NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2016

RIGOROSO NO ZELO

"É esta a terceira vez que vou ter convosco. Por boca de duas ou três testemunhas será confirmada toda a palavra." (2 Coríntios 13;1)

 Paulo adverte que não hesitará em tomar medidas disciplinares contra aqueles que, declarando-se cristãos, insistem em se manter rebeldes à Palavra de Deus. E cita Deuteronômio 19:15 para ordenar-lhes a restabelecerem a ordem na Igreja. Essa rebeldia contra as palavras de Paulo é uma afronta à pessoa de Cristo, que o nomeou seu apóstolo, porque a autoridade do apóstolo é a mesma do seu Mestre, e quem quiser se opor a Paulo, contando com a sua suposta fraqueza e insegurança, descobrirá que Cristo é Deus falando por meio do seu apóstolo, e que Ele não é fraco, e sim poderoso e justo. Paulo continua chamando a atenção da Igreja, através dos seus escritos, e, quando os ignoramos, estamos ignorando o próprio Senhor Jesus, que o chamou, comissionou para levar o seu Evangelho. Enfrentamos inúmeros problemas na Igreja, e com muito mais agravantes, porque esses desmantelos estão acontecendo nas lideranças. Os que tinham ou têm a obrigação de ensinar e viver o Evangelho de Jesus Cristo estão criando evangelhos paralelos, estão ensinando o erro. Mas entendo que esses não perceberam que estão indo frontalmente contra Cristo e que serão submetidos a julgamentos, e com certeza reprovados e enviados para o sofrimento eterno. Como estão em busca de realizações e felicidade plena aqui, se esquecem de que desfrutar de abundâncias materiais aqui não é sinal de bênçãos de Deus nem de aprovação. "Já anteriormente o disse, e segunda vez o digo como quando estava presente; mas agora, estando ausente, o escrevo aos que antes pecaram e a todos os mais, que, se outra vez for, não lhes perdoarei."(2 Coríntios 13:2). Paulo era rigoroso e zeloso da Palavra de Deus, e não aceitava desobediências e cobrava da igreja santidade. Temos que seguir o seu exemplo, mesmo porque Cristo continua falando através dele, e sermos rigorosos em nosso meio, nossa igreja, em nossos templos. Não podemos concordar ou permitir por qualquer motivo que as pessoas brinquem de ser crentes. O apóstolo avisa que, quando chegar, vai disciplinar todos os desobedientes e faz questão de avisar antes da sua chegada, para evitar o constrangimento de já chegar sendo muito duro. Deveríamos examinar os membros, os frequentadores das nossas congregações, deveríamos examinar a nós mesmos e ver se realmente estamos agindo de acordo com a Palavra de Deus.
 "Visto que buscais uma prova de Cristo que fala em mim, o qual não é fraco para convosco, antes é poderoso entre vós." (2 Coríntios 13:3). Jesus fala através de Paulo, fala pela sua Palavra, e fala também através de todos os seus servos, os que pregam e ensinam a sua Palavra. Quando rejeitamos os seus servos, rejeitamos a Palavra ensinada pelos seus servos, estamos rejeitando o próprio Jesus. Assim, devemos sempre examinar na Palavra o que está sendo pregado, para ver se o que o pregador está falando está realmente no Evangelho. Jesus apareceu a Paulo quando estava a caminho de Damasco e o comissionou como seu servo, e pela sua Palavra tem nos chamado também para a mesma missão, portanto falamos Dele, porque Ele vive em nós. Somos fracos, frágeis, porque somos humanos, e estamos ainda aqui, mas, assim como Cristo também veio como homem, agora Ele continua fazendo uso da carne. Sim, porque Ele continua usando os homens de Deus para levar a sua mensagem, chamar todos ao arrependimento e apresentar o seu Evangelho. Jesus é O Senhor e é Poderoso entre nós, e a sua ação é real e visível a todos os que obedecem a sua Palavra. Temos que ser zelosos, cuidadosos com a obediência aos seus preceitos para não sermos achados em falta. "Porque, ainda que foi crucificado por fraqueza, vive, contudo, pelo poder de Deus. Porque nós também somos fracos Nele, mas viveremos com Ele pelo Poder de Deus em vós."(2 Coríntios 13:4). Muitos não entendem o porquê de o Senhor, sendo Deus, ter se permitido ser preso, humilhado e crucificado; não compreendem que Ele se submeteu a tudo isso e à morte para nos salvar, para nos comprar, para que tivéssemos vida Nele. Jesus veio e viveu na fraqueza da carne, assim como todos nós, e também estamos experimentando essa mesma fraqueza, apesar de tê-lo vivendo em nós. Jesus vive em todos os que seguem a sua Palavra, os que são praticantes do seu Evangelho, e aos olhos do mundo essas pessoas continuam fracas e perecíveis como qualquer outra, mas o que não sabem é que, como Jesus, também ressuscitarão e viverão com Ele por toda a eternidade. Portanto, nos esforcemos para o imitar, para sermos seus discípulos legítimos e não nos prendermos a negócios deste mundo. Não vivemos em busca de realizações aqui, porque Ele não as buscava, uma vez que a nossa casa, nosso lar, não é aqui.
 "Examinai-vos a vós mesmos, se permaneceis na fé; provai-vos a vós mesmos. Ou não sabeis quanto a vós mesmos, que Jesus Cristo está em vós? Se não é que já estais reprovados." (2 Coríntios 13:5). Assim, como cristãos, devemos viver sempre nos examinando à luz da Palavra, para ver se realmente somos discípulos Dele, se estamos praticando os seus mandamentos. Nos examinar para ver se obedecemos ou se somos somente faladores, porque, quando examinamos e vemos que não estamos vivendo como deveríamos no Evangelho, então sabemos que já fomos reprovados pelo Senhor. A nossa preocupação não pode ser em sermos vitoriosos aqui em questões materiais, mas sermos vitoriosos espiritualmente falando. Temos que ter a certeza de que Cristo vive em nós, saber que o que somos é a residência, o templo do Senhor. Mas, se observarmos que não somos morada Dele, então nos corrijamos o mais rápido possível, para que não padeçamos por toda a eternidade. "Mas espero que entendereis que nós não somos reprovados."(2 Coríntios 13:6). Mas nós não somos reprovados porque nos esmeramos para viver o Evangelho de Jesus Cristo. A certeza da aprovação está no Evangelho e na sua obediência, e por termos esse conhecimento tudo fazemos para viver Nele e por Ele. Assim, temos a certeza da aprovação e queremos que todos a tenham também, e é o nosso dever alertar a todos para que sejam também aprovados. "Ora, eu rogo a Deus que não façais mal algum, não para que sejamos achados aprovados, mas para que vós façais o bem, embora nós sejamos como reprovados." (2 Coríntios 13:7). Paulo roga a Deus, espera que os irmãos não errem, não vivam em práticas contrárias ao Evangelho, não para que eles sejam aprovados, mas para que com essa atitude tentem fazê-lo reprovado. A nossa preocupação tem que ser com os nossos semelhantes, porque, assim como Cristo veio ao mundo e sofreu por nós, também devemos, se necessário for, nos sacrificar pelos nossos irmãos. O que pretendemos é que todos alcancem a salvação, mas, como sabemos que isso é impossível, procuramos fazer com que o maior número possível a alcance, mesmo que isto nos traga dores e sofrimentos. Nós não pregamos, ou ensinamos com sentimentos humanos, mas por Jesus que vive em nós; assim sabemos que falamos a verdade, uma vez que a própria Verdade vive em nós. "Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade. Porque nos regozijamos de estar fracos, quando vós estais fortes; e o que desejamos é a vossa perfeição." (2 Coríntios 13:8-9).Temos orgulho de afirmar que estamos fracos, que passamos por lutas, que vivemos em batalhas todos os dias, para levar o Evangelho, porque o nosso objetivo é tentar conduzir vários a Cristo e não a nós mesmos e nem a nossas congregações ou denominações, mas ao Senhor. Por esse motivo o nosso rigor, a nossa severidade, que é a severidade de Deus. "Portanto, escrevo estas coisas estando ausente, para que, estando presente, não use de rigor, segundo o poder que o Senhor me deu para edificação, e não para destruição." (2 Coríntios 13:10). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário