NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sexta-feira, 29 de abril de 2016

AS LUTAS

Ora, pois, já que Cristo padeceu por nós na carne, armai-vos também vós com este pensamento, que aquele que padeceu na carne já cessou do pecado; (1 Pedro 4:1)

Jesus se despiu do seu Poder, e veio ao mundo como qualquer pessoa, nasceu como todos, e viveu de igual maneira, teve necessidades fisiológicas, vontades humanas, mas, venceu todas, padeceu todo tipo de sofrimento e humilhação, foi testado em tudo e aprovado, foi humilhado, nasceu na pobreza, em um curral (manjedoura) foi perseguido, pois ainda recém nascido José teve que fugir com Ele para o Egito, uma vez que Herodes queria mata-lo. Viveu uma vida normal, trabalhou foi carpinteiro e passou pelo batismo nas águas como todos os cristãos devem passar, porém durante todo o seu ministério foi perseguido, humilhado e depois traído e preso, novamente foi motivo de piada, e espancado, sentenciado, crucificado e morreu na cruz, para nos dar a vitoria, para que pudéssemos ser salvos; portanto se temos este conhecimento, e reconhecemos este sacrifício Dele, então sabemos que o pecado não tem domínio sobre nós. "Para que, no tempo que vos resta na carne, não vivais mais segundo as concupiscências dos homens, mas segundo a vontade de Deus." (1 Pedro 4:2). Portanto sendo sabedor desta verdade, conhecendo que a nossa vida aqui é nada comparada com a vindoura, e que aqui somente estamos no caminho, para vida ou morte eterna, e isto somente depende das nossas escolhas; então não podemos viver segundo as nossas vontades carnais, mas viver segundo a vontade de Deus, praticando os seus preceitos, vivendo as suas ordenanças, pois temos exemplo em Jesus que tudo venceu para nos mostrar que também venceremos se quisermos, e receberemos a vitoria como Ele recebeu. Não podemos nos dar o luxo de viver segundo os desejos carnais, segundo as nossas emoções, mas, só podemos viver segundo a vontade prescrita do nosso Pai que a sabemos através das nossas bíblias, e não através daquilo que queremos ser ensinados, devemos ser aprendizes de Jesus, como discípulo e seguir os passos do Mestre.
           "Porque é bastante que no tempo passado da vida fizéssemos a vontade dos gentios, andando em dissoluções, concupiscências, borrachices, glutonarias, bebedices e abomináveis idolatrias;" (1 Pedro 4:3). No passado antes de conhecer a Verdade, de conhecer a Jesus, vivíamos em pecados, e não tínhamos conhecimento, praticávamos tudo o que não deveríamos preocupávamos somente com farras, diversão e em fazer a vontade da carne, mas hoje tendo o conhecimento que temos devemos nos santificar e rejeitar todas estas coisas, errávamos por não conhecer , mas sendo sabedor hoje, não mais podemos, porque o nosso compromisso é com o Senhor. Quando nos convertemos ao Senhor perdemos amigos, e muitas das vezes conseguimos a antipatia dos nossos familiares, por não concordarem com a nossa mudança, e muitos tentam influenciar em nossas decisões. "E acham estranho não correrdes com eles no mesmo desenfreamento de dissolução, blasfemando de vós."(1 Pedro 4:4). As pessoas acham estranho que mudemos de vida, acham estranho abandonar as tradições, as imagens, as idolatrias, as farras, e não muitas vezes passam a nos ofender e falar mal, entretanto não devem ser motivos para nos esmorecer, ou fraquejar porque sabemos que corremos a corrida que nos leva a vida; mas em todo caso devemos priorizar o Senhor, e não olhar para nada, não abrir mão da nossa felicidade eterna. "Os quais hão de dar conta ao que está preparado para julgar os vivos e os mortos." (1 Pedro 4:5). Cada um irá prestar contas do que falou, de todas as palavras, irão dar conta da maneira que viveu e como viveu e influenciou porque sem exceção todos irão ser julgados e o julgamento é a Palavra, que agora muitos as desobedecem."Porque por isto foi pregado o evangelho também aos mortos, para que, na verdade, fossem julgados segundo os homens na carne, mas vivessem segundo Deus em espírito;" (1 Pedro 4:6).Os mortos aqui citados são pessoas que ouviram a pregação do Evangelho quando ainda vivos e, portanto receberam uma oportunidade de viver segundo Deus, em espírito. Aqui "em espírito" refere-se ao domínio do Espírito, com a vida eterna especialmente em vista quando Cristo foi vivificado pelo seu Espírito. Essa oportunidade também significou que eles fossem julgados segundo os homens da carne, concluindo que o assunto do julgamento eterno é determinado pela resposta das pessoas ao Evangelho enquanto vivas.
                    "E já está próximo o fim de todas as coisas; portanto sede sóbrios e vigiai em oração."(1 Pedro 4:7).Devemos estar atentos porque se aproxima o fim de todas as coisas, e todos seremos obrigados a apresentar as contas, os nossos talentos o que fizemos com eles, está próxima a vinda do Senhor, e quando estaremos todos diante Dele, e seremos julgados e sendo encaminhados para vida ou morte eterna."Mas, sobretudo, tende ardente amor uns para com os outros; porque o amor cobrirá a multidão de pecados." (1 Pedro 4:8).Portanto sejamos inteligentes e vivamos de acordo com a Palavra de Deus, de acordo com o Evangelho, isto para que realmente tenhamos vida. 
Leiam e pratique a Bíblia. Que Deus abençoe.
Um abraço.
                           Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário