NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

terça-feira, 28 de junho de 2016

OS DOIS BARCOS

"E aconteceu que, apertando-o a multidão, para ouvir a Palavra de Deus, estava Ele junto ao lago de Genesaré; E viu estar dois barcos junto à praia do lago; e os pescadores, havendo descido deles, estavam lavando as redes." (Lucas 5:1-2)

Jesus estava pregando a poderosa Palavra de Deus junto ao lago Genesaré, ou mar de Tiberíades, como também era conhecido, e, como sempre, havia uma grande multidão ao seu redor. Muitos o seguiam para ouvirem a Palavra, outros em busca de um milagre, uma cura, e outros tantos com o objetivo de levantá-lo como rei físico de Israel. Também não podemos nos esquecer dos fariseus, dos religiosos que estavam ali por inveja, buscando um motivo para acusá-lo de não cumprir a lei de Moisés. Verdade é que na plateia havia todos os tipos de pessoas e com os mais variados motivos, mas Jesus tinha conhecimento disso. Jesus estava sendo sufocado, apertado pela multidão, o que dificultava, assim, a sua ministração. Sabemos como é a multidão, pois acaba impedindo os movimentos da pessoa, e Jesus vê ali na praia dois barcos de pescadores que estavam aportados, e os pescadores lavando as suas redes, assim como fazem todos os pescadores: quando retornam da sua pescaria e aportam, lavam as redes e se preparam para a próxima saída, próxima pescaria. Jesus sempre estava pregando, ministrando a Palavra, ensinando o seu Evangelho. "E, entrando num dos barcos, que era o de Simão, pediu-lhe que o afastasse um pouco da terra; e, assentando-se, ensinava do barco a multidão." (Lucas 5:3). Jesus tinha dificuldades para continuar a ensinar, a pregar o Evangelho ali na praia, pois a multidão o estava apertando, e Ele, vendo os dois barcos ali próximos, entra em um, que por sinal é de Simão Pedro, e lhe pede para se afastar um pouco, para que pudesse ser visto por todos na praia e também vê-los e ensinar. Jesus procurou o melhor lugar para continuar ministrando ao povo, porque, estando no barco, no mar, não tinha condições de o povo ficar apertando-o, e assim Ele tinha liberdade de movimentos. Também facilitaria para o povo, pois todos poderiam vê-lo sem problemas e ouvi-lo bem. Temos que entender que Jesus não estava procurando se distanciar do povo, mas procurando o jeito mais confortável para pregar, e as pessoas ouvirem e vê-lo. E então ali, no meio da água, ensinou o seu Evangelho a todos. Imaginamos o privilégio dessas pessoas: serem ministradas diretamente pelo Senhor.
 "E, quando acabou de falar, disse a Simão: Faze-te ao mar alto, e lançai as vossas redes para pescar." (Lucas 5:4). Observamos que as ministrações do Senhor tinham um tempo certo, Ele não ficava naquela pregação interminável, como muitos pregadores o fazem hoje. Claro que todo o tempo Ele estava ensinando com o seu jeito de viver, de falar e de se comportar. Mas, quando Ele parava para ensinar, reunia o povo e ministrava durante determinado tempo, depois seguia em frente, ou se reunia aos seus discípulos, algo assim. Tudo o que Jesus fazia era passar ensinamentos, e agora, após a sua ministração, Ele pediu a Pedro que adentrasse ao mar. Sabemos a origem e criação de Jesus, e sabemos que Ele não se dedicou à pescaria comum. Sabemos que José, o marido de Maria, dedicava-se ao trabalho como carpinteiro, e que Jesus, quando mais jovem, aprendeu esse ofício e o ajudava, mas Ele não foi pescador. Também sabemos que Simão Pedro e vários dos discípulos de Jesus eram pescadores profissionais, ou seja, entendiam com profundidade a arte da pescaria. Mas agora estamos vendo um carpinteiro ensinando o pescador a pescar. Jesus manda Pedro adentrar o mar e lhe diz para jogar as redes. "E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua Palavra, lançarei a rede." (Lucas 5:5). Veja o que é obediência, o que é submissão, humildade, porque Pedro simplesmente informa que ficaram a noite toda tentando pescar e nada conseguiram, mas sobre a Palavra Dele iriam lançar as redes. Por isso que Pedro veio a ser um dos mais conhecidos discípulos de Jesus, porque, além de humilde, era obediente. Simão, sendo pescador, ouve um carpinteiro lhe mandar lançar as redes onde ele tinha passado a noite sem pescar nada. Mas ele disse: "sobre a tua Palavra lançarei a rede". Entendo que essa resposta de Pedro é algo formidável, representa o caráter dele como servo e discípulo. Agora veremos a resposta a obediência."E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes, e rompia-se-lhes a rede." (Lucas 5:6). Onde durante toda a noite não tinha conseguido pescar nada, agora lançou a rede uma única vez, e ela veio cheia de peixes. A rede estava tão cheia que estava quase se arrebentando, o milagre da obediência. Pedro, como pescador, sabia que ali não havia peixe, porque ele tinha ficado toda uma noite tentando pescar, mas pela obediência à Palavra ele lançou a rede e a encheu.
 "E fizeram sinal aos companheiros que estavam no outro barco, para que os fossem ajudar. E foram, e encheram ambos os barcos, de maneira tal que quase iam a pique."(Lucas 5:7). Pegaram tantos peixes que tiveram que pedir ajuda, socorro a outro barco de pescadores, tamanha era a quantidade de peixes. O barco se encheu de tantos peixes que corria o risco de afundar por causa do peso, mas eles chamaram, buscaram ajuda. Onde antes não existiam peixes agora com uma única atirada de rede ficou superlotado o barco. Pedro simplesmente obedeceu, e a obediência gera bênçãos, milagres. Quando ignoramos a lógica, o entendimento humano, a nossa capacidade e simplesmente nos permitimos ser guiados pela Palavra, somos vitoriosos, pois o milagre acontece. Temos que aprender a obedecer. Mesmo que não estejamos vendo nada, e, segundo o entendimento humano, seja impossível, devemos mesmo assim obedecer, porque Jesus é o Criador de todas as coisas e, quando Ele fala, acontece."E vendo isto Simão Pedro, prostrou-se aos pés de Jesus, dizendo: Senhor, ausenta-te de mim, que sou um homem pecador."(Lucas 5:8). Quando Pedro viu o que aconteceu, quando ele viu o milagre, então caiu de joelhos diante do Senhor dizendo que ele era um pecador e não era digno da presença de Jesus. Vemos que a humildade de Pedro, a sua consciência como homem pecador o faz grande e digno, porque Ele reconheceu o Senhor, isto porque o milagre que aconteceu para ele foi algo grandioso, porque ele sabia que ali não havia peixes, que não havia condições de existirem tantos peixes como eles acabaram de pescar. Sabia que algo acontecera. Devemos, assim como Pedro, reconhecer a nossa condição de pecadores e nos rendermos aos pés do Senhor clamando por misericórdia, pois só Ele pode nos salvar. E o maior milagre que o Senhor faz em nossas vidas é nos libertar do fardo do pecado, nos dando condição de termos vida eterna. "Pois que o espanto se apoderara dele, e de todos os que com ele estavam, por causa da pesca de peixe que haviam feito."(Lucas 5:9). Pedro e os seus colegas, ao constatarem o milagre, ficaram temerosos, com medo, pois viram que aquele que estava com eles no barco era mais poderoso do que eles podiam imaginar. Esse milagre de Jesus é um grande ensinamento, sem querer menosprezar os outros tantos e grandiosos milagres que o Senhor fez. Mas quero destacar esse porque com ele aprendemos que devemos simplesmente obedecer ao Senhor Jesus, ao Verbo, à Palavra, que o milagre acontece, que devemos esquecer a nossa lógica, nosso entendimento, nossa inteligência e sermos somente obedientes. "E, de igual modo, também de Tiago e João, filhos de Zebedeu, que eram companheiros de Simão. E disse Jesus a Simão: Não temas; de agora em diante serás pescador de homens. E, levando os barcos para terra, deixaram tudo, e o seguiram." (Lucas 5:10-11). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário