NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

terça-feira, 22 de março de 2016

O SENHOR FALANDO

"E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria." (1 Coríntios 2:1)

 Infelizmente, vemos os púlpitos ocupados por teólogos e outros que muitas vezes trazem uma linguagem sofisticada e até mesmo de difícil entendimento para os mais simples, uma sofisticação idiomática conquistada através de anos em escolas e faculdades, que é utilizada para fundamentar e expressar a opinião deles. Portanto, ouvimos e vemos tudo acontecer nos púlpitos de várias denominações, mas só não vemos ou ouvimos a Palavra de Deus. O que comanda é a sabedoria humana, porque essas pessoas tudo fazem para convencer as pessoas a aceitarem um Jesus de barganha, um deus tolerante, e que, para ser salvo, basta levantar a mão e dizer que o aceita. Tudo fazem para convencer as pessoas a doarem, ofertarem, participarem de desafio, e assumirem compromisso de fidelidade àquele templo. Pregadores se especializaram em pregar baseados em sentimentos, porque são mestres em fazer as pessoas derramarem lágrimas, se emocionarem, e assim mais facilmente as conduzem aos seus propósitos. Pregadores utilizam todo o conhecimento humano para encher os seus templos e para manter as pessoas ali. Portanto, criam todos os tipos de atrativos, eventos, shows, eventos, para atraírem as pessoas aos seus templos, mesmo que para isso tenham que mentir e agir declaradamente contrário à Palavra de Deus, e ainda tentam alegar que o fim justifica os meios. Ensinam e pregam outro evangelho, um humano, terreno, diabólico, mentiroso e de morte. E são muitos os que são atraídos por essa armadilha de satanás e caminham aceleradamente para a morte. "Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado. E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor." (1 Coríntios 2:2-3). Precisamos ouvir a Palavra de Deus, o Evangelho de Jesus Cristo, porque é esse que dá vida. Temos que ouvir o Espírito de Deus, temos que permitir que o Espírito de Deus fale ao nosso coração. Nos púlpitos, temos que simplesmente ser usados pelo Senhor, temos que ser servos, ser porta-vozes somente, não falar o que entendemos ou sabemos, mas que o Senhor quer. E esse conhecimento de que necessitamos não adquirimos em faculdade, mas no Reino.
 "E a minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de Poder; Para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus." (1 Coríntios 2:4-5). Temos que falar do Poder de Deus, temos que apresentar o Senhor assim como Ele é. Não temos que aplicar uma verborragia comovente para convencer as pessoas a aceitarem Cristo. Temos que simplesmente apresentar o Senhor, porque quem convence é o Espírito Santo, e não buscamos ovelhas para nós, mas para o Reino e para o Senhor. Assim também não temos que nos preocupar em apresentar um evangelholight, porque esse não é o Evangelho de Jesus, não é o Evangelho da Salvação. Não temos que nos preocupar em fundamentar a nossa pregação em conhecimento humano, mas apresentar o Evangelho assim como ele é. Temos que mostrar que sem obediência, sem abandono de pecados, ninguém será salvo. Temos que ensinar que todos devem buscar a santidade, assim como quem nos chamou é Santo. Não precisamos justificar o Evangelho porque Ele é Vivo, é autojustificável, nosso dever é falar Dele e não de nós ou do que sabemos. Não temos que persuadir ninguém a aceitar Jesus, mas devemos falar quem é Cristo e o que Ele fez por nós, e o que espera que façamos."Todavia falamos sabedoria entre os perfeitos; não, porém, a sabedoria deste mundo, nem dos príncipes deste mundo, que se aniquilam." (1 Coríntios 2:6). Não podemos falar ou ensinar as coisas deste mundo, mesmo porque não fomos chamados para isso, além de que não somos cidadãos deste mundo, e sim do Reino de Deus. As coisas deste mundo passarão, sumirão, desaparecerão, mas o que falamos dura para sempre. Temos que ocupar os púlpitos dos templos para apresentar o Senhor, temos que nos aniquilar e deixar de lado todo o nosso conhecimento, nos esvaziar, e permitir que o Senhor nos use, e possamos ensinar o caminho do Reino. Não temos que ter preocupações em agradar ninguém, mas agradar somente ao Senhor. Não podemos nos preocupar em manter cheios os nossos templos, mas encher as pessoas com o Espirito de Deus, enchê-las de conhecimento, da Verdade. O púlpito de templos, de igrejas não é lugar para falar das coisas do mundo e muito menos de nós mesmos ou expressar as nossas opiniões pessoais.
 "Mas falamos a sabedoria de Deus, oculta em mistério, a qual Deus ordenou antes dos séculos para nossa glória; A qual nenhum dos príncipes deste mundo conheceu; porque, se a conhecessem, nunca crucificariam ao Senhor da glória." (1 Coríntios 2:7-8). Temos que ensinar sobre o Reino, apresentar o Evangelho assim como Ele é e nos é revelado pelo Espirito Santo. Não precisamos buscar conhecimento de Deus no mundo, porque o encontramos onde Ele está; temos que seguir o caminho que Ele mandou. O mundo não conhece o Senhor e nunca o conheceu, porque, se o tivesse conhecido, não teriam prendido, espancado e crucificado Cristo. Vemos que essa ordem para prender o Filho de Deus partiu foi de um púlpito, de um templo que se dizia ser de Deus; foram os religiosos, os sacerdotes de Israel que mandaram executar o Salvador. Portanto, não é porque é um local que se diz do Senhor que nele realmente se prega e ensina sobre Ele. Temos que conhecer o Senhor e vivê-lo, e não as teorias malucas contrárias a sua Palavra que conduzem à morte. O mundo exigiu a morte de Cristo, mas foram os mesmos que falavam que amavam Deus, portanto não é pelo muito falar, mas pela prática do Evangelho que conhecemos quem é do Reino e quem não é. Devemos pregar o Evangelho, falar da Verdade única, e não buscar glórias para nós ou qualquer outro reconhecimento. "Mas, como está escrito: As coisas que o olho não viu, e o ouvido não ouviu, e não subiram ao coração do homem, são as que Deus preparou para os que o amam."(1 Coríntios 2:9).Quando falamos do Reino, falamos de joia, a mais preciosa, falamos de algo que o mundo não conhece e nunca viu e verá, porque o mundo não tem parte com o Senhor, uma vez que, para termos parte no Reino, temos que sair do mundo, temos que fugir do que é material, físico, mundano, terreno. Mas os que buscam o Senhor Ele se deixará ser encontrado, e esses receberão o que é inimaginável, porque o que tem reservado para eles é maravilhoso. Assim dedicamos o nosso tempo a buscar o Reino, a falar e ensinar sobre Cristo, e não a falar de coisas mundanas ou sobre nós. Podemos testemunhar o que o Senhor tem feito e faz constantemente pelos seus. "Mas Deus no-las revelou pelo seu Espírito; porque o Espírito penetra todas as coisas, ainda as profundezas de Deus. Porque, qual dos homens sabe as coisas do homem, senão o espírito do homem, que nele está? Assim também ninguém sabe as coisas de Deus, senão o Espírito de Deus. Mas nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito que provém de Deus, para que pudéssemos conhecer o que nos é dado gratuitamente por Deus. As quais também falamos, não com palavras que a sabedoria humana ensina, mas com as que o Espírito Santo ensina, comparando as coisas espirituais com as espirituais."(1 Coríntios 2 :10-13). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário