, que foi homem profeta, poderoso em obras e palavras diante de Deus e de todo o povo; E como os principais dos sacerdotes e os nossos príncipes o entregaram à condenação de morte, e o crucificaram. E nós esperávamos que fosse Ele o que remisse Israel; mas agora, sobre tudo isso, é já hoje o terceiro dia desde que essas coisas aconteceram. É verdade que também algumas mulheres dentre nós nos maravilharam, as quais de madrugada foram ao sepulcro; E, não achando o seu corpo, voltaram, dizendo que também tinham visto uma visão de anjos, que dizem que Ele vive. E alguns dos que estavam conosco foram ao sepulcro, e acharam ser assim como as mulheres haviam dito; porém, a Ele não o viram." (Lucas 24:19-24). Jesus os questiona, e eles simplesmente apresentam argumentos humanos, e principalmente apresentam as suas dúvidas e incredulidade, pois dizem que as mulheres tiveram uma visão de anjos e falaram que Ele vivia. Eles não queriam acreditar, queriam que tivesse sido de outra forma, não se ativeram à Palavra, mesmo porque sabiam que o Messias, Cristo, veio para remir Israel, libertar, mas não fisicamente, e sim espiritualmente, como está em sua Palavra, como é a Promessa. Nós ficamos clamando por algo e Jesus já veio e está ao nosso lado, e também já nos disse que o que aconteceu ou o que está acontecendo é o que deveria acontecer, e que a Promessa Dele vai se cumprir, e que em nenhum momento Ele prometeu que seria fácil, que seria uma caminhada tranquila, Ele prometeu simplesmente a Vitória a todos os que perseverarem. Jesus está nos respondendo, está chamando a nossa atenção por causa da nossa dúvida e de nossa incredulidade, de nossa falta de fé, está mandando abrirmos os nossos olhos espirituais e vermos que a Palavra está se cumprindo, e glorificar o seu Nome. "E Ele lhes disse: Ó néscios, e tardos de coração para crer tudo o que os profetas disseram! Porventura não convinha que o Cristo padecesse estas coisas e entrasse na sua Glória? E, começando por Moisés, e por todos os profetas, explicava-lhes o que Dele se achava em todas as Escrituras." (Lucas 24:25-27). Jesus os chama de néscios, de incrédulos, de sem fé, e os conduziu à Palavra para que eles entendessem que nada saiu fora, e que tudo se cumpriu de acordo com a sua Palavra. Portanto, devemos primeiro, antes de comentar, antes de ficar fazendo pedidos ou reclamações ao Senhor, examinar nas escrituras se realmente temos motivos para isso, porque Jesus já nos respondeu e está na sua Palavra, no seu Evangelho. "E chegaram à aldeia para onde iam, e Ele fez como quem ia para mais longe. E eles o constrangeram, dizendo: Fica conosco, porque já é tarde, e já declinou o dia. E entrou para ficar com eles. E aconteceu que, estando com eles à mesa, tomando o pão, o abençoou e partiu-o, e lho deu. Abriram-se lhes então os olhos, e o conheceram, e Ele desapareceu lhes. E disseram um para o outro: Porventura não ardia em nós o nosso coração quando, pelo caminho, nos falava, e quando nos abria as Escrituras?" (Lucas 24:28-32). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário