NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sexta-feira, 29 de julho de 2016

INCREDULIDADE E MEDO

"E falando eles destas coisas, o mesmo Jesus se apresentou no meio deles, e disse-lhes: Paz seja convosco." (Lucas 24: 36)

 Durante três anos, Pedro, João e os outros discípulos estiveram convivendo com Jesus, ouvindo suas pregações, sendo ensinados por Ele, e vendo inúmeros milagres e maravilhas. Estiveram se alimentando diretamente da Fonte Inesgotável, receberam poder e foram enviados em Nome do Senhor para preparar as pessoas, expulsarem demônios, curarem pessoas, tudo em Nome de Jesus. Viram e ouviram Jesus orando e falando com o Pai, e também ouviram o Pai responder a Ele, além de Jesus informar-lhes sobre tudo o que iria acontecer. Jesus disse a eles que a Palavra se cumpriria Nele, que seria preso, humilhado e que morreria, mas que no terceiro dia ressuscitaria, e foi o que aconteceu. Mas, apesar de Jesus ter falado, prevenido-os sobre tudo o que aconteceria, quando aconteceu, eles não acreditaram e se sentiram decepcionados quando Jesus morreu. Apesar de Jesus ter dito que morreria, quando isto aconteceu, sentiram-se frustrados, enganados, porque não acreditavam na ressurreição, não acreditavam que Jesus poderia ressuscitar dos mortos. Portanto, sabemos que, apesar de ouvir Jesus, não criam totalmente em sua Palavra, porque, caso contrário, simplesmente ficariam aguardando da sua volta. Mas, agora, reunidos e ainda meio perdidos, comentavam sobre alguns irmãos que tinham relatado que tinham visto o Senhor, além das mulheres que também o tinham visto. Mesmo assim a maioria não acreditava, não cria no Senhor e não cria nos que o tinham visto. Ainda estavam discutindo sobre isso quando Jesus aparece onde eles estão. Chega cumprimentando-os e trazendo a paz."E eles, espantados e atemorizados, pensavam que viam algum espírito." (Lucas 24:37). Quando era para eles ficarem alegres, felizes, ficaram com medo, achavam que estavam vendo um fantasma, um espirito qualquer, não acreditavam no que estavam vendo, apesar de Jesus ter estado ensinando-lhes durante os três anos aproximados do seu ministério terreno, e explicado que não existe fantasma, que eles não poderiam acreditar no que não existia; na verdade, Jesus estava diante deles e eles ficaram com medo, não acreditavam que Ele poderia estar vivo, isto porque o viram morrer na Cruz do Calvário. Infelizmente, a incredulidade é algo latente no ser humano, pois querem somente acreditar no que veem e podem tocar.
 "E Ele lhes disse: Por que estais perturbados, e por que sobem tais pensamentos aos vossos corações?" (Lucas 24:38). Esse encontro poderia e deveria ter sido mais alegre e festivo, deveria ser simplesmente a entrada de alguém que estava sendo aguardado com ansiedade e muita felicidade. Mas, ao contrário, Jesus chegou e chamou-lhes a atenção por causa da incredulidade e do medo deles. Jesus questiona o porquê de eles permitirem os pensamentos de dúvidas e incredulidades, de medo, uma vez que deveriam saber que era Ele. Deveriam tê-lo reconhecido, mas, mesmo estando diante Dele, não o reconheciam, e ainda pensavam que era um fantasma, algo que não existia. Assim, as pessoas preferem acreditar em quaisquer coisas, mas não acreditam em Jesus, não acreditam na sua Palavra, porque, se assim fosse, viveriam de maneira diferente, viveriam pela fé. Por não crerem, não praticam a fé, e por tal motivo padecem em suas misérias. As pessoas, mesmo dentro de templos, sendo religiosas, mesmo carregando uma Bíblia, preferem muitas vezes acreditar em quaisquer coisas, quaisquer ensinamentos heréticos, mas não acreditam simplesmente na Palavra e não ficam na expectativa, não aguardam a ação do Senhor, não o esperam com alegrias. "Vede as minhas mãos e os meus pés, que sou eu mesmo; apalpai-me e vede, pois um espírito não tem carne nem ossos, como vedes que eu tenho. E, dizendo isto, mostrou-lhes as mãos e os pés." (Lucas 24: 39-40). Mesmo diante do Senhor, mesmo Ele falando quem era, e ainda mostrando os sinais, mandando tocar em seus ferimentos, lembrando que espírito, fantasma não tem carne e osso e Ele tinha, mesmo assim a incredulidade, o medo deles era tão grande que, mesmo Jesus falando, explicando, eles não conseguiam acreditar Nele. Assim somos nós, Jesus está o tempo todo nos falando, mandando nos aquietar e aguardar, mandando que creiamos Nele, que pratiquemos a sua Palavra, que não andemos ansiosos, mas preferimos ignorar e viver de maneira aloucada, tentando fazer as coisas com as nossas mãos. E por tal motivo nada conseguimos, a não ser confusão, cansaço e desânimo. Os discípulos de Jesus não creram Nele, apesar de Jesus ter avisado antes o que iria acontecer, apesar de tê-los avisado que ressuscitaria. Quando Ele ressuscitou e apareceu, eles não creram. Apesar de agora ressurreto falar com eles, mesmo assim ainda não criam, apesar de Jesus mandar que lhe tocassem, mesmo assim a incredulidade estava perseverando.
 "E, não o crendo eles ainda por causa da alegria, e estando maravilhados, disse-lhes: Tendes aqui alguma coisa que comer? Então eles apresentaram-lhe parte de um peixe assado, e um favo de mel; O que ele tomou, e comeu diante deles." (Lucas 24:41-43). Jesus pergunta se há alguma coisa para comer, não que estivesse com fome, mas para mostrar que não era um fantasma ou um espírito qualquer, porque todos sabem que espíritos e fantasmas não comem, e assim eles lhe deram um peixe assado e favo de mel, e ficaram alegres ao comprovar que era Jesus, que Ele realmente estava vivo, que a morte não tinha poder sobre Ele. Assim é a humanidade, assim são os que se dizem discípulos de Jesus, porque, quando vem a enfermidade, eles não acreditam na Palavra de Jesus, que disse que já levou todas as nossas enfermidades, mas preferem acreditar na própria enfermidade. Preferem acreditar em quaisquer coisas, mas não crerem na Palavra, e sabemos que Jesus é a Palavra, e o que Ele diz é o que acontece. Preferem acreditar no problema a acreditar na solução, que é Jesus. As pessoas têm medo e dúvidas, sendo que deveriam ter fé. "E disse-lhes: São estas as palavras que vos disse estando ainda convosco: Que convinha que se cumprisse tudo o que de mim estava escrito na lei de Moisés, e nos profetas e nos Salmos." (Lucas 24:44). Jesus então começa a explicar mostrando-lhes que já tinha dito a eles que essas coisas iriam acontecer, que Deus já tinha usado Moisés e os profetas para falarem sobre Ele, que a Palavra se cumpre, que os profetas, os salmos falavam tudo o que iria acontecer e estava acontecendo. Lembrou que Ele tinha dito que tudo se cumpriria, portanto não é novidade, mas simplesmente o cumprimento da Palavra de Deus. Jesus mostra que tudo o que aconteceu com Ele, sua prisão, crucificação e morte já estava determinado por Deus há muito, e já estava relatado a todos, mas eles não tinham acreditado na Palavra de Deus. "Então abriu-lhes o entendimento para compreenderem as Escrituras. E disse-lhes: Assim está escrito, e assim convinha que o Cristo padecesse, e ao terceiro dia ressuscitasse dentre os mortos, E em seu Nome se pregasse o arrependimento e a remissão dos pecados, em todas as nações, começando por Jerusalém."(Lucas 24:45-47). Jesus abre-lhes o entendimento para conhecer, entender a Palavra de Deus, e então explica tudo, tudo sobre o plano de Deus para a humanidade e o que Ele espera de nós. E mostra que é para pregar o arrependimento e a remissão de pecados em todo o mundo, e começou por Jerusalém. Assim, se somos obedientes, se cremos em sua Palavra, então simplesmente pratiquemos a sua ordenança, pois é o que espera de nós. "E destas coisas sois vós testemunhas. E eis que sobre vós envio a promessa de meu Pai; ficai, porém, na cidade de Jerusalém, até que do alto sejais revestidos de poder. E levou-os fora, até Betânia; e, levantando as suas mãos, os abençoou. E aconteceu que, abençoando-os Ele, se apartou deles e foi elevado ao céu. E, adorando-o eles, tornaram com grande júbilo para Jerusalém. E estavam sempre no templo, louvando e bendizendo a Deus. Amém." (Lucas 24:48-53).
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário