NESTE BLOG DISPONIBILIZAMOS MENSAGENS CRISTÃS SEGUNDO A BIBLIA. FALAMOS DOS ESTATUTOS DO REINO DE DEUS.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

PRIMEIRO FOI UMA MULHER

"E Jesus, tendo ressuscitado na manhã do primeiro dia da semana, apareceu primeiramente a Maria Madalena, da qual tinha expulsado sete demônios." (Marcos 16:9)

 Quando Jesus ressuscitou, apareceu em primeiro lugar para uma mulher, Maria Madalena, a primeira a vê-lo e saber que Ele estava vivo, e que a morte não tinha poder sobre Ele. Maria Madalena juntamente com outras mulheres tinham ido até o sepulcro para prestar homenagens, segundo o costume judaico. Mas depararam com Jesus vivo. No início ficaram com medo, assustadas, e retornaram ao encontro de Pedro e de outros discípulos para dar as boas notícias. O primeiro dia da semana é domingo, e como no sábado, segundo a lei, era proibido fazer alguma coisa, elas ficaram ansiosas aguardando o início do domingo para prestar as últimas homenagens ao Senhor. Observamos que nem elas e ou os discípulos creram na Palavra do Senhor, porque Ele, quando vivo, tinha dito que ressuscitaria ao terceiro dia. Portanto, se realmente elas tivessem crido Nele, não teriam ido ao sepulcro para prestar homenagens, porque saberiam que Ele não estaria lá como morto. Assim é a humanidade, assim somos nós, sabemos pela Palavra as inúmeras promessas do Senhor para as nossas vidas, mas, mesmo assim, nos recusamos a viver em santidade, a esperar Nele, a ser dependentes Dele. Somos ansiosos e não sabemos esperar Nele, não confiamos nas promessas e nos desesperamos quando algo não está saindo de acordo com a nossa vontade. Se realmente praticássemos a fé, se realmente crêssemos na Palavra, nós viveríamos de acordo com ela, e não nos desviaríamos por nada. Essas mulheres assim como os discípulos que conheceram o Senhor em carne presenciaram inúmeros milagres, prodígios, viram acontecer coisas impossíveis aos olhos humanos, mas mesmo assim não creram totalmente no Senhor. "E, partindo ela, anunciou-o àqueles que tinham estado com Ele, os quais estavam tristes, e chorando." (Marcos 16:10).Maria Madalena e as outras mulheres foram ao encontro dos discípulos informar-lhes que Jesus vivia, e os encontram chorando, tristes com a morte de Jesus. Mas, a bem da verdade, não era para estarem naquele estado, porque, se cressem no Senhor, saberiam que Ele estaria vivo, era para estarem em estado de expectativa. Se tivessem crido plenamente no Senhor, não estariam chorando.
 "E, ouvindo eles que vivia, e que tinha sido visto por ela, não o creram." (Marcos 16:11). A incredulidade dos discípulos é tamanha que, mesmo após Maria Madalena comunicar-lhes que Jesus estava vivo, que ela o tinha visto, eles preferiram não crer. Jesus, certa feita, pouco antes de ser preso, tinha dito a Pedro que, quando se convertesse, lembrasse dos seus irmãos, mostrando que, apesar de Pedro ter andado com Ele durante aqueles três anos aproximadamente e visto tantas maravilhas, visto o Poder de Deus, ainda não tinha se convertido. E isso ficou confirmado quando abandonou Jesus, quando o negou por três vezes, e agora agia com incredulidade. Os discípulos tinham sido avisados em vida que Jesus ressuscitaria no terceiro dia, agora essa mulher lhes avisa que Ele já tinha ressuscitado, mas mesmo assim a incredulidade perdura. Assim também pessoas vão a templos, pedem orações para serem curadas de alguma enfermidade, e, mesmo após receberem a oração e a Palavra da cura, não creem. As pessoas conhecem a Palavra, sabem que o Senhor afirmou que levou todas as nossas enfermidades, e que pelas suas feridas somos curados, mas mesmo assim não creem e vão em busca de médicos e continuam se lamentando e clamando. "E depois manifestou-se de outra forma a dois deles, que iam de caminho para o campo. E, indo estes, anunciaram-no aos outros, mas nem ainda estes creram."(Marcos 16:12-13). Outra situação aconteceu quando dois discípulos estavam a caminho de Emaús e Jesus os encontrou, dialogou com eles, pregou para eles. Jesus andou boa parte do caminho com eles e só deixou se conhecer quando o convidaram para cear, e na hora Ele abençoou o alimento. Ao reconhecerem Jesus, retornaram e comunicaram aos discípulos que realmente Jesus estava vivo e que eles também o tinham visto. Mas mesmo assim os discípulos não creram, apesar dos fatos, de tudo, preferiram rejeitar a verdade. Vejam que esses que duvidaram não creram na ressurreição do Senhor, e eram os discípulos que sempre acompanharam o Senhor: falo de João, o discípulo amado, de Pedro, o curioso, de Marcos. A cegueira, a carnalidade, a emoção os impediu de ver, de crer na Palavra, de crer em Jesus. Assim são muitos os que estão cegos, que não acreditam na Palavra do Senhor; são religiosos, que de boca afirmam que o amam e que têm fé. Mas são somente palavras vazias, pois em seus corações eles não creem, e por isso padecem.
 "Finalmente apareceu aos onze, estando eles assentados juntamente, e lançou-lhes em rosto a sua incredulidade e dureza de coração, por não haverem crido nos que o tinham visto já ressuscitado." (Marcos 16:14). Jesus então aparece para os onze discípulos de uma vez, quando eles estavam reunidos; onze, porque Judas Iscariotes já tinha morrido, se suicidado. Vemos que o Senhor se apresenta chamando a atenção deles pela incredulidade. Jesus chega recriminando-os pela incredulidade, sendo que esse encontro poderia ter sido diferente, mas a dureza do coração fez com que Jesus ressurreto já os cumprimentasse chamando-lhes a atenção. Também somos chamados a atenção quando não cremos na sua Palavra, e seremos expulsos da sua presença no dia do Juízo por não acreditarmos e vivermos em desobediência. Os discípulos tiveram Jesus em carne junto com eles lhes ensinando, hoje temos Jesus em Palavra, o Verbo, nos ensinando, e continuamos duvidando e não crendo, porque, como continuamos agindo de modo contrário a sua Palavra, suas ordenanças, isso é prova de que não cremos Nele. "E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai oEvangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem não crer será condenado." (Marcos 16:15-16). Agora o Senhor dá uma ordem direta aos discípulos, essa ordem é para todos os que são discípulos Dele, e não somente aqueles. Manda que preguem o Evangelho Dele, em toda parte, no mundo todo, e os que crerem sejam batizados, e assim serão salvos. Devemos observar duas coisas importantes: primeiro são os que crerem, e crer sabemos que é obedecer e viver segundo o mesmo Evangelho. E, crendo, recebam o batismo imediatamente, para que sejam salvos, assim não há tempo para cursos de batismos e outros rituais praticados pelas denominações atualmente. O batismo é mandamento, ordenança, e sem ele não seremos salvos, porque o Senhor assim determinou, portanto não podemos negar as águas batismais a ninguém. E não podemos adiar, protelar, porque, se a pessoa morrer antes, seremos responsáveis e iremos prestar contas da sua alma. Quem se recusar a ser batizado é porque não crê no Senhor, e esses já estão condenados. Temos que observar o que Jesus diz, porque Ele não fala que essas pessoas serão condenadas, mas afirma que já estão condenadas. Portanto, negar-se a receber o batismo é assumir a condenação eterna. "E estes sinais seguirão aos que crerem: Em meu Nome expulsarão os demônios; falarão novas línguas; Pegarão nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, não lhes fará dano algum; e porão as mãos sobre os enfermos, e os curarão." (Marcos 16: 16:17-18). Quando cremos e obedecemos ao Senhor, somos capacitados por Ele para exercer a missão a nós confiada com segurança. O Senhor nos dá poder para agirmos em seu Nome e nada tem poder contra nós, e a missão é levada a cabo com sucesso. O segredo é ter fé e crer no Senhor. "Ora, o Senhor, depois de lhes ter falado, foi recebido no céu, e assentou-se à direita de Deus. E eles, tendo partido, pregaram por todas as partes, cooperando com eles o Senhor, e confirmando a Palavra com os sinais que se seguiram. Amém." (Marcos 16:19-20). 
Leiam e pratiquem a Bíblia. Que Deus os abençoe.
 Um abraço,
 Pr.Henrique Lino 
 Se voce está passando por problemas na sua vida espiritual, familiar, profissional, sentimental, com filhos em situação de risco, envolvimento com drogas, homossexualismo, ou em processo de separação, divorcio, traído(a) abandonado(a) entre em contato conosco.O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus está a sua disposição dia e noite para aconselhamento, oração, e interseção e orientação, e cobertura espiritual. Visitem nosso site www.atalaiadedeus.com.br - O Ministério Atalaia do Evangelho de Deus tem como objetivo levar a Palavra de Deus. Trabalha voluntariamente com assistência as famílias, para restaurar casamentos e orientação espiritual a todo aquele que necessita de uma Palavra de cura, salvação e libertação. Esse Ministério tem obedecido ao chamado do Senhor, venha fazer parte desse trabalho com sua oração. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário