NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 23 de novembro de 2016

MANIFESTAÇÃO DE JESUS

"Depois disto manifestou-se Jesus outra vez aos discípulos junto do mar de Tiberíades; e manifestou-se assim: Estavam juntos Simão Pedro, e Tomé, chamado Dídimo, e Natanael, que era de Caná da Galiléia, os filhos de Zebedeu, e outros dois dos seus discípulos." (João 21:1-2)

 Jesus tinha sido crucificado e morto; tinha se entregado ali, na Cruz do Calvário, na sexta-feira, e José de Arimatéia solicitou o seu corpo e o sepultou. Mas Jesus ressuscitou no domingo e já tinha aparecido para alguns discípulos. Inclusive, um dos doze discípulos, por nome Tomé ou Dídimo, por não estar presente no momento em que Jesus tinha aparecido, duvidou e falou que só acreditaria se ele mesmo visse e tocasse em suas feridas. Jesus então apresentou-se outra vez e mandou-lhe tocar em suas feridas, e chamou-lhe a atenção pela incredulidade. Agora Jesus apareceu mais uma vez a vários discípulos junto ao lago de Genesare, ou lago de Tiberíades, para dar-lhes ensinamentos. Temos que observar que mesmo os discípulos que andaram com Jesus durante três anos presenciando todos os tipos de milagres ainda tinham dúvidas. Apesar de Jesus, quando em carne, ter-lhes alertado sobre tudo o que aconteceria, ter-lhes alertado, avisado que ressuscitaria, eles mesmo assim ainda não creram. Quando Jesus apareceu, desde o primeiro momento, desde a primeira vez, todos ficaram com medo, imaginavam que poderia ser um fantasma. Também assim são muitos os que se dizem crentes, mas não creem em nada, ou melhor, creem no mal, na enfermidade, e não creem na cura; creem na morte e não creem na vida. Creem em tudo, menos na Palavra de Deus, pois, se cressem, seriam praticantes e teriam medo de serem desobedientes e rebeldes. "Disse-lhes Simão Pedro: Vou pescar. Dizem-lhe eles: Também nós vamos contigo. Foram, e subiram logo para o barco, e naquela noite nada apanharam." (João 21:3). Pedro, que tinha como ofício, profissão ser pescador, resolveu ir pescar, e os colegas foram com Ele; assim todos os sete foram pescar. Não podemos condenar a atitude de Pedro, porque ele ainda estava triste e desolado com os últimos acontecimentos, e principalmente ainda não tinha recebido a convocação e nem o Poder de Deus para iniciar a sua missão. Muitas vezes nós, por sermos ansiosos, apressados, queremos fazer as coisas antes da hora, o que geralmente dá errado e nos traz somente sofrimentos. Antes de sairmos em missão, primeiramente temos que ser convocados pela Senhor, e irmos na hora em que Ele nos mandar, e só faremos alguma coisa se Ele estiver conosco.
 "E, sendo já manhã, Jesus se apresentou na praia, mas os discípulos não conheceram que era Jesus. Disse-lhes, pois, Jesus: Filhos, tendes alguma coisa de comer? Responderam-lhe: Não." (João 21:4-5). Logo pela manhã, após uma noite infrutífera, sem nada pescar, Jesus aparece na praia, mas eles não o reconheceram, somente viram um homem na praia que perguntava se eles tinham alguma coisa para comer. Apesar de ninguém comentar, citar, o fato é que Jesus, principalmente depois de ressurreto, tinha o hábito de mudar de aparência, e as pessoas não o reconheciam, como aconteceu quando Ele se apresentou a dois discípulos a caminho de Emaús. Ainda antes de morrer, vimos que várias vezes tentaram pegá-lo, e Ele escapava no meio dos seus perseguidores, e eles não conseguiam pegá-lo. Assim também aconteceu no dia da sua prisão, porque Judas Iscariotes teve, inclusive, que identificá-lo com um beijo. Acreditamos que Jesus somente se deixava ser reconhecido pelos seus discípulos e para quem queria, e no momento em que queria. Observamos agora que aqueles que o conheciam bem não o reconheceram, apesar de Ele falar com eles. "E ele lhes disse: Lançai a rede para o lado direito do barco, e achareis. Lançaram-na, pois, e já não a podiam tirar, pela multidão dos peixes. Então aquele discípulo, a quem Jesus amava, disse a Pedro: É o Senhor. E, quando Simão Pedro ouviu que era o Senhor, cingiu-se com a túnica (porque estava nu) e lançou-se ao mar." (João 21:6-7). Como os discípulos disseram que não tinham nada para comer, ou seja, não tinha pescado nada, então Ele manda que eles joguem a rede ao lado direito de onde estavam no barco. Após eles as lançarem, as redes se encheram de peixe; veio uma grande quantidade de peixes onde antes eles nada tinham conseguido pescar. Então João, o autor deste Evangelho, que é considerado e chamado como o discípulo amado, reconheceu Jesus e avisou Pedro. Vemos que eles reconheceram Jesus pelo milagre da pescaria, e não propriamente dito pela aparência, porque, ao perceberem o que havia acontecido, possivelmente se lembraram de uma outra pescaria. Temos que observar também a questão do respeito, do temor, que infelizmente está ausente hoje no meio denominado gospel, porque Pedro, ao saber que era Jesus, vestiu uma roupa, porque, como pescador, deveria estar somente de roupas de baixo, com uma espécie de cuecas, para que tivesse maior movimento para lançar as redes, além do grande calor que fazia na região mesmo à noite. Mas, ao saber que era Jesus, pulou na água, porque não queria, não se permitia que o Senhor o visse com trajes menores. Isto se chama temor, medo, respeito, o que todos nós devemos praticar. Mas hoje vemos nos templos denominacionais e também nos altares, nos púlpitos pessoas de bermudas, com chapéus, bonés, grandes decotes, saias e vestidos curtos, calças extremamente justas. Observamos o total desrespeito e a falta de temor com que se apresentam na presença do Senhor. Assim como vemos o respeito de Pedro quando ficou sabendo que era o Senhor, nós também devemos respeitar, temer o Senhor, porque Ele é Deus e não um nosso igual. Ele é a maior autoridade que existe no mundo. "E os outros discípulos foram com o barco (porque não estavam distantes da terra senão quase duzentos côvados), levando a rede cheia de peixes. Logo que desceram para terra, viram ali brasas, e um peixe posto em cima, e pão. Disse-lhes Jesus: Trazei dos peixes que agora apanhastes. Simão Pedro subiu e puxou a rede para terra, cheia de cento e cinquenta e três grandes peixes e, sendo tantos, não se rompeu a rede. Disse-lhes Jesus: Vinde, comei. E nenhum dos discípulos ousava perguntar-lhe: Quem és tu? sabendo que era o Senhor. Chegou, pois, Jesus, e tomou o pão, e deu-lhes e, semelhantemente o peixe. E já era a terceira vez que Jesus se manifestava aos seus discípulos, depois de ter ressuscitado dentre os mortos." (João 21:8-14). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas,  ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário