NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quarta-feira, 23 de março de 2016

GRAÇA E PECADO

"Que diremos pois? Permaneceremos no pecado, para que a graça abunde? De modo nenhum. Nós, que estamos mortos para o pecado, como viveremos ainda nele?" (Romanos 6:1-2)

 Muitos fazem afirmações contrárias à Palavra de Deus, e, por não conhecerem o Evangelho, vivem e ensinam contra ele. Ouvimos muitos falarem que a Graça os deixa livres de sofrimento e da morte eterna, e que, portanto, uma vez que aceitem Jesus, é impossível padecer na eternidade. Pensam que, por terem aceitado Jesus, vivem na Graça, e, por mais que pratiquem, cometam pecados, sempre a misericórdia do Senhor os alcançará. Acham que podem pecar que nada fará o Senhor tirar os seus nomes do livro da vida. Mas o que eles não entendem é que o pecado afasta o Senhor de nós, que sem santidade ninguém verá Deus. "Segui a paz com todos, e a santificação, sem a qual ninguém verá o Senhor." (Hebreus 12:14). Aceitar a Graça é concordar em viver de maneira separada do mundo, viver exclusivamente para o Reino. Não existe a menor possibilidade de um pecador entrar no Reino de Deus, ser salvo, porque todos os que chegam à presença do Senhor têm que ser ex-pecadores. Têm que ter confessado o seu pecado, e o terem abandonado, porque o Senhor é Luz, e Nele não há sombra de trevas e nenhuma dúvida. Para recebermos a Graça, temos que morrer para o pecado, mortificar a nossa carne, nossos desejos, e viver exclusivamente de acordo com os preceitos do Senhor. Se morremos para o pecado, como poderemos viver nele? É impossível, e, se estamos ainda no pecado, é porque ele vive em nós. E se o pecado vive em nós, então o Senhor não vive em nós, e, se Ele não vive, somos trevas e trevas, estamos longe da Luz. Não existe outro Caminho que nos conduza à vida, o único Caminho é Jesus, que nos deu a Graça, mas, para viver nesse Caminho, devemos estar descontaminados, estar limpos. Assim sabemos que a nossa salvação nós a conquistamos diariamente, constantemente combatendo, esmurrando a nossa carne, porque somos seres espirituais e temos que andar e viver em espírito, porque não podemos satisfazer a vontade da carne, que é contra o espírito e ela nos conduz à morte. Não podemos de maneira nenhuma satisfazê-la, porque a carne é terrena, é barro, mas o espírito provém do Senhor, e assim devemos a todo tempo ouvi-lo e lutar contra o que é corrupto.
 "Ou não sabeis que todos quantos fomos batizados em Jesus Cristo fomos batizados na sua morte?" (Romanos 6:3). Se Jesus não tivesse vindo, se não tivesse morrido, não teríamos a Graça, e não teríamos a oportunidade de sermos salvos Nele. Assim, quando nos entregamos ao Senhor, quando nos submetemos ao batismo, estamos nos submetendo a sua morte, pois ela é vida, uma vez que Ele morreu, mas foi ressuscitado e vive para todo o sempre. Portanto, temos que assumir a sua morte, e, assim como Ele, temos que morrer para o mundo, porque, enquanto estivermos vivos para o mundo e para os seus prazeres, enquanto a nossa carne estiver dominando, não estamos Nele e, consequentemente, não experimentamos da Graça."De sorte que fomos sepultados com Ele pelo batismo na morte; para que, como Cristo foi ressuscitado dentre os mortos, pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida." (Romanos 6:4). Temos que andar em novidade de vida, ou seja, não mais como andávamos, não mais como vivíamos, entregues aos prazeres do mundo e à vontade da carne. Agora nos despojamos de tudo o que nos afasta do Senhor, e não permitimos mais a mentira em nossas vidas. Não aceitamos prostituição, adultério, fornicação, ódio, ressentimento, desonestidade e nem maldade, porque quem fala que conhece Cristo, que vive na Graça e pratica o pecado está mentindo, e a Verdade, a Graça, não está nele. Uma vez que aceitamos Cristo, aceitamos a Graça, então somos novas criaturas, e o pecado já não reina entre nós, ele não nos domina, o Senhor é quem vive em nós. Se o Senhor vive em nós, estamos mortos como Ele morreu, e revivemos com Ele. Assim, fica claro que não existe essa salvação para sempre, independentemente dos nossos atos ou da maneira de viver. A salvação se perde, o nome pode ser riscado do livro da vida, e isso de qualquer um. "Sejam riscados do livro dos vivos, e não sejam inscritos com os justos." (Salmos 69:28). E mais: "E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da Cidade Santa, e das coisas que estão escritas neste livro."(Apocalipse 22:19). Portanto, se queremos ter vida, se queremos desfrutar da Graça do Senhor, temos que mortificar a nossa carne e viver para o Senhor, mesmo porque aqui não é o Paraiso, ou um parque de diversão, mas somente um local para decidirmos o que queremos, e essa decisão se dá pelos nossos atos.
 "Porque, se fomos plantados juntamente com Ele na semelhança da sua morte, também o seremos na da sua ressurreição; Sabendo isto, que o nosso homem velho foi com Ele crucificado, para que o corpo do pecado seja desfeito, para que não sirvamos mais ao pecado." (Romanos 6:5-6). Quando assumimos a morte de Jesus em nós, automaticamente assumimos a sua vida. Mas o importante é sabermos que, antes de desfrutarmos da vida, da Graça do Senhor, temos que passar pela sua morte, temos que experimentar o batismo na sua morte. E o principal é que a escolha é nossa, nós é que devemos escolher a morte de Jesus, aceitá-la e vivê-la, e como prêmio recebemos a vida. Assim crucificamos com Ele o nosso velho homem, a velha mulher, aquela pessoa pecadora, rixosa, corrupta tem que desaparecer para dar lugar a um novo homem, a uma nova mulher. Temos que nos curvar, nos submeter ao Senhor, e essa submissão só é aceita com obediência aos seus mandamentos. Não podemos agir como hipócritas, classe que o Senhor mais combateu; não podemos falar que o amamos, que queremos a sua Graça, sua salvação e permanecermos no pecado e pedindo a Ele para nos libertar, porque quem age assim está vivo no mundo, e quem está vivo no mundo está morto no Reino. Mas, se sabemos que a nossa carne foi crucificada com Ele, não permitimos que nenhum pecado permaneça em nós. "Porque aquele que está morto está justificado do pecado. Ora, se já morremos com Cristo, cremos que também com Ele viveremos; Sabendo que, tendo sido Cristo ressuscitado dentre os mortos, já não morre; a morte não mais tem domínio sobre Ele." (Romanos 6:7-9). Aquele que morreu para os pecados está justificado, porque não pode mais pecar, assim anda e vive em novidade de vida, como novos, e o pecado não tem mais poder sobre ele. Assim temos a certeza de que, assim como morremos para o pecado, também vamos viver com Ele por toda a eternidade, uma vez que Ele vive para sempre. Assim como Ele foi ressuscitado por Deus Pai, Ele agora também ressuscitará todos os que com Ele morreram em vida e permanecerem na morte até a partida deste mundo. Na verdade, o que enfrentaremos aqui é somente uma transição para a vida ou morte, a escolha é nossa, e essa escolha se dá pela opção pela carne ou pelo espirito. "Pois, quanto a ter morrido, de uma vez morreu para o pecado; mas, quanto a viver, vive para Deus. Assim também vós considerai-vos certamente mortos para o pecado, mas vivos para Deus em Cristo Jesus nosso Senhor. Não reine, portanto, o pecado em vosso corpo mortal, para lhe obedecerdes em suas concupiscências; Nem tampouco apresenteis os vossos membros ao pecado por instrumentos de iniquidade; mas apresentai-vos a Deus, como vivos dentre mortos, e os vossos membros a Deus, como instrumentos de justiça."(Romanos 6:10-13). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário