NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sexta-feira, 30 de junho de 2017

AMAR COM O PENSAMENTO

"Ora, pois, já que Cristo padeceu por nós na carne, armai-vos também vós com este mesmo pensamento, que aquele que padeceu na carne já cessou do pecado." (1 Pedro 4:1)

 Cristo veio em carne, sofreu todo tipo de humilhação e morreu em nosso lugar, para nos dar vida, para que pudéssemos ser livres da acusação do fardo do pecado. Devemos ter a consciência do sacrifício de Jesus em nosso favor e lembrar que Ele levou todos os nossos males, portanto não podemos ir em busca de novos sofrimentos, porque todas as vezes que Lhe desobedecemos, que praticamos pecados, estamos buscando sofrimentos e dores para nós. Temos que assumir a sua morte, porque, se Ele morreu por nós, então estamos mortos para o pecado, assim o pecado não pode imperar, não pode dominar. A morte não tem poder, porque Cristo a venceu, mas, se ela ainda está comandando as nossas vidas, é porque não assumimos a morte de Jesus. Todos os nossos sofrimentos advêm do pecado, e os únicos responsáveis pelas nossas dores e sofrimentos somos nós mesmos, porque Jesus já nos libertou de todos. Jesus já levou todas as nossas enfermidades, mas ainda vemos muitas pessoas enfermas. "Para que se cumprisse o que fora dito pelo profeta Isaías, que diz: Ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e levou as nossas doenças." (Mateus 8:17). Não existe motivo para ninguém padecer com qualquer enfermidade a não ser o pecado, pois somente a pessoa é a responsável, uma vez que já somos libertos pelo Senhor. Quando reconhecemos o Sacrifício da Cruz, aceitamos a morte de Jesus, aceitamos a nossa morte para o pecado, para a nossa vontade carnal, então somos livres de tudo e de toda enfermidade, mas somente quando reconhecemos essa morte, quando entendemos que a vida está em Jesus e que, para a recebermos, temos que viver Nele. "Para que, no tempo que vos resta na carne, não vivais mais segundo as concupiscências dos homens, mas segundo a vontade de Deus." (1 Pedro 4;2). Não sabemos quando será o momento da nossa partida. Todos nós estamos em uma longa, extensa fila, e somos chamados não por idade ou outra escolha qualquer. Se formos chamados agora, para onde iremos, será que estamos vivendo realmente de acordo com a Palavra de Deus? Porque, caso contrário, iremos padecer por toda a eternidade. Vamos aproveitar o nosso tempo aqui para viver a morte de Cristo, e assim termos vida aqui e sempre.
 "Porque é bastante que no tempo passado da vida fizéssemos a vontade dos gentios, andando em dissoluções, concupiscências, borrachices, glutonarias, bebedices e abomináveis idolatrias." (1 Pedro 4:3). No passado, antes de conhecermos o Evangelho, antes de conhecermos Cristo, andávamos em todos os tipos de pecados. Não falo antes de frequentar uma igreja denominacional, digo antes de conhecer o Senhor, porque, a bem da verdade, são muitos os que estão dentro de templos e continuam nos erros e pecados. São muitos os que, apesar de estarem em um interior de um templo, até mesmo no altar, nos púlpitos, continuam fazendo a vontade da carne, continuam se submetendo ao pecado. Mas, quando a pessoa conhece realmente o Senhor, ela tem temor e tremor, ou seja, não se permite o pecado, tem medo de errar. Mas, agora, sabendo quem é o Senhor, reconhecendo que Ele sofreu e morreu por nossa causa, não mais aceitemos o erro e o pecado. Não se pode falar em amor a Deus, se praticamos pecados, se Lhe desobedecemos, porque amar Deus é obedecer. "E acham estranho não correrdes com eles no mesmo desenfreamento de dissolução, blasfemando de vós."(1 Pedro 4:40). Aqueles que acham que podem continuar nos erros, que podem viver atendendo a vontade da carne, os que vivem em paixões loucas, os que se preocupam exclusivamente em viver segundo as normas do mundo, estão indo a passos largos para o sofrimento e morte eterna. Os que vivem dentro de templos, mas que continuam nos erros ou ensinando a mentira, o engano, ou se omitindo da verdade, com certeza nunca conheceram o Senhor. Portanto, eles não podem ser nossos companheiros, não podem ser nossos amigos, irmãos, porque simplesmente estão rindo do sofrimento e morte de Cristo. Não se pode ter inveja deles porque estão indo para a morte, além de buscarem todos os tipos de dores e sofrimentos aqui. " Os quais hão de dar conta ao que está preparado para julgar os vivos e os mortos."(1 Pedro 4:5).Todos esses rebeldes, conhecedores ou não da Palavra de Deus, irão prestar contas ao Senhor, que não mais será advogado, mas simplesmente Juiz. Assim, os que teimam em viver o mundo, no mundo, desfrutando de prazeres, buscando, almejando as coisas perecíveis, também perecerão. Assumir a morte de Cristo é morrer para mundo e as suas concupiscências.
 "Porque por isto foi pregado o Evangelho também aos mortos, para que, na verdade, fossem julgados segundo os homens na carne, mas vivessem segundo Deus em espírito; E já está próximo o fim de todas as coisas; portanto sede sóbrios e vigiai em oração."(1 Pedro 4:6-7). Porque por isso, a razão é expressa adiante, na frase que começa com "para que" não tem ligação com o versículo anterior. Foi pregado aos mortos. Essa pregação foi um acontecimento passado, a pessoas que então viviam, mas já estavam mortas nos dias do autor da carta. Não haverá oportunidade para as pessoas serem salvas após a morte, como vemos em Hebreus (9:27). O Evangelho é pregado às pessoas nesta vida para que, mediante a morte de Cristo, recebam julgamento agora e evitem o juízo vindouro. Portanto, devemos atentar para não haver entendimento ou interpretação errada. Temos que viver pautados pela Palavra de Deus, porque por ela seremos julgados, uma vez que Cristo é o Verbo, é a Palavra. "Mas, sobretudo, tende ardente amor uns para com os outros; porque o amor cobrirá a multidão de pecados." (1 Pedro 4). Viver a Palavra de Deus é viver em amor, é praticar o amor, porque Deus é Amor. Jesus deixou somente dois mandamentos para nós, que é amar a Deus e ao próximo. Ter ardente amor uns para com os outros é sempre buscar o melhor para o próximo, querer que o próximo desfrute das abundâncias do Senhor. Não se pode concordar com o que o mundo denomina amor, porque isso é um sentimento carnal, destrutivo. O que o mundo chama de amor é concordante com o pecado, é colocar o ser humano em uma posição inferior aos animais irracionais. Quem ama confronta o pecado e não o tolera só para agradar a ninguém, não aceita o viver desregrado de alguém porque essa pessoa se diz feliz. Todo o tempo pregamos o amor, falamos de Jesus, ensinamos o que é o verdadeiro amor. Quem ama um animal mais do que seu próximo não conhece o Senhor, porque nenhum animal será submetido ao julgamento, a juízo, somente nós, e seremos punidos por não termos amado o próximo, por não termos confrontado o pecado. Amar é viver segundo o amor, que é Jesus. "Sendo hospitaleiros uns para com os outros, sem murmurações, Cada um administre aos outros o dom como o recebeu, como bons despenseiros da multiforme graça de Deus." (1 Pedro 4:9-10).Temos que amar o próximo, socorrer, atender a todos os que necessitam, temos que apresentar o Evangelho de Jesus Cristo em palavras, mas muito mais pela nossa maneira de agir. Temos que, através das nossas ações, conduzir muitos à presença do Senhor. Amar é sempre procurar conduzir todos a Deus. Temos o maior exemplo de amor, que foi Jesus, que morreu por todos nós, e, portanto, como mortos Nele, façamos a nossa parte. "Se alguém falar, fale segundo as Palavras de Deus; se alguém administrar, administre segundo o Poder que Deus dá; para que em tudo Deus seja glorificado por Jesus Cristo, a quem pertence a glória e poder para todo o sempre. Amém."(1 Pedro 4:1). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário