NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016

MINISTROS

"Que os homens nos considerem como ministros de Cristo, e despenseiros dos mistérios de Deus." (1 Coríntios 4:1)

 Devemos ter a preocupação de sermos vistos por todos os seres humanos como verdadeiros despenseiros de Cristo. Que as pessoas vejam em nós verdadeiros e legítimos homens e mulheres de Deus, que as pessoas confiem em nós sabendo que agimos segundo a vontade do Senhor. Temos que ser conhecidos como pessoas que têm o caráter de Cristo, e, portanto, sempre vamos aconselhar, orientar, e agir exatamente como Cristo faria se estivesse aqui. Não podemos falar que somos cristãos se as pessoas têm medo, dúvidas a nosso respeito, se não confiam em nós, se não creem em nossas palavras. Por tal motivo, é necessário que a nossa vida seja sempre pautada pelo Evangelho de Jesus Cristo, tendo a consciência de que temos a responsabilidade de o apresentar para as pessoas. As pessoas, quando se dirigirem a nós, têm que encontrar o mesmo que encontrariam se elas se dirigissem a Jesus, porque, se somos homens de Deus, então Cristo vive em nós, e, se Ele vive em nós e se manifesta, então nós, no seu nome, e através Dele, continuamos operando os mesmos milagres e sinais. As pessoas têm que ter vergonha e medo de pecar em nossa presença, porque sabem que Cristo vive em nós e continua condenando o pecado. "Além disso requer-se dos despenseiros que cada um se ache fiel." (1 Coríntios 4:2). Como podemos afirmar que somos cristãos, que somos despenseiros de Cristo se não apresentamos o seu caráter, o seu Poder? Temos que ser fiéis a Ele e mostrá-lo de maneira clara e transparente, não temos que agradar a ninguém, somente ao Senhor, porque somos seus representantes, somos embaixadores do Reino; assim, temos que falar somente para agradar quem nos arregimentou. Não são despenseiros de Cristo os que não vivem segundo o Evangelho, que vivem em pecado, que não praticam a santidade, porque todos nós temos a obrigação, digo obrigação e não favor, de viver em santidade. Viver em espírito, não atendendo aos desejos da carne. Muitos pensam que desejo da carne é somente sexual, mas aqui falamos de todos os sentimentos humanos contrários à Palavra de Deus, Sentimentos tais como ódio, raiva, mágoa e outros são carnais e conduzem ao sofrimento eterno. Praticar santidade é se moldar ao Evangelho de Jesus Cristo.
 "Todavia, a mim mui pouco se me dá de ser julgado por vós, ou por algum juízo humano; nem eu tampouco a mim mesmo me julgo." (1 Coríntios 4;3). Os verdadeiros homens e mulheres de Deus, os que vivem segundo as ordenanças do Senhor não se preocupam com o que as pessoas pensam a seu respeito se estiverem vivendo o Evangelho. Sabemos que quem nos justifica é o Senhor, assim, se nos ofendem, discriminam, criticam, isso não nos afeta, porque estamos sempre nos examinando à luz da Palavra. Importa-nos que sejamos aprovados por Deus e não por homens, assim as acusações que são proferidas contra nós não podem em hipótese alguma ser consideradas por nós, porque somos despenseiros do Senhor e procuramos ser o mais fiéis possível a Ele, e não aos homens. Procuramos apresentar o caráter de Cristo em nós, assim, a todo o tempo procuramos amar o próximo como a nós mesmos, porque é mandamento do Senhor e temos que lhe obedecer. Se amamos o Senhor, obedecemos, por mais que possa parecer ilógico aos olhos humanos, mas nós não nos consideramos mais cidadãos deste mundo, e sim do Reino. Vivemos segundo as leis do Reino e não as do mundo, assim, somos estrangeiros aqui, e, portanto, é natural não nos conhecerem e sermos discriminados e criticados. Nós não nos importamos com julgamentos humanos, e nem mesmo nós nos atrevemos a fazer o nosso próprio julgamento, porque quem nos julga é o Senhor, assim, procuramos agradar-lhe em tudo, para não sermos reprovados, não sermos condenados "Porque em nada me sinto culpado; mas nem por isso me considero justificado, pois quem me julga é o Senhor."(1 Coríntios 4:4). Quando nos examinamos à luz da Palavra e vemos que estamos vivendo, agindo segundo os preceitos do Senhor, sabemos então que não somos culpados, porque nosso pecado do passado o Senhor perdoou, nos libertou e somos novas criaturas Nele. Mas isso não nos transforma em mais santos, ao contrário, nos traz mais responsabilidade, obrigação de nos santificar constantemente para que sejamos dignos de receber o Poder de Deus em nossas vidas. Não nos preocupamos com julgamento humano, e sim com o do Senhor, porque o dia do Juízo é para todos. Não existe uma só pessoa que não comparecerá diante do Senhor. Mas temos a preocupação de nesse dia sermos aprovados, não recebermos condenação, porque queremos ouvir do Senhor: "Venham, benditos do Pai".
 "Portanto, nada julgueis antes de tempo, até que o Senhor venha, o qual também trará à luz as coisas ocultas das trevas, e manifestará os desígnios dos corações; e então cada um receberá de Deus o louvor." (1 Coríntios 4:5).Assim, não podemos fazer julgamentos inerentes às coisas do Reino, não podemos afirmar que alguém seja salvo. Todos os que afirmam, garantem que são salvos estão se precipitando e falando contra a própria Palavra, uma vez que a salvação se conquista diariamente. Não podemos afirmar que essas ou aquelas pessoas estão condenadas e irão para o inferno, porque podem se arrepender antes e serem salvas, e nós, os que se consideravam salvos, podemos descer ao sofrimento e morte eterna. Assim, todo e qualquer julgamento a respeito da salvação é competência exclusiva do Senhor, e não podemos tentar acusar ou absolver alguém. Nós conhecemos as pessoas pelo que é aparente, já o Senhor conhece o nosso interior, nossos pensamentos, e assim o seu julgamento é perfeito. Além do mais, o julgamento é feito pela Palavra, e a própria Palavra nos garante a isenção do Juiz. "E eu, irmãos, apliquei estas coisas, por semelhança, a mim e a Apolo, por amor de vós; para que em nós aprendais a não ir além do que está escrito, não vos ensoberbecendo a favor de um contra outro." (1 Coríntios 4:6). Temos que aplicar a Palavra de Deus em tudo, e não podemos ultrapassar as suas ordenanças. Não vamos em hipótese alguma além do que está escrito, porque nossos pensamentos, entendimentos ou lógica humana não interessam. O que é importante é Jesus, e Ele é a Palavra, então simplesmente nos submetemos a ela. Os soberbos, os que pensam saber alguma coisa, os que falam além do que está escrito, revelado, estão delirando, falando sobre o que não entendem ou conhecem. Nós falamos do que conhecemos, porque esse conhecimento está ao alcance de todos, não nos colocamos em posição superior, somos simplesmente despenseiros do Senhor. O que temos é a Palavra, pois foi isso que nos foi mandado guardar, e somos fiéis ao nosso chamado, ao nosso compromisso."Porque, quem te faz diferente? E que tens tu que não tenhas recebido? E, se o recebeste, por que te glorias, como se não o houveras recebido?" (1 Coríntios 4:7). Não somos diferentes, somos iguais, só vivemos em lugares diferentes, porque, enquanto a maioria vive no mundo, nós vivemos no Reino. E tudo o que temos, sabemos, ou somos é do Senhor, porque Ele habita em nós, e assim não fazemos ou falamos nada por nós mesmos, mas simplesmente apresentamos e vivemos em Jesus Cristo. "Já estais fartos! já estais ricos! sem nós reinais! e quisera reinásseis para que também nós viéssemos a reinar convosco! Porque tenho para mim, que Deus a nós, apóstolos, nos pôs por últimos, como condenados à morte; pois somos feitos espetáculo ao mundo, aos anjos, e aos homens. Nós somos loucos por amor de Cristo, e vós sábios em Cristo; nós fracos, e vós fortes; vós ilustres, e nós vis. Até esta presente hora sofremos fome, e sede, e estamos nus, e recebemos bofetadas, e não temos pousada certa, E nos afadigamos, trabalhando com nossas próprias mãos. Somos injuriados, e bendizemos; somos perseguidos, e sofremos; Somos blasfemados, e rogamos; até ao presente temos chegado a ser como o lixo deste mundo, e como a escória de todos." (1 Coríntios 4:8-12). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino
Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário