NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

domingo, 29 de janeiro de 2017

LUZ E SAL

"Vós sois o sal da terra; e se o sal for insípido, com que se há de salgar? Para nada mais presta senão para se lançar fora, e ser pisado pelos homens."(Mateus 5:13)

 Jesus compara o cristão ao sal, mostrando que é impossível o verdadeiro cristão não se sobressair, não fazer a diferença. Assim como é o sal o principal tempero, é o que dá gosto à comida e faz realçar o sabor dos alimentos, nós também temos a função de fazer realçar, aparecer o que as pessoas têm de melhor, levando até elas o Evangelho de Jesus Cristo. E assim, quando se convertem, também passam a ser sal. O sal que não salga para nada presta, por isso sabemos que temos que ser um sal forte em sabor. Cristão faz a diferença, não tem como se misturar, pois todos percebem que ele não é igual. O comportamento, a fala, a maneira de agir do cristão, do discípulo de Jesus é totalmente diferente do mundo, assim não é possível se misturar, e todos o reconhecem e o identificam. Não importa se somos reconhecidos e criticados, perseguidos, o fato é que somos diferentes. Mas quando, para agradar o mundo, os que se dizem cristãos começam a agir igual às pessoas que não conhecem o Senhor, então já não servem para nada, a não ser para serem jogados fora, assim como o sal insípido."Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte;
Nem se acende a candeia e se coloca debaixo do alqueire, mas no velador, e dá luz a todos que estão na casa." (Mateus 5:14:15).
 Ser a luz do mundo, ser uma luz no mundo que jaz nas trevas, que vive na escuridão, essa é a nossa função, porque onde existe escuridão e chega a luz, se acende a luz, acaba a escuridão e tudo se torna claro, então existe conhecimento de tudo o que existe no local. Portanto, a nossa obrigação como cristãos é fazer a diferença, é sermos reconhecidos como discípulos de Jesus. Não por ficarmos insistindo com as pessoas para irem à igreja, mas por falarmos de Jesus e vivermos de maneira diferente e pacífica. "Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus." (Mateus 5:16). Temos que fazer a diferença se somos realmente cristãos, e não somente faladores, religiosos; temos a obrigação de apresentar Jesus a todo o tempo. Temos que apresentar a Verdadeira Luz, que ilumina todos e que nada lhe é oculto.
 "Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir." (Mateus 5:17). Jesus não veio na rebeldia, não veio como um anarquista, ao contrário, veio para cumprir a lei. Jesus cumpriu toda a lei e foi o único que conseguiu tal coisa e fez isso por nós, e por tal motivo conseguiu nos dar o direito à salvação. Todos os profetas antes falavam a seu respeito, todos eles mostravam que o Messias viria e salvaria o povo. A lei que Moisés entregou conduzia para Jesus, e Ele veio e tudo se cumpriu. Jesus é o nosso exemplo de obediência, assim não cabe criticar a antiga lei que teve um papel fundamental. Ela foi o caminho, foi o aio que conduziu a Cristo, mas agora temos o Senhor, temos que cumprir a sua lei. Temos que cumprir o Novo Testamento, a Nova Aliança feita no Sangue de Cristo. "Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til jamais passará da lei, sem que tudo seja cumprido."(Mateus 5:18). Nada pode ser tirado ou acrescentado do Evangelho, assim como a antiga lei, o til é o menor sinal da língua hebraica, e, apesar da dor, sofrimento, humilhação por que teve que passar, Jesus se submeteu e tudo se cumpriu. Quando Ele fez essa afirmação, foi ainda no início do seu ministério e sabia o que passaria. Ele não fugiu, não permitiu alteração e se submeteu a tudo e morreu como estava escrito a seu respeito, as profecias se cumpriram Nele. A Palavra de Deus é perfeita, é maravilhosa, e se cumpre em todos os sentidos, se cumpriu na vida de Jesus em nosso benefício e se cumprirá em nós também. O que importa é a nossa obediência, assim como o nosso mestre foi obediente até a morte e de Cruz. "Qualquer, pois, que violar um destes mandamentos, por menor que seja, e assim ensinar aos homens, será chamado o menor no Reino dos céus; aquele, porém, que os cumprir e ensinar será chamado grande no Reino dos céus."(Mateus 5:19). Mas os que vivem e pregam um Evangelho diferente, tentando aplicar uma velha lei que se cumpriu em Jesus, estão conduzindo o rebanho ao matadouro, para onde irão junto com ele, porque não se pode omitir a Verdade, nem invalidar o Sacrifício da Cruz, não se pode desprezar o que o Senhor sofreu em nosso lugar. Assim, temos a obrigação de ensinar a verdade, ensinar Jesus, porque, caso contrário, seremos pequeninos. Mas seremos grandes se ensinarmos a Verdade, ensinarmos Jesus, ensinarmos o Evangelho, mostrarmos que vivemos não na lei, mas na Graça Salvífica do Senhor.
 "Porque vos digo que, se a vossa justiça não exceder a dos escribas e fariseus, de modo nenhum entrareis no Reino dos céus." (Mateus 5:20). Se formos iguais, ou se quisermos ser iguais a todos, não conhecemos o Senhor, porque é a nossa obrigação sermos diferentes, sermos o sal, a luz do mundo. Temos que apresentar o Senhor pelo nosso caráter, pela nossa maneira de agir, de nos portar em toda a parte, não como religiosos que muito falam, mas se misturam em comportamento. Temos que ser acima da média, sermos apontados como pessoas diferentes, se quisermos ter vida abundante. Se não formos diferentes, não seremos cidadãos do Reino, não viveremos segundo os estatutos do Reino. Não podemos ter medo de ser diferentes, de sermos apontados e criticados pelo mundo, temos que buscar aprovação somente do Senhor. Não se pode querer agradar pessoas e o Senhor, não se pode viver no mundo para o mundo e querer servir o Senhor. O amor ao mundo é a inimizade com Deus. O discípulo de Jesus não se envolve com negócios deste mundo, porque vive em função do Reino, assim a nossa justiça, o nosso senso de justiça é superior, porque é do Reino. "Ouvistes que foi dito aos antigos: Não matarás; mas qualquer que matar será réu de juízo." (Mateus 5:21). Jesus mostra alguns exemplos da Justiça de Deus, e como devemos praticá-la, porque a antiga lei dizia "não matarás", e é condenado todo aquele que tirar a vida do seu semelhante. Mas temos que entender o que é ser sal, ser luz agora, fazer a diferença, agir em conformidade com o Evangelho. "Eu, porém, vos digo que qualquer que, sem motivo, se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e qualquer que disser a seu irmão: Raca, será réu do sinédrio; e qualquer que lhe disser: Louco, será réu do fogo do inferno."(Mateus 5:22). Na antiga lei e na lei dos homens, do mundo, a pessoa só é considerada homicida se matar alguém, mas, na nova lei de Deus, na lei da Graça, do Evangelho de Jesus Cristo, só em chamar alguém de tolo, bobo (Raca), só pelas nossas palavras seremos lançados no inferno. A Graça, Jesus não veio para nos dar liberdade de agir segundo o nosso querer ou entendimento, e sim liberdade de escolher viver ou morrer, obedecer ou se rebelar. E obedecer é ser luz, ser sal, é saber que não podemos fazer nada contra ninguém que não queremos que faça a nós mesmos. Portanto, a nossa justiça tem que ser superior a todos, porque conhecemos Cristo e sabemos que não temos outro caminho a não ser obedecer, para termos vidas. "Portanto, se trouxeres a tua oferta ao altar, e aí te lembrares de que teu irmão tem alguma coisa contra ti, Deixa ali diante do altar a tua oferta, e vai reconciliar-te primeiro com teu irmão e, depois, vem e apresenta a tua oferta. Concilia-te depressa com o teu adversário, enquanto estás no caminho com ele, para que não aconteça que o adversário te entregue ao juiz, e o juiz te entregue ao oficial, e te encerrem na prisão. Em verdade te digo que de maneira nenhuma sairás dali enquanto não pagares o último ceitil." (Mateus 5:23-26). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário